quarta-feira, 10 de junho de 2009

O Point dos Amantes


Esse é o segundo andar de uma das lojas Bobs aqui da Tijuca.

Era um Bobs muito concorrido, antes da existência do Bobs do Shopping Tijuca...

Alías, esse Bobs fica quase na entrada do Shopping, duas calçadas antes.

Com o esvaziamento dessa loja, já que a muvuca prefere o shopping logo atrás dele, um fato muito curioso, mas que eu já havia reparado, fez dele um point especial:

O point dos amantes.

Como o segundo andar é amplo, e tem ficado muito vazio, a galera que dá uma pulada na cerca, há algum tempo vem se utilizando do espaço...

Eu vou lá pouco, pra justamente fugir da muvuca do shopping, e foi aí que percebi esse novo point dos amantes.:

Foi lá que vi o noivo de minha vizinha, já com duas garotas diferentes, no maior love;

Foi lá que vi dois membros de minha ex- igreja, casados, também “in action” na semana, e no domingo “louvando ao Senhor”, cada qual com sua turma, pois eles também são de grupos de louvor...

Afinal, O “show num pode parar”!

Mas recentemente, mesmo eu que estou “acostumado” aos amantes da vida, quando lancho por lá, e aos “amantes da grei” que por lá também batem ponto, me surpreendi.

Eu disse me surpreendi, e não me escandalizei,o que é bem diferente.

Me surpreendi com a muçulmana de uma das lojas aqui do bairro, com aquela roupa toda que só deixa a cara de fora, se agarrando com um cara que parece ser funcionário da loja:

Passo ás vezes em frente a loja deles, e com aquela roupa toda dela, claro que chama a atenção...

Pensei: é, num tem pano, religião, nem roupa nenhuma, que nos segura quando a gente quer fazer...

Mas sobre religião e amantes falo mais embaixo...

A coisa tá tão braba nesse segundo andar do Bobs, que a cena a seguir, me fez “picar a mula” (sair) logo dali.

Eu vi um cafetão, sentado bem na janela que vc vê na foto (e minha visão era justamente essa da camera) entrevistando um “candidata” ao emprego.

Ela levou fotos ( o currículo delas é esse), e disse que estava “preparada pra tudo”.
Muito cuidado quando disser que está preparado pra tudo!

O cafetão a aprovou na “entrevista”, e ela começava no trampo segunda-feira.:
Conseguiu "o emprego".

Assim que ela levantou, uma outra, que estava sentada perto de mim, foi em direção a ele.

Também era para a “entrevista”...mas aí me levantei e piquei a mula.

Será que ela passou??

Bem, o point dos amantes parece estar ficando mais brabo,virando também local de agenciamento de prostituição.

Num devo lanchar mais por lá...ficou pesado.

Voltemos a religião das aparências...

Por que nego casado, que já não ama mais a mulher, e na maioria dos casos, nem tem mais nada com elas, ficam representando ess tipo de papel?

Por que esses caras, que eu conheci, num deram uma “escorregada”, eles tem amantes há vários anos...

As mulheres deles, fazem campanha de oração, pedem pras amigas para orar pelo problema ( e as “amigas” abrem o bico pra todo mundo, ficam sabendo assim, ou como no meu caso, pegando no flagra).

Elas encaram isso como uma batalha, uma luta, ou mesmo uma cruz pra ser carregada...algumas, recomendadas por senhoras também traídas na casa de seus 50- 60 anos, dizem a elas que isso
“ faz parte do casamento, que homem é assim”.

A religião produz doenças e inverte muita coisa na cabeça das pessoas: essa é uma delas.

Dizer que por votos feitos “na igreja”, que por alguém ter dito que até a morte vos separe, enquanto um casório desses já morreu há muito tempo (só esqueceram de fechar o caixão), fazendo um cônjuge ser humilhado, não tem nada de Deus nisso.

Aliás, Ele é o primeiro a saber disso, deixando a pessoa liberada...para os que seguem a letra ao pé dela, Ele diz que “ a não ser por causa de adultério”:

Quem quer seguir tão somente a letra, tá justificado.

E quem quer seguir o espírito do evangelho, que é de amor e liberdade, também não vive debaixo de um jugo desses por causa de votos.

Ao contrário do que possam imaginar, eu não julguei a atitude da muçulmana, eu só me surpreendi:

Vi que debaixo daquele pano todo, existe uma mulher com paixão, que quer ser beijada, amada, tocada, e sabe-se lá como ela vive em casa, debaixo de “jugos religiosos”.

Por isso digo á vc homem:

É muito mais honroso, vc que já tem mulher por fora há muito tempo, em vez de estar magoando uma pessoa que vc já não ama, pedir o boné -saia fora.

A maioria que vive no sistema religioso não o faz por medo da reação dos que são de igreja, e se arrastam anos a fio em casamentos onde os dois nem mais “amiguinhos” são.
Só estão iludindo um ao outro.

Aí, tem que ficar namorando escondido nos bobs escondidos da vida, além de toda semana no motelódromo.

Num pode ir a local público, se não nego vê e descobre.

E vc mulher, que insiste nessas relações doentias, tenha coragem de dar um ultimato.

Na verdade, boa parte dos homens esperam que vc tome a atitude, pois eles são frouxos de tomá-la...

Sim, são covardes, e quando vc tomar essa atitude, o mané ainda vai dizer:

Viram? Foi ela que me botou pra fora...é assim que eles fazem.

Façam a sua parte...

E colaborem todos para que aquele Bobs volte a ser só local de vender sandubas.

Lee, que agora vai ficar só lá no Shopping mesmo: eu prefiro a Subway.

Na Sessão Revival: ser fiel a quem ama é Sacrifício?