domingo, 1 de fevereiro de 2009

O Bom Samaritano tem compaixão...vc tem?


“Ele, porém, querendo justificar-se a si mesmo, perguntou a Jesus: E quem é o meu próximo?

E, respondendo Jesus, disse: Descia um homem de Jerusalém para Jericó, e caiu nas mãos dos salteadores, os quais o despojaram, e espancando-o, se retiraram, deixando-o meio morto.

E, ocasionalmente descia pelo mesmo caminho certo sacerdote; e, vendo-o, passou de largo.

E de igual modo também um levita, chegando àquele lugar, e, vendo-o, passou de largo.
Mas um samaritano, que ia de viagem, chegou ao pé dele e, vendo-o, moveu-se de íntima compaixão;

E, aproximando-se, atou-lhe as feridas, deitando-lhes azeite e vinho; e, pondo-o sobre a sua cavalgadura, levou-o para uma estalagem, e cuidou dele;

E, partindo no outro dia, tirou dois dinheiros, e deu-os ao hospedeiro, e disse-lhe: Cuida dele; e tudo o que de mais gastares eu to pagarei quando voltar.

Qual, pois, destes três te parece que foi o próximo daquele que caiu nas mãos dos salteadores?
E ele disse: O que usou de misericórdia para com ele. Disse, pois, Jesus: Vai, e faze da mesma maneira.” (Lucas 10.29-37)


Penso que essa história do bom Samaritano talvez seja uma das mais atuais em nossos dias: ela fala da realidade de boa parte de nossas igrejas.

Senão, vejamos: o homem espancado, quase morto, são as pessoas feridas de nossa época: São 'despojadas' de tudo, tanto no material, mas principalmente no espiritual....foi roubada até sua esperança, o machucaram pra valer.

O Sacerdote que 'passa de largo' é o Pastor ou Padre “profissional”- faz tudo só por grana, profissionalismo, pois é pago a fazê-lo... conheço vários assim.

A estes não interessam os feridos, eles não estão nem aí pra eles...azar dele que foi assaltado....desconfio que o sacerdote em questão estava correndo pra fazer uma campanha de prosperidade financeira na igreja dele: ia 'passar a sacola'. Todos eles são desprovidos de misericórdia:não gostam de 'gente'.

O Levita (músicos e cantores de igreja, nos tempos antigos) também devia estar atrasado pro culto. Eles cantam, tocam,dançam, levantam as mãos, entram em 'transe' espiritual, adoram um microfone...parecem “animadores” de culto...tudo fachada pra encobrir suas vidas vazias: aparência é o que importa.

São meros “aquecedores” de culto, tem que cansar bem o povo: isso geralmente dura uma hora. Bati de frente com vários deles ao longo dos anos...geralmente, igrejas com pastores “profissionais” atraem essa turma.

Tinha um 'grupo de louvor' em que o líder passava o sábado com prostitutas, e chegava de manhã cedinho...não podia dormir, pois tinha que estar as nove da manhã na igreja, se dormisse apagava...o que eu fiz?

No culto em que eu era responsável, 15 minutos depois de começado, iniciava a mensagem. Quando acabava, passava a 'bola' pra eles – e saía.

O povo se cansava deles: já tinham ouvido a mensagem...20 minutos depois, nego levantava e ia embora,para desespero deles, que adoram se exibir.

O “Bom Samaritano” são as pessoas de fora desse esquema, que tem uma característica especial: são “ movidos de íntima compaixão”.
Ajudam a curar as feridas dos outros, mesmo dos que não conhece (eles odeiam panelinhas) ; 'Bancam a situação', como ele bancou, sem medo.

Procure “um próximo” assim...aprenda com ele, e não com sacerdotes e levitas que passam de largo... pois é isso que eles fazem : 'dão uma volta' em vc.


Lee, que sabe que a compaixão vem do amor - a essência de Deus.