quinta-feira, 23 de abril de 2009

A Crise nas Instituições do País


Eu detesto escrever sobre política, sobre essas coisas que a gente vê na TV.

Tanto que a última vez que escrevi, foi sobre a posse do Obama, e antes, nas eleições para prefeito.

Já há muito tempo eu anulo meu voto para os principais cargos...o último que votei pra ver se dava uma chacoalhada aqui no Rio, foi o Wagner Montes, pra deputado estadual.

E tô achando ele muito tímido...querem ver se o lançam para Governador.

Ah, sim, votei no Gabeira de sacanagem, no segundo turno...muito tempo não fazia isso.

Primeiro, que o caráter dessa turma, tanto aqui, quanto lá fora, é muito esquisito...

Aquele Sílvio Berlusconi, além de ser uma mala, só fala e faz besteira, como chamar o Obama de moreninho e fazer a Angela Merck, da Alemanha, ficar esperando 20 minutos enquanto ele falava ao celular...ela, que recepcionava os chefes de estado, foi embora.

No Paraguai, o presidente, que é um bispo católico licenciado, cada vez mais aparece com um filho pra ser registrado...

Ele, que já reconheceu um, tem ainda mais seis casos de exame de DNA pra fazer:

Padre pegador tem que pagar pensão!

Mas essas notícias que a gente vê todo dia no Brasil doem na alma...

Parlamentares viajando direto, levando parentes, amantes, papagaios, tudo de graça, com o dinheiro do erário público...

Celular de graça...cara, o meu é pré-pago, contadinho...a filha de um político gastou 14 mil reais em ligações, numa viagem “de graça”, ligando do México!

Ela ligou pra uma amiga em Tókio! Deve ter comentado a novela mexicana do dia!
(Será que viu a reprise de Maria do Bairro? E vc, viu a Maria do Bairro?)

Tá certo que mulher fala pacas,mas 14 mil é brincadeira!

Os deputados da assembléia legislativa de Alagoas, aquele estado rico que a gente conhece, onde as escolas são ótimas, e a saúde pública é nota dez, tem uma “ajuda”...

Uma “ajuda de custo” bem modesta, apenas 39 mil reais, cada um, por mês.

E no judiciário?

Adorei ver o ministro Joaquim Barbosa dando um calaboca no Gilmar:

O negão mandou ver!

Joaquim, um das raros ministros jurisprudentes daquela casa, que leva sempre as questões sociais dentro de um contexto jurídico em suas decisões, botou o Gilmar no seu devido lugar.

Sobre o Gilmar não falo: leia no arquivo: Gilmar, o que gosta de soltar ladrões ,tá tudo lá o que eu penso desse cara, que me recuso a chamar de Juiz, pois Juiz exerce justiça, e não puxa um lado da balança, nem persegue ninguém.

Gilmar é coronel, não juiz, aliás, ás vezes, parece mais um Capitão do mato.

Oito Ministros puxa-sacos foram dar apoio em nota oficial ao Gilmar.

Entende por que não gosto de escrever sobre essas coisas?

Lee, sempre indignado quando vê essas coisas, esses caras...vou almoçar, que é melhor.

(a Lalá já está se aproximando...bem, pelo menos, hoje no orkut da Ágatha, ela estava bem ao meu lado...kkkk)

Na Sessão Revival, veja O Ministro Joaquim botando o Capitão do mato em seu devido lugar:
Tijuca, RJ