quarta-feira, 27 de fevereiro de 2008

Outra Parada Cardíaca. E na mesma Academia...



Mais uma mulher tem parada cardíaca malhando, em academias do RJ.

Todas, na mesma academia.

Ticiana Pereira Azevedo, de 46 anos, teve uma parada cardíaca durante uma aula de transport (aparelho de exercícios cardiovasculares) na Academia ProForma, no Leblon (zona sul do Rio).

Ticiana está internada em coma induzido no Hospital Samaritano.

No dia 11, a advogada Natasha Fabrini, de 35 anos, morreu quando fazia ginástica localizada, pouco depois de freqüentar uma aula de spinning (programa de atividades em bicicletas estacionárias), em outra unidade da Proforma.

Natasha teve uma parada cardíaca fulminante.

Segundo a assessoria da academia, Ticiana fazia exercícios quando passou mal e foi socorrida por um professor treinado para prestar os primeiros socorros e por duas médicas, também alunas do estabelecimento.

A assessoria também informou que ela estava com os exames médicos em dia. Ticiana foi levada para o Hospital Miguel Couto, onde foi necessário usar um desfibrilador para reanimá-la.

Bem, eu se fosse dono da ProForma, mandava benzer a academia...

Por que duas paradas cardíacas em menos de um mês, é dose.

Coração é um órgão traiçoeiro.

Simples eletrocardiogramas, muitas vezes, não detectam nada.

O ideal é pedir um Holter, aquele aparelhinho que faz um monitoramento por 24 horas.

Foi através dele que detectei um problema que não aparecia em eletro nenhum, nem mesmo em testes de esteiras.

Meu coração disparava em repouso, e o pico desse disparo era ás 3 da manhã.

Quem detectou foi o holter.

Fiz uma cauterização no coração, simples:entrei num dia, saí no outro.

Tudo sem abrir o peito- via catéter, um beliscão na virilha.

Eu não gosto de malhar, “malho” no Jiu-Jitsu. Não tenho muita paciência pra isso.

Mas nessa época, muita gente quer perder peso, ás vezes acumulado em mais de um ano.

Malham, correm, e ficam bufando, em vez de fazerem tudo progressivamente.

Todas as academias do Rio agora estão pedindo para os alunos colocarem o exame médico em dia.

A verdade é que elas vivem muito lotadas, e muita gente faz exercício errado, pois não dá pros professores olharem todos ao mesmo tempo...

Ver quem está com uma cara diferente, no Spinning,Transport, ou na esteira mesmo, e pedir pra pessoa ir devagar, ou mesmo dar um tempo...

Bem, mas como eu disse antes, repito: na ProForma, eu não malharia...

É muito cheia.

E azarada...

sábado, 23 de fevereiro de 2008

Oscar 2008


Pelas minhas contas, assisto o Oscar há uns 25 anos, ininterruptamente.

Desde pré- adolescente, portanto.

Ah, sim, o Oscar é uma das maiores cascatas que tem, e é festa para americano;

Mas se é uma coisa que americano sabe fazer, é dar show.

O Oscar é injusto com gente boa, e complacente com gente não tão boa.

Já assisti o Oscar sozinho, 90% das vezes; E poucas vezes, acompanhado.

Nunca esqueço o local mais inusitado em que assisti a cerimônia:

Foi na cadeia.

Calma, não roubei nenhuma estatueta:

Eu trabalhei uma época da minha vida, lá dentro.

E num plantão, sozinho, com um tv de 5 polegadas preto e branco, na qual mexia a antena pra lá em pra cá, consegui assistir a festa, e não passar aquele ano em branco.

O que a gente não faz pra num perder o que gosta...e ainda tirei o tempo de vigia de outro colega, tudo pra ver a festa, sem correr o risco de outro querer mudar de canal.

Domingo tem mais um Oscar.

Quase não tem esse Oscar.

Por causa da greve dos roteiristas.

Mas a vida segue.

“And the Oscar goes to...”

Para todos os fãs da estatueta.

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2008

Diana: Acidental ou Não?


Desde 97, quando o mundo chorou a morte da Princesa Diana, sempre achei esquisito esse negócio do acidente dela.

Até por que todo motorista de estrelas do shobizz, empresários, etc, na dúvida, jogam o carro em cima de Paparazzis de moto, ainda mais quando não tem ninguém olhando.

Capotar carro, fugindo de fotógrafos em moto? Sei não...Hoje, o pai de Dodi Al Fayed disse que a princesa Diana lhe contou que estava grávida e foi por isso que ela e seu filho Dodi foram mortos num complô envolvendo a família real britânica.

Mohamed Al Fayed afirma:"Ela disse que iria morrer ou ser morta numa batida de carro e foi isso o que aconteceu a ela e a meu filho".

A teoria de que Diana e seu namorado Dodi foram mortos numa conspiração envolvendo o serviço secreto britânico e o príncipe Philip, marido da rainha Elizabeth II, sempre foi mantida por Al Fayed.

Ele também afirma que a família real jamais aceitaria um membro Muçulmano na família.

Eu não sei no que isso vai dar...e mesmo se isso tudo for verdade, é claro que vão abafar.

Mas, se for verdade, será que o MI6 (serviço secreto inglês) estava nessa, ou foi ação particular?Se tiver, é o fim da picada.

Só falta o James Bond ter dado o tiro.

Se for verdade, paro de ver filmes do 007.

terça-feira, 19 de fevereiro de 2008

A DIFERENÇA ENTRE PEDRO E JUDAS

Pedro negou conhecer a Cristo, por 3 vezes, quando perguntado em um momento crítico (poderia ser preso), se o conhecia.
Depois da ressureição , Jesus apareceu a Pedro e perguntou se este o amava - por 3 vezes seguidas...Pedro respondeu que sim, e estava sendo sincero.
Por seu arrependimento, Cristo disse que a sua igreja seria edificada através da vida de Pedro.
E assim foi. Ele é lembrado até hoje como um dos Principais apóstolos.
Escreveu duas epístolas, no Novo testamento.
Judas Iscariotes era o tesoureiro dos discípulos que acompanhavam Jesus.
Seu negócio mesmo era dinheiro: aprendera, séculos antes de nossos escândalos financeiros, que desviar dinheiro era uma “arte”.
Desviar dinheiro de igreja, então, é uma “arte” que tem que se ter muito cuidado.
Jesus sabia de tudo- mas tinha que esperar o momento certo de desmascará-lo- até por quê profecias precisavam ser cumpridas, ele tinha que passar por tudo aquilo.
Ainda assim, Judas teve a oportunidade de se arrepender. Ele via coisas, ao vivo, que nós só soubemos pela história- e acreditamos, pela fé.
Mas preferiu seguir seu instinto mesquinho, ganancioso. O coração dele estava sempre no dinheiro.
Assim, vendeu a principal mercadoria, a mais valiosa, a qual ele tinha acesso.
Ele nunca se entregou a Cristo. Mas entregou O CRISTO.
Vendeu a informação por 30 moedas de prata.
Como sinal, deu o famoso “beijo de Judas”- era o sinal da troca, quando os soldados chegariam e o prenderiam á noite, longe da multidão.
Ali, ele perderia sua vida, para sempre, em troca das moedas.
Não aguentou de tanto remorso, e se enforcou.Tá lá no colo do “Capiroto”, desde então.
Pedro é bem lembrado, até hoje. Judas, até hoje é “malhado”, e literalmente.
Você pode até se zangar, ou mesmo dizer que não conhece mais a Deus. Mas se se arrepender, como Pedro, não só sentirá paz, como vai produzir bem mais do que antes- tal como aconteceu com Pedro... Jesus o levantou.
Ou então, pode passar a negociar tudo em sua vida, como Judas, até chegar o ponto de negociar a vida dos outros. Mas se chegar a esse ponto, das moedas que você receber, não se esqueça de comprar uma coisa: Uma corda.
E das boas, bem forte.
Pelo menos nesse último momento, não seja mesquinho.

domingo, 17 de fevereiro de 2008

Final Precoce de dois Ìdolos Parecidos


Dois ídolos nacionais em momentos parecidos.

Eles têm a mesma idade, 31 anos.

Um é Tri-campeão de Roland Garros.

Outro é Bi- campeão Mundial de seleções.

Eles influenciaram muitos garotos.

Ambos estão muito ricos.

Guga está deixando as quadras .

Não aguenta mais jogar com dor.

Para mim, ele nem precisaria fazer turnê de despedida.

Vai perder sempre, e com dor, e de adversários fracos, que, se ele tivesse legal, jamais perderia.

Melhor seria somente um anúncio:”parei”. E ponto final.

Outro brilhante tênista, o Borg, da década de 70, parou mais cedo, com 26 anos.

Cansou de ganhar. Não tinha mais nada para ganhar.

Parou sem dor, e foi curtir a (muita) grana dele.

Ronaldo Fenômeno não tem mais nada para ganhar, nem para provar.

É o maior artilheiro de todas as copas do mundo.

Nas quatro que disputou (uma, 94, nem pisou em campo) fez 15 gols.

Ele têm dinheiro pra sustentar umas 3 gerações.

Poderia parar por agora.

Ou então, deixar o coração falar mais alto do que a grana, já que essa já é o suficiente.

Todo mundo sabe que o sonho dele é jogar no Flamengo.

Deveria ter voltado há muito tempo, e jogar de vez em quando, quando quisesse, sem forçar, assim como o Romário fez quando estava no Vasco- nem aparecia para treinar.

Ninguém ia reclamar.

Por quê mesmo não sendo mais o mesmo, Ronaldo, seja estando gordo, machucado, lento, é muito melhor do que os Luís Fabianos e Adrianos da vida.

Desde que tenha, pelo menos, um pingo de motivação.

Creio que teria no Flamengo, e não lá longe, na Itália.

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2008

O Shopping Center

Quase tudo hoje em dia, gira em torno dos Shopping Centers.
Na verdade, os Shoppings se tornaram uma espécie de monstros predadores, dragões que devoramn quase tudo ao seu redor.
Quem tem comércio ao lado de Shoppings passa o maior perrengue, pois todos querem mesmo é comprar e ficar lá dentro. Muitas lojas em torno deles foram a falência.
Tem o Shopping - gigante, e tem o Shopping - pequeno, mais “família”.
Existem Shoppings em que vc encontra de tudo: de Casas Bahia até super-academias para malhar.
De restaurantes com filiais no exterior, até carrocinha de cachorro-quente da Geneal, onde o estudante pode comprar.
Desde Griffes famosas até o quiosque que conserta a bainha da sua calça por 9,90.
De livrarias famosas, com livros de mais de cem reais, até bancas onde se vende um jornal a um real.
De agências do correio até casas lotéricas, que ficam cheias quando a mega-sena acumula.
No Shopping, há grandes estacionamentos, onde você pode ver uma Hilux ao lado de um Chevette.
Eu já esqueci onde guardei meu carro, no Shopping.
Isso quando eu tinha carro.
Hoje não tenho nem um Chevette!
No Shopping, não chove.
No Shopping, não faz calor...a não ser qdo há problema no ar-condicionado.
No Shopping, isso sim, pode fazer frio.Raramente há problemas de segurança, que alías, vemos aos montes.
Eu vejo mais segurança com rádios no Shopping do que vejo Pms nas ruas.
O Shopping ficará completo, praticamente uma mini-cidade, qundo fizerem mais três coisas:
1- Quando inventarem de criar um espaço com uma piscina. Já tem clube, mas daqui a pouco quem inventar isso, vai se dar bem. Quadra de futebol idem.
2- Quando ficar aberto 24 horas.
Esse negócio de só abrir as dez da manhã e fechar as dez da noite num tá com nada.
Quando abrem por 24 hs, geralmente na véspera do Natal (pra comprar presente), até mesmo quem não vai comprar nada “passa” a noite no Shopping, por diversão. Menos é claro, para os vendedores...eles teriam de criar o turno da noite.
Afinal, o dia de Jack Bauer tem 24 horas contínuas!
3- Colocar Igreja.
Quer ver acabar o “marasmo” do domingo, nos Shoppings? Bota igreja.
O Povo, em geral, sai das igrejas pra almoçar (de manhã) ou lanchar ( á noite) num shopping. Sucesso imediato nas vendas no domingo, nesse quesito.
Mas ainda sinto um toque de impessoalidade no Shopping...é como se fosse um robô.
O Shopping, na verdade, é um grande escape.
Por isso a maioria das pessoas, mesmo não admitindo, gostam dele.
Quando você atravessa a porta na saída, você volta a realidade.
Leva logo uma baforada do calor lá fora, pra “cair na real”.
Ou vê que tá chovendo á beça, e tem que esperar, anda dentro de seu “refúgio”.
No shopping não tem pobreza, não tem menino pedindo dinheiro pra vc, como na rua.
Não tem rua suja, com buracos.
Bem, tá na hora do meu lanche...
Vou pro Shopping.
Fazer o quê...

terça-feira, 12 de fevereiro de 2008

Eu, Stallone e o Rambo


Cresci vendo filme do Stallone.


O Primeiro filme que vi com ele,no cinema, acho que tinha uns 12 anos.

Foi o "Fuga Para Vitória", no qual aliados de um campo de concentração passavam tempo jogando bola.


Eu fui ver esse filme por causa do Pelé.Ele contracenava com o Michael Caine, além de outros feras.Resumo da ópera: Foi feito um convite pro time dos prisioneiros aliados enfrentarem a seleção Alemã.O Stallone era o goleiro (bem ruim, por sinal) do time dos aliados, e o Pelé era o camisa dez.Talvez por eu também ser goleiro, ele me chamou atenção.Só depois fui saber que ele já tinha feito 2 Rockys.


O Meu primeiro Rocky foi o terceiro.Dali em diante, vi todos, até o seis.E pouco tempo depois, descobri o Rambo.Me primeiro Rambo no cinema foi o Rambo 2.Eu fui um dos sorteados da antiga revista sobre cinema Cinemin (que alías, é outra das minhas comunidades).


Revista que veio bem antes da atual revista SET, também de cinema, que acabou com a Cinemin ( a SET estreou em 88 ).


Não me lembro qual era a pergunta - nem SE havia pergunta - mas mandei uma carta para a revista.O Prêmio era um ingresso grátis, numa sessão exclusiva para os sorteados da revista, num cine aqui no centro do RJ, que não existe mais (o antigo Pathé).


O Cine estava lotado. Quando abriu, parecia que tinham aberto uma “porteira”- se já não tivesse um certo tamanho na época, seria atropelado. Abriram a porta do Curral!


Todo mundo correndo pra pegar um bom lugar...Não havia “trailers” naquela única sessão.É muito chato esperar filme sem “trailer”, com a luz acesa o tempo todo.Foi quando vi o Frota (que não é o Alexandre), de longe.Era um colega do Tamandaré, um antigo e famoso colégio-curso aqui no RJ.Fui eu quem botei o slogan : “Tamandaré: Entra burro e sai mané”, que durou alguns anos.


Me lembrei disso.E também lembrei que o Frota pesava 120 quilos,além de ser mais alto do que eu.Fiquei imaginando como ele coube ali naquela cadeira......e com pena de quem se sentou atrás dele!Isso é que dá não ter trailer pra ver- a gente fica caçando algo pra se distrair!


Quando começou o filme, foi uma festa só, uma verdadeira sessão pipoca (sim, a bomboniére eles não esqueceram de abrir).


Mas estou escrevendo tudo isso por que assisti o trailer de Rambo 4 no cinema.

Fiquei pensando em tudo que aconteceu em minha vida, desde os tempos da época de adolescente, até os dias de hoje.


Alegrias, tristezas, decepções,etc.Ao contrário do que disse Cazuza, meus heróis não morreram de overdose. Eles envelheceram, mas continuam heróis.


Mais um Rambo está chegando.É como se ele dissesse: a vida continua.Ele, na dele, auto-exilado na Tailândia.Mas as pessoas sempre indo lá, pedindo a ajuda dele.

Por que o herói , só deixa essa condição, quando morre...Vida longa ao Rambo!!


sexta-feira, 8 de fevereiro de 2008

O Cuidado com as Palavras


"E, se qualquer disser alguma palavra contra o Filho do homem, ser-lhe-á perdoado; mas, se alguém falar contra o Espírito Santo, não lhe será perdoado, nem neste século nem no futuro.


Mas eu vos digo que de toda a palavra ociosa que os homens disserem hão de dar conta no dia do juízo.


Porque por tuas palavras serás justificado, e por tuas palavras serás condenado. "


(Mateus 12.32,36,37)


"Se pensássemos mais na seriedade do que foi escrito aí em cima, falaríamos menos besteiras.


Quer dizer, por palavras haverá justificação; mas também por palavras, poderá haver condenação.


Mas a passagem também fala de palavras “ociosas”- termo bonito pra “muita besteira”.


Interessante também, é que a palavra dita contra o filho do homem (um dos termos de se chamar Cristo), ela pode ser perdoada.


Ou seja, até quem malha o filho de Deus, pode ser perdoado.


Conheci muita gente que o malhava, mas agora o serve.


Mas a palavra dita contra o Espírito Santo, não tem jeito.


Nem neste século, nem no futuro (na outra vida).


Renato Russo , cantando em “Índios” (uma das mais belas canções da Legião Urbana), disse:“Quem me dera ao menos uma vez, entender como um só Deus ao mesmo tempo é três”.


Com a mente, nunca iremos entender mesmo. Somente pela fé- com o coração.


Creio que este é o Espírito Criativo de Deus.


E quem o ofender, equivale a dizer que o próprio Deus não tem capacidade de criar, nem de fazer nada.


Precisamos tomar muito cuidado com o que falamos.


Disso depende nossa vida.


Nesse século, e no futuro.

terça-feira, 5 de fevereiro de 2008

Humildade

" Nada façais por contenda ou por vanglória, mas por humildade; cada um considere os outros superiores a si mesmo.

Não atente cada um para o que é propriamente seu, mas cada qual também para o que é dos outros.

De sorte que haja em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus, Que, sendo em forma de Deus, não teve por usurpação ser igual a Deus, Mas esvaziou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, fazendo-se semelhante aos homens;

E, achado na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, sendo obediente até à morte, e morte de cruz.

Por isso, também Deus o exaltou soberanamente, e lhe deu um nome que é sobre todo o nome;

Para que ao nome de Jesus se dobre todo o joelho dos que estão nos céus, e na terra, e debaixo da terra, E toda a língua confesse que Jesus Cristo é o SENHOR, para glória de Deus Pai.

"(Filipenses 2. 3-11)

Não fazer nada por contenda...seja de pirraça, seja por raiva;

Seja por vingança, seja para prejudicar alguém.

Mas por Humildade...Coisa difícil o homem ser humilde.

Considerar os outros superiores a si mesmo, é a chave da humildade.

Assim, deixaremos de olhar para o própio umbigo- e passaremos a 'atentar para o que é dos outros'.

Mas tudo isso, somente se estiver condicionado a humildade.

Deus se fez homem, sendo igual a nós.

Cumpriu sua missão, enqto aqui esteve, nessa forma, para que tivéssemos acesso a ele.

Melhor exemplo de humildade do que esse, Deus tomando forma de homem, acho difícil.

Nem na mitologia tem- estão sempre "acima"dos homens.

Esse "desceu", sofreu, foi levado até a cruz.

Pra que eu e vc (se crer nisso) tivéssemos vida.

E fossemos humildes.

domingo, 3 de fevereiro de 2008

Justiça Sensata


Carnaval 2008: juíza proíbe menção ao Holocausto no Rio (Yahoo)


A escola de samba Unidos do Viradouro não poderá mais levar à Sapucaí menções sobre o Holocausto.


A juíza Juliana Kalichsztein, do plantão noturno do Fórum do Rio de Janeiro, acatou parcialmente nesta madrugada ação da Federação Israelita do Rio de Janeiro (Fierj) e concedeu uma liminar obrigando a Viradouro a retirar qualquer menção ao Holocausto de um dos carros alegóricos e vetou o desfile de passistas vestidos como Adolf Hitler.


Segundo a assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça do Rio, caso a escola de samba desacate o pedido e leve à avenida o carro alegórico com a menção ao Holocausto, terá de pagar multa de R$ 200 mil e mais R$ 50 por passista caracterizado de Hitler.


Nego tá dizendo que isso é censura.


Censura É PRA ISSO MESMO: COIBIR O QUE É DANOSO.


Ninguém da Viradouro pensou no efeito que isso poderia causar na lembrança da família Judaica Brasileira ( e mundial, já que vem turistas pra cá).


Nos velhinhos ainda vivos, aqui, que passaram por isso.


Nos filhos de pais que passaram por isso.


Nos netos de judeus, que ouviram histórias dos avós.


Tudo tem limite.Anos atrás, essa mesma escola, se não me engano, quis entrar com o Cristo Redentor vestido de mendigo.


O Cardeal do Rio, na época, entrou na justiça, que vetou.


Já não respeitam mais as coisas sagradas.


Já não respeitam mais lembranças que, de dolorosas, devem ser esquecidas.


E não lembradas em forma de festa!


"Hitlers", sambando? Era só o que faltava...


Quer saber?


Vô torcer pra Viradouro ser rebaixada.