sábado, 10 de novembro de 2007

VC COLOCARIA SUA REPUTAÇÃO EM RISCO PARA AJUDAR ALGUÉM MARGINALIZADO ?



" Estando jesus em casa, foram comer com ele e seus discípulos muitos publicanos e ' pecadores'. Vendo isso, os fariseus perguntaram aos discípulos dele: Por que o mestre de vcs come com publicanos e ' pecadores' ?


Ouvindo isso, Jesus disse: Não são os que têm saúde que precisam de médico, mas sim os doentes.


Vão aprender o que significa isto: desejo misericórdia, não sacrifícios.


Pois eu não vim chamar justos, mas pecadores."

(Mateus 9. 10-12)




O Filho de Deus não se preocupava no que os outros iam pensar, por ele caminhar entre os " doentes".


Sabia que ele era a cura.


Sabia que precisava estar entre os "pecadores".


Os Fariseus, espécie de partido político judaico- religioso , só com gente de "pedigree", torciam o nariz toda vez que ele fazia isso.


Eles faziam "sacrifícios", queimavam cordeiros, mas não tinham o elemento essencial: a misericórdia.


Tudo era apenas um ritual- eles já estavam acostumados. O Importante era a aparência piedosa.


Foi o maior escândalo qdo viram que Jesus caminhava ao lado de "gentinha", na concepção deles- e pior: comia com a "ralé".


A igreja hoje em dia tem mais dos fariseus do que de Jesus.


As pessoas se importam muito com sua "reputação", e desde que ela seja mantida (apesar de muitas vezes ser um fachadão básico) o restante não importa.


A Igreja farisaica não gosta de "marginalizados".


Ela não gosta de viciados. Para ela, o lugar deles é nas clínicas de reabilitação...


"Olá, meu nome é fulano, e eu sou um viciado. Olá fulano"!


Nunca diga isso numa igreja farisaica. Eles te jogarão na calçada e dirão:" Vai com Deus, fulano"!


Em geral, igrejas farisaicas marginalizam outro tipo de pessoa- o pobre.


Sabe como é, a oferta deles não é gorda, entenda...


Mas se vc tem grana, vc tá feito!


Se for médico, engenheiro, advogado, empresário, vc não é tratado mais como irmão: vc vira doutor!


Seu nome sai no programa da missa ou culto primeiro como DR.


Irmãos são para os "comuns".


Igrejas farisaicas gostam muito de cantar. Cantam durante muito tempo (afinal quem canta, os males espanta- adágio que, de tão popular, tem gente que pensa que tá na bíblia) para sobrar pouco tempo para mensagens/ sermão.


Também, para ouvir certas "mensagens"...é melhor só cantar.


Gastam muito tempo com ensaios, cantatas, comemorações, congressos, reuniões sem fim .


Gastam muito pouco tempo e dinheiro na preocupação com o marginalizado.


A Ação social não funciona, ou qdo muito, um mutirãozinho uma vez ao ano para aliviar a "consciência".


Não visitam presídios. Fariseu só gosta de gente chique.


Não visitam doentes. Vai que eles pegam uma doença...


Não gostam de se misturar a sociedade, pois a sociedade é "pecadora".


Ensinam a não usar biquini e sunga qdo vão a praia, e tb a não escutar música do "mundo".


Se depender disso, eu já tô no Inferno...rss.


Jesus ia as festas do povo.


Jesus comia entre "pecadores".


Não se importava em ter sua reputação manchada, para ajudar um marginalizado.


E vc, colocaria sua reputação em risco para ajudá-los?