quinta-feira, 26 de março de 2009

Demonstrando Sentimentos


Existe um grande esconde-esconde quando se trata sobre demonstrar sentimentos.

E mesmo quando são demonstrados, as pessoas saem malhando ou ridicularizando.

Quer um exemplo?

Nossa sociedade machista diz que homem não pode chorar.

Isso começa desde criança, quando um pai bronco fala pra criança:

“Pare de chorar: Homem não chora!!”

Aí, quando ele chora, muitas vezes o próprio pai, ou amiguinhos da escola, ficam chamando de mulherzinha, bichinha, etc.

Pronto: o cara vai passar a vida inteira engasgado, chorando escondido, sufocado.

Aí, quando se libertam e começam a demonstrar os sentimentos, vem a sociedade hipócrita e tacam um novo nome:

Emo (de emotivo)...fulano agora é emo, etc...ridículo.

Aí, ainda nos homens, não se pode chorar, abraçar um amigo, pois senão vão dizer que é gay, não se pode rir , dar uma gargalhada, pois se diz que não é educado, etc.

Tudo por frescuras de etiqueta, hipocrisia, preconceitos.

Às vezes, o cara não pode demonstrar sua sensiblidade musical:

Se ele tocar um violino, violoncelo, flauta, dizem que ele é gay;

Se ele dançar, ele também pode ser gay, mas se fizer balé, com certeza é!

As meninas também tem que tomar cuidado com seus sentimentos musicais:

Tocar piano e violino pode, mas se tocar bateria, guitarra , percussão então, é sapatão!

E no esporte?

Gosto de mar, gosto de ver surfe, mas sempre gostei mesmo foi de bodyboard.

Quando era teen e disse que ia fazer, foi um caos:

Bodyboard era coisa pra mulher, se homem fizesse, era viadinho- era daí pra cima.

Fui sufocado...até hoje, paro pra ver uma prancha de bodyboard no shopping.

Mulher que lutasse também pegava mal, só podiam fazer natação...que horror.

As pessoas, de uma forma geral, farão vc sempre sufocar seus sentimentos.

Se vc deixar, essas amarras permanecerão por muito tempo, talvez a vida toda.

Quer ver outra coisa?

Esse é feminino:

Não demonstrar que gosta de outra pessoa, mesmo gostando.

Conversando com uma senhora da velha guarda, ela me dizia que rejeitou o futuro marido dela por 2 anos, mesmo gostando dele:

Elas eram ensinadas assim...muita gente perdeu pessoas de quem gostavam, dizia ela, pois era assim...quando ele ia ralar, ficou assustada e tratou rapidinho de aceitar.

Posso dizer que isso passou de geração a geração, e continua.

Aí, se descabelam quando veêm ele com outra pessoa, e caem em deprê.

Como ele ia saber?

Faça com que ele saiba- fale- mas se ele não quiser, num fique enchendo o saco não, tenha amor próprio, deixe ele seguir seu caminho e pronto.

Mas ele precisa saber.

Eu por exemplo, só espero pouco mais de...chovê ao lado...74 dias.

Isso por que sou paciente! KKK!

Falando em sentimentos femininos, elas ás vezes fogem de suas características, especialmente quando lideram homens no serviço:

São menos tolerantes e flexíveis, pra não parecerem frouxas, aos olhos deles.

Tive uma chefe que tocava o terror, era pior que homem, e dava nítidamente pra perceber que ela não era assim na época:

A reencontrei semana passada, conversamos, deu beijinho, foi um doce só, como nunca foi quando nos liderou, com competência, diga-se de passagem.

Mas ela não podia demonstrar sentimentos...

Parece que todos na vida, tem que ficar como num grande baile de máscaras:

Todos uniformes, representando um papel...aí, quando acaba, sim, só em casa., desabam.

Ninguém aguenta viver assim- não fomos feitos pra ser assim.

Jesus quando caminhava por aqui, nunca escondeu seus sentimentos:

Chorou, se alegrou, ficou triste;

Se zangou a ponto de pegar chicote e expulsar os camelôs da porta do templo;

Não tinha a menor paciência com os fariseus...e por aí vai.

Por que então vc não demonstra seus sentimentos?

Lee, agora sem medo de demonstrar senitmentos, estilos, falar o que pensa, etc- levou algum tempo.