sábado, 29 de setembro de 2007

SÓ EXISTE HOJE




O dia do Deus da Verdade é, para o homem, o Dia Chamado Hoje. O passado é uma lembrança. O futuro uma fantasia. É no Hoje que se pode verdadeiramente viver. Além disso, o Hoje é a porta da eternidade no tempo. Eternidade e Tempo se tocam no Momento-Hoje.O passado é história de memórias feitas palavras, letras ou marcos. E, portanto, pertence ao tempo que deixou de ser tempo e virou recordação. O futuro é ficção, seja construído pela esperança, pela desesperança, pela indiferença, ou mesmo pela vontade de morrer — entretanto, para o homem, é apenas um sonho, uma fantasia boa ou má. A fantasia é o estelionato do que não sendo tenta passar pelo que é.O Dia-Hoje é fé. Sim! Ele não é ficção porque É, existe. Ora, a fé é. É Certeza. É convicção. Desse modo, somente a fé serve ao Hoje, pois o Hoje é. A verdade é. Deus é espírito. Deus é. Por isso, o encontro com Deus é Hoje, pois, o Hoje é o ponto no qual a verdade se manifesta como espírito. O espírito é. Hoje carrega espírito e verdade. Hoje, portanto, é para o homem o único dia passível de ser Dia de Deus.Sendo Deus o Deus da Verdade, que outra relação poderia ter Ele com os homens senão no Hoje?Afinal, por mais verdadeiro que o passado tenha sido, já não é. E por mais verdadeiro que um dia o futuro venha a ser (exato em relação ao tempo no qual era sonho no passado) — ainda assim não é nada além de especulação; pois no dia em que se tem tal certeza, o futuro já não futuro, mas presente, e, assim, já terá feito a si mesmo passado em relação a si mesmo antes de virar presente. Portanto, passado e futuro não são. O passado por ter sido, e o futuro por ainda não ser. E quando for já não será, pois, terá se tornado passado. O Hoje, portanto, é o único ponto no qual a verdade se manifesta. Por isso Jesus não aceitou o passado como avalista do Hoje, e nem acatou o futuro como significação do Presente. Foi por esta razão que Ele falou do passado com “porém” e avistou o futuro com “catástrofe”, e nem por isso deixou de verdadeiramente viver o Hoje sem saudades passadas e sem ilusões futuras. Quem vive do passado não vive. Recordar não é viver; recordar é ter vivido. Quem vive do futuro não vive. Projetar poder ser, mas ainda não é...; e, portanto, ainda não é vida, mas apenas uma projeção que pertence à fantasia. A fé tem passado como esperança para hoje e tem futuro como certeza no agora. Assim, somente na fé — passado e futuro deixam de ser apenas memória e fantasia; pois, a fé atualiza tudo no Hoje, em verdade. Por essa razão em Jesus não há destino. Afinal, que destino há se a única realidade que é, o é no Hoje? Na fé o destino é Hoje; e, assim, se destina ao agora. É por tal razão que para Jesus o significado de tudo está no Hoje. Hoje é o dia. O único Dia. O resto não é.


É — é Hoje.


Caio Fábio


quinta-feira, 27 de setembro de 2007

Policiais levam preso para almoçar em shopping de SP


O traficante boliviano condenado Añes Vacca almoçou ontem num restaurante de um shopping center de Presidente Prudente, no interior paulista. Sem algemas e com uniforme de presidiário, ele estava escoltado por dois agentes da Delegacia da Polícia Federal de Marília, conforme o flagrante feito pela TV Fronteira (afiliada da Globo). Considerado de alta periculosidade, Vacca deixou a cela do presídio de Itaí para uma audiência no fórum de Presidente Prudente e, depois, foi almoçar no shopping na companhia dos federais, que não foram identificados.O presidiário ocupou uma mesa no centro da praça de alimentação e sua presença preocupou os clientes, pois ele estava sem algemas. Ele permaneceu mais de uma hora no shopping. Enquanto aguardava a comida, o traficante conversou tranqüilamente com os policiais e pediu para ir ao banheiro, sendo escoltado por apenas um agente. Depois do almoço, Vacca passeou pelo shopping e, em seguida, o traficante e os dois policiais foram embora numa perua da PF.Pois é...acho ki a galera dos " direitos humanos " deve ter vibrado com a notícia! Eles devem estar preparando um abaixo assinado , á fim de que todos os presos do país possam almoçar nos shopping centers mais próximos da cadeia ! Os shoppings ki aderirem a idéia , terão desconto no IPTU, e as lojas ki oferecerem a refeição, tb terão desconto no ICMS! Depois o preso poderá tb pegar um cineminha, para participar da inclusão cultural. Depois, passeará pelo shopping, vendo as lojas, azarando as meninas, etc: é a inclusão social! Não vamos nos eskecer da inclusão digital: cada preso terá sua página do Orkut ( isso já aconteceu de fato aki no RJ!).Sabe de uma coisa? Vô parar por aki...esses caras dos "direitos humanos" gostam tanto de uma "mamãezada" ki são capazes de levar isso a sério, de gostar realmente da idéia!Lá em SP, liberaram um maluco pro semi-aberto, e ele matou 2 garotos. Falem o ki falar dos EUA, mas lá botam correntes nos tornozelos, chips de monitoramento no semi-aberto, e por aí vai. È isso aí.

terça-feira, 18 de setembro de 2007

Dos Livros para as Telas


Depois da Bienal, chegou a vez do Festival de Filmes Rio 2007, e hj começaram a vender ingressos. Assim, peguei o metrô até Botafogo e fui com o intuito inicial de comprar ingressos para os quatro filmes que mais me interessaram, depois de extensa peneira. Lá chegando, peguei a senha (isso mesmo) de número 335. Estava no 170. Enqto isso, confirmava, no jornal ki recebíamos, o código dos filmes ki keríamos assistir,dia , hora, etc.Chegando no guichê , a surpresa: dos 4 filmes ki eu keria, apenas 2 eu consegui entrada; o restante, "não entrou no sistema",me informou o atendente. Segundo ele, poderia entrar "tanto em dez minutos" qto "só amanhã". Fikei pensando como hj em dia tá tudo ligado na rede. Se a mesma cair, dizem ki "caiu o sistema". Se alguém deu furo (como no caso, pois deveria estar tudo ok ) simplesmente "não caiu no sistema". Já sei a desculpa pra qdo não kiser falar com algum mala qdo ligarem lá pra casa, e minha mãe me chamar, direi a ela ki "não entrei no sistema"-assim não posso ser chamado...O mala vai entender. Qdo ligarem pro meu cel, e eu ver ki é um mala, abro e fecho o meu "flip" e assim, simplesmente, posso dizer ki... "o sistema caiu"! Isso não é lindo?Os únicos filmes ki "o sistema" deixou eu ver, por enqto, são:Hairspray, com John Travolta, sábado, ás 14h; e Um Táxi Para Zigzigland, segunda, ás 16h. Isso por enqto...vamos ver o kê Mr."Sistem" vai liberar pra mim depois. Ou mesmo se eu vô ter saco pra ver se ele liberou alguma coisa. Essas coisas de cultura ás vezes cansam e dão trabalho...ainda mais qdo num tão "no sistema!!

O Devorador de Livros


Eu tenho ki me controlar muito qdo vô á Bienal. Primeiro, ki dá vontade de comprar tudo, ou kuase tudo - keria ser um bronco nessas horas, e só comprar um livretinho de 5 pratas, como vi muita gente fazer, só pra dizer ki "comprou um livro na Bienal".Tá na cara ki eles naum lêem nada durante o ano. O grande problema é ki gosto de muita koisa- naum é kuase tudo, mas é muita coisa! Deixei de levar muita coisa boa- o livro da história do cinema, uma de minhas paixões, por exemplo. Ou do livro ki falava do contexto cultural do cristianismo pelos séculos - e das hipocrisias cometidas ao longo dos anos. Mas aí a seleção foi monetária mesmo- eram dois calhamaços de mais de 60 pratas, cada um. Mas fikei muito tempo segurando os dois na mão, só pra sentir o gostinho, e ver se assimilava alguma coisa por osmose...eu keria ser bronco, pois aí só olhava as coisas de relance, ou escolhia livros por capa, como muita gente faz. Mas tenho mania de ler o índice, ler a capa e contra-capa, e ás vezes ler o prefácio. Sem falar qdo me interesso por algum capítulo...Foi aí ki vi o livro do Foreman, ki hj os mais novinhos só conhecerem da propagando do grill ki ele tem. Não sabem ki ele fez uma das maiores batalhas do boxe, contra Muhamad Ali. Não sabem ki, anos e anos após sua aposentadoria, ele voltou, e foi o mais velho campeão mundial de boxe, aos 45 anos. Sendo tb um campeão mundial, só ki de Jiu-Jitsu (hehe, modesto-man) tenho um verdadeiro almanake agora em minhas mãos, pois agora como empresário, ele ensina, por sua difícil trajetória de vida, a atravessar "o caminho das pedras".Dois livros para concursos tb foram adquiridos- chama-se á isso necessidade. Mas mandei ver, mesmo, foi nos gibis. Finalmente, a Enciclopédia Marvel foi adquirida, com a ficha completa de todos os heróis e vilões! vários Batmans (ki sempre foi meu favorito), tb; E até mesmo o Louco do Juiz Dredd ( ki foi ás telas do cinema com Stallone) eu trouxe- ele enfrentando nada mais nada menos ki o Aliens!! Keria ser bronco, pois não reconheceria os autores qdo passassem ao meu lado, e não precisaria pagar mico tirando foto do Luís Fernando Veríssimo, por exemplo(veja no meu álbum)...fikei tão surpreso ki a foto saiu meio desfocada...ele me deu um tchauzinho! Ruy Castro, Ziraldo, e tantos outros ki por ali passavam, sem serem percebidos, ker dizer, o Ziraldo é mais popular por causa das crianças... enfim, numa Bienal,se vc num for bronco vc se perde, cheguei mesmo a evitar de passar por stands em ki, se parasse, iria kerer levar muita coisa. É como eu disse: nessas horas, keria ser bronco- não precisaria "gastar dinheiro" com coisas "tão fúteis"...e num teria ki fazer a ginástica de arrumar mais espaço pra livros na minha estante.

Ely Jr

quarta-feira, 12 de setembro de 2007

The Coca Cola Kid


Eu tinha parado de tomar Coca. Primeiro, porque apesar de deliciosa,ela é calórica, então tinha ki tomar cuidado por causa do peso. Assim, só tinha a tal da Coca- light, ki é horrorosa. Pra tentar disfarçar o sabor horroroso, inventaram a Coca- Light lemon- e a emenda saiu pior ki o soneto- ki porcaria!!Finalmente, inventaram a Coca Zero, cujo sabor é 99% semelhante a original- e num engorda. É essa ki tenho tomado, geralmente de 600 ml.A Coca foi originalmente inventada como remédio e vendida nas farmácias, no séc. passado, nos EUA. Pra mim, qdo como alguma coisa ki me enjoa, é só tomar Coca ki passa- tem efeito de remédio contra enjôo nessas horas, resgatando sua finalidade original...Muito se diz sobre ela, ki ela pode ter cocaína.Nêgo tb já disse ki ela é do "diabo", se "inverter" o lacre, tem mensagens subliminares. Mas "nêgo" inventa tudo, diz ki até o Mcdonalds e fralda Pampers saum do capeta!O fato é ki naum consigo comer um podrão sem coca, e nem pipoca, no cinema, sem ela. E o fato é ki naum existe melhor arroto, ki um arroto vindo de uma Coca!!! É dakeles igual ao do "Baby", de abalar as estruturas!!! Buuuuurppp!! E o melhor é ki agora taum fazendo cokinha de 50 centavos, mas só da tradicional. Na garrafinha de vidro, de 200ml, vc relembra os tempos de escola...se bem ki, na escola era de 290 ml...bem, vc se imagina numa cidadezinha americana...achei " fashion". Li num desses livros de aventureiros, ki o cara tava lá no Egito, passeando no deserto. Veio um camelô em cima de um camelo, com um isopor, e o cara perguntou, cheio de sede, se ele tinha água. Não tinha. Mas tinha latinhas de Coca!


Buurp!!

terça-feira, 4 de setembro de 2007

De Volta Para o Futuro


Li nas manchetes recentes que o Delorean DMC-12, ou simplesmente Delorean, o famoso carro protagonista do filme "De Volta Para o Futuro" voltará a ser fabricado. Legal. Se eu tivesse grana compraria um. Além de ser um dos meus "filminhos do coração", o Delorean representa muita coisa que eu gostaria de ter feito ou visto na história, ou mesmo me aproveitar dele pra corrigir meus erros. Eu resistiria a tentação de ver o meu futuro. Como um apreciador da história (eu ainda vou cursar história, uma de minhas paixões), eu acho ki iria viajar mais no passado, e apreciando episódios conhecidos e desconhecidos. De inédito, eu gostaria de ouvir uma das mensagens de Jesus na Sinagoga - não as que estão na Bíblia, mas uma das várias inéditas que não foram relatadas. Também gostaria de ver o discurso do Martin Luther King, "Eu tenho um Sonho", ao vivo. Gostaria de ter visto um jogo do meu Botafogo, com Garrincha, contra o Santos de Pelé, no Maracanã. Voltaria pra qdo eu era criança, e descobriria, enfim, quem foi que roubou o meu Batmóvel importado da matchbox. Teria ido pro Cefet em vez de ter ido pro Colégio Militar, e cursado direito antes de teologia- não que eu tenha dúvida do meu dom, mas simplesmente por uma questão estratégica.Teria, independente do que falassem, cursado minha querida história ( isso não dá futuro!). Não teria parado de lutar (retomei esse ano, sendo campeão mundial), por causa de pressões; Teria insistido mais em um clube, pois agarrava bem. Teria estudado mais teatro, pois gosto de tudo que se relaciona á arte de interpretar. Teria comprado aquela prancha de bodyboard e pégo muita onda, e não ter dado ouvidos a quem disse que aquilo era "coisa de viado". Teria colocado brinco há mais tempo.Teria já colocado minha tatoo, e continuado com o cabelo grande ki usava na infância. Não teria me formatado naquilo que as pessoas pensam que a pessoa deve ser -se necessário, compraria uma camisa com os dizeres- EU NÃO SOU ASSIM, SOU DIFERENTE. Não deixaria as pessoas cobrar de mim aquilo ki Deus nunca cobrou . Não teria me casado, a não ser que estivesse realmente apaixonado. Teria aprendido a tocar guitarra, depois que aprendi a tocar bateria. Teria aprendido a pilotar avião.Algumas coisas ainda dá pra fazer, e irei fazê-las. Outras, só com o Delorean (rss).O mais importante de tudo, é que estou DE VOLTA PARA O FUTURO, com a graça de Deus!