segunda-feira, 13 de abril de 2009

Sonho: Combatendo as trevas


Num andei muito legal esses dias, não...

Muito cansado, em parte por combates espirituais,outra parte por frustrações.

Primeiro, não vou falar das frustrações que tem me estristecido...

Mas vou falar como eu queria ficar, mas não consigo:

Eu queria ficar pra baixo, sumir, sei lá...num tô legal, mas num consigo ficar pra baixo do jeito que eu queria.

Eu queria ficar em deprê...mas pensando bem, será que era eu mesmo?

Por mais que eu queira, sinto que Ele num deixa...mas talvez os sonhos que eu tive possam explicar um pouco disso.

Tive 3 sonhos seguidos, que não postei pois dei preferência aos textos de Páscoa.

Me surpreendi com a fluência dos textos de Páscoa, pois eu num tava legal:

Ás vezes, Ele nos usa independentemente de nosso estado físico ou mental.

Por isso Paulo disse: “Quando estou fraco, então é que sou forte”.

Tenho atravessado uma fase difícil, que raríssimas pessoas sabem, num conto de minha vida pra ninguém.

Os sonhos que tive, os dois primeiros iguais, falam disso....vamos a eles:

“Eu entrava num castelo sombrio, com muita pouca iluminação, que era daquelas tochas nas paredes.

Estava de armadura cinza, vestido como guerreiro, como nos filmes de gladiadores da vida, e o clima do castelo era ameaçador:

Eu sabia que estava em território inimigo.

Subia escadas, e quando reparei, na minha retaguarda, estava uma de minhas intercessoras- uma pessoa que treinei no passado, em oração.

Em todo o tempo, estava com a espada desembanhada, na frente, segurando com as duas mãos.
Quando estava próximo de chegar a um grande salão, ela parou de me acompanhar.

- “Voce não vem?” Perguntei a ela.

-“Não, você sabe que só posso ir até aqui, me respondeu.

Acho que ela sabia que o bicho iria pegar...

Assim que me dirigia ao salão, que parecia ser o objetivo principal, um ataque:

Um demonio alado, saiu da escuridão, de uma parede ao lado, perto de mim...

As garras dele fizeram um talho, rabiscando minha armadura- tentei golpeá-lo com a espada, mas ele fugiu na escuridão. "

No dia seguinte, novo sonho, igualzinho, da mesma forma- só que desta vez...

Foi minha intercessora que teve o mesmo sonho - Me ligou contando.

Senti que estava num combate espiritual- eu tava um bagaço, muito cansado:

Na sexta-feira , feriado, desci pra levar Chubby na rua cedo, e na volta, dormi até meio dia....depois dormi de uma e meia da tarde até cinco horas, e ainda acordei com sono.

No sábado, ainda estava cansado.

Eu estava lutando, em meu espírito (mas só percebi depois), e isso cansa tanto quanto se você estivesse num combate verdadeiro.

No mesmo dia, num espaço de um kilômetro dos locais que frequento:

Em frente aonde tomo café da manhã, as Americanas express foi assaltada, na mesma hora que costumo tomar café...não fui naquele dia;

Na esquina da rua do meu shopping -point, a polícia rendeu 5 homens armados num carro;

E uma semana antes, também em frente aonde tomo café, um assalto a um cara que reagiu, no Itaú, e morreu com um tiro.

Nessas duas semanas, “coincidentemente”, mudei de local de tomar café da manhã:

Passei a tomar num posto 24horas, na direção oposta, bem afastado de onde ia.

O terceiro e último sonho, foi com o Adriano, que já tinha escrito sobre ele, inclusive.

"Tinham 3 vagabas esperando por ele, pois sabiam que ele iria passar ali...num sei se tinha marcado pra encontrar com elas, mas fui eu quem as encontrei primeiro.

Elas me perguntaram se ele iria vir, eu disse que sim.

A seguir, Adriano vem ao meu encontro,semblante ainda triste, sorriso forçado, e cumprimenta as vagabas, mas disse que num tava a fim de ficar ali com elas.

Depois, caminhamos um pouco juntos, e ele dizia coisas que não consegui ouvir ( o áudio do sonho ficou mudo, rss).

A seguir, saímos do local, qua parecia mais um armazém á noite, e o cenário já era outro:

Era um dia claro, e estávamos num praia...á nossa frente, há alguns metros, uma ilha deserta, com uma única árvore fazendo uma grande sombra...

-” Vou ficar ali por um tempo”, me disse ele.

Adriano precisa de descanso, realmente..mas espero que ele volte logo a jogar por aqui.

E eu preciso treinar mais com minha espada:

Detestei ser atingido duas vezes pelas garras de um demo alado...se num fosse minha armadura...!

Quer saber o que significa a armadura, a espada, etc?

Leia Efésios 6.1-18...tá tudo lá...

Se eu postar o texto aqui, fica enorme.

Lee, combatendo o bom combate... num senti um pingo de medo no castelo mal assombrado, nem de demonios alados: Maior é quem está comigo.