sexta-feira, 24 de outubro de 2008

Deus S/A



Hoje em nossos dias, está cheio de pessoas que se utilizam do nome de Deus como se fosse um negócio lucrativo.
Eles já perderam a 'linha', e cada vez mais, querem só acharcar o povo, seja através da televisão, pedindo 'mantenedores' (gente mandando dinheiro para suas contas), ou mesmo em seus própios templos, incitando o povo a fazer barganha com Deus (dê 100 que Deus te dá mil, e por aí vai).
É um discurso atraente, e pega muita gente desprevenida:
Uma conhecida minha ,formada, herdeira de uma rede de ótica aqui no RJ, deu um carro zero, recém tirado do consórcio, pois disseram que com 'aquela oferta de fé', Deus iria sanar os negócios da família dela, que estavam indo mal.
Ficou sem o carro e as lojas: das sete lojas que tinham, fecharam seis, e última fechará qualquer hora dessas. Se mudaram de um apartamento gigante(para pagar as dívidas) e agora moram de aluguel.
O zelador do meu prédio foi na Igreja Universal aqui do bairro e deu os únicos 2 reais que tinha no bolso, pois o picareta de lá disse que “Deus iria dar muito mais”.
Voltou a pé para o prédio, cerca de 1,5km, me contou a história e eu ri na cara dele: zoei muito, e acabamos rindo da ignorância dele na ocasião (num aguentei!).
A palavra é clara: 'Deus ama ao que dá com alegria' ( 2 Corintios 9.7) , e muitos desses pilantras pervertem o texto, fazendo com que o povo dê por constrangimento, por 'ameaças espirituais' (vc será um amaldiçoado se num der, etc) e, principalmente, por promessas de riquezas (a tal da barganha).
O Apóstolo Paulo exortou: "Por isso, tendo o que comer e com que vestir-nos, estejamos com isso satisfeitos" (1 Timóteo 6:8).
Vc nunca irá ver esses 'lobos' falar desse versículo- não convém para eles.
Estou postando um vídeo dos 'mercadores da fé', lá mostra 'quem é quem' dos pregadores evangélicos que gostam de dinheiro, mas preciso aqui falar dos mercadores da fé na música, também.
Outros ministérios que começaram tão bem, hoje se venderam ao mercado gospel (outra máquina de dinheiro) como O Diante do Trono, que agora vende suas músicas ao Padre Marcelo (outro aproveitador, só que católico). Estão precisando fazer 'caixa'.
Assim como a Aline Barros, que lançou um cd pela 'Som Livre'...que é da Globo.
Enfim, quando se fala em dinheiro, nego perde completamente os princípios.
Mas lembre-se: Deus não se deixa escarnecer.
Tudo agora parece visivelmente bem sucedido, com forma de 'sucesso', mas de uma hora para outra, tudo muda- aí eles vão botar a culpa no diabo...tô avisando desde agora.
Não se deixe enganar: Deus está distante dessas coisas.
Lee