domingo, 23 de novembro de 2008

Pense bem antes de casar I - o início de tudo


Hoje vou dar uma de “Hitch-conselheiro amoroso”, aquele filme com Will Smith que ele era um conselheiro dessa área...vou passar parte da semana falando disso.


Na verdade, será uma espécie de “tudo o que vc precisa saber antes de se casar” , para que vc não seja a estrela de outro filme conhecido: “Entrando numa fria”.


Já repararam que, na vida, a gente se prepara pra tudo, menos pra casar?
Vc se prepara pra aprender um novo idioma;
Se prepara para passar num vestibular;
Se prepara para aprender uma profissão, investe anos nisso;
Se prepara para aprender a dirigir;
Vc se prepara pra tudo isso, menos pra uma das coisas mais importantes da sua vida:
Passar o resto da vida com uma pessoa.


Primeiro, o básico- pra vc se casar com uma pessoa, é preciso namorar antes: dannnn...
O namoro na verdade, é o período em que vc vai estar observando o outro, vendo como ele é, seus defeitos e virtudes- ele/a vai pro casamento com tudo isso- vc num vai mudá-lo, não adianta 'forçar a barra...esse é um dos grandes erros dos casamentos.


Sim, ele/a, pode aprender muitas coisas com vc, mas em 'essência', não vai mudar os hábitos, a maneira de ser, como a pessoa é:
Se ela gosta de acordar tarde, vai continuar acordando, quando puder;
Se ele não sabe 'consertar as coisas' na casa dele, tipo canos, aparafusar coisas, não espere e muito menos cobre isso dele;
Se ela não sabe cozinhar, pode ir se preparando pras 'quentinhas' que vc vai pedir;
Isso vai incluir hábitos como lavar louça, arrumar cama, faxinas, etc.
Se nenhum dos dois faz, melhor ter alguém pruma faxina, ou então, dêem seu jeito.
Cada um gosta de um tipo de música? Se virem...o que num pode é um proibir e fiscalizar o que o outro tá ouvindo, jogar cds fora, etc (vc num tem ideía das coisas que fico sabendo a cada dia).
Cada um tem um programa favorito na mesma hora? Compre outra tv- nunca exija que ele/a tenha o seu mesmo gosto.


E por quanto tempo se deve namorar? O tempo que for necessário pra se perceber se podem seguir adiante.
Tem namoro que até o que tá de fora percebe que os dois num tem nada a ver um com o outro( uns 70%, mais ou menos...o pior é qdo vejo, só de olho, casamentos que já deram o que tinham de dar...mas continue lendo, pra vc num chegar a isso).


Ás vezes, os namorados até tem um certo tempo, e só estão esperando um momento certo, que pode incluir moradia, finanças, etc. Se já tem certeza do que querem, e conhecem razoávelmente um ao outro, podem noivar.


Digo razoalvelmente, pois a plenitude do conhecimento virá só com o passar dos anos.


Mas o que vc precisa observar, sentir, antes de subir um altar (ou se casar num cartório, ou num clube- isso vai do casal- 'ajuntamento', lembre-se, não é compromisso, fuja de quem lhe propor isso) ?


Preste atenção nas seguintes coisas:


1- Pense bem e observe se vc sente falta dele/dela.


Se vc sente falta quando ele/a não está perto, isso é um bom sinal...mas saiba se o outro também sente, se não, num adianta. Se vc sentir alívio por ele não estar perto, é hora de ralar.


2- Pense bem e observe se ele/ela lhe trata com respeito.
Certa vez, vi uma garota zombando do namorado com as amigas...ela era mais preparada intelectualmente do que ele, e tinham ido juntos a uma festa chique .


“Quando o João (nome fictício), abriu a boca, já viu, foi um desastre”, gargalhando com as amigas.
Acha que me surpreendi quando se separaram anos depois, quando ela o corneou?


E os caras que tratam as namoradas com grosserias, ás vezes humilhando-as em público? É o que mais vejo...se ele não tem respeito agora, pique a mula: vai piorar depois, não se iluda.


3- Pense bem e observe o comportamento dele/a qto ao sexo oposto


Se ele gosta de ficar azarando geral, cercando as outras, não espere mudança de comportamento só por que está com vc, achando que agora é a princesa dele.
Agora, com internet então...mas depois eu falo sobre internet, específicamente.


Veja o comportamento dela quando tá perto de outros caras.


Certa vez, uma namoradinha que tive, perdeu a linha com uma foto que mostraram pra ela, em grupo, e mesmo ao meu lado, perguntou a amiga dela quem era um cara da foto.
O sinal de alerta foi ligado...fiquei P da vida (esse p é de 'por conta') e muito cabrero dali em diante.


Posteriormente, um colega que tinha uma namorada no mesmo condomínio dela, depois de relutar muito, decidiu me ligar ao ver cenas que aconteciam toda semana, e eu num sabia...
Ela, que diante de mim se vestia legal (num sou legalista, mas num gosto de peruas), ficava de chamego e dando mole com uns caras do condomínio, ás vezes só ela sozinha conversando com uns 3, 4 caras...de shortinho cravado no rego.


Agradeci ao colega (seriam os homens mais unidos nesse sentido?), desliguei o fone, e pensei: "mas que M" (esse M é de miércoles, quarta-feira em espanhol) !

No domingo seguinte, mandei a vaca ir pro brejo(só to querendo dizer que a dispensei!).


Veja fotos, fotos dizem muito sobre quem nós somos...fotos de caras sem camisa (tendência gay, além de tudo) mulher de tanguinha fazendo pose, é dor de cabeça, na certa.


4- Pense bem e observe se vc de fato, ama a pessoa.


Num é ser amiguinho/a;
Num é por que tem grana ou tá em evidência (lembra do artigo do Paraplégico?)
Num é por que os outros 'acham'- vc que tem que achar.


Nego ás vezes se conforma com uma companhia ruim, só pra dizer que é casado, que num tá só...
Nunca esqueço do 'casal perfeito' que tinha em determinada igreja...os dois muito bonitos, namorando há sete anos...”os filhos deles vão ser lindos”, diziam...situação financeira boa...tudo “perfeito”.


Faltando uns 4 dias pra se casar, ela foi ver o vestido de noiva (o sonho de toda menina) acertar os últimos detalhes na loja, e naquele dia, calhou de encontrar uma amiga, que passando do lado de fora da loja, a viu, e foi ao encontro dela.


"Láis (nome fictício), como vc tá linda!! "
Láis abriu o berreiro...começou a chorar compulsivamente, e disse:
“Eu não quero me casar...eu não quero me casar...eu não amo esse homem!”
Será que não deu pra perceber isso em sete anos?


Soube anos depois que ela queria cancelar o casamento naquela semana, mas a mãe não deixou pois “os convites já haviam sido distribuídos”, e ia envergonhar a família,e o noivo pediu pra ela reconsiderar, etc.


Entrou na Igreja como o boi indo ao matadouro- uma das noivas mais tristes que já vi.
O casamento 'babou' alguns anos depois, claro.
Ah, mas eles tiveram “filhos lindos”.


Não chegue a esse passo...nego ás vezes compra apartamento, móveis, eletros, etc, sem ter a certeza do que o outro sente, ou sabendo que num tá sentindo nada.

Mas se por acaso chegar a esse ponto, não case, mesmo ás vésperas...
Não se case só por “os convites já estarem distribuídos”.


É melhor fazer uma partilha agora, do que num futuro divórcio, a não ser que vc goste de viver de fachada(aconteceu um caso assim com uma conhecida, que teve que entrar na justiça pra tirar o ex-noivo do apto que ela pagava).

Melhor um choro passageiro agora, do que um choro amargo, que costuma deixar feridas, depois.

Depois eu continuo...bateu fome.

(Continua ao longo da semana -num quero que vc caia em furadas...depois te dou o número da minha conta pelas consultas, ok?)


Lee
(Na Sessão revival,veja o vídeo da pegadinha e pense como seria a reação de seu namorado-veja em vídeos do meu orkut)