quarta-feira, 18 de março de 2009

E Clodovil se Foi


Clodovil era uma figuraça...estilista das socialites, com vestidos que custavam a partir de 15 mil reais, era respeitadíssimo na moda.

Não li nada sobre a morte dele, que sabia desde ontem...gosto de deixar a onda passar, pois é uma imensa colcha de retalhos...só agora resolvi escrever.

Não se pode dizer que ele era uma figura histórica nacional,claro...

Mas pode-se dizer que era uma figuraça nacional, que sempre chamou a atenção.

A primeira vez que vi Clô eu era pequeno, ele tava na bancada da TV Mulher, na Globo, junto com Marta Suplício, digo, Suplicy.

Clô, sem nenhuma formação jornalística (falar e escrever é um dom, não se aprende em faculdades), demonstrava um talento natural na comunicação.

Sim, ele sempre foi arrogante, muitas vezes: o excesso de transparência e de idéias, muitas vezes aflorava de maneira grosseira.

Gay assumido num tempo em que ser gay não era moda, como hoje, Clô nunca fez proselitismo gay, mesmo em tempos recentes:

Quando foi eleito deputado (o terceiro mais votado da história de São Paulo), perguntaram se ele iria lutar pelos direitos dos gays no congresso.

Clô respondeu: “É claro que não, nunca fiz do homossexualismo nenhuma bandeira, nem na campanha, nem na minha vida. Quero aprender a fazer política, ver como funciona.”
Eu me divertia, quando ele estava na Rede TV, com a briga dele com o pessoal do Pânico...os chiliques dele eram homéricos, alías, quando Clô dava chilique, era um barato...

Se ele maneirasse, poderia ser um dos maiores apresentadores da tv brasileira, ficando apenas talvez atrás do Jô..mas Clô não conseguia ficar quieto, e muitas vezes, falava besteira.:

Nos últimos tempos, infelizmente, era mais besteira que coisa boa.

Clô enfrentou um câncer de próstata com dignidade, e venceu a luta, em 2005.

Sempre senti nele um querer mais de Deus, que alías, de vez em quando sempre citava...

Mas o estilo de vida, sempre sufocou essa vontade dele.
A melhor coisa que Clô fez no congresso foi chamar a atenção, claro.

Mas dessa vez, foi a reação de chilique da Cida Diogo, que me fez rir muito na época.

Clô disse que ela era “feia”...acho que ningúem tinha dito isso pra ela na vida, e ela não tem espelho em casa...deve ter ficado surpresa.

Rest in peace, Clô, o congresso vai ficar sem graça sem vc...sei que dificilmente vc faria alguma coisa ali:

Mas era melhor se divertir vendo vc lá, do que ficar vendo aquele bando de deputado vendido, com os mensalões e esquemões que toda hora a gente vê.

Lee, que não gosta de nenhum político nacional, mas que, sacanagem por sacanagem, era melhor ver o Clô zoando aquele lugar.
Na Sessão Revival, a melhor obra de Clô no congresso- veja em vídeos.