quarta-feira, 11 de julho de 2007

De volta a ralação...

Na segunda num fui treinar, o corpo ainda estava cansado da adrenalina da luta .Hoje voltei normalmente aos treinos, e homenageamos nosso professor-assistente, dando-lhe um presente, agradecendo pelo apoio a todos nós.Levamos 12 atletas, e conseguimos 9 medalhas.Tive a benção de ser o único medalhista de ouro.Em seguida ao treino, tivemos um café da manhã, como costumamos fazer todo mês.Legal.Acho que o próximo campeonato é só em agosto.
"Como terá sido a apresentação?"

sábado, 7 de julho de 2007

A Volta do Guerreiro 3 - A Hora da verdade!

Sabendo que iria gastar muita energia, antes de ir pro combate, resolvi tomar um bom café da manhã. Assim, meu pingadinho de café-com-leite ( mais escuro, por favor ), veio acompanhado de pão preto ( o famoso Schwarzbrot ,que eu adoro ), uma fatia de abacaxi, queijo branco, e como manda a receita para um lutador, ovos - mexidos. Assim, depois me encaminhei ao ginásio do Tijuca Tênis Clube, um dos mais tradicionais não só da Tijuca, mais da cidade (é onde treina o time de vôlei do Bernardinho, Rexona- Rio ).
Vi os lutadores Chilenos chegarem, bem como os Americanos, esses, de Táxi.
Depois de colocar meu Kimono, no vestiário, subi pra pegar minha camisa de competidor, e procurei a galera da minha academia.Na fila da camisa, conheci um cara que veio sozinho de Ribeirão Preto, e começamos a conversar.Ele me disse que tinha entrado no ônibus ás 20.30, e tinha desembarcado no RJ ás 07.30.Perguntei a ele se pegou o glorioso 606, ponto final na Rodoviária, e que vem aqui pra Tijuca, e ele me disse que sim.Respondi a ele que tinha economizado 25 pratas de táxi, e ele riu e me desejou boa sorte.O ambiente tava legal.
Fiquei sabendo que na minha categoria só tinha eu e um gringo, portanto haveria só uma luta.
"Que bom, pensei", "assim me canso menos". Foi aí que vi o gringo: era um canadense, chamado Rowland Hill, um pouco mais baixo que eu, mas mais pesado, e forte que nem um touro."É", pensei,"vou me cansar de qualquer jeito!". Fomos os dois para o tatame, e, não sei por quê, talvez, pelo fato dele ter sido o primeiro gringo a lutar,mesmo havendo outras lutas simultâneas, as atenções do ginásio ficaram sobre nossa luta( me contaram isso depois).
Quando peguei no Kimono dele,vi que o cara era forte pacas, sabia que não poderia deixar ele me derrubar.Dos 5 minutos de luta, metade foi em pé, os dois esgrimando, até que eu consegui puxar a perna dele, e desequilibrá-lo,caindo sobre ele, no chão- 2 pontos pra mim.
Ele me botou na guarda, mas consegui passar por uma das pernas dele, tentando estrangular dali mesmo, mas começava a me faltar energia, tudo era muito rápido.Foi quando eu olhei pra ele, e vi que ele tava bufando, totalmente sem gás.Aí tratei de administrar minha vantagem, não deixando ele me raspar, esperando o apito final do juiz.Acabou a luta, e juiz levantou a minha
mão, dando vitória.Até a hora dessa postagem, estava sendo o único da academia, no dia, a ganhar o ouro (teve bronze e prata, antes).
No final da Luta, um colega veio me dar o nextel pois meu professor, que tá nos EUA, queria me comprimentar.Disse a ele pra apertar o botão do rádio, pois minha mão tava tremendo, num tinha forças (kkk) , e falei com o André Negão, via rádio,que me deu os parabéns pela vitória.
Começaram a me zoar, pois só chego atrasado na academia (geralmente 30 min depois do início) , e ainda assim ,venci uma competição(rsss).Depois passei meia hora procurando minha carteirinha da federação,pois tenho a mania de perder as coisas, até achá-la na mesa da direção.
Quando fui receber a medalha, encontrei de novo com o Rowland, meu adversário, e conversei com ele em Inglês.Ele treina todos os dias, e malha.Eu treino 3 xs por semana...chegando atrasado, sempre. Só malho de vez em qdo- prefiro jogar futebol...rs! Ele perguntou se eu ia lutar de novo amanhã, no absoluto, e disse que não.O elogiei, dizendo que ele era muito forte (tô pregado até agora) ele riu, e tiramos fotos juntos, na máquina dele.
Como disse no post anterior, foi uma vitória pessoal, que dedico à Deus, pois só ele me deu forças para superar tudo, e em pouco tempo de minha volta aos treinos, me tornar campeão mundial Master. Mas na segunda vô chegar atrasado de novo! kkkkkk!

quarta-feira, 4 de julho de 2007

O Campeão

Faltando apenas 3 dias para minha luta no campeonato de Jiu-Jitsu,ainda não sei em que categoria de peso irei lutar.Se na pesado ou na pesadíssimo. Eu tô na fronteira entre uma e outra. Sempre fui forte,e me acostumei com meu peso atual ( kg 92 kg) , bom pra minha altura, por volta de 1,82 . Com mais 3 kg de Kimono, vai pra 95- e aí que mora o perigo: nessa categoria já são os pesadíssimos, só tem parrudos ou gordões de mais de 100 kilos, é muito ruim lutar com eles-sei disso pois sempre luto com gente superior ao meu peso, e qdo tão por cima, parece que um caminhão caiu sobre vc!
O negócio é não esquentar, e encarar o que tiver por vir.Não vejo a hora de lutar-não, não é ansiedade, é que meu corpo todo tá doído com o treinamento que estamos fazendo.Pra se ter uma idéia, todos os dedos das mãos doem, de tanto pegar pano de kimono. Vivo com os braços roxos, devido aos combates,e deixo uma poça de suor em cada parte do tatame em que luto. Quero que passe logo sábado pra descansar! Essa vida de atleta é muito cansativa!
Como são as coisas...há praticamente um ano atrás eu estava numa mesa de cirurgia operando o coração...e agora estou as vésperas de uma competição...como Deus faz as coisas- estou absolutamente curado, sem precisar de nenhum remédio.Só ele é capaz de fazer isso!
Me lembrei de Rocky 3, qdo o Apollo, que na ocasião treinou o Rocky, disse pra ele: "Lembre-se do que vc passou pra chegar até aqui". Eu lembrei, e não importa os resultados de cada lutinha de 5 minutos que eu fizer- posso perder? sim, e daí? não importa o resultado, depois de tudo o que passei, EU SOU O CAMPEÃO!!

domingo, 1 de julho de 2007

Será que passa?

O Brasil precisa vencer Hoje-vencer e convencer.Numa seleção descaracterizada (qualquer seleção Brasileira sem kaká é descaracterizada) tem que dar uma chinelada no Chile para con-VENCER! Agora, tem que trocar de goleiro:Doni dá dó...sempre foi frangueiro onde passou, e agora tá enganando lá no Roma.Eu num sei porquê não chamam o Rogério Ceni...quer dizer, sei: eles não gostam de gente que pensa, de líderes. Júlio César Machucado, e as coisas se complicaram no gol.Vamos ver no que vai dar.
Ainda tô com o corpo cansado, o treino de ontem foi puxado, levei 15 minutos só pra levantar do tatame, qdo acabou. E sábado que vem começa o campeonato.Mas isso é assunto pra outro post, preciso dar uma "morgada" antes de ver o jogo, se não num aguento.