sábado, 27 de junho de 2009

Mistérios no atendimento de Michael


Michael sempre teve sua vida cercada de mistérios, inclusive na hora da morte.


Existem muitas perguntas sem respostas...e se a polícia continuar cavucando, vamos descobrir mais coisas que aconteceram naquela última quinta-feira...


A chave para isso é o exame completo dos legistas, em especial o toxicológico- mesmo morto, o corpo ainda fala (quem vê CSI, sabe disso, certo galera?).


Já se sabe que não houve luta, agressão, etc...o resultado final sai daqui a um mês.


Mistérios no atendimento de Michael:


1- Quem fez a ligação para os paramédicos, que ninguém sabe até agora?


Não foi ninguém da família...por que até agora não foi identificada essa pessoa?


2- O médico sumiu, desapareceu, escafedeu-se...vazou tão rápido, que esqueceu o carro, que já foi rebocado, com medicamentos dentro...por quê esse sumiço?


Michael estava fazendo exercícios ( a coreografia que usaria em Londres), era viciado em morfina, e tomava remédios de tarja preta, fortíssimos...supostamente, o médico teria dado uma injeção de demerol (semelhante a morfina) que é super-forte, mesmo após Michael ter tomado seus remédios, já pesados por natureza.


3- Como um médico profissional tentou fazer massagem cardíaca em cima da cama??


Massagens cardíacas precisam ser feitas no chão, em emergências, nunca em camas, pois são fofas- vc vai pressionar o peito, e o corpo vai descer.


Qualquer um que tenha feito um treinamento em primeiros socorros sabe disso...


Como um médico profissional- particular poderia ter cometido um furo desses?


Quer saber?


Eu creio que o médico, na medida em que ele deu a "injeção fatal" e viu a cena desesperada que se seguiu, tentou tirar o dele da reta...por isso, o sumiço.


Michael deu entrada no hospital ás 16.21h de Brasília.


Ás 18.29h (de Brasília) estava morto.


Sim, a ambulância americanana, e a polícia, não é como a nossa:


Chegaram em 6 minutos...aqui chegam 3 horas depois, só pra pegar o defunto ( a pública, claro).


Pense o seguinte- Michael não passou mal naquela hora e teve o infarto- antes, provavelmente se sentiu mal, ficou tonto, teve um aperto no peito, etc:


Por que não levaram ele imediantamente até o hospital, que fica só a 6 km da casa dele (7 minutosde carro, no máximo) ?


Provavelmente teria dado tempo de colocar soro direto na veia, para um medicamento imediato contra os remédios...


Mas esse foi o problema:


O Médico sabia do vacilo que tinha cometido, aplicando aquela injeção em hora errada.


Se fosse da família, eu pediria uma nova necrópsia.


Bem, "doutor", estamos aguardando o seu aparecimento...


Esse é o tipo de cara que num dá pra fugir pra nenhum lugar do mundo, pois todos estão de olho...


Peraí...tem um cara aqui na lan que é a cara desse médico...


Eu vou lá conferir pra ver se é ele...


- Negão, te conheço de algum lugar, já te vi antes....



Lee, conferindo os mistérios em torno de MJ: comprei um cd dele, o Brazilian colection, hoje...tenho nova trilha musical para a hora do banho- só tomo banho escutando música.


Na Sessão Revival, o primeiro grande sucesso solo de Michael (já adulto) , que estourou no mundo todo, na fase final da disco music, e que até hoje é tema de abertura do Vídeo Show, da Globo (escute a parte que o vídeo show colou) - Don't Stop 'Til You Get Enough (79);



E o último sucesso do Jackson Five (nessa última fase chamados de The Jacksons, por se desvincularem da gravadora que tinha direito a usar o nome antigo), já com todo mundo marmanjo, antes da saída de Michael em 80 - Can You Feel It.



Don't Stop 'Til You Get Enough :







Can You Feel It - The Jacksons: