segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Parece, mas não é


Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus. Muitos, naquele dia, hão de dizer-me:

Senhor, Senhor! Porventura, não temos nós profetizado em teu nome, e em teu nome não expelimos demônios, e em teu nome não fizemos muitos milagres? Então, lhes direi explicita-mente: nunca vos conheci. Apartai-vos de mim, os que praticais a iniqüidade"

(Mateus 7:21-23).


Se as pessoas em geral conhecessem esse texto, não mais se escandalizariam com as barbaridades e absurdos da religião que vemos por aí.

Mas se nem mesmo os própios crentes tem idéia do que Jesus quis falar aí em cima, muitas vezes por que os seus própios pastores sabem que estão nesse pacote – e fogem desse texto como o diabo foge da cruz- e vivem se escandalizando com as coisas...

O cara pode estar 50 anos dentro de uma igreja, mas se se escandaliza por alguma questão relacionada a mesma, não passa de um peixinho de aquário, na fé.

Já vi coisas do arco da velha, e nunca me escandalizei...sempre relacionado a escândalos que passam envolvendo dinheiro e sexo, desde teen, até hoje.

Um dos meus pastores do passado chegou a abusar das filhas, e espancava a mulher, que chegando com a perna roxa na grei, sorria dizendo que “havia caído da escada”.

Cair da escada, na grei, virou sinônimo de enfiar a porrada:

Vou fazer vc cair da escada”, brincavam maldosamente os jovens e adolescentes da igreja...

Ele é pastor até hoje...”excelente evangelista”, quando faz apelo, muita gente vai a frente...

E assim é por todo o Brasil e o mundo.

Jesus deixa duas coisas bem claras no texto acima:

1- Não pensem que todos que dizem que são Dele, o são,de fato.

Nessa horda de bispos, apóstolos, pastores, etc, que surgem a cada dia, e mais os irmãozinhos comuns do dia a dia, somente os que fazem a vontade Dele é que são Dele.

Muita gente tem interesse próprio, de poder, de enriquecimento, de projeto político, e por aí vai, mas se utiliza do nome Dele...

O mais curioso de tudo, é que milagres podem acontecer, demônios podem ser expulsos, profecias podem ser transmitidas -Jesus disse que isso poderia acontecer- mas que Ele não tem nada a ver com esses caras!

2- Ele disse que não os reconhece por um simples fato: São homens que praticam a iniquidade.

Iniquidade é o pecado “enraizado”, é gente maldosa mesmo- que faz o que faz, usando o nome Dele (que curiosamente, permite) para ganho pessoal, uso próprio, e não para o reino Dele.

Muitos desse caras que estão na tv, nem convertidos são...são iníquos, que dominam o evangeliquês para seus própios interesses...

A mesma coisa nas rádios “gospel”, a maioria dominada por políticos,ou por esses grupos predatórios.

Por isso, não se escandalize- essa turma, o Chefe os conhece a cada um, e desde os tempos em que Jesus andava sobre a terra...eles tem um acesso direto:
Não a Ele, mas um acesso direto ao inferno, para onde irão, mesmo após terem passado a vida toda dentro de uma “igreja” e no mundo "gospel".

Lee

Na Sessão Revival, legendada, um dos flashbacks românticos mais belos que já escutei:

sábado, 29 de agosto de 2009

Juízo Final


Esse é o primeiro de uma série de filmes apocalípticos que chegarão por aqui:

Estão vindo mais quatro, se não me engano.

Filmes apocalípticos já foram moda, e parece que vão voltar com força total.
Esse aqui deve ter sido o mais fraco de todos (apesar de eu ter me divertido com as cabeças rolando- como disse, eu adoro filminhos de terror, Kívia)...sinopse:

Um vírus mortal se espalha na Escócia, e a Inglaterra fecha as fronteiras...anos mais tarde, se descobre que a cura para o vírus, que agora chegou na Inglaterra, está na própia Escócia, onde alguns se tornaram imunes:

Uma equipe especial é deslocada para lá, e aí rola o babado todo do filme.

Não é nenhuma Brastemp, mas dá pra ver- e comparar com os outros que estão chegando.

Foi inevitável lembrar da gripe suína (que vai voltar mais forte ano que vem), e se lembrar das pestes e calamidades descritas no livro do Apocalipse...

Em particular, me lembrei dos 4 cavaleiros do Apocalipse.


Vc sabe quem são eles?

Os quatro cavaleiros são descritos no livro de Apocalipse, cap. 6. 1-8.

Eles são descrições simbólicas de eventos diferentes que acontecerão durante o fim dos tempos:
João os viu numa visão, no mundo espiritual, como eles são.....mas em nosso plano, tomarão provavelmente outra forma...exceção da volta de Cristo, que será literal, como foi descrita.

O primeiro cavaleiro do apocalipse mencionado vem num cavalo branco, mas é
"fake":

Vi, então, e eis um cavalo branco e o seu cavaleiro com um arco; e foi-lhe dada uma coroa; e ele saiu vencendo e para vencer”.

Mas por que ele é "fake"?

O primeiro cavaleiro provavelmente se refere ao anticristo, a quem autoridade vai ser dada e vai dominar todos que a ele se opõem. O anticristo é uma falsa imitação do Cristo verdadeiro, já que Cristo vai retornar em um cavalo branco (Apocalipse 19:11-16).
O segundo cavaleiro mencionado em Apocalipse vem num cavalo vermelho:

“E saiu outro cavalo, vermelho; e ao seu cavaleiro, foi-lhe dado tirar a paz da terra para que os homens se matassem uns aos outros; também lhe foi dada uma grande espada”.

O segundo cavaleiro se refere a guerras horríveis que vão acontecer durante o fim dos tempos.

Já o terceiro cavaleiro vem sobre um cavalo preto:

Quando abriu o terceiro selo, ouvi o terceiro ser vivente dizendo: Vem! Então, vi, e eis um cavalo preto e o seu cavaleiro com uma balança na mão. E ouvi uma como que voz no meio dos quatro seres viventes dizendo: Uma medida de trigo por um denário; três medidas de cevada por um denário; e não danifiques o azeite e o vinho”.

O terceiro cavaleiro do apocalipse se refere à grande fome que acontecerá, provavelmente como resultado de guerras do segundo cavaleiro.
A comida e a água serão escassas, mas luxos como vinho e azeite ainda estarão prontamente disponíveis.
O quarto cavaleiro mencionado vem sob um cavalo amarelo:

“E olhei, e eis um cavalo amarelo e o seu cavaleiro, sendo este chamado Morte; e o Inferno o estava seguindo, e foi-lhes dada autoridade sobre a quarta parte da terra para matar à espada, pela fome, com a mortandade e por meio das feras da terra”.

O quarto cavaleiro do apocalipse é um símbolo de morte e devastação... aparenta ser uma combinação dos cavaleiros anteriores.

O quarto cavaleiro do apocalipse vai trazer mais guerras e fomes horríveis, assim como pestilências e doenças. O que é mais impressionante, ou talvez assustador, é que os quatro cavaleiros do apocalipse são apenas “precursores” de julgamentos ainda piores que virão mais tarde durante a Tribulação (Apocalipse capítulos 8-9 e 16).

Mas sobre a grande tribulação, falo mais tarde...chega de desgraça por hoje, né gente?

Entende agora o por quê da necessidade de não só crer, mas viver em Cristo?

Assim, pela escolha do homem pelas coisas do mal, o Chefe terá de liberar O Juízo sobre essa terra- e isso já começa a ser esboçado, por sinais aqui e ali, que nego nem percebe.

Mas acredite, isso ainda é um ato da graça Dele...falo na semana que vem.

Lee,
ciente que esse mundo terá fim.


Na Sessão Revival: É este o Fim?

sexta-feira, 28 de agosto de 2009

A Formatura



Sonho: A Formatura
Objetivo: Ver no final
Término do Sonho: 8.10h de hoje.

O Sonho:

A Minha turma iria se formar, e eu recebia de minha professora uma camisa branca para vestir, escrito 1982-1989, na frente.


Ela me dizia que eu poderia participar da festa, mas que não iria me formar, pois eu havia ficado em dependência numa matéria...

Nunca havia visto essa senhora antes, na casa de seus 50 e poucos, grisalha, cabelos curtos.

Fiquei meio sentido, mas tentava me consolar ajudando os outros na preparação da festa.

Eu via gente ajustando o tablado da formatura, preparando os ajustes para a mesma, que seria á noite...

Enfim, procurava me conformar que estava fora dela.



Acordei, e ainda sonado, olhei ao lado para ver se o meu caderno de anotar sonhos estava ao lado...não estava.



Procurei então relembrar as partes principais do sonho, repassando o mesmo na mente, enquanto ainda tava "fresco"...

Mas em seguida, adormeci novamente...e aí veio a surpresa:



O sonho continuou, ainda não havia acabado!


Lá pelo meio da tarde, a professora me procurou, e dessa vez me deu nova camisa:

Uma camisa púrpura, muito bonita, brilhante...era a camisa que todos os formandos usariam na cerimônia de formatura,que tinha jeito de ser bem descontraída.

- Ué, mas a senhora num disse que eu não iria me formar?? Perguntei a professora.

-
Foi apenas uma brincadeira, e vc caiu direitinho, disse ela.

Pouco depois, me via com a camisa púrpura, todo feliz, por poder participar da formatura!



A cena terminou eu vendo um colega ensaiando a música que ele iria tocar no violão...


Ele tocava o violão já com a camisa púrpura.

Interpretation:


Camisa branca 1982-1989: Meus anos de estudo, do fundamental ao ensino médio.


Professora de cabelos brancos- Representava todos os mestres que tive nesse período.

O branco representa a pureza, a inocência.

Camisa púrpura- a cor da realeza, significou vitória, no caso.


Eu vivi períodos dífíceis e conturbados nesse período...

Quando voltei da Alemanha, estava muito adiantado, ainda novinho- Tive que refazer a quarta série (eu estava no equivalente a sexta série, e como não sabia nada de português, fui “rebaixado” dois anos! )

Eu simplesmente esqueci de palavras simples como pneu, por exemplo...

Aquilo foi um baque...minha ex-escola tinha tudo, e agora ainda precisaria reaprender a falar!

Nunca mais fui o mesmo, em termos de estudo...eu era ferinha lá fora, e aqui, não rendia nada.

Aquilo mexeu comigo, sem falar em estar numa turma em que não conhecia ninguém,ao contrário de onde eu vinha, cercado de amigos por toda a cidadezinha...


O que me salvou foi o futebol: ninguém gostava de agarrar, e eu já era goleirinho lá fora:

Fechava o gol, e não tinha medo de boladas, numa época em que a bola era horrível, e queimava a mão, deixando-as todas vermelhas...fiquei “popular” na turma.

No ano seguinte, minha mãe adoeceu de ficar internada 20 dias...os médicos deram poucos meses de vida, meu pai teve que voltar do navio (Marinha) pra ficar comigo...

“Ficar”, entre aspas, pois ele passava o dia inteiro fora, só chegava á noite...visitei minha mãe só num fim de semana.

Por 3 meses, num pegava em livro ou caderno, já na reta final do ano...acho que os professores me passaram por pena...minha mãe tá viva até hoje.

Na sétima série, fiquei em dependência em matemática- só passei assim.

Ano sim, ano não, ficava em recuperação...mas o golpe maior veio no início do segundo grau:

No segundo semestre, meu pai morreu no navio (eu tinha tido um sonho sobre isso, seis meses antes) e faltei uma semana...

Caiu nosso padrão de vida, passamos a maior barra...eu ia a aula e só ficava lendo gibis, dentro dos cadernos...num sei como passei naquele ano- num estudava...

No final do ano, tive que ir para um colégio mais barato...fora do meu bairro...

Perdi o interesse nas aulas, e ia a biblioteca pública do bairro, e passava o tempo devorando livros...matava aula uma vez por semana, assim...adorava ler.

Mas nunca me perdi...apesar de oferecerem, o Chefe nunca me deixou experimentar drogas, ou fazer pequenos furtos, como a turma que ia roubar chocolates e outras bugigangas nas Lojas Americanas e no Extra, e que me convidavam.

E eu gostava de ir a escola - mas só pra jogar bola...rs.

Me sentia burro...colava pacas...mas em inglês eu que dava cola...em redação, era imbatível.

Enfim, em meio a tantas pancadas que poderiam me ter feito largar tudo (tem gente que hoje larga por muito menos), eu consegui...

Ele me lembrou disso...

Pois foi graças a Ele que eu consegui.

A vida estudantil é por vezes cansativa, e muitas vezes, massacrante...

Quando vc achar que não vai dar, confie e entregue tudo nas mãos Dele.

Descanse no Senhor, vc chega lá.

Lee, precisando comprar outro caderno dos sonhos: faltam só seis folhas...


Na Sessão Revival - Vc se lembra?

http://www.youtube.com/watch?v=hmppuf-2uiE






quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Novos Cajados


Ontem participei de um concílio.

Concílio é onde se reúne um grupo de pastores que compõem uma espécie de “bancada”, e examinam candidatos a se tornarem pastores (ou igrejas que estão sendo formadas) e que avaliam os candidatos.

É assim que fazemos entre os Batistas, mas isso também existe entre os Presbiterianos e os Congregacionais, até onde tenho conhecimento – ninguém se auto-intitula Pastor, Bispo, Apóstolo, em nosso meio, como vejo surgir por aí.

Eram dois rapazes,recém-formados em teologia.
Eles sentiram-se vocacionados, e desejam ser pastores num tempo difícil:

Num tempo em que ser Pastor é sinônimo de espertalhão, ganhador de dinheiro fácil.

Pelos maus exemplos que vemos na tv, ou ouvimos no rádio.

Todos os dois candidatos tinham menos de 28 anos:

Isso também me chamou a atenção...

Querem dar os seus “melhores anos” a serviço do Reino.

Me lembro de um caso ocorrido há poucos anos atrás, em que um senhor de 70 anos, pediu pra ser ordenado...

Eu creio em vocações tardias: Abraão foi chamado ao ministério aos 75 anos;

Moisés partiu para encontrar Faraó já oitentão, e foi libertar o povo.

Mas também creio que são exceções a regra.

Esse senhor era diácono de uma igreja, daqueles bem antipáticos e tumultuadores.

Aí, um dia resolveu se mudar lá pra cima (Rondônia,se num me engano) onde haviam greis precisando de pastores.

O “ministério” dele durou apenas 3 anos:

Aos 73, a esposa morreu, e ele “sentiu o golpe”, ficando deprimido...
Aos 74, teve um leve AVC;

E aos 75, teve que encerrar a “carreira pastoral”, pois teve um infarto quase fulminante, precisando inclusive ser transferido de estado.

Infelizmente, muitos imitam o velho “pastor”:

Passam a vida toda criando seus filhos, comprando casas, carros e bens, ajudam seus netos a se formarem, e aí, quando chega a aposentadadoria, querem dar o resto de suas vidas a Deus:

Só então resolvem se dedicar a Ele.

Assim fazem a turma das forças armadas, funcionários públicos de carreira, etc...

Garantem uma boa cobertura na aposentadoria, e aí, “subitamente” recebem uma chamada ministerial...

Se for esse o seu caso, melhor seria se vc botasse um pijama e ficasse vendo tv o dia todo...

Ou saia pra viajar com a “véia”, curtindo sua boa aposentadoria...

Ou então fique jogando carteado nas praças da vida:

Deus não reconhece gente que apenas quer dar o resto de sua vida para Ele, quando se está mais enfraquecido naturalmente,apenas para “se ter o que fazer”, depois de aposentado.
Se for esse o seu objetivo, arrume outra ocupação, depois de se aposentar.

Enquanto tantos outros pastores exercem seus ministérios em meio a dificuldades, a luta pelo pão de cada dia, ás vezes até tendo que trabalhar fora, pois suas igrejas mal tem dinheiro para remunerá-los...

Essa é a grande realidade da maioria das igrejas de nosso país...as mais “abastadas” dão a impressão de que isso é um padrão...não é, ja se fez pesquisas, comprovando isso.

Eles criam seus filhos com dificuldades, ás vezes não conseguem ter nem casa, nem carro...
Muitas vezes, "levam um pé na bunda" de igrejas ingratas, e saem sem ter para onde ir ou morar...

Mas servem ao Senhor no “melhor de seus dias”:
Essa glória, ninguém tira deles, pois foi Deus quem a concedeu.

O Chefe sabe quem é Dele, e quem não é:

Sabe inclusive quem tem “chamada tardia”, e quem só quer arrumar uma atividade pra "bico", depois de se aposentar.

Lee, na “ativa” desde cedo.

Bônus: Flashdreams (sonhos rápidos,curtos):
A vizinha deprimida

Uma vizinha daqui do prédio, me procurava com uma deprê quase mortal, não aguentava mais a vida vazia que tá levando...encostava o rosto no meu peito e desabava a chorar.

Interpretation:

Ela tem um histórico de vida só de pancadas:
Casou e se separou aos 19 anos (tem mais de 40 atualmente, nunca mais quis se casar), foi abandonada pelo pai, que saiu de casa sem dar notícia alguma...saiu de casa como quem foi a padaria, e nunca mais voltou ou se soube dele.

Se tiver a oportunidade, vou ver se falo com ela- é muito fechada, mas tem cachorrinho- vai ser por aí.


Na Sessão Revival, Elton John:

http://www.youtube.com/watch?v=NOZiAGoj8Is


terça-feira, 25 de agosto de 2009

Interpretando

Uma irmã veio me procurar pedindo interpretação para um sonho que ela teve.

Particularmente, prefiro ficar com as minhas próprias interpretações de meus sonhos:

Se algo não corresponder, “fica tudo em casa”.

E além disso, nunca corri atrás de profecias, ou de profetas...

Temos a disposição a palavra de Deus, de forma geral, ao nosso alcance, e Ele espera que tenhamos bom senso em nossas decisões- e se essa decisão for algo contra a vontade Dele, Ele lamenta- mas deixa.


Bem, ela me contou o sonho, e enquanto contava, fluía a interpretation...

Como conheço um pouco da vida dela, isso facilitou bastante.

Sonhou ela que estava numa casa que era dela, mas ao mesmo tempo via pessoas diferentes, que dava a sensação que não era a casa dela...

Quando ela saía da casa com a filha, viu perto de um muro divisório a sua casa, e seus dois netos pré-adolescentes, boiando de cabeça baixa em uma espécie de grande poça.

Ela achava que eles estavam mortos, mas ao mesmo tempo,achou que ainda poderiam estar vivos...no desespero, tentou chamar a filha, mas não conseguia...

Acordou angustiada...ela disse que não se lembrava de uma parte do sonho (sei bem o que é isso) , e veio me pedir ajuda.

Interpretation

Essa irmã agora é da grei presibiteriana, e seus netos a acompanham para igreja aos domingos: estão adorando.

A “casa que ela sentia ser e não ser dela”- É por liminar do juiz dela provisoriamente, mas há um “embrólio” judicial, e ela captou essa sensação,mesmo sem saber...é onde ela mora.

Muro divisório – A filha dela mora numa espécie de anexo da casa, uma casinha, na parte de trás do terreno, sem falar que a relação das duas não é lá essas coisas, pra dizer o mínimo... espiritualmente, ela viu como está na verdade a relação das duas: fechada.

Netos boiando, parecendo mortos- eles são largados pelos pais biológicos, que não estão nem aí pra eles...tem os meninos como “estorvo” na vida deles, não ligam, nem cuidam.

Senti o Chefe passando a ela a responsabilidade de leva´-los a casa Dele- os pais encostam nela, e ás vezes ela relutava em aceitar- mas ela pode ser a última chance dos meninos...

Bem, isso foi o que “fluiu” na hora, e batia com algumas coisas que ela estava sentindo.

È isso aí, amanhã escrevo mais, to cansado.

Lee

segunda-feira, 24 de agosto de 2009

Belchior Sumiu


Chegando a tempo de ver os gols do Fantástico ontem, acabei vendo a reportagem sobre o sumiço do cantor Belchior.

Belchior fez sucesso como cantor e compositor no fim da década de 70 e início dos anos 80, e sempre tinha agenda de shows mensais:

Nunca passava um fim de semana sem shows.

Nem em seu ateliê em São Paulo (ele também pinta quadros) foi encontrado- fechou.

Seus ex-empresários não sabem onde ele foi parar: seu último show foi em 2007, e teve uma rápida “ponta” num show de um colega, em abril desse ano, sendo aplaudido pelo público.
Belchior simplesmente sumiu, não foi mais visto...

Hoje, após a reportagem de ontem, vários telespectadores entraram em contato com o site da globo, afirmando que viram Belchior no Uruguai em junho (Colônia do Sacramento).

Estava ao lado uma mulher que disse ser sua "produtora".

Disseram que ele estava “simpático, mas estranho”.

É claro que o sumiço tem gerado várias especulações:

A de que estaria se sentindo desvalorizado pelos outros cantores e compositores (Belchior é excelente letrista), e resolveu dar uma parada, pra sentirem a falta;

A de que estaria com dívidas de jogo;

A de que seria viciado, e devendo a traficantes, teve que sumir pra não ser morto;

Ou que simplesmente surtou, largando tudo (dois carros dele estão abandonados, um no parqueamento de um aeroporto, e as dívidas com os carros parados há dois anos chegam a 18 mil reais).

A verdade é que artistas com agenda cheia, ás vezes se cansam...mas não podem parar por causa de contratos quase escravos com empresários...

Outros, que não tem mais aquele sucesso de outros tempos, não se conformam com o ritmo cruel do mercado, e acabam por vezes entrando numa deprê, procurando caminhos que podem levar pro fundo do poço.

Enfim, algo digno de um bom filme de filme de suspense:

Onde está Belchior?

Lee, admirador das músicas dele...os melhores sempre estão fora do mercado.




Na Sessão Revival: Atores de sucesso dos anos 80 que andam sumidos ou mudaram muito (vc já viu a maioria deles na Sessão da Tarde); e Belchior.


Anos 80 - como eram (ao som de The Goonies, com Cyndi Lauper) :

http://www.youtube.com/watch?v=dOQsBikVrdQ


Belchior- De que lado Nasce o Sol :

http://www.youtube.com/watch?v=9YVe8fQ9x-A




sábado, 22 de agosto de 2009

O Treinamento/ Milagres na Madrugada





Sonho: O Treinamento/ Milagres na Madrugada

Objetivo: Estarmos treinando e sempre prontos para o combate; Para assim, estarmos aptos a sermos usados pelo Chefe- é quando milagres fluem.

Término do Sonho: O primeiro, ás 2.50h da manhã; o segundo, ás 7.02 da manhã de hoje.

O Treinamento

Eu estava numa daquelas típicas casas japonesas de madeira, e estava sendo treinado pelo meu primeiro mestre de Jiu-Jitsu- e no Japão.

Ele se sentava a minha frente, estávamos os dois sem camisa, só com a calça do kimono
(ele de branco, eu com o azul).

Fazíamos exercícios de alongamento para as pernas e flexão para os pulsos, a fim de nos dar mais flexibilidade.

A seguir, ele se levantou, deu uns cinco passos para trás, e tentou me surpreender:
Veio correndo e saltou, pra me dar um pisão na cara!

Eu me esquivei para o lado direito, e contra-ataquei com a famosa “pedalada” do Jiu-Jitsu, muito usada em MMAs( Vale- tudo), uma espécie de chute lateral, que serve para atacar ou proteger.

Resultado: acordei chutando a cadeira do lado da cama, pegando na ponta do dedão!

Após verificar se tinha machucado, fui ao banheiro, retornei e conferi o dedão novamente...estava tudo ok.

Essa noite promete”, pensei...e era só o começo.

Começam os Milagres

Quando voltei a sonhar, dessa vez estava caminhando dentro de uma casa, e via uma jovem senhora asiática, com seu filhinho lindinho no colo, não devia ter mais que oito meses.

O problema é que, ao deixar a criança solta, na passagem da cozinha para a sala havia um degrau alto...e o menino caiu:

Na queda, afundou a testa, e morreu na hora.

A mãe tomava a criança no colo, e chorava em desespero...mas o que me chamou a atenção é que, ao lado do afundamento da testa, havia um corte, e desse corte, de dentro dele, saía uma pequena serpente.

Percebi que era algo espiritual, e não pensei duas vezes: reprendi aquilo em Nome de Jesus, tomei a criança no colo, e imediatamente a testa se recompôs, desamassando:

A criança voltou a viver, e o passei ao colo da mãe, novamente.

A “campanha” de Milagres

A seguir, me via entrando numa grande igreja, que estava em “campanha de milagres”.

Eu via todos os homens de terno, e as mulheres de saia, parecia uma daquelas igrejas pentecostais das brabas: sentia um clima pesado, de legalismo muito forte (minha 'captação' abre absurdamente em sonhos), todos de joelhos e com a cara nos bancos.

A grei era grande, e quando ia chegando lá na frente(só eu andava no meio do povo), já na parte da frente, nos 3 primeiros bancos, eu só via homens com a cara no banco e com a sacola de recolher dízimos...fazia parte da “campanha”, claro.

Eles não estavam orando, estavam torcendo pra chegar a hora de pegar dinheiro- era o que eu captava.

Eu olhava para os lados, e não havia salas de estudo, classes de estudo bíblico, nada:

Senti que não havia estudos naquela grei...só aqueles “cultos”:

Pura pedição de dinheiro.

Chegava perto do altar, e ao lado dele, havia uma sala, que senti que era a do pastor, e fui até lá.

No escritório dele, estavam ele e a mulher dele.

Ele era negro, forte, e com cara de simpático, com terno marrom;

A mulher dele era branca, e transpirava legalismo, tinha cara carrancuda...e era mandona:

Sentia que ela não só mandava nele, mas mandava na igreja toda!

Ao lado no escritório, havia um aquário, e vi que um daqueles peixinhos laranja, havia morrido, e nem repararam...

Fui até o aquário, meti a mão nele e ele se mexia na minha mão- quando o colocava de volta na água, nadava todo alegre por ter voltado a viver...

Foi quando a mulher do pastor disse:

-isso não é possível!

Assim que ela disse isso, o peixinho morreu novamente.

A cena se repetiu por 3 vezes...eu pegava o peixinho na mão, e jogava-o de volta ao aquário, e ele revivia, nadando com alegria, até ela dizer que aquilo não era possível, e o peixinho morrer novamente!

P da vida ( P de peixinho), eu disse a ela:

Vocês fazem “campanha de milagres”, mas não crêem que Deus pode fazer ressuscitar um simples peixinho??

Eles ficaram constrangidos, e o pastor negão num sabia onde enfiar a cara...

E a mulher dele, com aquela cara de indignada...

Uma mulher que passava viu a cena, e trouxe um Cocker Spaniel novinho, de 3 meses, que acabara de morrer, que estava no colo dela, pedindo para que eu orasse.

No momento em que coloquei o cachorrinho no colo e orei, ele reviveu, e pulou correndo de felicidade, latindo de alegria!

O casal dirigente da igreja, não sabia o que fazer...ele perplexo, e ela, com raiva.

Acordei e olhei para o cel o´clock: 7.02 da manhã.

Interpretation:

O treinamento: pouco antes de dormir, orei de madruga...adoro orar de madruga,é mais calmo...agradeci por tudo, pedi por domingo (tocamos), etc...

O treinamento que veio a seguir representa o quanto devemos nos preparar para o combate espiritual, com um mestre, de fato...

Procure um pastor com conteúdo saudável da palavra, não legalista, que venha se importar com vc, e com um clima agradável:

Esse meu primeiro mestre de JJ, era tão querido que éramos 40 alunos na noite, e permanecemos juntos por mais de um ano, e aprendi muito...eu encarava caras com faixas superiores, dava trabalho...

Hoje, 12 anos depois,vez por outra treinamos juntos, e dessa vez dou trabalho é pra ele:

Mas nunca o venci....

O combate espiritual requer treinamento e capacitação.

As “campanhas de milagres”:

Era tudo “caô”, como diz a Cynthia...tudo kaôzada , enganação:

Eu sentia o “povo” crente, mas escravizado pelo fardo do legalismo (ternos e saias me deram esse indicativo- era proibido usar outro tipo de roupa ali...seria "impuro").

A liderança não era “crente”...os líderes estavam loucos para a “hora da sacolinha”, o pastor era um mané mandado pela mulher, que também mandava na grei.

Existem várias igrejas assim, mundo afora...

Eles foram envergonhados pelo poder do Chefe, que ao invés de fazer milagres com as pessoas da grei dele, resolveu fazer milagres com animais...por ver como estavam os corações dos homens.

Quanto ao bebê, foi um milagre Dele, ainda no Japão, com pessoas... eu tinha acabado de ser treinado, tinha uma fé simples, compassiva, mas corajosa Nele:

Bebês morrem e acidentes acontecem, mas quando vi a serpente saindo de dentro da testa do Japinha, não tive dúvida que era obra maligna, e como tava “nos trinques”, discerni logo.

Se você de fato, quer ver a ação divina em sua vida e comunidade, não fique de “campanha em campanha”, como fazem várias igrejas, cansando o povo, que na busca de um milagre, em desespero, acabam entrando nessa...

E muitos são extorquidos pelos lobos, que se aproveitam do desespero das ovelhas, e tomam até o dinheiro da passagem, como aconteceu com o zelador do meu prédio.

Busque a Deus, procure alguém que possa te ensinar, nem que seja via internet, se vc estiver longe...os bons e verdadeiros estão cada vez mais raros, hoje em dia.

Lee, cansado após treinamento e missão – e amanhã ainda cantamos!

Na Sessão Revival, o treinamento de Daniel san:


quarta-feira, 19 de agosto de 2009

Todos Querem o Padre de Volta

Capela
John Hughes

Edielson Cunha, jovem Frei de 42 anos, chegou há 3 anos atrás numa capela dentro do mato, quase vazia, em Araruama, cidade praiana aqui no Rio.

Ele transformou uma capela perdida, em um pólo de cidadania com serviços médicos, creche e pré-vestibular, e assistência social que virou referência na cidade.

Mas a Diocese de Niterói o chamou para nova missão, revoltando os fiéis:

Ele será transferido...300 pessoas lotaram a Capela em sua última missa, e a Diocese recebeu um abaixo assinado de 5 mil pessoas da cidade, pedindo para que a transferência seja revogada.

A Capela, minúscula antes, agora tem capacidade para mil pessoas.

Fico pensando em nossas igrejas Batistas,enquanto vejo notícias dessas, que mexem com meu coração...

Enquanto o Frei levantava uma capela perdida no mato, nossas igrejas Batistas aqui no Rio, estão morrendo...

Na Zona sul, por exemplo, tirando PIB Copa, um mané afundou a igreja da Urca, que só agora tentam reerguê-la, começando do zero;

No Leblon, que quando eu era teen tinha até culto em inglês, e vivia cheia, depois da entrada de mais um pastor inadequado, sem o perfil do bairro, só restam gatos pingados;

Arpoador sempre naquele rame-rame;

Ipanema, após o surto do pastor local aderindo a um G 12 disfarçado, era uma grei cheia, que hoje se esvaiu...ele quase foi expulso da denominação...uma parte dela foi pra Copa (alô, Cristininha) e outra parte, pra Gávea...

Gávea que após a saída do querido Pastor Cyrano, ainda bate cabeça...

Cyrano só saiu por que a época, aos 75 anos, teve AVC de entrar em ambulância...e mesmo assim, a grei ainda pediu para que ficasse, inclusive as crianças, que fizeram uma carta pra ele.

Na minha área, a Igreja Batista do Rio Comprido (aqui ao lado da Tijuca), tem apenas 30 pessoas, e estão pensando em fechar;

A Igreja Batista do Engenho Novo foi afundada pelo seu ex-pastor, que passou quase 30 anos no local e acabou de sair- já foi tarde.

Minha grei de origem está sendo afundada, e ninguém faz nada: 45 pessoas de frequência num espaço que cabem 850, a maioria nova que chegou sem se aperceber da situação, pois os outros debandaram, ficando só os mais velhos ( o que está esperando pra pedir sua carta, Camila?)



Enfim, isso tudo entristece o coração do Chefe...esse pessoal não se dá conta sobre para quem eles prestarão contas.

John Hughes se foi

O Diretor e roteirista de Cinema John Hughes, de 59 anos, morreu na quinta-feira, dia 6.

Vc certamente já viu algum desses filmes dele:

A série Esqueceram de Mim ( qual criança ou adulto não torcia por Macaulay Culkin?)

A série Bethoven, com aquele adorável cão São Bernardo;

Os clássicos Clube dos Cinco, Mulher nota Mil, e sobretudo, o clássico mais famoso da Sessão da tarde:

"Curtindo a Vida Adoidado", que já virou "cult", marcando toda uma geração, numa história sempre atual (qual teen nunca quis matar aula o dia todo e aproveitar o dia em coisas agradáveis?)

John fazia sua caminhada matinal quando passou mal e infartou...vai fazer falta.

Lee, vendo o abandono de greis com pesar (mesmo com "pastores" nelas) e In Memoriam de quem sempre teve uma veia pra fazer filmes que alegravam as crianças, teens e adultos.


Na Sessão Revival, "Curtindo a Vida Adoidado"...já troquei de plantão pra rever esse filme...veja uma das melhores cenas do filme: Ferris fugindo da aula e terminando numa parada em NY!




















sábado, 15 de agosto de 2009

Passeando no Calçadão

Calçadão de Copa: Relax mental e espiritual
Esse ladrilho foi pintado em menos de um minuto, com guache.

Hoje fui caminhar no calçadão de Copa, pra renovar as baterias espirituais e mentais.

O contato com a natureza sempre me proporciona essa renovação...

Aí, na parada pra tomar água de côco, um morador de rua, que inclusive dorme perto de onde eu estava, veio me apresentar seu trabalho.

Como percebi um sotaque diferente, ele me disse que era de Juiz de Fora.

Começou a desenhar, e em menos de um minuto, o ladrinho agora é obra de arte:
Está em cima da minha mesa, ao lado do computer.

Foi vendo o mar que confirmei novamente o que havia sentido, que devo dar um pulo em Copa amanhã de novo...

Sinto-me meio cigano (sem maldições!): Estou em Ita, dou pulos em Copa, e todo quinto domingo (em média de 3 em 3 meses) vou na Catedral Presbiteriana, ver Caio Fábio, e também retribuir o carinho que a grei Presbiteriana teve comigo na infância (ver post "carro vermelho"no arquivo).

Sinto que o Chefe me proporciona esses momentos, talvez por que anos atrás, vivia numa loucura de horários em relação a igreja:

Sem falar nas vezes que ia na semana, só no domingo, eu praticamente passava o dia inteiro na grei:

Chegava ás 8 da manhã, e saía ás 14h, isso pra voltar ás 17h (morava a 12km da grei), ás vezes, mal almoçava, e já tinha que voltar...e só saía de lá ás 22h.

Isso, tendo que trabalhar na segunda, algumas vezes (trabalhava por escala, ás vezes saía de um plantão de 24hs no sábado e fazia essa loucura).

E eu nem recebia um centavo da grei, e trabalhava mais que o pastor titular, que começou a implicar por ciúmes, e inveja.

Estafei, depois de 3 anos...tive arritmia, e fui parar no Copa d'ór (hospital).

Hoje, só vou na grei de manhã, e mesmo assim, em cultos ás 11h (Ita), 10.30h (Copa), e 10.15h (Catedral Presbiteriana), todas com fácil acesso para mim, as duas últimas de metrô.

Muito melhor que culto ás 9 da manhã, onde tinha que estar mais cedo, por causa de minhas responsabilidades, em anos anteriores.

Antes, “pregava” uma vez por mês, e “ensinava” todos os domingos na classe de jovens.

Hoje faço isso quase todos os dias, por aqui, mas de forma mais abrangente.

E alcanço mais gente, pois antes, onde estava, nem transmissão por internet havia-ainda não existe isso por lá.

E lêem os posts gente de todo Brasil, mais os brasileiros no exterior, e os de língua portuguesa...só por aqui, passam gente dos EUA ao Canadá, passando por Portugal,Alemanha,Inglaterra e Espanha e Suíça...Angola, na África, e Índia, China, Japão, indonésia...bem longe.

Num conseguia isso acordando cedo aos domingos, e trabalhando como um louco...

Quando reduzi o ritmo, o Chefe fez com que a mensagem Dele através de mim fosse longe, e me faz circular pelas casas Dele, e tocar e cantar em Ita, exercitando outro de meus dons.

Por isso, digo a todos que descansem no Senhor, pois não é por nossas forças que conseguimos as coisas, é pela força e o ritmo que Ele ditar.

É só confiarmos Nele, e não em pessoas:

As “pessoas de igreja” me sugaram e exploraram enquanto eu era conveniente ( nego ligava pra saber quando eu ia pregar- era o domingo que mais enchia na minha igreja de origem), mas depois me deram as costas- muitos me “malharam”.

Confie no Senhor, e não peça favor as pessoas...se não, não seremos diferentes do que estamos vendo, nessa crise toda, do senado federal.

Confie no Senhor, e não em suas próprias habilidades, intelecto, oratória, etc.

Lee, que antes caiu no ritmo “de igreja”, e se estrepou, e agora anda no ritmo que Ele quer.
Na Sessão Revival, veja por que turistas de várias nacionalidades se hospedam em Copa:

sexta-feira, 14 de agosto de 2009

Arrasta-me para o inferno: Falando sobre maldições


Há muito tempo não via um filminho de terror a moda antiga, bonzinho como esse.

Esqueçam facas, zumbis, serial killers, torturas e mutilações, montros, etc:

Nesse, o vilão é uma velha cigana, que vai fazer vc se segurar na cadeira, de medo.

Após ser maltratada e humilhada pela funcionária de um banco com desejo de agradar seu chefe, ela lança uma maldição das brabas na garota.
Quando vi o tema, sabia que precisaria escrever sobre ele mais tarde:

E sabia que tinha que contar um sonho que num contei (só agora liberado)...num gostei nada de saber que teria muito trabalho pra escrever, hoje á noite...humpf.

Lembro que, em determinado momento do filme, a garota , em desespero, procurou uma porção de médiuns pra expulsar o espírito que perseguia ela...

Nessa hora, senti o “Chefe” falando ao meu coração: “Eles não tem autoridade para isso”.

E é verdade...mas o que fazer, se alguém receber uma maldição, ou tiver que enfrentar um combate espiritual nesse nível?

Pra que não fique muito extenso, resumirei num nível básico, só pra passar uma noção, afinal isso é um blog, não uma apostila.

Os evangelhos dizem que Jesus, quando crucificado, recebeu todas as maldições que estavam impostas sobre nós...elas foram lançadas na cruz, naquele dia.

Isso foi uma manifestação espiritual, e o diabo sabe bem disso.

Dessa forma, quem está Nele (creu no sacrifício e decidiu seguí-lo) recebe 3 coisas básicas, de imediato:
Salvação eterna – vc só vai arrastado pro inferno, se vc quiser ( no caso, abandonando a fé);
Proteção contra maldições – Mesmo se o fizerem, a sua cobertura FOI FEITA por Ele , que já lançou na cruz – não pega.

Esse é o grande problema da turma da batalha espiritual, que vive se limpando de maldições todo o dia- Isso já foi feito, e morrem de medo se ficou, na cabeça deles, algum “restinho”.

Por isso correm de “campanha em campanha”, se esgotando a toa.

Sim, o combate espiritual existe- cansa, e por vezes, machuca.
Mas nenhuma maldição pode tocar quem está Nele.

A terceira coisa básica que se recebe, quem está Nele, é autoridade espiritual.

Isso só recebe quem está Nele, para confrontos em que, não havendo outro jeito, e não for nada psicológico, usarmos.

Não é esse show que a Universal mostra na tv, de entrevistar demônios de gente possuída antes de expulsá-los...aquilo é show, que não é da fé, é do comércio:

Depois eles pedem dinheiro...

Jesus nunca ficou entrevistando demônio, nem mandou ele ir pro inferno por"sete caminhos diferentes”.

Alías, nem pro inferno Ele mandava, como na ocasião do gadereno, cheio de demônios:
Mandou pruma manada de porcos.

Jesus só expulsava...não queria ver ninguém atormentado, só retirava da pessoa.

Boa parte dos pastores, só sabem sobre isso, pelo que vêem na tv.

E aí, fazem igual...ou então, em desconhecimento, e em denominações em que geralmente essas coisas não acontecem em suas igrejas, ou acham que é tudo fake, ou morrem de medo em se confrontar com uma situação dessas.

Há anos atrás, eu ainda era servidor público, e tirava plantão...no dia seguinte ao meu trabalho, eu dormindo a tarde, na minha folga, toca o telefone.

Um pastor batista, da grei que eu frequentava, me pediu ajuda:

A empregada da irmã dele (eles eram de uma família tradicional dos batistas) estava falando com voz diferente, os olhos reviravam, um scambal.

Perguntou se eu podia dar um “pulinho lá”.

Fiquei P da vida (P de pulinho):
Um pastor, remunerado só pra ficar a disposição da grei, além de não saber “fazer seu serviço”, ainda me acordava pra fazer o trabalho dele!

Ele passou pra me buscar, e me deixou na casa da irmã dele- e se mandou!

Que cara corajoso!

Resumindo a história: A empregada estava realmente atormentada por espíritos, pois ela lidava com magia...

Botei a mão na cabeça dela, reprendi em nome de Jesus, ela tremeu toda e recobrou a consciência...falei da necessidade de Jesus na vida dela.

Ela se converteu ali mesmo...Simples assim!

Mas só pude fazer isso, por que sou do time Dele...veja o que acontece com que não é do time, em Atos 19,13a 16:

E alguns dos exorcistas judeus ambulantes tentavam invocar o nome do Senhor Jesus sobre os que tinham espíritos malignos, dizendo: Esconjuro-vos por Jesus a quem Paulo prega.
E os que faziam isto eram sete filhos de Ceva, judeu, principal dos sacerdotes.

Respondendo, porém, o espírito maligno, disse: Conheço a Jesus, e bem sei quem é Paulo; mas vós quem sois?

E, saltando neles o homem que tinha o espírito maligno, e assenhoreando-se de todos, pôde mais do que eles; de tal maneira que, nus e feridos, fugiram daquela casa. (Atos 19, 13-16)
Pois é ... a quem vc pertence?

A mesma coisa aconteceu no filme, eles não conseguiram expulsar o espírito da maldição da velha...foi nessa hora que o Chefe falou que “eles não tinham autoridade pra isso.”

Mas pior do que maldição de bruxas, de ciganos, etc.. é maldição lançada por crentes,que em vez de abençoarem, amaldiçoam os outros.

Acreditem, isso existe, e eu a chamo de maldição branca, por causa de um sonho que tive esse ano.

O Sonho:

Eu subia as escadas do meu prédio, pois moro no primeiro andar, e nem sempre pego elevador.
Conforme ia subindo, via galinhas brancas sacrificadas, com velas..vi umas 3 ou 4 assim.
Assim que abri a porta de casa, via um enorme porco branco, grandão, na cozinha:

Ele era todo branco,mas os olhos, enfurecidos, eram todos vermelhos.

Ele corria em círculos, relinchando...fiquei com uma raiva de ver aquele bicho ali...

Aí eu disse: sai daqui, em nome de Jesus!

O bicho partiu em retirada, passando pela porta que eu acabara de abrir.

Mas o mais incrível foi o significado do sonho, pela manhã...
Interpretion:

Galinhas brancas, com as velas:

Eram “orações” de pessoas “crentes” que estavam “orando” para que Deus fizesse justiça contra mim, e que algo me acontecesse...é mole?

Muita gente só olha o exterior, e uma turma legalista de grei me vê apenas como um cara que usa rabo de cavalo, brinco, anda com um crucifixo, e anéis nos dedos- e queriam que o Chefe fizesse algo contra mim, pois na cabeça deles, eu pirei (eu sei quem são).

Porco branco: a ação que queriam contra mim, pois o porcão branco estava enfurecido, parecendo um touro...branco, pois na cabeça deles, seria uma ação do “Chefe”:

Mas os olhos vermelhos bem identificavam a origem dele ...

Gente assim é pior que feiticeiro...

E acreditem, tem aos montes, que pensam que estão pedindo pra Deus, mas quem na verdade os escuta é o diabo...

Não se arraste para o inferno:

Caminhe na direção Daquele que tem autoridade até sobre ele.

Lee, dando umas dicas, mas sem querer ser "super-gospel": contei só agora algo que aconteceu há anos.



Na Sessão Revival, veja a véia do filme, sem medo:

quinta-feira, 13 de agosto de 2009

O Livramento


Terça feira, na volta do ensaio, no penúltimo ponto antes de saltar, me entra no ônibus 2 caras estranhos...

Detesto andar de onibus, prefiro o metrô, mas a distância é curta, e o onibus deixa um pouco mais perto.

Pra piorar, os elementos, todos brancos, novos e agitados, se sentam perto de mim: um bem atrás, outro ao lado...

Seria assaltado faltando menos de 500m pra saltar?
Tive a sensação que a limpa ia começar justamente naquele trecho.

Começei a orar, e assim que o fiz, o onibus parou para pegar mais um passageiro, fora do ponto...

Um cara parrudo, vestido de terno e com aspecto de segurança, pagava a passagem, enquanto falava ao rádio tipo Nextel...

E olhava fixo para os dois elementos.

Eles ficaram “cabreros”, e fixaram o olhar nele, único a estar em pé, ainda pagando passagem...

O parrudo de terno veio, e se sentou bem atrás do cara que estava atrás de mim:

Eu me levantei para saltar.

Assim que a porta abriu, fui descendo, ainda a tempo de escutar o cara de terno falando pros assaltantes:

Fiquem tranquilos, vai tudo correr bem, não se assustem.

Sei que haveria um assalto ali...Mas sei que aquele cara não subiu ali por acaso...

Alías, nem sei se aquele cara" era um cara", ou apenas mais um anjo do Chefe assumindo a forma humana, como já percebi antes...

Só sei que foi o chamado livramento acontecendo bem em cima da hora!
Thanks, Chief...Praise the Lord!

Lee, salvo pelo Chefe, que mandou um segurança parrudão pra intimidar os caras.






Na Sessão Revival, Silvio Jackson, digo, Silvio Maia, o mais novo fenômeno cospel, digo, Gospel da música...

http://www.youtube.com/watch?v=Hau9P-oAbeQ

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Ciclos da Vida



Sonho: Ciclos da Vida

Objetivo: Demonstrar que existem ciclos em nossas vidas, e se não aproveitarmos as passagens naturais que surgirão para "outro ciclo", vamos ficar a vida inteira presos em apenas um ciclo.

Término do sonho: 4.52h da manhã de hoje.

O sonho foi dividido por 3 ciclos: O Museu, O Engarrafamento, e a Aventura.

O Museu

Eu entrava num museu e via uma pequena senhora, muito estranha e de óculos.

Parecia uma versão feminina de "Benjamin Button": sentia que ela era nova, mas que seu aspecto era de uma velha ranzinza, daquelas que são de mal com a vida.

Olhar e "captar" as sensações dela me fizeram mal, e imediatamente perguntei a ela onde era a saída do grande museu.

Ela, sem dar a menor atenção, apontou pra cima, onde havia uma escada...

Ao subir essa escada, entrei num pavilhão que era uma parte da história que falava sobre o nazismo, mas na verdade, era como se entrasse na história:

Eu estava caminhando na Alemanha nazista de 1944, via os soldados, e de longe, avistava o Hitler, passando pela tropa.

Imediatamente, voltei ao ponto onde estava, pra sair dali...

Foi quando captei que o museu, na verdade, era a vida da velha, que jamais havia saído dali...fiquei com medo de ficar preso ao museu, e passei andando rápido por dois corredores, procurando a saída...

Até que por uma parede, vi uma espécie de fenda...ela não chamava muito a atenção,mas também não era imperceptível.

Me aproximei, e vi que dava pra passar, e subi umas escadas, que foram dar bem no meio de um engarrafamento.

O Engarrafamento

Que beleza, me livrei do museu, mas caí no meio de um engarrafamento, mas assim que cheguei, a pista fluiu, e agora, estava no meio dos carros, e junto com várias pessoas, lutávamos para não sermos atropelados!

Via várias pessoas de pasta de executivo,mulheres, senhoras...e eu no meio da muvuca.

O curioso é que estávamos bem no meio da pista, e além de desviarmos dos carros, tentávamos passar para um outro lado, sem sinal, apenas para ficarmos...no meio de outra pista, tentando não ser atropelados novamente!

Que desespero...era caminhão, carro tirando fino, pensei que fosse ser atropelado...tudo pra chegar ao meio de outra pista, pra continuar fazendo a mesma coisa: sobreviver.

Vi que não ia aguentar aquele ritmo louco, e comecei a olhar em redor, até que percebi outra fenda, do nada, no meio da pista.

Me desviei dos carros, e dessa vez senti um fino, quase fui atingido...mas atravessei a fenda, e dessa vez, quando entrava por ela, não tinha escadas:

Continuava andando, e via que estava dentro de um labirinto...não achava a saída, e o pior:

Começava a encher de água, tal os filmes do Indiana Jones...eu não sabia, mas acabara de entrar em outro ciclo: o da aventura.

A Aventura

Desesperado por a água já estar quase do meu tamanho, vi um buraco na parede, e joguei toda a força do meu corpo contra ele, que se abriu.

Fui parar num local verde e muito bonito, onde todos tinham um espírito de aventura, e ali haviam os mais diversos esportes radicais praticados, e outros que ainda serão inventados.

Mas haviam também brinquedos simples, e bem longe, reconheci Toddynho brincando de balanço, um balanço branco,mas que ia muito longe...

Enquanto olhava Thati brincando, meu amigo Róbson e a Alexandra Lucatelli, vinham me receber.

Esses dois tem um espírito bem aventureiro, já foram mochileiros lá nas montanhas do Peru, e a Alexandra inclusive, já foi de mochileira até o Cazaquistão!

Eles me falavam do local, e os dois me vestiam com um pára- quedas, ao qual eu tentei recusar, mas eles não deixaram:

Quando vesti o para-quedas, eu ficava há uma altura de um prédio de 3 andares, do chão, e passeava pelo local...eu via pessoas correndo embaixo de mim, eu via pessoas nadando num lago, estavam apostando corrida...eu via outras pessoas com o para-quedas que eu estava...

A verdade é que tive uns "flashes" em que eu passava por pelo menos mais 3 ciclos, além desses...só que não consigo me lembrar...acordei, e me esqueci dos outros ciclos...sorry!

Esse sonho durou muito tempo, e tenho certeza de que, por pelo menos mais 3 ciclos, eu passei. Mas talvez o Chefe não quer que eu me lembre...enfim, foi assim o sonho.

Interpretation:

Hoje, vendo o orkut da Cynthia, tinha a seguinte frase: "Every new beginning comes from some other beginning's end", que traduzindo, dá mais ou menos o seguinte:

Todo novo começo, vem através de algum outro começo de fim.

Pra vc começar um novo ciclo de vida, vc tem que terminar um outro, em que vc estava...
Museu- velha no museu:

O Museu significa viver do passado.

A velha no museu, num era velha: era uma pessoa nova, com espírito ranzinza.

Ela se acostumou de tal maneira a ficar com recordações do passado, que mesmo sendo nova, ficou tão velha quanto as coisas que o museu apresentava.

Tem gente que , como a velha "não tão velha", sabe até onde fica a saída (ela sabia), mas é tão negativista quanto ao futuro, que prefere ficar segura no museu da sua vida, com suas lembranças.

Gente que permance anos no mesmo trabalho, mesmo sem gostar dele;

Gente que permance na mesma grei, mesmo se tiver um pastor afundando a mesma, só por que tem amigos, e não quer se dar ao trabalho de fazer novas amizades em outro local;

Gente que tem a mesma vidinha medíocre, o mesmo casamento sem amor e de fachada há anos,mas que vive das recordações de que quando era bom.

Gente até nova, mas que já se conformou em virar peça de museu de sua própia vida: ela não sabe nada de futuro, nem vive o presente ,é especialista só no passado.

O Engarrafamento

Significa o cotidiano da vida...gente que so sabe ralar, trabalhar, viver num corre-corre diário.
Tem pais que só tem a imagem do filho dormindo: quando sai, e quando voltam só veem eles dormindo.

Casais que saem de casa de manhã, e só voltam a noite, que só compartilham a cama pra dormir.

Gente que até pode ter muito dinheiro e luxo, ao preço de quebrar o relacionamento em família.
Gente que só e mal se vê, nos fins de semana.

Gente que incorporou essa correria, essa sobrevivência, a sua maneira de viver...

Gente que pode morrer atropelado pela vida a qualquer instante...será que vale a pena?

Obs: isso serve também para os teens que só vivem em função de vestibular, estudantes em stress de estudos, gente que só vive para trabalho, pastores que só vivem para o ministério, e se esquecem da família, e eles mesmos, de viverem a vida.

Viva a vida, com a liberdade que Deus te deu, sabendo que vc prestará contas a ele, quando Ele perguntar: E aí, o que vc fez da sua vida?

A Aventura

O ciclo da aventura, faz parte da vida...e ainda assim, poucos a aproveitam.

Faça como aquela vovó, que pegou a faixa preta de karatê aos 85 anos.
Ou o senhor que só pôde tirar seu brevê de piloto aos 55 anos...era sonho de criança.

A senhora que começou a correr aos 73 anos...hoje corre em corridas de rua.

Dona Ivone Lara vai gravar seu primeiro Dvd agora, aos 88 anos.

Muita gente tem vontade de fazer tanta coisa, mas alguém conseguiu botar na cabeça delas que isso é coisa de maluco, coisa pra jovem, coisa pra esportista.

Eu nunca me imaginaria naquela nova modalidade de para quedas...num sou chegado a alturas...
Se tivesse me conformado,estaria ainda no museu, com a velha esquisita...
Ou correndo pra "ganhar a vida", correndo o risco de perdê-la, sendo atropelado pelo corre-corre da mesma.

Lee, curioso até agora, para saber os outros ciclos por que passei, mas num me lembro.

Na Sessão Revival, Cyndy Lauper fala sobre o tempo, legendado:

terça-feira, 11 de agosto de 2009

O Cerco Começa a se Fechar aos Falsos profetas


Eu creio que está chegando um tempo em que, os falsos profetas, os mais escrachados, serão desmascarados: Creio que esse tempo está começando a chegar por aqui.

Nos EUA, já não existem mais aqueles tele-evangelistas famosos, pois a grande maioria, foi caindo em meio a ganâncias por dinheiro (Jim Baker e Morris Cerullo chegaram a ser presos) outros que foram desacreditados(Oral Roberts disse que se não doassem 1 milhão de dólares, Deus o mataria- o prazo se esgotou, e ele não morreu, que coisa) e de escândalos sexuais (Jimmy Swaggart, primo de Elvis Presley, famoso pregador televisivo nos anos 80, com prostitutas, enquanto metia o dedo na tela da tv acusando os "pecadores").

Sem falar no Ted Haggard, que malhava os gays, até ser pego com a boca na butija-literalmente.

Aqui no Brasil, fora as vaidades de comprarem carros de 200 mil com dinheiro do dízimo dos outros (se fosse do bolso deles, tudo bem) o principal problema é o desvio das entradas do dízimo (que deve ser dado em amor, não por chantagem, ameaça ou barganha com Deus).

O casal da Renascer, Estevam e Sonia, passou dois anos em cana nos EUA por causa disso, e chegando aqui, viram que suas contas estavam bloqueadas, e um mundo de processos que podem levá-los em cana a qualquer hora dessas.

Agora, finalmente após anos e anos de impunidade, Macedo e sua turma vão se haver com a justiça:

Dois anos de investigação meticulosa do MP de São Paulo, resultando em acusação formal contra o Edir Macedo e sua gangue, por lavagem de dinheiro e formação de quadrilha.

Descobriram o que todo mundo já sabia: o desvio de dinheiro para obtenção do lucro pessoal(veja no vídeo, no final).

Se preparem, pois agora vão dizer que a Globo é satânica, etc, toda aquela ladainha da Universal, se dizendo perseguida.

É isso aí...espero que não parem só nesses, e que a vassoura continue varrendo esses mercadores da fé do espaço:

Malafaia e sua turma que se cuidem.


Lee, que nunca viu nos evangelhos Jesus e seus discípulos andando de carruagem, dormindo em palácios e pedindo dinheiro em praça pública, com "campanhas de fé".




segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Sobre Bebês


Hoje na hora do meu almoço, vi um menino fofucho, com menos de um ano, almoçando com a mãe.
Era pardo, e parecia filho de lutador de boxe, tão forte e fofucho que era.

Já a noite, ao chegar em casa, vi no noticiário um namorado agredindo a namorada por que ela não abortou...ia bancar o filho...

Ele deu uma machadada na cabeça dela, e depois queimou o corpo.

Viram a importância das artes marciais, meninas?

E toda hora "pipocam" casos de bebês sendo jogados fora em sacos plásticos e jogados na mata.

Creio que a lei deveria ser mudada nesses casos:

Todos sabem que a mãe poderia dar o bebê para adoção...

Mas elas preferem mentir, dizendo que perderam o bebê...

Então, em vez de abandono de incapaz, deveria ser considerado tentativa de assassinato.

Me lembro, em um dos vários locais que trabalhei a época que era servidor público, quando passei seis meses num centro de recuperação para as adolescentes infratoras.

Ali, vi um único caso em que, por causa de eclâmpsia, uma menina de 15 anos jogou seu bebê pela janela do apartamento...ela ficou 3 meses internada...muito triste.

Antigamente, as pessoas tinham 10, 15 filhos, na família.
Era comum morrer mais de um, por causa das doenças...to falando disso somente há 15 anos atrás, no interior.

Hoje, reduziu drásticamente...uma família com 5 filhos,é algo difícil de se ver, na cidade, mesmo nas classes mais humildes.

Morte de bebês, faz parte do" pacote da vida"...

Eles vão morar no céu, fugindo dessa loucura aqui embaixo...

Jesus disse que o céu pertencia a eles, por isso toda criança que se vai, está com ele, automáticamente.

Mas alguns abreviam a vida dos fofuchos, jogando em rios, ou em sacos de lixo...

Deus me livre ver um cena dessas...

Eu jogaria a pessoa no rio, ou colocaria ela dentro "do saco", pra ver se era bom.

Mas vc não precisa me imitar, apenas denuncie se ver.

Lee, admirador dos fofuchinhos e fofuchinhas.




Na Sessão Revival, perguntas simples que toda criança de 8 anos faz: