domingo, 21 de dezembro de 2008

Natal sem Bruxas


Preciso escrever isso antes do dia 25...é que uma amiga me contou um pouco do que acontece nessa época nas Igrejas, antes do Natal...


Vou contar o que aconteceu na igreja dela, Católica, e depois o que rola também em algumas Igrejas ditas “evangélicas”.


Ela me contou que o Padre tava malhando Noel, desestimulando isso com crianças,etc, enfim, já disse um pouco disso na primeira parte da mini-série sobre sentimentos no Natal.


Me disse ela, que ele falou que “nunca viu Noel se ajoelhando na manjedoura”.
Aí, uma amiga que tava na missa, 'de sacanagem', tirou uma foto de um 'bom velhinho' ajoelhado na manjedoura, e enviou pro Padre...kkk!


Mas também tem vários Pastores que, em vez de pregarem sobre a paz, amor, fraternidade, nascimento de Cristo, etc, tem atitude semelhante ao Padre da grei de minha querida amiga.


Já vi eles falando que comemorar Natal é prestar culto a São Nicolau( dia 25 de Dezembro), ao Deus Sol, o símbolo da árvore de Natal e a guirlanda são demoníacos, etc.
Vc Cristão Protestante ou Católico já deve ter escutado essas historinhas.


Nego inventa um monte de bruxas pro dia do Natal- parece mais 'Halloween' que Natal!


Ora, se formos por supostas datas, históricamente, é muito provável que Jesus tenha nascido em outubro, segundo vários historiadores...só isso quebrava a teoria da data 'ocultista'.

Esta data foi 'estabelecida' na época do domínio romano, segundo alguns autores.


Quanto ás festas, árvores, enfeites, etc, só tenho a dizer o seguinte:
Se formos dar confiança a essas coisas, a gente teria que sair da terra, e ir pra outro planeta.


Ora, seu Manoel, o português do açougue que tinha ali na minha esquina, tinha um santo ao qual ele era devoto ( todo açougue ou supermercado tem um santo de devoção do dono- olhe ao redor);


Ora, o dono da Mundo Verde, loja de produtos naturais que eu compro meus Muppys (deliciosa bebida a base de soja) tem na loja dele um elefante (deus hindu), incensos indianos, e uma série de apetrechos místicos.


Minha mãe compra as ervas do chás dela, inclusive meu mate, de um árabe que usa turbante e tudo, e tem Alá como seu deus...


Só que quando eu vou comer qualquer coisa dessas, eu faço uma oração de agradecimento ao Deus que eu creio, ao qual eu sou 'devoto'.


Eles tem o deles, eu tenho o meu.


Por isso o Apóstolo Paulo disse que a gente deve ir ao mercado, comer de tudo, dar graças a Deus, e celebrar a vida em paz.


Se você for se preocupar com a origem de coisas, nomes, festas, datas, etc, já disse, você terá que sair do mundo: já tem viagens lunares disponíveis aos civis, por milhões de dólares...


Paulo nos ensina a não ter tais conflitos, e a termos paz com uma certeza:


Todas as coisas são puras para os puros; porém para os de mente impura, tudo fica impuro.


Isso se aplica pra uma porção de coisas que alguns Padres e Pastores pregam, como não poder ir a praia, ver TV, jogar bola, ir ao Maracanã, etc.

Ninguém que comemora o Natal está pensando no diabo.
Quem Jesus chamou diretamente de “filhos do diabo” não estavam vestidos de Papai Noel, mas sim com 'uniformes religiosos': Os FARISEUS (leia João 8).


Passe um Natal 'sem bruxas'...passe um Natal no espírito do amor cristão.


Fui ver a árvore na Lagoa, hoje...muito linda! Vi Papai Noel também, folclore infantil!


Lee- ' desbruxificando' o Natal com o meu inseticida mata-demônio: tssssssssss!