terça-feira, 28 de julho de 2009

Uma Criança sem atenção = Problemas


Fui ver a origem de Mike Myers, da clássica série de terror Halloween, há 30 anos no cinema, com vários filmes.

O foco do filme é sobre a infância de Mike- e faz com que a gente entenda por que ele ficou assim.
O pequeno Mike tinha um pai que só vivia bêbado dentro de casa, que o rejeitava, e que batia nele.


A mãe, pra sustentar a família, ia a boates á noite procurar" clientes": era prostituta.

Mike a via chegar nos carros dos "clientes", tarde da noite, em casa.

A irmã mais velha o chamava de retardado.

O mesmo tratamento ele recebia na escola, dos colegas.

Mike só gostava de sua irmãzinha, que era um bebê.

Mike começou a se esconder atrás de máscaras, como a que vc vê na foto...era a maneira que ele se “protegia”, fugindo da realidade.

Mike começou a se sentir feio, também.

Começou a pulsão, o instinto de matar, com pequenos animais, como hamsters e gatos de estimação.

O restante, vcs veêm no filme.

Fiquei pensando no monte de gente que tem uma família tão “estruturada” quanto a que Mike tinha.

Pais que não dão atenção aos seus filhos, gerando neles sentimentos de rejeição, desordens psicologicas dos mais diversos tipos,etc.

Criança quer carinho, amor, atenção.

Sábado, mais uma vez, um menino na lan ficou ao meu lado, me vendo jogar.

Não devia ter mais que sete anos...perguntou se o jogo era difícil.

Perguntei o nome dele- João.

Joãozinho era muito fofo, e continuou a fazer perguntas repetitivas, que todo moleque na idade dele faz- ainda mais vendo o jogo ao meu lado.

Nem preciso dizer que “morri” várias vezes...tinha que dividir minha atenção com ele.

Disse ao Joãozinho que ele podia jogar no nível fácil (o nome do meu nível era “vc não vai sobreviver”), era só ele logar em qualquer computador ao lado.

- Ah...vou pedir então pra entrar onde o meu pai está, disse ele.

Foi quando eu vi o pai do Joãozinho num computador do outro lado, olhando pro monitor, e anotando um número no celular.

- Fica aqui, disse a ele, e detetivesco, fui ver o que o pai dele estava fazendo, já desconfiando do que eu iria ver.

Ele havia despachado o filho, com o intuito de anotar telefone de putas, num site pornô.

Na volta ao meu cpmputador, disse a ele:

- João, pede pro seu pai te logar nesse jogo, pra vc tb jogar.


Ele foi lá correndo, e o mané teve que tirar do site rapidinho...o filho começou a jogar.

Pouco depois, ele volta correndo pra me perguntar onde eram os comandos...

- W vai pra frente, A pro lado esquerdo, D pro direito, X pra trás, disse.

- E atira de onde? Me perguntou com aquela doce voz de criança.

- Atira do mouse!

Joãozinho estava agora todo feliz, virando um soldado na guerra...

Enquanto isso, o pai em vez de ficar com ele, deu uma saidinha na porta da lan, pra ligar pra agência perguntando o preço do programa.

Eu não tenho filhos, mas sempre dou atenção as crianças que me param ou pedem ajuda.

Cuide de seu filho, dê atenção, carinho, e um ambiente adequado no lar, para ele:

Não deixe um Joãozinho virar um Mike Myers.

Lee, vendo mais um Halloween pra coleção.

A Thaís tá uma graça nessa foto...

Na Sessão Revival, Got to Be There legendado...também não deixaram ele ser criança.

http://www.youtube.com/watch?v=Ra_82l4P6XE