segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

O Por que da existência de várias denominações


“Denominações” é a expressão usada para denominar os vários tipos de Igrejas existentes.
Assim como na igreja Católica tem várias “ordens”, como Jesuítas, Franciscanos,etc, na chamada igreja Protestante também há diversos segmentos e pensamentos diferentes.


Alías, agora na Católica, há também o segmento carismático, que o Papa tenta 'minar'.
Assim, no segmento protestante (eu disse protestante, pois existe todo um contexto histórico de lutas contra injustiças, abusos religiosos, etc, em não o termo que acho pejorativo:”evangélico”, que bota a bispada da Universal no meio,etc).


Não vou fazer apanhados históricos, vou só ficar na cobertura do bolo mesmo:pode meter o dedo e provar, ninguém tá vendo!


É por que canso de ouvir que na época de Jesus só tinha uma igreja, e hoje, só aqui no Brasil tem mais de 500 denominações!


Na verdade, além das sinagogas existentes, na própia região dele, havia vários partidos religiosos- políticos, além de outros grupos de cunho religioso.


Na verdade, todo líder acaba, sem querer (ou querendo depende do caso), iniciando um movimento que deixa sua própia marca.


Por isso existem os Luteranos, inspirados no exemplo de Lutero; Os Metodistas, inspirados nos métodos de John Wesley (como o jejum duas vezes por semana, por ex); Os Presbiterianos , inspirados em Zwingler, Calvino e John Knox, que são regidos pelos presbitérios constituídos; E os Batistas.


A história acadêmicamente aceita sobre a origem das Igrejas Batistas é a sua origem como um grupo de dissidentes ingleses no século XVII. Existem outras teorias, mas que foram rejeitadas ao longo do tempo.


Depois vieram outras denominações, como as Assembléias de Deus (de origem americana, mas houve missionários suecos em Belém, no início), e várias outras que vemos atualmente aqui no Brasil, como Nova Vida, e essas mais novas como a Universal, Internacional da graça de Deus (RR Soares é primo do Edir Macedo) a Renascer(cujos líderes, pelo andar da carruagem, vão fundar uma na prisão), e várias outras mais...sem falar nos líderes que brigam e saem fundando igreja, tem um monte assim.


Não vou falar de aspectos doutrinários, nem defender nada, apesar de ter minhas convicções sobre o assunto: a verdade, é que é raro ver hoje uma Igreja biblicamente doutrinária, perfeita.
As Igrejas hoje, de forma geral, são pra vc escolher uma que se sente mais á vontade, de acordo com seu estilo...creio que por isso existem, somos diferentes, com estilos diferentes.


O que NUNCA se pode confundir é que seguir igreja é seguir Jesus:


Não é por entrar numa dessas igrejas que eu citei, que vc será salvo.
Jesus disse: “Eu sou a porta. Quem entra por MIM, será salvo." (João 10,9)


Não é nenhum pastor dessas igrejas que vai te salvar:
EU sou o bom pastor, O bom pastor dá a vida por suas ovelhas.” (João 10,11)
Só Jesus é o "bom pastor".


Igreja não é um caminho:

"Disse Jesus: EU sou o caminho, a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim. (João 14:6)


Lee - membro, na terra, de Igreja Batista.