sábado, 30 de agosto de 2008

Eles se Sentaram na Sala do Príncipe


“... porque tudo o que o homem semear, isso também ceifará.E não nos cansemos de fazer bem, porque a seu tempo ceifaremos, se não houvermos desfalecido.” Gálatas 6.7,9


Recentemente, um dos meus mentores contou- nos uma história interessante, que ilustra muito bem o texto acima.

Dois homens foram tentar a sorte nos EUA. Lá chegando, arrumaram emprego como pintores e 'quebra-galhos' de uma mansão, após lerem um anúncio.

Um dia, na pausa da pintura do muro, eles estavam trocando ideías de como encaixar um golpe, com as mãos- igual crianças, brincando de luta.

O Príncipe, daquelas bandas da Arábia, dono da mansão, observou a movimentação deles, e ficou curioso.“De onde vocês são, e o que é isso que estão fazendo?”, perguntou.

“Somos do Brasil, e somos faixas-pretas de Jiu-Jitsu. Estamos relembrando alguns golpes, para não esquecermos”.

, o Príncipe mudou de atitude com eles- naquela mesma hora, os chamou para dentro da mansão, e os convidou a sentar na sala com ele.

O Príncipe pediu aulas para ele e a família.

Eles, que ganhavam 5,50 dólares por hora pintando, passaram a ganhar 150 dólares por hora-aula.

Foram para Abu Dabi, e viajaram todo o oriente médio ás custas do Príncipe.

Tudo o que vc semear, vc vai colher.

Se semear coisas boas, vai colher coisas boas.

Se semear coisas ruins, também vai colher coisas ruins.

Talvez vc, após semear por tanto tempo, ache que a colheita está demorando.

Talvez, como a dupla acima, pense em até fazer outra coisa da vida.

Mas assim como eles, a colheita chegará.

É só não desfalecer- e talvez esse seja o maior obstáculo.

Algumas sementes demoram a brotar.

Mas que vai brotar, vai, no tempo devido... espere.

quarta-feira, 27 de agosto de 2008

Te Pego Lá Fora


Esse é um dos 'filminhos do coração', lista seleta de filmes favoritos, que de forma ou outra me marcaram.

Nesse filme, um aluno baixinho é 'jurado' por outro, forte e grandão,que o esperará na saída do colégio, para uma luta.

O baixinho passa o filme inteiro desesperado, tentando fugir da luta- mas não consegue.

Já vivi esse experiência: fui 'jurado' na 4ª série, e fiquei me torturando mentalmente até que chegasse o meio-dia.

Fui salvo por que, goleiro da turma, outros colegas ficaram com medo de que me machucasse, e ia ter jogo naquela semana...ufa!

Vendo a reação dos atletas que, com a medalha na mão, 'amarelaram' por causa da ansiedade, vi que agora o Nuzman, presidente do COB, vai contratar psicólogo pra seleção.

Só agora? Há pelo menos 20 anos, americanos e russos fazem treinamento mental como parte de sua preparação.

Li até um pouco do material russo, que 'mentalizava' uma boa performance antes de uma prova.

Todo mundo tem medo. Todos ficam ansiosos. A questão é como lidar com isso.

Na mesma pista, o Britânico se concentrava de não piscar.

Na mesma pista, o Usain Bolt fazia caretas e zoava.

Era o meio de ele lidar com a ansiedade.

Nossos atletas são muito emocionais, chora-se muito e á toda hora: ficam ' a flor da pele'.

A TV ajudava mais na ansiedade, nessa coisa de mostrar família, nascimento de filho, dividindo telinha, toda hora.

Os parentes, avisados disso, ligavam para o atleta dizendo que iam estar na transmissão da globo, durante a prova: pronto, estava liberado toda dose máxima do 'vc não pode falhar, não nos deixe mal'.

Isso serve também para vida: ninguém é obrigado a passar no vestibular na primeira vez que o faz; pode levar algum tempo.

E nos concursos públicos, só existe uma regra: fazer até passar, e isso pode levar alguns anos.

Ninguém é obrigado a se casar logo, só por que sua irmã mais nova se casou;Não compare o seu desempenho com outros, a não ser com o seu próprio.

Não meça o seu sucesso pelo que os outros conseguem, e vc ainda não: ' tudo tem sua ocasião própria'.

"Ninguém pode acrescentar meio metro à sua estatura, muito menos, por si mesmo aumentar os seus anos de vida. Na verdade, ao invés de alongar a vida, a ansiedade pode encurtá-la."

Mateus 6.27

Queriam Matar o Obama


Nego ia matar o Barack Obama.
Quer dizer, brancos.
O FBI descobriu um plano de extremistas raciais para matar o candidato a presidência americana, que é negro, descendentes de Quênianos ( a avó dele ainda mora numa aldeia por lá).
Por motivo de segurança, somente o que se soube é que 3 pessoas foram presas, com rifles de longo alcance, comunicadores, e coletes á prova de bala. Ah, e que seriam de um grupo extremista racial.
Ou seja, provavelmente eram da KKK.
Não é uma risada (eu rio assim em internetês), e sim a Kah Kux klan, a mais famosa dos grupos racistas (com toques de religião) – adoram botar negros na forca, e tocar fogo nas comunidades deles.
Amanhã, quinta-feira(28), Obama fará um discurso a campo aberto em Denver, Colorado.
Assim que soube que um negro tinha chance de ser presidente dos EUA, meu primeiro pensamento foi: 'será que vão deixar'?
Pro quadro ficar completo, só faltava um candidato latino(de preferência, descendente de mexicano ilegal) pra ficar bem diverso...
A Hilary, branca, eles aguentariam, apesar do machismo...MCaine também.
Bem, se o Obama for eleito, tenho a impressão que isso vai ser uma constante: será uma preocupação a mais pra turma do FBI.
Aí, em estados como o Mississipi, vai ser aquele “Deus nos acuda”.
Ou seja, com Obama presidente, além de radicais islâmicos, haverá também a preocupação com os radicais “brancos da casa”.
Num país que adora matar seus presidentes, vai ser nitroglicerina pura.
Obama se comporta como Postar. Há pouco tempo atrás, ninguém, mesmo nos States, sabia quem ele era.
O que não faz um bom marketing...

domingo, 24 de agosto de 2008

Sobre o louvor


“O meu louvor será de ti na grande congregação; pagarei os meus votos perante os que o temem.” Salmos 22:25
Tenho experimentado o poder do louvor 'na grande congregação' , ou seja, aos domingos, quando vou na Grei.
É importante ressaltar que não é em qualquer lugar que 'flui' um louvor livre,onde podemos realmente sentir a presença divina através da música.
Mas somente em congregações em que haja liberdade para louvor.
Existem lugares em que não há essa liberdade:locais onde alguns cânticos são proibidos,
locais onde há distinção entre cânticos e hinos, distinção entre bandas e corais, músicas clássicas e contemporâneas (a velha guerra do novo e o velho), etc.
Tenho constatado também que, para um louvor que realmente toque o coração de Deus, e consequentemente o nosso, são necessárias duas combinações muito importantes aqui na terra:
O líder e os ministradores do louvor.
Se o líder não crer no poder renovador e transformador do louvor, tudo vira apenas barulho: é a mesma coisa que cantar 'parabéns pra vc' no aniversário, ou seja, a maioria canta só por que tem que cantar, naquele momento.
Além do líder crer nesse poder do louvor, ele também tem que ter unção (uma capacitação especial, vinda 'de cima', pelo Espírito Santo). Se não, também não fica completo.
Os ministradores do louvor não são apenas 'cantores'. No antigo testamento, eram separados só para esse ofício. Cantar, todos que estão lá dentro da Igreja cantam...
Eles ministram na vida da congregação, na hora do canto (ato espiritual que se consiste em interceder, clamar a Deus pelas vidas dos que estão ali).
O problema é a consagração de cada um. Já vi, no passado, nego saíndo direto do ensaio pra boate (um carro inteiro com músicos);
Direto da boate, no sábado, para a Grei, pela manhã (uma equipe inteira de louvor) ;
Direto da Lapa para cantar no coro/ louvor (alías,como tem membro de igreja 'rampeiro' de Lapa);
Não sou legalista. Escuto música não-cristã direto (eu me amarro em flashbacks) e a Lapa histórica é centro cultural aqui na cidade- o problema é o que está por detrás daquele ambiente á noite (drogas, álcool, orgias, etc). Isso 'pega'.
Para quem tem que ministrar sobre Deus, não é na Baronneti, na Fosfobox, na Lapa, ou mesmo na 'Feira dos Paraíbas' que vai buscar inspiração.
Alías, dependendo do local, até mesmo uma simples 'happy hour' pode atrapalhar.
É necessário nessa hora, separar o precioso do vil.
O louvor cura depressão, renova forças, alegra, edifica. Mas isso é uma consequência de quando adoramos com o coração- e isso muita gente esquece – o louvor é para Deus, o louvor sobe, mas não é só vertical, é também horizontal -ele nos atinge.
Lá na Grei isso acontece, e ás vezes paro de cantar só para observar essa ação.
Quando o louvor flui, é contagiante: por várias vezes, toco minha 'panderola imaginária' com as mãos, aguardando a vez de tocar a panderola real um dia, novamente.
O Pastor- titular, que tem unção, é o maior 'motivador' do louvor, cantando junto com a equipe, muitas vezes com o microfone;
Uma moreninha que funciona naturalmente como líder dos cantores, é cheia de unção;
Quando ela começa a falar , parece que 'adivinha' o que vc está sentindo, em tudo o que ela fala – isso vem da unção (muitas vezes, tive que chorar escondido, torcendo pra ela parar logo);
Quando o Pastor - titular não está presente, não flui da mesma forma , mesmo que ela esteja lá; Bem, pra ser sincero, 'cai legal' a ministração.
Não é todo pastor que tem uma unção especial...triste dizer isso, mas é verdade.
E dependendo de quem prega, 'pico a mula' mais cedo; não tenho mais paciência para mensagens vazias, e tenho um metrô me esperando.
Quando o Pastor está presente, mas a ' líder' dos cantores não (entre aspas, pqe isso não é oficial, apenas observação minha), flui, mas não é a mesma coisa – parece que existe uma 'sintonia espiritual', não acordada entre ambos – e isso vem do céu.
Quero dizer que alguns cantores são cheios de unção também (mas não todos).
A Unção faz diferença.
Música sem unção é barulho.
Mensagem sem unção é palha seca.
Esse fato é tão notório, que uma amiga da igreja católica me disse que uma equipe de louvor de uma igreja evangélica foi dar um seminário, ensinando alguns cânticos, na igreja católica onde ela congrega.
Disse que uma das músicas era tão ' forte' (espiritualmente falando), que chegava a arrepiar- mexeu com o coração dela.
Algumas músicas podem te deixar bem, ou não.
As da 'Lagoinha' não me trazem boas recordações, é dificil para mim.Nunca gostei de Toque no Altar também por isso:lembra um período ruim da minha vida.
Pior que a música favorita do Pastor é da Lagoinha...
De Cassiane também não gosto, mas aí é por gosto musical mesmo, e de Ludmila Ferber também não muito...
Gosto de Ronaldo Bezerra, e um pouco da Aline Barros. De bandas, só gosto da americana Mercy Me, a última dos meus vídeos do orkut.
Na verdade, o gospel virou um grande supermercado, com gente de gosto e vida duvidosa gravando álbuns.
São poucos os que dá pra ouvir...Nélson Ned e Vaguinho gravando cd é dose...e nego ainda paga cachê pra eles e vários outros se apresentar em igrejas.
Assim como nas músicas não -cristãs, eu ainda prefiro o flashback gospel. A qualidade era muito melhor...
Não troco Vencedores por Cristo, Rebanhão, Consagração, Asaph Borba, por nenhum desses de hoje.

sábado, 23 de agosto de 2008

FILMES EM CARTAZ E SUAS ESTRELAS

Eu sou a lenda - Ronaldinho Gaúcho
Os Imperdoáveis- Seleção brasileira de futebol
V de Vingança – seleção argentina
A Espera de um milagre -Dunga
Doze é demais - Jogadores da seleção e o Dunga
Muito Barulho por nada - Jadel Gregório
Ela é o cara- Edinanci
Um corpo que cai – Jade Barbosa
Alguém lá em cima gosta de mim-Yao ming
Como se fosse a primeira vez... - Daiane
Os Normais- Seleção Brasileira de Vôlei Masculino
Sexo, amor e traição - João
A Queda - Diego Hypolito
Será que ele é? - Diego Hypolito
Dupla sem par - Larissa e Ana Paula
Amarelo Manga – Márcio e Fábio Luiz (Volei de praia)
Os Infiltrados - dupla brasileira naturalizada Georgiana
Arquivo X : Eu quero acreditar-Seleção feminina de futebol
Nunca sem minha Filha - Oksana Chusovitina
Fuga das Galinhas- Seleção feminina de basquete
Velocidade máxima: Cielo Filho
E o Vento Levou : Vara da Fabiana Murer
O Máscara: Tyson gay
Onde os Fracos não tem Vez - Brasil em Pequim
Os Indomáveis :Michael Phelps e Usain Bolt
Voando Alto - Yelena isimbayeva
Menina de ouro- Maureen Maggi
Esqueceram de Mim: O Bastão da equipe americana nos 4 X 100
Mr. Nice Guy 'um cara legal" - kobe bryant
Vitória ou Nada- seleção feminina de vôlei
O Todo Poderoso : Galvão, que narra e 'sabe' de tudo.
(extraído, adaptado , e alguns criados por mim)

COLIN SE FOI


Colin, o filhote de baleia que se perdeu há dois dias de sua mãe, foi sacrificado.

Ele emocionou o mundo, por confundir um casco de um iate com sua mãe, tentando ser amamentado: um filhote de baleia consome 230 litros de leite por dia.

Os veterinários australianos preferiram dar uma injeção letal nele, que estava debilitado, e já tinha sido mordido por tubarões.

Eles disseram que dessa forma, ele sofreria menos...queria saber se fosse com o filho deles.

Se fosse autoridade por aquelas bandas,mandava botar Colin num aquário, e tentaria até o final fazer com que ele vivesse:eles tem recursos pra isso.

Essa pequena baleia arrancou lágrimas de mim, quando vi a cena.

Por isso mesmo, vendo que ele queria a vida (procurando o leite) faria de tudo pra que ele tivesse alguma chance.

Eu adorova o desenho da Hanna- Barbera Mody Dyck, onde uma baleia era o herói.

Já vi Jubartes bem pertinho uma vez na praia aqui no RJ, e foi lindo, parecia um desfile.

Vi Orca, a baleia assassina (filme) quando era pequeno, e torcia por ela!

Odeio a caça predatória que os japoneses fazem com as baleias.

Rest in peace, Colin...não queria ter te conhecido assim...snifs.

quinta-feira, 21 de agosto de 2008

VOCÊ AINDA AGUENTA O GALVÃO?


Eu não, e há muito tempo. Ele comenta a arbitragem, o jogo... podiam deixá-lo sozinho, e economizar dinheiro.

Ai de quem não concordar com ele...por isso a maioria de quem o acompanha, são 'passivos': Arnaldo, Caio, Tande,Gustavo Borges...devem ser escolhidos a dedo, por ele.

Queria ver o Neto comentando ao lado dele. Ou o Kajuru. Ou até mesmo o Juca Kfouri.

Queria ver mais gente, como a Sônia Bridi, capaz de deixá-lo sem graça em pleno ar, tirando aquela 'marra' dele:

Quando a bancada do jornal perguntou aos dois, ao vivo, o que tinham achado da cerimônia de abertura, ele tomou a frente (mal educado, em vez de ceder a vez a mulher) e disse que tinha sido ' bonita', mas que ele estava 'exausto', pois tinha durado mais de 4 horas.

Sônia, ao receber a palavra, disse: ' se vc está exausto, eu estou extasiada, pois confesso até que me emocionei várias vezes. Essa festa foi linda”, respondendo a pergunta da bancada do jornal.

Galvão, não tendo onde botar a cara, abriu um sorrisão amarelo – nunca mais os dois foram vistos juntos.

Galvão se acha uma estrela maior que o espetáculo, seja ele futebol, basquete, natação, o que estiver passando.

Ele já tem um programa (Bem, amigos) na Net, e deveria ser 'estrela' só por lá.

Mas não, quer ser 'estrela' em tudo o que aparece.

Outra coisa: transmissão esportiva tem que ter profissionalismo.

Esse negócio de mostrar mãe de atleta, etc, na transmissão, abrindo outra telinha, é um saco.

Aí, quando perde, fica um constrangimento só.

Isso é reportagem. Transmissão é outra coisa.

Na transmssão, vc tem que narrar o gol das americanas, e não ficar mudo, como ele ficou.

Tem que narrar a cortada certeira do adversário, e não só “Giba neles!”

Galvão não é mais um narrador: virou um 'showman'.

E dos mais marrentos e azarados que existem.

Foi Injusto


A seleção feminina de futebol lutou até o final, e merecia o ouro.

Chegou a dar pena ver algumas delas se arrastando, sem forças.

Falta de combústivel pra quem, em sua maioria, se alimentou mal durante a vida, por nem sempre ter o que comer, seja no interior de Alagoas, ou na favela de São Paulo.

Aí, não tem preparação física que dê jeito, é questão de estrutura mesmo.

Para as americanas, nunca faltou a caixinha de leite desde antes do 'High School' (que não é o musical).

Mesmo a mais magrinha, estava inteira no final.

A seleção jogou com muito mais disposição do que a masculina.

Pareciam que elas que eram os homens (se bem que tem 'macho' no time feminino, mas essa é outra história).

Uma coisa que os EUA e seleções da Europa têm é a disciplina tática, pra compensar uma falta natural de talento.

E que goleiraça elas tinham...Quando vi o time americano se soltando no final, enquanto o Brasil não fazia gol, bateu a sensação do 'dejavu': foi assim na olimpíada passada.

Por isso, digo: elas não 'amarelaram'.

Futebol, dos esportes coletivos, é o único em que um timeco pode ser campeão.

Já teve equipes, em Copa do mundo, chegando ás quartas-de-final só empatando em zero a zero e ganhando nos pênaltis.

Espero sim, que o vôlei feminino de quadra não amarele, elas adoram fazer isso.

Amarelaram na Olimpíada passada e na final do Panamericano esse ano.

Alías, amarelaram também na praia: pela primeira vez nenhuma equipe feminina das areias subiu ao pódio, em doze anos, desde que a modalidade começou a ser disputada.

EU AVISEI QUE OLIMPIADA NA CHINA NÃO IA DAR CERTO

Premiar um páis opressor com Olimpíada é como dar um grande osso de chocolate a um Pitbull, após ele atacar sem dó uma vovózinha.
Já escrevi sobre isso, e muita coisa vai se confirmando.
Internet censurada aos jornalistas;Surra em jornalistas japoneses (mas surra das boas) que tiraram fotos da truculência poilicial;
Bomba explodindo numa cidade próxima (de nome impronunciável) e sendo 'abafada';
Acrobata que caiu em apresentação do intervalo de basquete, e ninguém deixa chegar perto, pra saber a real situação (ele pode estar paraplégico);
Sumiço com as varas da Fabiana Mürer, que esqueceram de levar ao estádio, e só acharam no dia seguinte num porão da vila olímpica.
É como deixar um bailarina sem sapatilhas na final de sua apresentação, e dar a ela um sapato 44 pra disputa, de quebra-galho...eu não competiria, se fosse ela.
O Japão e a Coréia, na Copa que sediaram em 2002, estavam alegres.
O chinês, talvez pelo fato de ser oprimido, pela falta de liberdade, é muito introspectivo.
Talvez seja essa minha impressão de achar esses jogos “sem sal”: acho muito sem graça a participação do povo...
Por mais que sejam os maiores vencedores de medalhas até agora.
Tibet Livre!

terça-feira, 19 de agosto de 2008

Eu já sabia


Dificilmente algum time escapa de minha secagem por mais de três jogos seguidos.

Que o diga o Flamengo, e o Náutico, que aprontou com o meu Fogão,com polícia batendo em jogador, obtendo toda minha ira: o time pernambucano agora é um dos lanternas.

Mas esse time do Dunga é triste de se ver.

Enquanto a seleção de Felipão tinha jogada ensaiada até pra arremesso lateral perto da área, escanteios e faltas, aqui a gente vê que quando alguma coisa sai, não é pela mão do técnico, e sim, pela arte do jogador.

Ele não sabe convocar (convoca gente que é reserva até na Rússia!) escalar (deu pena ver o Sóbis sozinho no ataque) substituir, enfim, se queria ser técnico, começasse num clube pra aprender a fazer essas coisas básicas, e não usasse a seleção de experiência.

O presidente da CBF impôs a convocação do Ronaldo dentuço, e dava pena ver ele se arrastando no segundo tempo, pois sem fôlego após 4 meses parado, vimos apenas 'lampejos' do outrora melhor do mundo, mais ainda melhor nas 'farras e pagodes'.

Ganhamos de Camarões na prorrogação com eles jogando a maior parte do tempo com um a menos. Você se lembra dos africanos chutando alguma vez ao gol?

Copa América e Copa das Confederações pouco valem no cenário mundial...agora quando você conquista uma medalha de ouro olímpica, é outra coisa.

Alías, quando vi o ônibus da seleção chegando com batucada de novo, senti que realmente a vaca ia pro brejo novamente- isso só deveria acontecer após a final, com vitória.

Foi assim na Copa do mundo, mas essa turma não aprende...mas também, eles não tem líderes de pulso firme, só se interessam por grana.

Quem tá comemorando agora é o Maradona!

Quero saber quando vou poder torcer pro Brasil novamente.

Será que vou virar Chileno (próximo jogo: Chile e Brasil,na casa deles) ou até lá já colocaram um técnico de verdade?

Vale lembrar que estamos em quinto lugar.

E cada vez mais próximo dos quintos...dos infernos!

segunda-feira, 18 de agosto de 2008

Sobre Heróis Olímpicos


Dizem que o Phelps é o nome da Olimpíada.
Quem costuma ganhar mais medalhas, geralmente é tido pela imprensa com o 'herói da olimpiada', e o americano faturou oito de ouro nessa, fora as cinco que ele tinha da edição anterior.
Assim foi Jesse Owens, neto de escravos, que na Berlim de Hitler (36), ganhou 4 medalhas de ouro no atletismo.
Ou outro americano-nadador, Mark Spitz, que ganhou sete de ouro em Munique (72).
Nádia Comaneci ganhou 5 em Montreal (76): 3 de ouro, uma de prata e uma de bronze.
E ela só tinha 14 anos...foi a primeira ginasta romena a ganhar ouro.
Carl Lewis, americano do atletismo, entre as olimpíadas de 84 e 96, ganhou nove ouros e uma prata.
Mas os meus preferidos são outros, que não ganharam ouro.
Com relação aos do passado, fico com a Gabriele Andersen, que chegou em 37º na maratona feminina em 84, aplaudida pelo estádio de pé, cheia de dor no corpo, cambaleando, cruzando a linha de chegada.
Tem vídeo dela nos meus vídeos recentes, dê uma olhada.
Mas dessa olimpíada (que continuo a achar ainda sem sal), já tenho minha eleita:
A uzbeque naturalizada alemã Oksana Chusovitina.
Uzbeque é quem nasce no Uzbequistão (dannnn).
Ela ganhou, aos 33 anos, prata na prova de salto da ginástica artística neste domingo (17/08).
Numa idade em que a maioria da geração dela já parou (a ginástica é cheia de meninas de 17 anos, que se aposentam aos 25), ela continuou , firme e em alto nível.
Foi a primeira medalha da Alemanha na ginástica em 20 anos, e ela ficou á frente da favorita, que era uma chinesinha.
Oksana ainda está competindo por causa do patrocínio.
Não que ela seja mercenária;
Ela tem uma filha com leucemia, que só depende dela para o tratamento.
Essa sim, é minha verdadeira heroína desses jogos, até agora.

domingo, 17 de agosto de 2008

3000 milhas para o inferno


É o filme que passou sexta á noite, no SBT .

Nele, Kevin Costner é o líder de um bando que vai assaltar um cassino onde vai haver uma convenção de sósias de Elvis Presley, realizada anualmente.Todos, claro, caracterizados de Elvis (tem até Elvis negão).

Elvis foi o 'Rei do rock' para os americanos. Cada país tem o Rei que merece (nós temos Rei Roberto, Rei Pelé...) e o que chama a atenção na história dele, foi sua morte prematura por overdose (alguns dizem de cocaína, outros de barbitúricos, enfim, nenhum médico teve coragem de assinar o atestado de óbito).

Elvis tinha seus própios filmes.Teve sua própia banda. Teve todo o 'staff ' necessário para o sucesso, mas morreu quando a vida começa: aos 40 anos.

Acabou vivendo na terra um inferno desnecessário, percorrendo cada milha nessa direção.

Ele, que foi criado em Igreja, fez dele mesmo,com o passar do tempo, o seu próprio deus.

Vez por outra, ainda cantava em seus shows uma canção gospel de seus tempos de menino.

Não caminhe 3000 milhas para o inferno...

Por mais que vc esteja adiantado nesse caminho, ainda tem volta.

Dê sim, cada dia, um passo para o céu.

O caminho é muito mais 'estreito', mas vale a pena...

Só não demore.

"Entrai pela porta estreita; porque larga é a porta, e espaçoso o caminho que conduz à perdição, e muitos são os que entram por ela;E porque estreita é a porta, e apertado o caminho que leva à vida, são poucos os que a encontram" Mt 7: 13- 14.

terça-feira, 12 de agosto de 2008

O que é que a Rússia foi fazer na Geórgia?


Meteu o bedelho onde não foi chamada, na questão da Ossétia do Sul.

Essa questão de 'briga' por autonomia, já que a Ossétia quer ser autônoma, etc, é que nem briga de facção em cadeia: deixa que eles mesmos se resolvam, se for tentar fazer alguma coisa, não adianta muito, o barril explode de vez.

Na verdade, o Wladimir Putin fica Putin quando vê uma nação democrática que saiu da União Soviética(A Geórgia em 92, após o esfacelamento da URSS) caminhar com os própios passos.

Putin está Putin também por que agora é só primeiro ministro (apesar de ser ele quem manda de fato, o presidente é uma marionete dele) e quer é ver seu nome na mídia.

Putin, faixa-preta de Karatê, se amarra num combate, e se meteu em mais um;

Putin, ex- diretor da KGB, já mandou matar muita gente, e não quer perder o hábito - seriam dois mil mortos em 3 dias.

Putin é como um 'vampiro regenerado' que deu uma recaídazinha, ficando com sede de sangue;

Putin, com inveja da China (que é o centro das atenções nesse mês), criou um conflito em plena olimpíada (integração dos povos), pois a Rússia e a terra do Yakisoba e do Kung Fu, nunca se deram bem.

É, Putin...vc conseguiu aparecer...lembro que seu colega, o saudoso Bóris Yeltsin, aparecia na mídia dançando, ou cheio da cana, ou beliscando secretárias: sempre de forma bem humorada.

É, Putin...era só colocar uma melancia na cabeça, na abertura das olimpíadas...

Ou ter pedido pro Lula ter levado a Mulher-Melancia, e ter tirado uma foto ao lado dela!

Para de invadir o páis dos outros, Mané!

Fora Rússia opressora! E Tibet Livre, também!

Pronto...agora quem ficou Putin com tudo isso foi eu!!

domingo, 10 de agosto de 2008

Dia dos pais

Perdi meu pai cedo, adolescente.
Portanto,só fico sabendo de dia dos pais praticamente na véspera.
Isso tem um lado bom:comercialmente, não preciso comprar presente.
Nem preciso ir almoçar em restaurante lotado no domingo, depois de esperar uma hora em fila- ninguém merece...
Emocionalmente, não preciso relembrar de meu pai –e não relembro mesmo.
Por 2 motivos: Uma relação distante que tínhamos, e pela morte trágica que ele teve.
Digo relação distante, por que as melhores imagens que tive dele ficaram tão somente na infância.
Foi ele que me ensinou a gostar de cinema, me levando pros filmes da Disney (especialmente os do fusca Herbie) , dos trapalhões, e das comédias francesas com o saudoso Louis de Funnés (que o Didi tenta imitar sem sucesso).
Foi com ele que aprendi a gostar de seriado de tv, também.
Mas se tive umas 3 conversas na vida com ele, foi muita...numa delas, me ensinou a não 'puxar o saco' de ninguém.
Como marinheiro que era, viajava o mundo inteiro, passando ás vezes seis meses fora.
E quando estava em casa, parecia que estava no mar: continuava ausente.
No que diz respeito á morte trágica, eu o avisei que isso iria acontecer...Tenho sonhos proféticos:é o meu 'dom mutante' (rs), desde os 4 anos de idade.
Seis meses antes dele morrer, eu o vi no sonho, caído ao convés do navio.
Estava envolto em uma poça de sangue, morto, e os outros marinheiros desesperados sem saber o que fazer.
Contei o sonho a ele, assim que acordei.
Ele, homem 'não' espiritual, sorriu e disse: 'é apenas um sonho'.
Assim, numa viagem, a corrente da âncora arrebentou e foi como uma chibata, arrancando pedaço da testa dele.
O legista teve 'mó' trabalho pra remendar aquele pedaço...Se vc já viu "Frankstein", deve estar me entendendo.
Morreu igualzinho no sonho, caído no convés do navio.
Nesse que é chamado o dia dos pais, quero dizer o seguinte:
Se vc tem/teve um pai legal, agradeça a Deus essa benção.
Tem gente que nesse dia é um constrangimento só...do filho(a) e do pai.Talvez vc, como eu, não tenha tido (ou venha tendo) um pai presente, um bom pai.
Talvez seu pai seja mesmo uma desgraça.Esse é um dos motivos pelo qual algumas pessoas não conseguem se aproximar de Deus:Projetam a imagem de seu 'pai' na terra sobre a imagem de Deus-Pai.
Deus é pai.
Melhor que o nosso pai.
Seja ele um bom pai, um pai ruim, um ausente ou mesmo um desgraçado.
Faça de Deus o seu pai.
Não só nesse dia, mas por toda a vida.

sexta-feira, 8 de agosto de 2008

08/08/08 -Estava comendo biscoito.




Era o que fazia ao ver o compacto da abertura das olimpíadas.
Gostei, foi muito bonita e criativa.
E omissa, também.
Afinal, na parte histórica, eles não mostraram a revolução de Mao 'pega um, pega geral' Tse - Tung, durante os anos 60/70.
A coreografia ia ficar interessante:
Políticos rivais indo pra cadeia;
Jornalistas, ativistas dos direitos humanos, Padres, Pastores e outro líderes religiosos levados aos campos de trabalho forçado, levando chibatadas;
Execuções (coreografia bonita: todos de joelho, levando tiro na nuca, e caindo, sincronizadamente, para frente) ;
Povo do campo morrendo de fome (só cerca de 30 milhões, pouquinho pra China).
Enfim, o ninho do pássaro (nome do estádio olímpico deles) estaria cheio de corvos e urubus, em vez de dragões.
Bem, olimpíada no oriente (ou copa do mundo, ou corrida na Austrália) é sempre complicado pra gente ver, a não ser no fim de semana (e no meu caso, só até sexta, pois domingo é dia de Grei).
E também pela qualidade, dependendo do esporte.
Na de Seul (88) acordava cinco pras seis da manhã, com despertador, ia ao banheiro, sem 'murrinhar' na cama, e levava meu travesseiro e cobertor pra sala...
Quando ligava a tv, Romário e Bebeto estavam ao lado da bola, no meio campo, pra dar a saída. O Taffarel era o goleiro, e o Neto, hoje comentarista, era reserva.
Eu nunca me atrasei pra levantar. Nem nunca dormi durante o jogo.
Tomava café no intervalo, e chegava atrasado na escola, um 'pequenino' hábito que mantenho pra quase todos os lugares até hoje...hehehe.
Tentei levantar pra ver Dunga e sua turma, na olimpíada atual...não consegui, só pro segundo tempo, e cheio de sono, pra ver aquela bodega de seleção fazer um golzinho só no final, contra um time fraquíssimo.
Peguei no sono.
Ver Ronaldo dentuço andando em campo é de lascar. Deve estar cansado dos pagodes na madrugada, nos quartos.
Podem até ganhar, mas vou continuar secando, quero a seleção livre de anões, fadas e duendes dentuços, que adoram uma orgia regada a coca, e ganham de presente jogar na seleção.
E isso aí. Tibet livre!!
Lee

Sobre a depressão


A depressão é o vômito do inferno.

Depressão atinge a ricos e a pobres;

Ela tem acesso a todas as classes.

Bill Gates já ficou deprimido, e o mendigo ali da rua também.

Ela também tem acesso a todas as raças e sexos;

E atinge também a todos os credos.

Ah, e aos incrédulos também.

O Papa já teve depressão...Nietzsche também.

Depressão, alías, não tem nada a ver com espiritualidade;

Os maiores profetas da Bíblia ficavam 'deprê' toda hora...

Elias e Jonas, inclusive, pediram pra morrer-pra que Deus os matasse.

Quando alguém tem vontade de morrer, é por que a deprê chegou ao ponto máximo.

Mas a deprê também pode matar aos poucos, silenciosamente, tal como o cigarro.

Isso se não for identificada e mandada pra escanteio logo.

A deprê parece um bumerangue: ela vai, mais volta.

Pode levar um tempo, mas vez ou outra, o caldo maldito aparece.

Tudo parece mais pesado, difícil.

Os ombros caem, o semblante também – o olhar já não é mais o mesmo.

Mas a deprê não pode ter vida longa.

Quanto menos ela durar, melhor.

Não passe 24 hs em deprê...ela precisa morrer depois disso.

Já estou até te ajudando, só escrevi 'deprê' da metade do texto até aqui;

O restante, vc mesmo apaga.