domingo, 31 de maio de 2009

Manhã na Catedral



Voltar a Catedral nesse domingo de manhã, pra ouvir a mensagem do Caio, sempre faz bem.

Num sou muito chegado a estéticas de igrejas antigas, tradicionais,mas o clima ali é tão bom, que nem ligo pra isso...pra quem gosta, é um prato feito.

Mas o melhor, é que o clima lá dentro, é bom, não é pesado, como vejo em algumas greis muito tradicionais (e eu sinto essas e outras sensações de peso, ás vezes).

Tudo por que o Reverendo Guilhermino, pastor principal da igreja, é um cara light, não é pesado, mercenário, ou que gosta de ferrar os outros: é um pastor, na acepção plena da palavra, muito bem humorado e carinhoso.

Sei disso há algum tempo,não só por percebê-lo , quando vou lá, mas por gente amiga que já participou de caravanas com ele, que conviveu durante dias- e na convivência, num se esconde nada.

Conversando com uma membra de lá, ela me disse que mora em Caxias, e assiste por lá toda manhã de domingo- sinal que deve ser bom mesmo, é muita coragem, pois tem muita grei em Caxias.

Dessa vez, consegui um lugarzinho melhor: no último banco....melhor que galeria:

I hate galerias.

Caio falou por pouco mais de uma hora, mas vc não sente...o povo anda realmente sedento, e deu pra perceber muita gente de fora, eu inclusive.

Tirei fotos, mas quando cheguei na lan para postá-las, a net caiu.

Fui em outras duas,não tem leitor de cartão...o meu cabo usb não funciona aqui em casa, não consigo enviar fotos por nenhuma das duas máquinas, algo de configuração.

Assim, tenho que esperar até amanhã para postar as fotos no álbum “grei moments”.

Eu num sabia que a catedral agora tb tá com link...só agora de manhã, pela presença do Caio, 2.184 computadores estavam conectados no culto...

Não fui agora na minha grei á noite...vi da net, e inda bem que num fui:

Num sou muito chegado a música clássica, e hoje tinha uma orquestra lá...acho “cansativo”, meio sacal, mesmo...e acabou cedo, 20.30h, ainda bem.
Lee, excepcionalmente no domingo...fotos desse domingo de manhã, só amanhã.

sábado, 30 de maio de 2009

Lázaro e Jesus - Morte e Eternidade


Estava porém, enfermo um certo Lázaro, de Betânia, aldeia de Maria e de sua irmã Marta.
Mandaram-lhe, pois, suas irmãs dizer: Senhor, eis que está enfermo aquele que tu amas.
Ora, Jesus amava a Marta, e a sua irmã, e a Lázaro.
Ouvindo, pois, que estava enfermo, ficou ainda dois dias no lugar onde estava.
Depois disto, disse aos seus discípulos: Vamos outra vez para a Judéia.
Então Jesus disse-lhes claramente: Lázaro está morto;
Chegando, pois, Jesus, achou que já havia quatro dias que estava na sepultura.
E muitos dos judeus tinham ido consolar a Marta e a Maria, acerca de seu irmão.
Disse, pois, Marta a Jesus: Senhor, se tu estivesses aqui, meu irmão não teria morrido.
Mas também agora sei que tudo quanto pedires a Deus, Deus te concederá.
Disse-lhe Jesus: Teu irmão há de ressuscitar: Eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em mim, ainda que esteja morto, viverá;
E todo aquele que vive, e crê em mim, nunca morrerá. Crês tu isto?
Disse-lhe ela: Sim, Senhor, creio que tu és o Cristo, o Filho de Deus, que havia de vir ao mundo.
E disse: Onde o pusestes? Disseram-lhe: Senhor, vem, e vê...Jesus chorou.
Disseram, pois, os judeus: Vede como o amava.
Jesus, pois, movendo-se muito em si mesmo, veio ao sepulcro; e era uma caverna, e tinha uma pedra posta sobre ela.
Disse Jesus: Tirai a pedra. Marta, irmã do defunto, disse-lhe: Senhor, já cheira mal, porque é já de quatro dias.
Disse-lhe Jesus: Não te hei dito que, se creres, verás a glória de Deus?
E, tendo dito isto, clamou com grande voz: Lázaro, sai para fora.
E o defunto saiu, tendo as mãos e os pés ligados com faixas, e o seu rosto envolto num lenço. Disse-lhes Jesus: Desligai-o, e deixai-o ir.

Muitos, pois, dentre os judeus que tinham vindo a Maria, e que tinham visto o que Jesus fizera, creram nele.

Mas alguns deles foram ter com os fariseus, e disseram-lhes o que Jesus tinha feito.

Depois os principais dos sacerdotes e os fariseus formaram conselho, e diziam: Que faremos?

Se o deixamos assim, todos crerão nele, e virão os romanos, e tirar-nos-ão o nosso lugar e a nação. (João 11.32-44 -editado)


Jesus ainda ficou dois dias na cidade onde estava, e somente depois foi para a cidade do amigo Lázaro.

Ali chegando, deixou bem claro para os discípulos que ele havia morrido, pois desde que recebeu a notícia, pelo menos seis dias se passaram, apesar de apenas 3 km separar uma cidade da outra.

Quando chegou, aquele famoso clima de velório, que de tão forte, fez com que até mesmo Ele chorasse- apesar de saber o que estaria por vir.

Essa é uma das razões por que eu num gosto de ir a enterros...o único enterro “bom” de a gente ver, são aqueles de Nova Orleans, onde a banda vai tocando até o cemitério.

Também não gosto de caixão aberto...penso que vc tem que se recordar da pessoa como era, e não branco-alpino cor de morto...

Alías, judeus até hoje, sempre tem o caixão fechado, até a hora de sepultar.

Também não gosto de velório em igreja...o local disso é na capela de cemitério, até por questões de higiene, penso eu.

E quando ia ao cemitério, eu ficava olhando a data de nascimento e morte das pessoas, nos túmulos...

Além de ver que quando morrem, quase todo mundo colocava no epitáfio que fulano era “amado pai”, “amada esposa”, etc, mesmo que não fosse, no real.

Ninguém bota no epitáfio assim:
“Fulano de tal”, viveu como um cão, e morreu como um”.

Fulana de tal, fofoqueira : o caixão da língua está ao lado”

Queria também ver um epitáfio assim:

“FUI - mas to te esperando”! (kkk)

Alías, sempre preferi os epitáfios com fotos, igual perfil de orkut...até o dia em que comecei a ter “sensações” com as fotos (sim, eu as tenho até hoje, bem como de lugares) e aí parei de ver.

Jesus chorou, pois sentiu nítidamente o que sentimos na morte:

A sensação de perda, de vazio d'alma, de tristeza.

Ele sabia que precisava ir até a cruz, para vencer a morte.

O que Ele fez, com toda a turma, foi um difícil exercício de fé, em especial para as irmãs de Lázaro.

Com esse milagre da ressureição, muita gente creu Nele, seguindo o caminho;

Os discípulos tiveram a fé renovada, um ânimo dobrado.

Mas quer saber?

Jesus sabia que Lázaro tava numa boa...como este creu Nele, tava curtindo a eternidade ao lado do Pai.

Mas como foi dada a ordem, o espírito de Lázaro teve que retornar ao corpo.

Muita gente tem medo da morte, talvez por ainda não estar Nele;

Muito crente tem medo da eternidade, pois uma boa parte,mesmo estando anos dentro de uma grei, é ignorante a respeito dela.

Muita gente se acaba na vida, por pensar como as irmãs de Lázaro, que por ter morrido alguém querido, morreu toda esperança de vida.
Alías, muita gente tem como “referência de vida”, só isso que vemos aqui embaixo, na terra.

Foi o caso dos fariseus, que mesmo com um milagre na cara deles, pensaram só na vida “daqui de baixo" e nos seus interesses própios.

Sacerdotes fariseus, como esses do texto, não gostam de vida.

Não gostam de liberdade.

Gostam de defuntos com uma enorme pedra mantendo-os dentro da caverna.

Milagres, vida, alegria, são coisas que eles não tem o controle, não podem dominar.

Por isso, preferem “o pesar”...tem muito sacerdote por aí assim, ainda hoje.

Jesus é vida- vida essa que vc pode ter pra sempre,na eternidade, crendo Nele.

Os hindus, budistas, orientais em geral, ameríndios, africanos, todos lidam melhor com a morte, do que a turma do catolicismo-protestantismo, já repararam?
A turma da grei, na verdade, a maior parte, tem mó cagaço de morrer.

Medo de morrer é insegurança, incerteza, de para onde se vai.

Lee, que estando “morto", um dia creu, e “reviveu”.

Caio Fábio, que verei ao vivo amanhã, está na Sessão Revival de hoje, em poucos minutos, dizendo sobre morte e eternidade:

http://www.youtube.com/watch?v=C44zRFwR8_I


sexta-feira, 29 de maio de 2009

Uma Vida Photoshopada

Suzana Photoshopada: Corpão Sarado
Suzana no Real: Caidassa

Suzana no Real: Joelho de Maracujá

Suzana Vieira saiu recentemente numa capa de revista, as primeiras photos acima.
Sim, photo com ph, pois foi tudo photoshopado...

Se foi photoshopado, é tudo phake (hoje excepcionalmente com ph);
Sim, pois Suzana tá com um corpão de mulher bem malhada de 30;

Ou seja, nas photos photoshopadas, Suzana tá phoda ( hj, pra me aliviar, excepcionalmente com ph, tb) !

O problema, é que nego logo viu que as photos de Suzana eram phakes.

Esse é o problema de levar tudo na base do photoshop.

Suzana tem quase 70 anos, e se realmente tivesse com o corpo malhado, aí sim, todos iriam admirar.

Dia desses, eu vi a Yoná Magalhães, atriz que tem 70 anos, passar bem ao meu lado.

Ela tá com mó bração, tá puxando ferro, durona.

Suzana na verdade tá caidassa, mas tira onda de garotona- poderia tirar onda, se tivesse com o corpo legal, como tava o da Yoná, mais velha do que ela.

Mas a photoshopada de Suzana nos ensina algumas lições:

1-Levar uma vida photoshopada, de aparência, é levar uma vida “phake”.

Mas "um dia a casa cai".

Suzana até tem um corpo normal pra mulher da idade dela que não malha, mas daí botar foto com corpão sarado de 30, assim que sair na esquina nego percebe que foi enganado.

Muitas vezes photoshopamos nossas vidas, por que sabemos que o que importa é a imagem, o que vai pra cabeça dos outros:

Mesmo que nossa vida esteja caidassa, tentamos, até quando der, photoshopar.

Nas greis isso é a coisa mais comum que acontece, devido ao culto á imagem existente dentro delas, onde o que mais importa, para alguns, é a aparência.

Em vez de pedirmos ajuda, sorrimos amareladamente;
Em vez de dizer: tá doendo, a gente diz que tá tudo bem;
Em vez de deixarmos aquele piano de fardos, pecados, amarguras e frustrações, carregamos ele nas costas, novamente, na saída da grei.

2-Photoshopar as capas de nossas vidas, nos dá a ilusão de que nosso conteúdo é bom.

Nos dá a ilusão temporária que tudo vai bem...

Mas ficamos sem condições nenhuma, vendidos no lance, se por acaso algúem, em vez de querer conhecer só a capa, querer conhecer o artista:

Você.
Aí descobrem que seu corpão, sua idéia, sua pessoa, sua vida, é tudo phake.

E não só sai phrustrado em te conhecer, como vai dizer pra todo mundo "que vc é um produto de photoshop".

3-Photoshopar quem somos, nos traz o peso da culpa.

Uma hora,na frente do espelho, quando vemos nossa alma caidassa, e mesmo assim andarmos photoshopados, fará com que nos sintamos cada vez mais mal, culpados.

Passíveis de toda acusação do diabo, fã número 1 das photoshops da alma.

Sim, o capeta incute na mente de muitas pessoas que o importante é a aparência “de alma”, bem como a física.

Na física, ele induz as meninas a bulimia e a anorexia.

E nos induz a pecar, para em seguida nos acusar terrívelmente- e dizer que quem tá acusando é Deus- num caia nessa.

Já reparou nos evangelhos, como todas as piores pessoas possíveis, com vidas horrorosas, chegaram para Jesus pedindo misericórdia, se confessando para Ele, a resposta Dele?

Pro ladrão da cruz, arrependido, disse que ele iria entrar no paraíso;

Pra mulher adúltera, após as saída dos acusadores, disse que não a condenava, acrescentando : "Vá e não peques mais."

Pra mulher que tinha tido caso com 5 homens, a tratou com amor e carinho, aconselhando-a a acalmar seu coração, e não seguir naquele caminho.

Por isso, saiba que toda acusação dos photoshops de alma que vc faz, não é de Deus- este, só espera pra ter ajudar, receber, quando vc se achega a ele, e confessa tudo.

Bem é isso...falando em photos, vou procurar minha maquininha, pois no domingo vou ver Caio Fábio novamente na catedral Presbiteriana, e ver se tiro mais photos.

Lee, que não usa o photoshop, e nem muitos recursos da máquina...na verdade, mal sei mexer nela direito!

Na Sessão Revival, Air supply legendado:

quinta-feira, 28 de maio de 2009

O Melhor Reality chega ao final

A Turma Toda
Karina: Torcendo por ela

Marina: Pode surpreender

Hoje é a final do Aprendiz Universitário.

Vi todas as edições anteriores, e esse formato, com os universitários foi muito legal.

Soube que 100 mil se candidataram pro Reality....isso é bom:

Além de sair com 1 milhão de reais, ainda ganha emprego na empresa do Justus.

No BBB, ganha dinheiro, e só...depois, só saem em revista de sacanagem, e seis meses depois, já torraram o dinheiro.

Vou torcer pra Karina, apesar da falta de gás dela nessa reta final.

Acho ela é melhor do que a Marina, mais essa cursa publicidade, no que o Justus trabalha.

Karina tem charme, equilíbrio, é desenvolta, mas falta percepção, dá uma acomodada onde não pode, ás vezes (voltar de ônibus, ao invés de avião, é uma).

Marina tem beleza, competência e ousadia, mas nunca fez diferença, numa prova, por estratégia somente dela: ás vezes, foi na “aba” dos outros...mas pode surpreender.

Ao contrário da “loirinha que o Justus se amarra” (Ana Paula) a mais bonita, pra mim, era a Stephanie, que tava torcendo para ir a final...muito bonita...mas até que ela chegou longe, ficou em terceiro...vou matar saudades...ela acabou, como as duas finalistas, sendo uma das que participarão de todos os episódios, pois geralmente quase todos voltam na final.

A Maytê, a mais novinha, só não foi mais longe pela própia inexperiência...aos 18, é praticamente uma teen ainda, mas é muito ferinha e desenvolta.

É isso, aí, vamo ver no que vai dar.

Hoje, quinta, é o dia bom na tv aberta...vou de Grande Família, na Globo,com Lineu “tentando se divertir”, e depois sigo com o Tenente Wilson, numa furada:

Vagabundo invade a delegacia pra resgatar preso...na hora que ele estava lá.

Aí depois sigo com Justus, na Record, que deve demorar pacas:

Hoje nem tem House, o médico mais mal-humorado e querido da TV.

Lee, daqui há pouco direto na TV- mas vou esquentar meu Subway de almôndega antes, com Coca.







quarta-feira, 27 de maio de 2009

Sexo é Tabu na Grei 7- Bissexuais / Pornografia



Ontem quando falei dos gays nas greis me esqueci de falar sobre os bissexuais, e seu padrão diferenciado, no homem e na mulher, então preciso completar.

Os homens gays, mas que também são bissexuais ("gostam" de mulher), jamais deveriam namorar uma menina, seja da igreja ou não, no intuito de achar que com isso" passariam só a gostar de mulher".

Pois mesmo se por acaso transar com ela, não vai mudar o “impulso de gostar de homem”.

Geralmente, consigo perceber, mesmo sem trejeitos, quando um cara é gay, dentro da igreja ou fora dela.

Uma boa parte dos que vi nos últimos anos, tinha namorada, especialmente os da igreja... alguns já eram noivos.

São bissexuais, talvez tentando vencer uma luta, achando que, se casando, tendo uma mulher, servindo juntos a Deus, vai se livrar do" impulso gay".

Não vai- e ela vai descobrir.

Há dois anos atrás, recebi uma ligação de uma ex-colega de faculdade, que mora fora.

Ela me confidenciou que achava que o maridão era gay.

Não tinha trejeitos, tudo rolava bem na cama,mas aquela" cisma de mulher" tava batendo forte.

O irmão dele morreu de aids, fruto de relação homossexual, deixando os pais frustrados, pois souberam que ele era gay.

Recaiu um peso muito grande sobre o irmão, para não frustrar os pais.

Antes mesmo de minha amiga concluir o histórico familiar dele, eu sabia que ele era gay.

Mas ela, que num é de igreja, e é descolada, me disse que só queria saber se ele era, por causa de doenças (casados transar de camisinha é dose).

Disse também que se ele dissesse que fosse, ela "até ajudava a arrumar um namorado pra ele".

Quando perguntou pra ele se era, ficou super-constrangido, envergonhado, e sem convicção, disse que não era.

Como disse ontem, se vc é gay, permaneça sem se casar, não envolva alguém que não saiba da situação, numa vida a dois.

Vire um “eunuco” nesse sentido, até mesmo por amor ao evangelho.

E somente quando descobrir e lidar com o problema, após resolvê-lo, aí sim, se envolva com outra pessoa.

Até por que homens gays traem, e fazem sexo casual uns com os outros, seguindo o padrão do macho promíscuo.

Já a maioria das mulheres gays desejam muito mais do que sexo.

Querem afeto, amizade, convívio, lealdade, proteção e intimidade de alma:

Tudo o que não encontraram num homem.

A proliferação de brucutus e manés é absurda, atualmente...os homens de Neandertal, quem diria, voltaram a caminhar em nosso tempos.

Por esta mesma razão, as relações de natureza homossexual entre as mulheres tendem a ser duradouras, e sem traições.

Quando eu fui visitar o Talavera Bruce, presídio feminino aqui no RJ, vi várias presas com suas “namoradas”.

Uma boa parte delas, não era, e nem é gay:

Mas como ninguém as visitava, a família esquecia, os namorados ou maridos abandonaram, elas supriam a carência afetiva dessa forma.

Tem muita mulher “bissexual” na grei, mas que num é “gay “coisa nenhuma:

Frustraram-se com namorados, com as cabeçadas da vida, e aí chega uma amiga gay de ofício, sapatão 44 mesmo, que só curte mulher, e vai se aproveitar dessa carência.

Troca o sexo, que a sapatão quer, por companhia, carinho, lealdade, intimidade, que o brucutu ou mané não pôde dar.

Vi várias assim nos últimos tempos (também “sinto” qdo alguém tem esses lances, dependendo de como meu radar espiritual está ligado).

Tem algumas delas, me lendo nesse momento...vc não é gay, sabia?

Vc busca ao Senhor, se esforça, tá na grei...mas cai, de vez em quando, certo?

Examine a sua carência, descubra as causas- também não procure homem enquanto seu coração não estiver calmo nesse sentido, senão pode se frustar...

Deixe o amor de Cristo fluir no seu coração, que é melhor do que o dos homens.

E logo,logo, vc vai ver que o seu negócio é homem, que tudo não passou de uma fraqueza:

Acontece”, não se sinta uma porcaria de gente por causa do que aconteceu.

Mas cuidado com quem vc anda:


Se tiver amiga que goste mulher, ela vai se aproveitar de sua fraqueza.

E também não beba de encher a cara, em festas:

Sua amiga gay de fato, vai te beijar na boca..

E quando acordar, pode ter uma mulher deitada ao seu lado na cama, e vc se sentirá péssima, e vai começar a achar que é “gay”.

Existe um mundo de viciados em pornografia sentados nos bancos da igreja.

Tanto casados como solteiros...isso sempre existiu antes da internet, mas agora, vc nem precisa se levantar da cadeira.

Várias pessoas na grei são viciadas em salas de bate-papo eróticas, sexo virtual, fotos e vídeos pornôs na rede, alguns passam até de graça.

Em geral, quando saem da rede, se sentem um lixo...até a vontade voltar, e acessar tudo de novo.

E hoje, não ficam só no bate papo, acabam se encontrando no real, e mandam ver.

A carência ou sexualidade mal resolvida, ou mesmo infantilidade sexual (vai dizer que fazer “sexo por computador” não é uma coisa infantil?) promovem verdadeiros absurdos, hoje em dia:

Uma menina que ama ao Senhor, mas que vivia uma fase de extrema carência, por causa disso, transou duas vezes na semana com gente que conheceu na net.

Nunca tinha visto eles antes na vida: nem viu mais, depois.

Ano passado, um pastor conseguiu a proeza de descobrirem que ele acessava sites pornôs de dentro do gabinete dele.

Sabe como é, em casa a mulher tá perto...ele foi exonerado.

Eu concorri com esse mané uma vez numa grei, e quando vi o nome dele na comissão da sucessão pastoral , pensei: “Será que eles sabem que esse cara é um picareta”?

Sim, pois além de tudo, ele é um mercenário....as greis escolhem mal pacas, num me surprendi com o episódio dele, não.

Vício em pornografia, é um vício, e como tal, tem que ser tratado.

Busque ajuda, mas faça sua parte.

Peça ao Senhor que te dê forças...como todo vício, eventualmente vc vai voltar a dar uma espiada, mas a frequência vai diminuindo aos poucos, até cessar.

Procure fazer um esporte, ou uma atividade física...duvido que após uma aula de spinning, ou de Jiu-jitsu ou futebol, vc se anime a fazer besteira.

Uma boa parte dos viciados não fazem atividade física alguma.

Se vc tem uma tendência pra um vício sexual como a pornografia, faça como o rapaz que vi na reportagem de hoje, treinando para a maratona de São Paulo:

Meus amigos pararam de me ligar pra sair na night, ir a boate, essas coisas:
Sabem que tenho que dormir cedo para treinar
”.


Isso também é ótimo para os viciados em masturbação.

Vá se livrando desse lixo, conviva com gente boa, se vc só entra na net pra ver essas drogas, dê um tempo, compre um livro pra ler, vá ao cinema.

Até que vc tenha a certeza de navegar em segurança...

Eu, por exemplo, apesar de estar sem namorada, não me inscrevi nos par perfeitos ou amor em Cristo da vida:

Espero conhecer e me relacionar com alguém de carne e osso, do mundo real.

O virtual, é só missão (como essa que vc tá lendo) , diversão e pesquisa.

Lee, ajudando a mandar toda acusação e lixo pro lugar devido- a lixeira:
Não guarde essas coisas em nenhum arquivo do seu coração.

Semana que vem: Pode ou não pode fazer , eis a questão/ sexshops, etc.

E na Sessão Revival, Huey Lewis and The News perguntam se vc acredita no amor:

http://www.youtube.com/watch?v=25uL88mumOo






terça-feira, 26 de maio de 2009

Sexo é Tabu na Grei 6 - gays nas greis

Ted Haggard (foto acima, com a mulher dele) fundou uma igreja na garagem de sua casa.

A frequência era de no máximo 12 pessoas...mas após 20 anos, viraram uma igreja de 14 mil frequentadores.

Ted era bom no que fazia, e o Senhor era com ele.


Ted passou a ganhar 18 mil dólares por mês (o mesmo salário do presidente dos EUA) e se tornou presidente da associação dos evangélicos americanos (30 milhões de membros em 45 mil igrejas).

Deus deu a Ted projeção:

Ele também se tornou um dos 25 líderes “mais influentes” dos EUA.

Mas Ted pegava “pesado” contra o homossexualismo- era um dos maiores combatentes contra os gays de seu estado, implacável contra eles.

Acontece que Ted era gay....

Quando conheceu o fortão Mike Jones na Internet, requisitando seus “serviços” de garoto de programa, se encontrava uma vez por mês com ele, fora da cidade.

Os encontros de uma hora custavam 200 dólares.

Mike perguntou se Ted num queria conhecer a metafetamina: Ted topou, e consumiram juntos.

Ted confidenciou a Mike que sua fantasia erótica era uma orgia com seis garotões, todos universitários, de no máximo, 22 anos (Ted é cinquentão).


O Problema, é que um dia Mike viu seu cliente dando entrevista na tv contra os gays.

Escrachou legal...Mike pesquisou mais seu cliente, descobrindo ser ele um famoso militante anti-gay, tanto em artigos, quanto em sermões:

Mike descobriu que ele era pastor.

Mike ficou P da vida com a hipocrisia dele.

Bem, o resto vc já deve concluir- até eu fiquei sabendo, como vc, por aqui...

Ted hoje ganha a vida vendendo seguros.

Assim como o pastor acima, existem hoje tanto pastores quanto membros, nas greis, que são gays.

Alguns também são casados...

Muitos, amam a Jesus, mas convivem com isso desde a infância.

Dia desses, vi no shopping um membro de uma de minhas ex- igrejas com o bofe dele.

Estavam fazendo compras na C&A.

Fui falar com ele, ficou todo feliz, só faltou me dar beijinho....o “namorado” se manteve a distância...será que ficou com ciúmes?

Naquela grei, todo mundo sabe que ele é gay.

Assim como também tem garotas que tem essa tendência.

Em minha época de seminário, vi tanto na teologia, quanto na música.

Alías, um contemporâneo meu, gente boa, sem afetações, anos depois mandou uma carta para grei de origem dele:

Estava morando em São Francisco, ajuntado com um homem, e frequentando a igreja gay de lá.

O que fazer nesses casos?

1- Se vc tiver tendências homo, não se case pra provar que é homem (ou mulher, no caso feminino).

Além de não resolver a questão, como visto no caso acima, vai magoar uma pessoa, ou um monte de pessoas, pois sua tendência certamente vai aflorar uma hora.

Busque ajuda para descobrir as origens...

Uma boa parte dos homossexuais foi abusado na infância...outros, tiveram um pai banana, frouxo, e ficou a referência...outros, pais excessivamente legalistas:

Aí, quando foram descobrir a sexualidade, foram ao ponto extremo:
"Comeram e deram" pros amiguinhos ou primos, e aí debandaram.

2- As igrejas devem estar preparadas para recebê-los, e ajudá-los.

Tanto os que já estão lá dentro (e “dentro do armário”, lutando angustiante e silenciosamente contra isso) quanto os que vão chegar.

O grande problema é a visão, a cabeça dos pastores, que acham que a pessoa tem que mudar da noite pro dia.

Um dos meus colegas de turma, hoje também pastor, dirigiu uma grei bem na área central aqui da cidade, perto do cais do porto.

Local de muita prostituta, gays fazendo michês, e travestis.

Quando começaram a ir para a igreja, resultado de evangelismo, um travesti perguntou pra ele:

E agora, pastor, pra onde eu vou? Pra classe de homens ou de senhoras?


Nossas greis não estão preparadas para receber ex-prostitutas, gays e travestis.

Esse colega me disse, que na leva que veio da rua, alguns membros ficaram preocupados, e perguntaram a ele:

Pastor, vc não tem medo de ficar marcado como pastor que recebe travestis e prostitutas na sua igreja?

CARAMBA! Ele tava cumprindo com a missão de Cristo, que alías, andava entre prostitutas e publicanos...e nego fez uma pergunta dessas!

Ele respondeu que achava ótimo ser “marcado” desse jeito...

Precisávamos de mais pastores como esse meu colega.

3- Se vc já está na grei, e é gay, cuidado com quem vc vai pedir ajuda.

Tem muito pastor homofóbico, com horror de gay, ou que só faz piada deles;

Tem muito padre gay, e se vc for se confessar com um deles, ele vai te cantar.

As pessoas não sabem que o maior índice de suicídios no mundo, são de gays, pois a maioria não é amado por suas famílias.

Infelizmente, a maioria dos pastores trata isso como uma classe de "pecados á parte".

Ter tendência gay, lutar contra isso, é á mesma coisa de a pessoa lutar contra uma dependência de drogas, de álcool, de compulsão pra roubar, etc.

Mas a maioria dos pastores, em vez de ajudar, parece que quer mais é empurrá-los para o inferno.

Trato os gays como pessoas que precisam descobrir o verdadeiro amor, puro e perfeito, que vem do alto: o amor de Deus.

Nunca deixei de falar com nenhum deles...no passado, no serviço, ás vezes só eu que me dirigia a eles, pois o restante da turma era preconceituoso.

E sempre me respeitaram- nunca fui cantado por nenhum deles em serviço, nem fora dele.

Negar a existência deles nas igrejas, também é tapar o sol com a peneira;

Não criar uma estrutura de preparo para recebê-los, com psicólogos e assistência espiritual adequada no amor cristão, e não em técnicas “de pacote”, é deixar de cumprir o IDE de Jesus:

Lembre-se, é pregar para “toda criatura”, sabendo que temos de acolher a todos.

Lee, ciente que o evangelho é pra todos, sem discriminação.

Na Sessão Revival, o Comendador Gouvea e seu secretário Leopoldo também tinham um "segredinho":

http://www.youtube.com/watch?v=1trG3si4KO8



segunda-feira, 25 de maio de 2009

Sexo é Tabu na grei- Parte 5


Sobre o tópico sexo antes do casamento, visto na semana passada, uma reportagem interessante no jornal O Dia, de grande circulação aqui no RJ, ontem no domingo, sobre aquele movimento que comentei:

O Quem Ama Espera...vou colar as partes principais, pois achei relevante para essa série, lembrando sempre que Apontando o Caminho tocou antes no assunto- eles, só ontem.

Anel da pureza exalta virgindade e vira moda

Meninas copiam os ídolos Jonas Brothers e adotam o acessório, que marca sua opção pelo sexo só após o casamento. Igreja e pais aplaudem, mas sexóloga adverte: “É só modismo”

POR AMANDA PINHEIRO, RIO DE JANEIRO

Rio - Não deu muito certo com Britney Spears nem com Miley Cyrus, a Hannah Montana.

Mas bastou os Jonas Brothers passarem por aqui para que o voto de castidade, simbolizado pelo anel da pureza, virasse febre entre fãs da banda. Os irmãos, que atraíram um batalhão de jovens à Apoteose, ontem (sábado) —, prometeram: sexo, só depois do casamento.

Inspiradas no trio, Natasha, Marianne, Angelica e muitas outras fãs, também. Os pais e a Igreja disseram amém à nova moda.As três fizeram seus votos de castidade até o casamento e não tiram o anel do dedo nem por um decreto.

QUALQUER ANEL VALE a falta de uma réplica do anel exato usado pelos meninos, vale escolher qualquer modelo. O que importa é a simbologia.
“Quem ama espera. Acredito nisso e vou fazer o mesmo. Meu namorado vai ter que esperar”, decretou Angelica. Para reforçar o compromisso, as amigas o repetem para as outras, como um pacto. “Mesmo que os Jonas quebrem a promessa, continuamos com o voto”, prometeu Natasha.
Já seu namorado, Matheus Felipe, 14 anos, não aprova essa exaltação à castidade. Ele jura que ainda está muito cedo para pensar em sexo, mas confessa que não gostou do voto da namorada. “Vou respeitar a decisão dela. Até porque o amor supera tudo. Mas no fundo, no fundo, seria melhor se não tivesse promessa alguma”, entrega o jovem.
A mestre em Sociologia Vera Filgueiras tranquiliza os namorados. “Tudo não passa de puro modismo. Talvez alguns jovens sigam fiéis, mas a história mostra o contrário.
No entanto, tudo o que propõe uma reflexão sobre a vida sexual é salutar, ainda mais na nossa cultura”, analisa ela.
Nos EUA, 88% traíram a promessa
A moda do anel da pureza nasceu nos Estados Unidos nos anos 90, com o programa True Love Waits (Quem ama espera), que prega a abstinência sexual até o casamento. O projeto até hoje percorre escolas e instituições ligadas à juventude.
A campanha começou com a Igreja Batista, mas depois foi adotado por diferentes crenças em mais 13 países.
Mas estudo das universidades de Columbia e de Yale, nos EUA, mostrou que a maioria dos jovens americanos que prometeu não fazer sexo antes do casamento desistiu no meio do caminho.
Dos 12 mil entrevistados, 88% revelaram ter quebrado a promessa.”

Foi como eu disse irônicamente na semana passada:

Quem ama espera...até a noite.

O ideal seria esperar até se casar, mas como isso vem acontecendo cada vez menos, creio que teria que haver o debate das implicações psicológicas, responsabilidades, etc.

E evitar um “mal maior:” gravidez indesejada, doenças, etc.

Quando trabalhei com adolescentes, no passado, aconteceram algumas experiências que retrata o que falei acima.

Uma das meninas havia esquecido o celular dentro da mochila, na sala em que guardamos, na ocasião, nossos pertences, pois iríamos para uma atividade externa.

Voltei pra pegar algo na minha bolsa, e a menina, vendo que eu iria pra lá, pediu pra que eu pegasse o celular na mochila dela, me descreveu a mochila, e disse onde tava.

O celular deveria estar num dos porta-objetos do lado de fora, mas num lembrei qual...

E quando abri um deles, tinham dois envelopes de camisinha.

Nessa mesma época, entrei no gabinete para fazer uma ligação, e o telefone tinha extensão...

Só tive tempo de rapidamente ouvir uma adolescente falando com outra pessoa:

Não se preocupe, será “sexo seguro”....desliguei na hora, num quis saber quem era, nem com quem tava falando...e tínhamos acabado um debate sobre sexualidade.

Os pais, poucos falam, e muitos fingem quando desconfiam já existir alguma coisa.

A grei se omite,ou só diz que é pecado, e fogo do inferno neles.

Tem mais debate em escolas, sem o elemento espiritual, apenas o técnico, e só.

Não só não falam das consequências (físicas, espirituais e psicológicas) como poucos falam das consequências de quem chega virgem...

É, também tem “consequências” para quem se guarda, sabia?

Poucos falam, como o Apóstolo Paulo (um solteirão convicto- I Cor.7,8) teve a coragem de falar, para os que chegarão virgens ao casamento:

Mas, se te casares, não pecas; e, se a virgem se casar, não peca...Todavia os tais terão tribulações na carne, e eu quereria poupar-vos. (I Cor 7.28)

Essa tribulação aqui, não são só os problemas da vida a dois, como muita gente prega:

Essa tribulação aqui, é a tribulação dos virgens, como aquele pastor que citei semana passada, que disse que teve sérios problemas no casamento, por ele ter chegado virgem ao mesmo.

Nunca vi falarem disso.

Pois como os dois chegam zerados e sem conhecimento sexual adequado ao casório (o extremo do "simples como as pombas", como disse na semana passada), cansei de saber de histórias em que um ficava de frente ao outro na cama, sem saber o que fazer...

Com toalhas enroladas, pois constrangidos, mal mostravam o corpo um pro outro- nem banhos juntos tomavam...cê tá rindo?

Não tinham intimidade, pois mal falavam disso, já que sempre foi tratado como pecado.
Conheci 2 casos assim:

A noivinha “travava” e fechava as pernas, na hora H;

O maridinho, acabava perdendo a ereção, frustrado com a situação.

Sem tesão, o casório foi por água abaixo em seis meses...
Pois sem tesão, tudo o que deveria ser natural, não rola: “nada sobe”, e “nada se abre”.

No outro, a caracterização do sexo como pecado foi tão forte, que mesmo tendo alguns leves pegas antes, tudo se amornou no casório – o peso da “culpa”, venceu.

Recentemente, um marido que se separou da mulher, alegou para ela que, por eles terem transado antes, o casamento deles tinha se tornado "maldito" (pregação maluca, dá nisso).

Engraçado é que não foi nada "maldito" ele ter arrumado várias mulheres enquanto ele tava casado, e deixado a dele pra ficar com um dos casos dele.

Por isso, tem de haver debate, equilíbrio, especialmente nesses cursinhos de noivo que vejo por aí...duvido muito que falem disso, neles.

Alías, se vc é noivo/ noiva, e está pra casar, mas já transou antes, seu noivo/noiva já sabe disso?
Ou tá levando enganado, curtindo uma de virgem, quando não é?


É melhor saber agora, do que depois: se vão começar mentindo, isso mostra bem o caminho que vcs seguirão juntos...

Na mulher, claro, fica mais fácil saber na hora- e se decepcionar, se mentiu, dizendo que era;


No homem, a não ser se vc tiver vivido em Marte nos últimos anos (mas em Vênus, vc saberia), pode saber pela maneira que ele “conduz as coisas”.


É melhor falar agora- e continuar agora ou não, do que depois:

Também já vi nego “pedindo o boné” logo cedo, por descobrir que o outro havia mentido.

Bem, hoje eu ia falar de gays nas greis, mas precisava reforçar esse tópico.

Lee, que usa 2 anéis urbanos em cada mão, nenhum deles "de compromisso."

A série volta amanhã .

Momento de Contrição


Poucas vezes vi um momento de contrição tão grande como vi ontem na grei.
Contrição é o arrependimento sincero e completo dos pecados cometidos...

Não dá pra saber o que se passa no coração das pessoas, mas pude observar.

Ontem pela manhã, foi a volta do Pr.Israel (foto acima), depois de uma cirurgia de retirada da próstata (câncer), lá na grei.

Ele pregou normalmente, mais ainda tem limitações, e enquanto pregava (não fez da doença a atração principal, e sim, como ilustração da mensagem) deu pra perceber a comoção no rosto das pessoas.

Israel fez sua mea culpa, dizendo que tem pregado muito pouco sobre a graça de Deus, e que iria começar dali, a fazê-la com mais atenção.

E conseguiu pregar sobre a graça, com um texto do velho testamento, do profeta Miquéias.

Quem se enche da graça, a descobre inclusive nos tempos da lei.

As greis de hoje, precisam pregar sobre o evangelho da graça, canso de dizer isso por aqui, pois as pessoas tem carregado pianos dentro de suas almas.

Mas, aí sim, quando ele ilustrou a graça de Deus com toda a assistência que lhe foi dada no tratamento, vi muito marmanjo chorando;

O coro, atrás dele, chorava;

Os pastores auxiliares choravam;

Não foi aquele emocionalismo produzido forçosamente, como ás vezes vejo por aí, mecânico, de forçação de barra...

Alías, essa não é uma das características do Israel, forçar barra nenhuma.

Ele apenas prega. Quem atua no coração da pessoa é o Espírito.

Mas ontem, teve esse elemento, uma contrição que veio sobre a grei, por causa de toda situação que ele passou.

Às vezes, Deus faz com que passemos por experiências radicais para mudarmos nossas rotas.

Não espere passar por uma, para mudar a sua.

Estávamos com saudades dele;

Eu estava com saudade da mensagem dele...
Welcome back, pastor.

Lee,que viu tudo isso no culto das 11 da manhã.
Espero voltar aqui á noite.

Na Sessão Revival, Susan Boyle, "o patinho feio que deixou o mundo perplexo" ( e que vc leu sobre ela por aqui em o Julgar pela aparência), acaba de ir pra final do Bristish Talent:

http://www.youtube.com/watch?v=-GP25wZhrZI

sábado, 23 de maio de 2009

O Pai, O Filho, o Irmão, e a Grei de hoje


"E disse Jesus: Um certo homem tinha dois filhos;

E o mais moço deles disse ao pai: Pai, dá-me a parte dos bens que me pertence. E ele repartiu por eles a fazenda.

E, poucos dias depois, o filho mais novo, ajuntando tudo, partiu para uma terra longínqua, e ali desperdiçou os seus bens, vivendo dissolutamente.

E, havendo ele gastado tudo, houve naquela terra uma grande fome, e começou a passar necessidades.

E foi, e chegou-se a um dos cidadãos daquela terra, o qual o mandou para os seus campos, a apascentar porcos.

E desejava encher o seu estômago com as bolotas que os porcos comiam, e ninguém lhe dava nada.

E, tornando em si, disse: Quantos empregados de meu pai têm abundância de pão, e eu aqui morro de fome!

Levantar-me-ei, e irei ter com meu pai, e dir-lhe-ei: Pai, pequei contra o céu e perante ti;

Já não sou digno de ser chamado teu filho; faze-me como um dos teus empregados.

E, levantando-se, foi para seu pai; e, quando ainda estava longe, viu-o seu pai, e se moveu de íntima compaixão e, correndo, lançou-se-lhe ao pescoço e o beijou.

E o filho lhe disse: Pai, pequei contra o céu e perante ti, e já não sou digno de ser chamado teu filho.

Mas o pai disse aos seus servos: Trazei depressa a melhor roupa; e vesti-lho, e ponde-lhe um anel na mão, e alparcas nos pés;

E trazei o bezerro cevado, e matai-o; e comamos, e alegremo-nos;

Porque este meu filho estava morto, e reviveu, tinha-se perdido, e foi achado. E começaram a alegrar-se.

E o seu filho mais velho estava no campo; e quando veio, e chegou perto de casa, ouviu a música e as danças.

E, chamando um dos empregados, perguntou-lhe que era aquilo.

E ele lhe disse: Veio teu irmão; e teu pai matou o bezerro cevado, porque o recebeu são e salvo.

Mas ele se indignou, e não queria entrar.

E saindo o pai, instava com ele. Mas, respondendo ele, disse ao pai: Eis que te sirvo há tantos anos, sem nunca transgredir o teu mandamento, e nunca me deste um cabrito para alegrar-me com os meus amigos;


Vindo, porém, este teu filho, que desperdiçou os teus bens com as prostitutas, mataste-lhe o bezerro cevado.

E ele lhe disse: Filho, tu sempre estás comigo, e todas as minhas coisas são tuas;

Mas era justo alegrarmo-nos e folgarmos, porque este teu irmão estava morto, e reviveu; e tinha-se perdido, e achou-se" . (Lucas 15.11-32)


Essa história que Jesus contou, a parábola do filho pródigo , é uma das mais conhecidas dos evangelhos.

Cansei de ouví-la desde pequeno, como forma “evangelística”;

E depois de uns tempos pra cá, percebi algumas pessoas pregando sobre o irmão do filho pródigo.
E em algumas dessas pregações, vi gente defendendo o ponto de vista do irmão mais velho...afinal, ele sempre foi justo, e nunca “pecou”, nunca deu trabalho para o pai.

Acho esse tipo de afirmação danosa ao evangelho da graça que Jesus pregou.

Ninguém pode ser achar mais justo do que outro, ainda que esse outro “rache a cara”.

Sim, o irmão mais novo, “rachou a cara”, indo pruma terra bem distante e torrando o dinheiro com prostitutas.

Na verdade, o que eu sinto quando leio esse texto, é como se o irmão mais velho estivesse com inveja:

Ora, se soubesse que o pai dele trataria assim a questão, ele teria feito a mesma coisa.

A atitude exterior do irmão mais velho era uma, mais a atitude do coração dele era outra.

Na verdade, por ele, que não se alegrou com o irmão" que estava morto, mas tornou a viver", seu irmão tinha que continuar era no meio dos porcos.

Eu vejo muita gente, nas greis de hoje, fazendo a mesma coisa:

Quando uma pessoa se afasta, e depois volta, as que “permaneceram puras” muitas vezes fecham a cara para eles.

Certa vez, um rapaz que engravidou uma menina, ambos da igreja, foi proibido de entrar na grei pelo próprio pastor.

Esse foi um dentre vários absurdos que vi na vida.

A Igreja, que deveria ser como o pai dessa história acima, que ao invés de deserdar de vez, deu foi um anel pro filho, fez festa, teve churrasco e um scambal.

Mas se comporta, muitas vezes, como o filho mais velho:

Que droga, por que fazem festa para um pecador?

Várias vezes, tem festa no céu, mas não na grei que não perdoa nem tolera o pecador.

Por isso, muita gente confunde pedir perdão a Deus, com pedir perdão a igreja.

O filho pródigo pediu perdão ao pai, não ao irmão, nem aos empregados.

Certa vez, um homem que traiu a sua mulher, retornou a igreja, e pediu perdão, lá na frente, para a igreja.

Eu jamais permitiria isso.

Nunca peça perdão ao sistema religioso;

Nunca peça perdão “as pessoas” que não tiveram a ver com seu problema;

Nunca diga: "padre, me perdoe, pois eu pequei".

Só quem perdoa pecados é Deus.

A ele, primeiramente, e as pessoas envolvidas, é a quem devemos pedir perdão.

Jesus sempre preservava os pecadores arrependidos, nunca os expunha.

Ela expunha os fariseus:

Com esses, ele nunca teve paciência, esculachava mesmo, era de “raça de víboras” pra cima.

Sejamos sempre como o pai carinhoso que correu de encontro ao filho arrependido:

Façamos festas para os arrependidos, abracemos quem tava na lama.

E não fechar a cara, resmungando de inveja, como o irmão mais velho, que vivia corretamente, mas sem um pingo de amor e compaixão:

Ser correto sem amor e compaixão é como o sal que perdeu o seu sabor, ou o açúcar que perdeu seu doce...

Num serve pra nada.

Lee, que se entristece com quem vai comer com os porcos, mas se amarra quando eles tão de volta.

Blocos de sonhos


Hoje tem pizza, á noite, na grei.

Eu to parado no futebol e no JJ por conta de uma contratura, que me impede de sequer caminhar por muito tempo...sem falar na contusão do ombro.

Só não me impede de continuar comendo do jeito que tava!

E com essa pizza a noite, vou me sentir igual ao Ronaldo Gordo...

Bem, há muito custo, não passei do meu limite, mas quando for voltar as atividades, vou botar a língua pra fora....

Hoje á noite a Susan Boyle tá prevista pra se apresentar no British Talent.

Se o fizer, postarei amanhã ou depois o vídeo dela...aliás , aquele vídeo dela teve mais de 190 milhões de acesso, no mundo todo.

Sonhei de novo...

Dessa vez foram “vários blocos de sonho”...

No primeiro, eu via o Roberto Justus anunciar uma prova surpresa na prova número 5, mas assim que ele anunciou, a camera saiu de cena, e só tive a sensação, muito ruim por sinal, que rolava mó sacanagem, a prova era só disso.

Tem coisas muito estranhas acontecendo nesse Aprendiz Universitário:

Aquele tal de João Granja soube de alguma coisa, e por isso ficou debochado com o Justus, chegando a dizer inclusive que “o vencedor já estava decidido”.

Foi demitido por seu deboche.

A Rebeca, que os próprios participantes falavam que o Justus a protegia na sala final, largou o barco:

Pediu pra sair, de forma surpreendente, e na saída, no táxi, disse que estava sendo “fiel aos seus princípios” (a Rebeca é crente).

A Karina, melhor candidata do programa (dito inclusive pelos seus colegas), teve uma queda acentuada de certa altura pra cá- teria ela também sabido de alguma coisa?

O Justus sempre gostou de loiras, e de garotas novinhas (ele é casado com uma).

Estaria acontecendo algo, que os aprendizes descobriram, e nós não?

Eu acho que sim, mas também acho que a gente não vai ficar sabendo.

Como também acho que o “foco do problema” já saiu do programa.

Outro bloco do meu sonho foi de uns 4 ou 5 rapazes gays ficarem me cerceando.

Vou escrever sobre gays nas greis semana que vem.

Além de cercearem, um me derrubou ao chão, e eles queriam a todo custo ter algo comigo, enquanto tentava me defender....

Espero que o Jiu-Jitsu tenha me ajudado, pois não vi mais o resto!

Finalizando o bloco dos sonhos, a Juliana Farias veio me procurar.

Tava com o olhinho brilhando, e começávamos a conversar.

Não teve aúdio nessa parte do sonho, e logo a seguir a “camera” também saiu...

Ela já tinha voltado a “cor normal”, pois agora tá parecendo mais a Barbie morena.

Nego diz que a Rebeca é que é a gata das irmãs Nascimento...

Sim, ela é uma "graça";

A Toddynho, uma “gracinha”;

Mas a Barbie morena é mó gatinha, muito lindinha. Pena que é flamenguista, e não gosta do Botafogo.

Espero que não tenha briga na casa delas, hoje.

O que será que ela queria?

Essas garotas belas e bonitas tem muito medo em chegar nas pessoas que elas gostam.

Só esperam ser conquistadas, sem revelar muitas vezes o seu “segredinho”.

Aí, acabam ficando com quem não sentem nada, “alguém que mexam com elas”:

Ficam com amiguinhos “legais”, mas que não sentem nada, ou com os manés.

É o que canso de ver.

Aí, sobram as malas, chatas e sem sal, ou neuróticas, pra perturbar nossa vida.

Essas sim, insistentes, e que corro como diabo da cruz!

Corri de uma, to correndo de outra...

Entende por que uso crucifixo??

Vou pendurar alho, também.

Lee, se protegendo contra vampiras, harpias, e malas em geral.

sexta-feira, 22 de maio de 2009

Sonho: Combatendo as Harpias

Combatendo as Harpias

Status: ocorrido

Objetivo: mostrar a oposição das trevas á pregação do evangelho da graça.

Depois de textos que me “sugam” muito, sempre faço um mais light.
Geralmente hoje escrevo Kunlun, mas to cansado.

Vc não tem idéia do combate que é escrever sobre coisas espirituais pra mim...toda vez que procuro edificar, esclarecer, emitir opinião sobre assuntos que o Chefe me manda escrever, acontece isso:

A net cai ou fica lenta;

E a sensibilidade espiritual fica a flor da pele...nas semanas que escrevo sobre a série “sexo é tabu na grei”, tive sonhos em que enfrentava duas harpias aladas.

Harpia, na mitologia, são demônios femininos.

Enfiei minha espada, num combate, dentro de uma, mas passou igual faca na manteiga.
A espada, conforme Efésios 6, representa a palavra de Deus.

Então, de repente, me vi ante um exército delas, dentro de uma área cercada por rochas, e aí resolvi sair de fininho...

Estava de jaqueta verde (a cor da esperança) musgo, e postei a espada bem ao meu lado direito, quase colada na perna.

Só que , quase saindo, uma harpia me viu, pois passei bem ao lado dela...

Mas em vez de alertar as outras, fungou o nariz igual focinho de cachorro , e disse bem baixinho, só pra eu ouvir:

- A gente sabe logo quando é espírito, e quando é carne, disse quase ao meu pé de ouvido....
E me deixou sair, pois eu tava "em espírito": meu combate era espiritual.

O diabo sabe quando vc faz as coisas na carne, ou no espírito.
Muita gente quer fazer coisas pra Deus na carne, e vira alvo fácil do cramuião e sua turma.

Muita gente quer fazer coisas pra Deus, como cantar, servir, pregar, etc;

Mas continua levando a vida na sacanagem-continua levando uma vida na carne.

É melhor não "fazer nada" para Ele, quando estiver assim num mascaróide puro , pois senão vc vira alvo fácil de ataques.

Bem, mas quando já me feriram, em sonhos anteriores, tive a sensação do impacto, certa vez, quando a garra de um deles pegou na armadura que eu tava usando, ela me salvou.

Acordo cansado, quando essas coisas acontecem...a dimensão espiritual e a real se cruzam, num tenho idéia de como isso rola.
Sei que o que escrevo, é no sentido de levar o evangelho da graça a muita gente aprisionada pelos carcereiros religiosos, que dominam pelo medo, e enchem o povo de neurose.

Ora, mesmo se pecarmos, se nossa consciência, como diz Paulo, nos acusar ( e não pastor ou padre) ainda assim temos Nele o perdão.

Pregar a palavra de forma franca e direta, como se estivesse num papo, é o que o diabo mais detesta...

Era assim que Jesus fazia, reunia o povo e começa a conversar, ensinar...

Os discípulos também: não havia “ordem de culto”, tópicos de sermão em papel, etc.

Ou vc acha que já sei o que vou escrever quando sento aqui?

Já sei do que vou falar, pois foi Ele quem orientou- mas o restante, flui, vem Dele.

Num tem rascunho, esboço, nem nada.
Ah, e aconselhar também é "evangelização", saiba disso- tudo o que vc fala, com o espírito do evangelho, é evangelismo.

E aí vem a oposição espiritual, direta- pois oposições humanas são fichinhas perto disso, uma tampinha de coca-cola, qualquer peteleco ou ventinho leva.

Por isso o capeta adora o sistema religioso, pois ele, pela sua própia natureza, é igual aquele mágico que se acorrenta, e vai se trancando dentro de um caixote apertado, ou dentro de um aquário igualmente apertado., quase sem ar...

Quando tá quase morrendo, se solta...até repetir o mesmo número, no culto-show seguinte.

Muitas greis vivem assim, sufocam as pessoas até o limite...mas ao contrário do mágico, várias delas deixam as pessoas morrerem...
Tenho mais apreço por mágicos do que por vários pastores...alías, eu adoro mágica e ilusionismo "de mágico" do que o ilusionismo de pastores picaretas-que fazem a mágica de sumir com seu dinheiro, por exemplo.
Cansei de ver nego que “morreu” dentro da grei.

E eu num quero ver ninguém mais morrendo lá dentro:

Por isso, recebo essas oposições espirituais....

Mas não se assuste, to acostumado.

Lee, que tal como o Van Helsing, enfrentou as harpias.

Na Sessão Revival, veja Van Helsing enfrentando as harpias...aqui, elas são bem mais “bonitas”, no meu sonho, eram assustadoras (são as mulheres-demonios com asas)

quinta-feira, 21 de maio de 2009

Sexo é Tabu na Grei- 4


Tabu é o que as sociedades criam a fim de impedir que certas coisas aconteçam em coletividade.

Um dos assuntos sempre falado constantemente é a questão do sexo antes do casamento.

Sempre encontro “fechamentos” na questão, Pois todos pregam apenas um tipo de comportamento nesse sentido,mas isso nem sempre acontece...na verdade, cada vez mais vem aumentando as relações entre solteiros de igreja:

Em 1998, Um pesquisador de “ práticas pastorais” de Campinas entrevistou 314 pessoas nas igrejas, e 39,6% tiveram relações antes de se casar.

Esse ano, numa rádio evangélica aqui do Rio, após uma pesquisa via internet e telefone, com esse tema em debate ao vivo, ao pastorada ficou descabelada quando 54% responderam que achavam normal fazer sexo antes de se casar.

Pior ainda, foi quando dois debatedores caíram em cima de um pastor- psicólogo, de uma igreja da zona oeste do Rio, que falava em saúde pública na sua comunidade, aconselhando jovens de uma comunidade carente a usar camisinha.

A “primeira vez” geralmente vai marcar muito mais a mulher do que o homem:

A maioria das mulheres se lembra de sua primeira vez, ao contrário da maioria dos homens.

Até mesmo as prostitutas se lembram de seu primeiro cliente, mesmo a "puta velha".

Por isso, deve haver responsabilidade;

Mas deve haver, sobretudo, amor.

Eu creio que sexo sem amor é pecado, muito mais do que “antes de se casar”.

Por isso, dizer não a quem vc não sente nada, é dizer sim para seu bem estar psíquico, físico e espiritual.

Se vc de fato não ama a pessoa, diga não a ela, nesse sentido:

Não iluda, nem seja iludido, mesmo se ele/ela for “legal”, mas vc não amar, dizer não pra pessoa é dizer sim pra vc mesmo.

Sexo nunca pode ser "casual";

Nem fruto de "caridade".

Por isso, creio que também existe sexo sem amor no casamento, e ambos estão “pecando “, mesmo estando "casados"-verdadeiro casamento se consiste em amar.

Vários casais “batem ponto” sem amor:

Ela, muitas vezes somente por ser sustentada por ele; E se sente nojenta por fazer isso;

Ele, muitas vezes, tá pensando em outra, pra chegar ao clímax.

Ambos estão “casados”- mas estão pecando, pois não existe amor.

Tem um monte de casal assim sentados nos bancos das igrejas.

Conversando com um pastor que prepara os noivos para casamento, ele me disse que seria hipocrisia da parte dele não reconhecer que eles já transam.

E os aconselhava nesse sentido, no controle da natalidade, etc, desde aquele momento.

Tapar o sol com a peneira, não vai resolver a questão.

Hoje, com exceção das igrejas em que é estimulado o casamento de gente muito nova, sem maturidade para casar, apenas para “não pecar”, as mulheres estão se estabilizando profissionalmente aos 30 anos, e sendo mães aos 35-40.
Antes, só os homens faziam isso.

Quando essa turma vem pra igreja, vão continuar no ritmo de vida que levam.

O que percebo que vem acontecendo, é que existe a pregação que proíbe o sexo antes de se casar e que mesmo com a ineficácia dela, ao invés de ampliar um debate que envolveria a questão de prevenção, etc,nego se choca quando vê uma adolescente grávida na grei:

Querem logo expulsar a “pecadora”, tacando umas pedras nela antes, para castigar aquela “impura”.

Sim, por que com o pai não acontece nada, ou quase nada.

Ou então criam-se movimentos extremos, como o tal do Quem ama espera, baseado no americano (claro, tinha que vir de lá) true love waits.

Nele, o jovem faz o compromisso de só transar no casamento.

Me lembro de certa apresentação desse movimento numa das greis da vida, e quando apresentaram o nome do movimento, um engraçadinho comentou atrás de mim:

Quem ama espera- até a noite... rsss!

No final da apresentação, um dos pastores da grei, numa atitude inédita e corajosa, agradeceu a presença deles, mas disse no final:

- Só gostaria de dizer a vcs que eu me casei virgem...e isso me trouxe muitos problemas sérios no meu casamento.

Fez-se um silêncio na grei que dava pra escutar um mosquito voando...e constrangimento geral da turma do Quem ama espera (até a noite).

É o que penso a respeito...tenho o mesmo pensamento desse pastor acima.

Lee, consciente das palavras de Romanos 14:26 : "Bem aventurado é aquele que não se condena naquilo que aprova.
(A série volta na semana que vem)
Na Sessão Revival, Dizer não é dizer sim:-Kid Abelha

quarta-feira, 20 de maio de 2009

Sexo é Tabu na grei- Parte 3


Conforme vimos na parte anterior, tudo o que o homem costuma inverter, fazer ao contrário daquilo que foi proposto desde a criação, explode uma hora.

Assim, vimos o nascimento do sexo como tabu de forma bem clara no contexto católico, se irradiando para as igrejas protestantes, aliás, acabei de ver, no jornal nacional, mais uma bomba:

Dessa vez na Irlanda...desde a década de 30, até os anos 90, foram abusadas mais de duas mil crianças nos orfanatos, colégios católicos, etc.

Além do abuso, padres e freiras ainda batiam nas crianças.

Antes do sexo propiamente dito, um dos grandes tabus é a questão de masturbação.

Como é mais fácil não falar da questão, prega-se logo que é pecado – mandam tudo pra esse pacote, deixando assim desde cedo, os adolescentes com um fardo terrível:

A culpabilidade do pecado.

Ora, desde cedo um menino normal de 13 anos já pode ser pai, bem como uma menina já pode ser mãe..

No passado, várias de nossas avós já se casavam aos 15 anos.

Com os hormônios em ebulição, evidente que o corpo vai mandar sinais de querer extravasar, nada mais natural.

Mesmo que não seja através de masturbação, a pessoa vai ter sonhos eróticos:

Ela vai extravasar de qualquer forma: não adianta dar chicotada no corpo.

Se foi Deus quem criou dessa forma, não deixe ninguém dizer que esse impulso, essa pulsão, é pecado.

A questão é como você vai lidar com ela: se vai se viciar nisso, e aí sim, vira uma obsessão, mesmo “sem vontade de fazer”, o que vai gerar mal estar;

Ou se vai lidar com isso de uma maneira sadia, sabendo que vai ocorrer, uma hora.

Mas lembre-se: isso geralmente vai até a idade adulta, pois depois, já adulto, nego não vai se contentar com uma “mão”, alías, já não se contentam mais nem como adolescentes...

Pois aí virá a questão da transa, propiamente dita, mas que não vou falar agora, deixo provavelmente para amanhã.

O que, ao meu ver, vejo acontecendo, é que além de não se falar de uma coisa “normal” por constrangimento ( já que geralmente não se fala em casa), quando se chega aos famosos estudos de igreja, muita gente vem com pacote pronto.

A grande maioria desses pacotes prontos, vem dos EUA, e seus vários cursinhos de preparação de noivos caretas, ou cursinhos de “família feliz”, estilo Veredas, etc.

Tudo fraquinho.

Nego tem preguiça de criar um tópico completo sobre sexualidade e casamento, e aí copiam tudo o que os americanos falaram, inclusive a famosa “posição missionária” (também conhecida como papai e mamãe) pois no início, os casais de missionários americanos que vinham ao Brasil só transavam assim.

Na questão de masturbação, creio ser algo normal, a partir do momento que não se vicie:

Nos homens, então, ela vai ser algo que, se a pessoa viciar, vai ser um candidato fortíssimo a ejaculação precoce no casamento.

O cara, na ânsia de se “aliviar” rapidamente, vai querer bater recorde de velocidade, o que vai levá-lo a ser o grande perdedor mais tarde na relação a dois...

Quem sofre de ejaculação precoce, desenvolveu o hábito de gozar rápido (pra não ser descoberto logo, ou bater “recordes”, quando adolescente) e quando tiver com mulher, a partir da penetração, não vai conseguir passar mais do que 36 segundos lá dentro:

É a média do ejaculador precoce, gerando uma frustração muito grande na mulher, pois mal ele coloca, e já pimba!

Mas, como disse, se acho a masturbação normal em fase de “ebulição”, é impressionante o grande número de homens casados que se masturbam.

Homem casado que se auto-masturba, não é feliz conjugalmente, a não ser que a própia esposa o masturbe.

Há algo muito errado quando o cara “continua” adolescente no casamento, nesse sentido.

Em geral, ou ele perdeu, ou nunca teve interesse pela mulher....se isso num se resolver,claro, não vai se contentar só com aquilo, e em geral acaba arrumando uma “por fora”..

Seja simples como a pomba e prudente como a serpente, como Jesus falou.

Nem num extremo, e nem num outro...se vc for “só como a serpente” e se viciar, a compulsão sexual não vai cessar, mesmo se vc comer (ou dar) pra meio mundo;

E se permancer só como pombinha, vai ter problemas conjugais sérios, já que vai chegar num casório imaginando que a cegonha é que vai trazer seu bebê.

Não deixe que ninguém fique colocando jugo de pecado em coisas naturais do corpo, que Deus criou:

Lembre-se que seu pastor ou padre já se masturbou antes...

Se não, é sinal que há algo de errado com ele.

Lee, que amanhã provavelmente vai falar de sexo antes do casamento...vamos pela sequência.

Na Sessão Revival, o Biquini Cavadão foi parar “ no mundo da lua”:


http://www.youtube.com/watch?v=JDkrUYznLVk