quinta-feira, 22 de novembro de 2007

MENINA DE 15 ANOS É PRESA E FICA EM CELA MASCULINA


Quando a gente pensa que já viu os maiores absurdos com relação ás autoridades, agora conseguiram chegar ao ápice do absurdo, no interior do Pará.


Uma menina de 15 anos foi presa, sob suspeita de furto (uma barra de chocolate), e as figuras da delegacia, contrariando a lei de execuções penais, cometeram o absurdo de colocá-la na mesma cela onde estavam outros vinte homens.


É como jogar carne fresca numa jaula pra Leões.


Se esses caras "abusam" de outros presos, imagine o que aconteceu.


Até pra comer, ela só comia se se relacionasse com os vagabundos.


Como até mesmo em cadeia tem "fachada", eles só não abusavam dela qdo tinha visita da mulher dos presos, uma vez por semana.


Isso durou quase um mês.


Até que o conselho tutelar descobriu, tirou a menina de lá, e a mandou para um abrigo em Belém.


A "alegação" da polícia é que a cadeia feminina da cidade tinha sido destruída após uma rebelião, e "num tinha onde botar" a garota.


Que não prendesse, então - seria uma alegação até então razoável- responderiam por muito menos.


Policiais insensíveis.


Delegado Imbecil.


A corregedoria de polícia do estado, afastou os envolvidos no caso.


Eles podiam ficar na mesma cela que a menina, enquanto fossem investigados...


Quem sabe, virando as novas "bonecas" da cadeia, eles teriam noção do que fizeram.


Não seria educativo?


Eu faria assim.