domingo, 27 de julho de 2008

Um Novo Batman


Fui ver o novo Batman.
Já disse aqui que ele é meu herói favorito, a ponto de, até hoje, ter uma miniatura do antigo Batmóvel do seriado da tv.
Ele está bem aqui no 'estacionamento', ao lado do Mach 5, do Speed Racer.
O filme está muito bom, não vou contar, mas é nota dez.
Eu me lembro quando passou o primeiro filme do Batman, no final dos anos 80.
Na época, não havia internet (houve um dia essa época!), e sabia que o filme iria estrear na sexta-feira, mas não sabia a hora da sessão.
Assim, peguei minha Variant 74 branca, e parti em direção a Saens Penã, coração de minha Tijuca, pois existia uma banca 24 hs em frente a C&A (ainda existe, mas num sei se ainda é 24hs) para pegar a primeira edição do jornal de sexta-feira: só assim saberia exatamente o horário da sessão.
Isso foi uma da manhã.
Comprei o jornal, fiz uma 'bandalha' no sinal, para retornar dali mesmo.
Essa foi minha 'bat-missão” da madruga:não levou 5 minutos.
Eu queria ver a primeira sessão...ora, esperei anos para ele chegar aos cinemas,queria ser um dos primeiros daqui a vê-lo, ainda que fosse com o baixinho do Michael Keaton.
Um Horário surreal pra época: Meio dia, no Carioca, que hoje é do Didi Macedo.
Cheguei 11.15 e a fila tava na Palheta, bem ao lado, era tempos do cinema de rua (houve um dia essa época!), e pelos meus cálculos visuais, devia ser o vigésimo da fila.
Meio dia dá fome, e comprei um arsenal que ia de pipoca (da Palheta, com manteiga, humm...)a chocolate, sem me esquecer do caramelo da nestlé, muito menos do Sugus.
Não achei o filme lá essas coisas, mas valeu a intenção.
Agora, esse novo Batman, sim, é igualzinho ao dos quadrinhos,perfeito.
Assim como estão perfeitos o Coringa e o Duas caras. Sem falar no agora (enfim foi promovido) Comissário Gordon.
Já falei e repito: o que é bom, aparece.
Como vivemos tempos em que a criatividade está escassa, todos os heróis do cinema dos anos 80 voltaram: John Mclane(Duro de Matar), Indiana Jones, Rambo, sem falar no renovado 007, que é de bem antes.
Quem vai voltar ano que vem é Axel Foley (Eddie Murphy) de Um Tira da Pesada, outro ícone dos anos 80.
O melhor foi ver que o Morcegão voltou bem, e as tecnologias usadas por ele (e os efeitos do filme) fazem o primeiro Batman parecer uma comédia.
Agora é esperar o Arquivo X – 2: Eu quero acreditar, que estréia sexta,25.
Eu eu continuo acreditando que o que é bom, sempre aparece.
Ainda mais no marasmo de hoje...

quinta-feira, 17 de julho de 2008

Gilmar, o que gosta de soltar ladrões


O que esse ministro presidente do STF fez foi um deboche.

Um deboche á sociedade, que não acredita mais neles que representam a instância máxima da justiça.

Um deboche ao trabalho da Polícia Federal, após quase 4 anos de investigações.

Um deboche ao Juiz de São Paulo, ainda por cima tentando queimá-lo...

Quebrou a cara: 120 juízes Federais assinaram o manifesto em defesa do colega, corretíssimo ao mandar o pilantra em cana, que Gilmar soltou.

Após solto por Gilmar, foi preso novamente, pois a polícia acabara de receber a denúncia de suborno de um delegado, uma acusação mais grave ainda.

Mas Gilmar soltou de novo. Fez igual ao seu colega Marco Aurélio, quando mandou soltar o Cacciola, e esse fugiu, só sendo trazido agora de Mônaco.

Gilmar gosta de soltar bandido de colarinho branco...

Vai ver que gosta de prender só ladrão de galinha.

Agora, o delegado responsável pela investigação que levou o Daniel Dantas em cana, pediu licença da função para fazer um 'curso'.

Alguns dizem que 'alguém' deu um jeito de tirá-lo do caso.

Particularmente, não acredito.

Acho que ele ficou foi de 'saco cheio', depois de tanto trabalho para nada.

Frustrado, vendo que de nada adiantou o que ele fez, pediu pra sair.

Eu faria a mesma coisa.

O que adianta investigar, colher provas, embasar tudo juridicamente, ter o aval de um juiz correto, se quando chega lá em cima o Gilmar manda soltar?

Gilmar é uma das vergonhas desse país, precisava ser afastado do cargo já.

Rico quase não vai para a cadeia, e quando vai, passa muito pouco tempo.

domingo, 13 de julho de 2008

Samurai com Dono


Ontem fui ao CCBB e vi a exposição sobre os 100 anos da presença Japonesa no Brasil.

Foi um banho de cultura, vi desde a cerimônia do chá até os 'animes' japoneses, os famosos 'mangás'.

Mas como lutador que sou, curti mesmo foi a parte dos samurais.

Vi desde as espadas até as armaduras dos mesmos.

Examinava cada detalhe, e lia cada pedacinho da história, que estava numa parede.

Quase peguei uma espada pequena para fazer o 'harakiri' ou 'sepukko' (o ritual do suicídio), pois percebi que havia esquecido minha máquina! Que droga!

Quando voltei, dormi o sono dos justos, e sonhei que era um samurai.

Estava no Japão, entrava num grande pátio, e me apresentava ao 'Shogun' (chefe do exército local).

Estava vestido como um samurai, e minha espada estava embainhada ao meu lado.

Saudava- o, e começava a falar da minha vida, e dos combates que havia participado.

Parecia que estava me apresentando ao serviço...

Tinha mais coisa, mais num me lembro.

Quando o dono do samurai morria ou era 'dispensado', ele ficava vagando sem rumo na vida.

Eram os chamados 'Ronins' - samurais sem dono.

O resultado disso era que muito Ronin virava ladrão.

Na verdade, a vida de hoje também é um grande combate.

Mas se não tivermos direção do mestre, ficamos á mercê de qualquer inimigo.

Fiz de Cristo meu mestre, muito tempo atrás.

Enfrentei muitas batalhas, e em muitas delas, saí ferido...

Agumas pessoas chegaram a pensar até que virei um “Ronin”...

É ruim, hein...esse samurai tem dono.

"E dizia: Por isso eu vos disse que ninguém pode vir a mim, se por meu Pai não lhe for concedido. Desde então muitos dos seus discípulos tornaram para trás, e já não andavam com ele.

Então disse Jesus aos doze: Quereis vós também retirar-vos?

Respondeu-lhe, pois, Simão Pedro: Mestre, para quem iremos nós? Tu tens as palavras da vida eterna.

E nós temos crido e conhecido que tu és o Cristo, o Filho do Deus vivente."

João 6:65-69

quinta-feira, 10 de julho de 2008

Um Falso Resgate?


No dia em que vi, no Jornal Nacional, a dramatização do 'resgate' da Ingrid Betancourt, achei aquilo muito estranho...

Quer dizer que meia duzia de soldados vestidos de camisa branca com a cara do 'Che Guevara' conseguiram 'surpreender' as Farc?

E desde quando camisa branca na selva é camuflagem?

É claro que essa história tava muito esquisita.

Até que uma rádio da Suíça, conhecida por sua neutralidade, disse que na verdade foi pago um resgate de 20 milhões de dólares.

O dinheiro teria sido dado pelos americanos.

Alías, existe uma política do governo colombiano de pagar em troca de reféns, nada mais natural.

Disseram que a Ingrid tava morrendo... que nada,tava boazinha.

A amiga dela, que foi libertada no início do ano, fez até filho com um guerrilheiro.

E cá entre nós, acho que a Ingrid também teve caso com alguem lá...botaram até um enfermeiro só pra cuidar dela, que alías, também foi 'resgatado'.

Outra coisa que acho é que a França também ajudou a bancar a grana, já que ela também é cidadã francesa.

Por isso ela foi logo lá agradecer ao Sarkozy.

Bem, o que importa é que 14 pessoas estão livres...

Mesmo que tenha sido por um resgate de ' mentirinha'.

Nunca acredite de imediato no que um jornal diz a você.

O saudoso Paulo Francis, Jornalista, disse que em jornal, você deve duvidar até da data que está escrita nele.

Ele tinha razão...

sábado, 5 de julho de 2008

Nublado, com chuvas.


Adriana Calcanhoto disse que carioca não gosta de dias nublados.

Sou carioca da gema, e gosto de dias nublados.

Dias nublados são dias propensos á reflexão...hoje, então, que choveu e fez sol ao mesmo tempo, durante a manhã, é como se fosse o próprio contraste da vida, já que ambos raramente caminham juntos.

Depois caiu o maior toró, choveu pacas.

Depois, ficou só nublado.

Gosto de ver as montanhas, ao,longe, quando tá sol.

Mas gosto muito quando vejo as nuvens descendo, envolvendo tudo, e fica nublado.

Adoro o barulho da chuva.

Adoro ver a chuva caindo.

Adoro o 'cheiro' da chuva.

Quem disse que chuva num tem cheiro?

Odeio sair na chuva.

Adoro jogar bola na chuva!

Já tomei banho de chuva.

Odeio usar guarda-chuvas.

Sou mestre na arte de esquecer guarda-chuvas.

Por isso, só tenho os de camelôs, de 5 pratas.

E uso eles, quando não os esqueço, até rasgarem.

É impressionante como quando começa a chover, vc na rua, olha para o lado e já tem camelô, vindo do nada, vendendo guarda- chuvas.

Chover é bom, mas não em excessso.

Mas o melhor mesmo é quando vc recebe ' chuva de bençãos'...Não existe chuva melhor do que essa: chuvas de bençãos de Deus.

Além de nos deixar alegres, ainda lava a alma.

quinta-feira, 3 de julho de 2008

O Flu Vai Ao Mundial, Sim


Há muito tempo que não escrevia sobre futebol, que eu adoro.
Mas eu, que torço pro Fogão, fiquei acordado ontem até uma da manhã vendo o Fluminense.
O grande problema, como sempre, foi a soberba.
O Flu engordou de vaidade depois que bateu o São Paulo e o Boca: achou que tinha ganho a Libertadores com antecedência. Nisso, se igualou ao Flamengo, achando que já tinha ganho do América de Cabanãs.
Antes daquela partida em Quito, a LDU vinha de seis empates!
Acharam que era mole, e perderam o campeonato numa das partidas mais desastrosas que assisti esse ano.
Se o Renato sabia, pois viu na cara dele, que o ponto forte era o lado direito do time Equatoriano, por que aquele pedaço virou novamente uma avenida?
E o que houve com a defesa, nervosa, em que até Fernando Henrique quis entregar o ouro?
Bem que o Branco avisou, quando soltaram fogos no treino: " Nós num ganhamos nada, estamos perdendo de 2x0 , por que taum fazendo isso?"
Renato respondeu que "não via nada demais'.
E o Dodô? uma coisa é ficar chateado com a reserva, e no meu time, ele jamais seria um reserva.
Mas num comemorar gol do seu time é dose...
E deixar Washington, que cansa de perder penalti, só por ser atacante bater penalti, é insensatez.
Ontem, quem fizesse paradinha, se dava bem, o goleirão deles sempre pulava antes.
No nervosismo, nem disso se lembraram...
Agora, o Flu acorda para realidade. O Show terminou, e é o último no Brasileirão, a luta agora não é para ir ao mundial de clubes, é para não cair.
Mas quem disse que o Flu não vai ao Mundial?
Olha o Washington a caminho dele na foto!