quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Deus Cupido: Só na Mitologia



"Estas três coisas me maravilham; e a quarta, eu não entendo:

O caminho da águia no ar; o caminho da cobra na penha; o caminho do navio no meio do mar;
e o caminho do homem com uma mulher. (Provérbios 30.18-19)

Milhares de pessoas, em alguma época, em algum lugar, em algum momento ,oram pedindo a Deus uma pessoa para que lhe sirva de companhia.

Mas talvez por falta de entendimento, de alguém que lhes orientassem a ter sabedoria e discernimento, acabam fazendo uma oração como se Deus fosse o cupido mitológico:

Acham, em sua inocência, que Ele atiraria uma flecha do céu, atingindo o coração da pessoa, fazendo com que esta se apaixonasse automáticamente, trazendo assim seu eleito ou eleita para junto da pessoa que fez o pedido.

O que vi ao longo da vida, de gente que pensa assim, e se deu mal, ficando “decepcionados”, e culpando a Deus;

O que vejo de gente fazer de seu Pastor uma espécie de Pajé (líder espiritual dos Índios, que é consultado para todas as decisões da tribo) ,pedindo sua “benção”, ou mesmo sua autorização(!) pra casar com a pessoa, não dá pra relatar por aqui.

Vamos então comentar sobre isso ...
É importante também notar o seguinte:

Deus jamais vai colocar amor em alguém por outra pessoa, como se fosse “flechado”.

Ele não faz isso nem pelo evangelho...Jesus nunca forçou ninguém a seguí-lo, pelo contrário, em alguns textos, até dificultava:

“Vende tudo quanto tens, e segue-me”
“ Senhor, deixe primeiro ir enterrar meu pai, e irei seguí-lo”...

“Deixa os mortos enterrarem seus mortos”, respondeu.
Ele nunca interferiu no livre-arbítrio, na vontade própia do homem, em suas escolhas.

Mas no entanto, diversas pessoas hoje em dia oram dessa forma.
Aí, o primeiro que aparece, ás vezes insistentemente, a pessoa acha que “veio de Deus”, apesar de ás vezes nada sentir, apenas achar “legalzinho ou legalzinha” – e olhe lá.
Lembre-se sempre: Deus não “traz a pessoa amada” em 3 dias!

Líder espiritual nenhum pode tomar uma decisão que é pra vc tomar.
Pastores estão mandando ovelhas parar de tomar remédio, fazer tratamento médico (inclusive psico-terapêutico), não fazer acunpuntura, não praticar artes marciais (as duas últimas, dizendo que é do demo) , etc.

Que casa, que carro ter, em que candidato ou partido votar, é decisão sua.

Com quem se casar, é uma dessas decisões:

Nem pastor, padre, rabino, pai-de santo, tem esse poder.


Entenda o tipo de amor que vc sente pela pessoa, e saiba que vc precisa de 3 “tipos de amor” para se casar.

Ágape

É um amor incondicional, sem “pré-requisitos”, que não discrimina- é o amor de Deus por nós.

É o amor que Jesus cita para se ter pelos inimigos:

“ Eu porém vos digo: Amai (Ágape) vossos inimigos.”(Mateus 5.44)

Philos

É o amor de amizade, de companheirismo, de camaradagem, de parceria, de irmãos.

Paulo falando a igreja de Filipos:

“Portanto, meus amados (Philos) e mui queridos irmãos, minha alegria e coroa, estai assim firmes no Senhor, amados (Philos).” (Filipenses 4.1)

Eros

É o amor sexual, de desejo, atração física, tesão, erotismo.
Não está expresso na escritura do novo testamento, pelo simples fato de que o objetivo da escritura era transmitir o evangelho e a missão da igreja.

Mas é a designação de amor- erotismo, no grego.

Muita gente se casa só com o amor Ágape:


O amor-ágape é uma não resistência ao inimigo, pra deixá-lo desconcertado...
É um tapa de luva de pelica, em que vc mostra que seu amor em obedecer a Deus, é maior do que qualquer coisa que ele possa estar fazendo contra vc.

Mas não possui um carinho especial...afinal, vc não tem" carinho" pra inimigo:

Vc não consegue “gostar” de inimigo, vc só consegue amá-lo com amor Ágape.

No Ágape, vc troca seu desejo natural (raiva, indiferença) pelo inimigo, pelo amor incondicional de Deus.

Muita gente se casa só com esse amor, e não tem nenhum tipo de carinho (Phileos) ou desejo, de atração, de Eros, pela outra pessoa...
Muita gente só se casa com o amor Philos:

Tem até uma amizade...um carinho pela pessoa....Ela se casou com uma “boa pessoa”, que é companheira, que dá atenção, e tem “condição de vida”...

Ele se casou com uma pessoa “legal”: A mãe dele e as outras pessoas acham ela um doce.

Quem os vê, pensa até que são “irmãos”, de tão “parecidos”...

Mas jamais nenhum dos dois entraria numa casa pegando fogo, pra salvar o conjuge;

Ele jamais atiraria seu corpo em cima dela, na hora do tiroteio na rua, ônibus ou carro;

Ela jamais se atiraria num rio, pularia de um barco, pra tentar resgatá-lo;

Se ele for preso, ela vai deixá-lo;

Se ela ficar numa cadeira de rodas ou ter seu rosto desfigurado, será abandonada.


Eles não tem o amor incondicional - o ágape – Jamais fariam qualquer sacrifício.

Eles também não tem (muita ou nenhuma) atração sexual um pelo outro - Eros - aos poucos, se tornam “amigos de cama”- as transas são raras...até a pulsão bater forte, procurando fora de casa, ou reprimindo com outras coisas (comida, por exemplo).

Se um dos dois ( ele ou ela) não tem esses elementos, o casório vira pura “fachada”:
É o que mais tem por aí.

Muita gente só se casa com o amor Eros:

Eles estão loucos de tesão um pelo outro:

Fazem amor na cama, na cozinha, no banheiro, no sofá, no chão, no quarto de empregada ( e a empregada entra também, se topar).

Acordam fazendo amor- e dormem fazendo amor também, inclusive acordando na madruga- para fazer amor, também.

Ele liga durante o dia, dizendo que está doido pra pegá-la mais tarde;
Ela liga durante o dia, dizendo ter uma “surpresinha” também mais tarde pra ele.

Detalhe:

Não estou falando só de casais mais novos, não...
Estamos na era do Viagra, onde o INSS está desesperado, pois pagava-se uma média de 17 anos de pensão para uma viúva, após a morte de seu marido, até que essa morresse...

Hoje, paga-se, após a morte do mesmo, em média, 33 anos de pensão:

Os velhos estão se casando com meninas bem novinhas.

Na ficção da nova novela, José Mayer (59), está pegando Thaís Araújo (30);

Na vida real, comprovado recentemente pelo INSS, Antônio Fagundes (60) está pegando Alexandra Martins (28).

O problema de quem só se casa com Eros, mas sem Ágape e Phileos, é o seguinte:

Quando a vida “dá um tranco”, todos vazam rapidinho.

Cadê a mulher do ex- global Gérson Brenner?

Saiu fora quando esse quase morreu num tiro dado pelos bandidos, num assalto...ele hoje tem dificuldade motora, na fala e na compreensão.

E a ex- mulher do Marcos Menna? “Eu te amei, ô Carla...”

Pois é, Carla ralou fora quando Marcos quase morreu numa operação de lipoaspiração, deixando-o com dificuldade motora e na fala...

Hoje ele está casado novamente.

E os jogadores de futebol, quando param? Artistas que deixam de fazer sucesso?

Gente que tinha, e agora não tem mais dinheiro?
Elas vazam rapidinho.

O Eros é baseado apenas no corpo físico, e pelo Eros, muitas se vendem pelo aspecto financeiro...sim, eles também:

O ex- maridão da Suzana Vieira é prova disso...

A profissão dele era “marido da Suzana Vieira”- troca financeira pelo Eros.

Conheço um casal que tem dois filhos, e estão "juntos "há dez anos:

Dos dez anos, entre idas e vindas, muita discussão, porrada, e traição de ambas as partes, eles só passaram três anos juntos debaixo do mesmo teto (conta feita pela própia mulher).

Quando a mãe dela perguntou por quê, mesmo tudo isso afetando os filhos (um tem problemas escolares, mal consegue ler aos nove -outro de vez em quando faz xixi na cama mesmo aos dez anos - é desprezado pelos pais), eles continuam juntos, a filha respondeu:

" É por que ele faz gostoso".

Ela vive a base de Eros, apesar de ser esculachada e prejudicar os filhos...

Cada um faz sua escolha.

Eu fiz evangelismo nas cadeias por um bom tempo, e por isso posso dizer:

Sete em cada dez presos tem namoradas.

E não era preso dono de boca de fumo, preso com dinheiro do tráfico, não:
Eles não tinham grana...mas tinham esposas, que toda visita, estava lá, eu era apresentado a família deles..

Eu não tenho namorada, mas o preso tem!!

As mulheres eram apaixonadas pelos rapazes....várias levavam bolos e refrigerantes, pra comerem juntos...a cadeia parecia um grande piquenique no dia da visita.

(obs: mulher visita namorado, marido, na cadeia- mas quando a mulher é que é a presa, eles as abandonam...é muito raro...por isso, pela carência, muita mulher acaba namorando com outra na cadeia – foi o que eu mais vi)

Eles, presos, sem condição, tinham namoradas mais fiéis que as daqui de fora...

Muitas aguardavam a hora da visita íntima, geralmente uma vez ao mês.

Foi o local onde mais vi o Ágape (sacrificial, a dor de estarem separados, a distância de ir até a cadeia, a humilhação na hora da revista), o Phileos (no carinho, e levando coisas) e o Eros (nas visitas íntimas), juntos, até hoje:

Vi muito mais a reunião desse três elementos na cadeia, do que aqui fora, nas Igrejas e nos lares, ao longo da vida.


Verifique se há esses 3 elementos antes de se casar...vai lhe poupar muito sofrimento.
O amor muda, e mexe com a pessoa:
Ele tem razão, mas sobretudo, emoção:
É um amor-paixão...
O amor ilumina, mas também deve "cegar "a pessoa...deixar ela toda boba.
Por isso vejo ás vezes casais que estão pra se casar, como se mais estivesse se preparando para ir a uma guerra:
Calculam as despesas de casamento, se vão ter condições de sobreviver com salários, se vão poder ter filhos, se vão poder fazer isso e aquilo outro...
Além de faltar o elemento fé (que é Deus quem sustenta), vejo que não existe "empolgação", paixão, emoção...
Casar-se assim também é mó furada:
Infelizmente, tem gente que só vai aprender sofrendo.

Lee
Na Sessão Revival Love de hoje:
Esse é só para quem realmente te dá inspiração:
E quando vc encontra ele, os outros são apenas "os outros"...
E quando vc encontra ela, até as noites , antes solitárias, são melhores:
Se vc acha que falta algum dos elementos mencionados no texto, não Iluda a pessoa:

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Passaram dos Limites


Ontem, a final do No Limite foi limitada pelos votos dos perdedores:

Foi completamente injusto o resultado final.

Eu que vi as edições anteriores do programa, detestei esse formato final de voto com juri dos que saíram...

Se o nome do programa remete a testar os limites dos párticipantes, a vencedora final foi a Gabi, que chegou na frente de todo mundo.

Esse negócio de botar júri de perdedores, cheios de ressentimentos ( a marrenta da Índia, que cantou vitória antes do tempo e se deu mal, a cobra da Sandi, e os chorões Osmar e Guimarães – como faltou homem “macho” nesse programa), iam descarregar toda sua mágoa em alguém.
A Gabi era a mais fraca, fisicamente, das três:

A Jéssica era a mais forte, em compensação, a mais “boba” em estratégia:

Alías, Jéssica sabe falar duas frases completas, sem interrupção?

Era pra ela que o júri dos perdedores ressentidos estavam torcendo:
Gabi tirou ela da votação final, se não correria o risco de perder de zero.
A bombeira chorona, cansou de entregar o ouro:

Nem parece bombeira, em provas coletivas, sempre atrapalhava seu grupo.
Só aguentou numa prova individual, e que quando ganhou, ainda fez outra besteira:
Chamou duas pessoas do grupo azul recém misturado, na ocasião,que nunca tinha visto na vida, apesar de ter passado 3 semanas com o grupo laranja que não a suportava.

O Júri do grupo azul, o mais cheio de intrigas, é que tirou a vitória da gabi, por injeva.

Sim, Gabi, ao contrário da Sandi, que conspirava a toda hora, ficou na dela na hora certa:

Cresceu na reta final com as saídas da Índia, Guimarães, e Alexandre, que estavam fechados.
Limou o enfermeiro chorão, que era favorito, eliminou pessoalmente o feirante, e tirou a queridinha do júri ressentido da final, a Jéssica:
Quando a bombeira chorona ganhou, foi até sem graça, pois geral não gostava dela.
Votaram nela, pois não tiveram a competência de chegar a final:

Gabi, fraca fisicamente, foi a grande vencedora e estrategista desse game, pois nunca ganhou uma imunidade, e jogou com inteligência até o final...

A forma como conseguiu pegar o côco com a chave, saindo muito na frente, foi muito inteligente.
Espero que a globo volte ao formato original, primando pela competência do candidato, e não pela incompetência do júri:

Com esses, o programa ficou sem limites, vencendo alguém que perdeu a maioria das provas da competição...

Sem falar que era um porre ver a bombeira chorona se derreter toda hora.

Lee, esgotando seu limite com a globo.

Bônus: Ontem na grei

Toquei nos cultos de 9h, 11h e 19h horas.
É muito cansativo, e não dá tempo de tomar o café pois corro o risco de chegar atrasado.

A ordem do culto e mensagem são as mesmas nos cultos da manhã: o que vc vê no das nove, vc revê ás onze.

E o primeiro culto é um pouco mais vazio, e há grande concentração de idosos.

Minha voz estava querendo ficar rouca desde sábado, e minha voz começa a falhar na última música:
Faltando meia estrofe pra acabar, eu me poupo, fazendo apenas o ritmo com a percussão.

Assim, quando acabou a mensagem do primeiro culto e o coral ia cantar mais uma música, fui a padaria tomar meu café: Eram 10.30h.

Pingadinho de café com leite (mais escuro), guaraná natural e um sanduba quentinho chamado “Copacabana “ (que coisa, né?).

Faltando dez prás onze, acabo, e levo 5 minutos pra voltar á grei a pé.

Minha garganta requeria cuidados, pois estava querendo ficar rouco...e ainda tinha mais 2 cultos no dia.

No trajeto a pé pra grei, ligo para o Coronel Trautman e digo a este que interceda por mim, e relato o acontecido.

E aí veio a surpresa:

O Coronel, que ás vem pra fazer uma cobertura em intecessão quando toco, recebeu o seguinte recado do Chefe:

Mélzinho- mélzinho !! “

Que raio de mélzinho era esse?

Era um spray de mel com própolis e gengibre que estava na casa dele...ele pegou, e quando chegou na grei, me entregou.

Borrifei o “mélzinho” na garganta, a toda hora antes das apresentações, e só assim aguentei até o final.

A grei estava lotada, tanto no segundo culto da manhã, quanto no da noite:

Foi o dia mais lotado do mês (eu sempre vejo na net, qdo num vou) e quem chegasse depois ficava sem lugar, a noite.

Eu sempre boto as cores que Ele me orienta...
É algo pessoal, sou proibido de usar preto dentro da grei ( fora dela, sim, mas sem abusar).

Não falo pra ninguém do grupo, é coisa entre eu e o Chefe.
Mas á noite, falei que ia estar de púrpura ( e Ele me manda colocar as cores, e anunciar o dia que vou estar tocando - fazer o quê?).

Pois justamente á noite, o líder do nosso grupo musical estava de púrpura.

E muita gente na grei usava essa cor, até mesmo a regente.

Bateu uma tontura forte antes da música...o dia estava quente, mais senti que era espiritual:
Faço um sinal para Trautman, e este me diz que é realmente espiritual...devia estar cobrindo...
Pouco depois passa.

Muita gente gosta do nosso grupo na liderança do louvor...ontem, até mesmo o Pastor, quando viu os canticos, fazia “mini-mensagens” em cima desse, já que todos são bíblicos.

Mas muito mais que ensaiar, meu preparo espiritual é que é mais intenso:

Duas e meia da matina de sábado, estava orando pelo domingo, até ás 3 da manhã.

Tenho colegas de grupos de louvor, uns inclusive são líderes, que passam a madruga de sábado na Lapa, ou em outros locais, enchendo a cara e pegando vagabundas.

No dia seguinte, alguns, chegando seis horas da manhã em casa, e tem que estar no culto da manhã a frente do louvor...

Vários, nem dormem, senão perdem o culto.

Sai a coisa mais sem graça e insossa, é só barulho...cansei de aconselhá-los, mas não ouvem, e acham que podem seguir nesse esquema...

Cada um faz sua escolha.
Transmitir a mensagem da música, levando o povo até a Ele, em espírito, faz parte da missão do cantor (de coral, inclusive) e do instrumentista.

Lee, novamente com a participação do Coronel Trautman.
Na Sessão Revival, Hoje não é nenhum dia especial, mas...

sábado, 26 de setembro de 2009

Quer ser bem tratado? Trate bem os animais

Pituca levou 4 tiros: Maldade
Chubby (fofinho, em inglês)

Fiquei indignado quando vi a reportagem do jornal Hoje, quando almoçava na rua.

Dois agentes penintenciários desmiolados de Santa Catarina, não tendo o que fazer, fizeram uma cafagestagem das brabas:
"Brincaram"de campeonato de tiro em Pituca, essa simpática cadelinha da foto acima.

Pituca levou quatro tiros no abdômen, mas foi operada e passa bem.

Ano passado, quatro soldados americanos no Iraque, pegaram um filhote de vira-lata, que parecia um labradorzinho, mostraram pra camera do celular, e o jogaram longe, arremessando-o com a mão (estilo lançamento de bola de futebol americano):

O bichinho caiu machucado, e saiu correndo...
Outro soldado estúpido atirou e matou um cachorro de um iraquiano, numa "blitz".
Em todos os casos, prometeram rigor na apuração.


No livro de Provérbios, existe um princípio divino para com os animais, nesse sentido:
O justo tem consideração pela vida dos seus animais, mas as afeições dos ímpios são cruéis.” (Provérbios 12.10)

Coração de gente ruim, sem o menor temor de Deus, não tem consideração por gente, e muito menos por animais.

Essa turma de agente penintenciários, tem mania de brincar de tiro ao alvo em serviço.

Diferente dos Pms, que estão nas ruas e precisam ficar atentos a própia vida, inclusive nos finais de semana, a maioria dos finais de semana dos agentes penitenciários é monótona na cadeia:

Depois do dia da visita (dependendo do presídio, no sábado, ou domingo) vira uma farra...
Eu que convivi com eles ao longo de muito tempo, vi desde torneios de baralho, churrascos em que ficavam bêbados, e aí começava toda a doidera:

Atiravam em laranjas e melancias, faziam torneios de acertar latinhas de cerveja, atiravam a esmo em determinadas direções...

Eu vi um colega balear outro sem querer na perna!

E certa vez, num domingo, estavam quase todos de um plantão bêbados, cheirando a cerveja, que numa “blitz” de surpresa, pediram pra eu e outro rapaz do plantão que não bebia, para receber o diretor do órgão que eles trabalhavam, pra não serem descobertos pelo "cheiro".

Estou dizendo isso, pois atiraram na Pituca num plantão de domingo.

Nesse presídio, tinham cães vira latas lá dentro, e eles só não maltratavam os cachorros, pois tinha um agente maluquinho (o mesmo que acertara um tiro em outro colega) que tinha mais de 30 cachorros em casa:

Quando este viu um colega dele maltratando um vira lata , esculachou o cara, e ameaçou dar um tiro nele:

Nunca mais ninguém pensou em fazer maldade com nenhum cão lá dentro.

Alías, esse agente levava comida do refeitório, depois do almoço e janta, para mais de dez cães que moravam na cadeia...

Quando ele tirava serviço do lado externo (sem ser nas galerias), uns cinco cachorros ficavam ao lado dele, sempre, até quando ele saísse do posto:
Quem se aproximasse dele, os cães latiam, avisando...ele podia cochilar á vontade.

Cachorro sabe quem gosta deles e quem não gosta.

Vc quer ser bem tratado? Trate bem os animais:

Ele sente dor e gosta de carinho, como vc.

Lee, com Chubby em casa, que me espera e não vai dormir até que eu chegue.
Domingo não escrevo: estarei ocupado tocando ás 11h e 19h (de Brasília) na grei, ao vivo no site:
http://www.itacuruca.org.br/ ( tecle culto ao vivo- áudio)
Sessão Revival Pet de hoje mostra o vídeo com a Pituca:
A estupidez do soldado americano, reprovado até pelos colegas:
Em compensação, o Van Halen "não consegue deixar de amar " gente e animais:

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

O Coronel Trautman bem que me Avisou



Eu comecei a semana falando sobre violência (pra mim, a semana começa na segunda).

E vou terminar a semana (pra mim, a semana termina na sexta: os outros dois dias são pra descanso) falando sobre violência.

Mas se na segunda, mandei um salve geral falando da violência no país, hoje me concentro mais aqui na Tijuca, meu bairro.

Na verdade, desde terça feira recebi um alerta sobre minha segurança, aqui na minha área.

Inclusive, recebi um telefonema do “Coronel Trautman” (foto acima), me alertando...ele me avisou sobre duas coisas básicas:

1- Situações de perigo ocorreriam próximas de casa ou dos locais por onde passo;

2- Não pegar o ônibus 409, em circunstância alguma.

Ontem, no caminho para o ponto de ônibus, numa tentativa de assalto a um carro, no caminho para o meu ponto, foi saraivada de tiros pra tudo que é lado:

Uma manicure foi atingida, perfurando pulmão, pâncreas, etc: está em estado grave.

Era de manhã bem cedo, quando saio para treinar...nesse dia, me bateu uma “sensação de não ir”, e vi o resultado da minha sensação depois na tv.

Hoje foi a mesma coisa: deveria sair bem cedo pra treinar, antes de partir para minhas atividades.

Mas contrariando a lógica (2 dias seguidos?) não me senti a vontade para sair.

O resultado, vc vai ver no vídeo lá embaixo...foi o assunto aqui da cidade hoje, e eu ia passar perto, de novo.

Deixe-me falar sobre “impressões”, feelings.

Eu estudava na faculdade em que uma menina ficou tetraplégica, foi um caso muito conhecido nacionalmente:

Luciana foi baleada dentro da faculdade Estácio de Sá.

Era a hora do intervalo, e eu saía em busca de uma cantina para tomar o meu mate.

Do alto da escada, via a cantina do lado esquerdo, onde Luciana, da enfermagem, lanchava, com suas amigas.

Do lado direito, mais afastado, a outra cantina: tinha que descer outro lance de escada...

Após muito olhar, achei melhor ir para a cantina mais afastada.

Daqui há pouco, um tiro, correria, desespero...

Eu pedia que ficassem abaixados, e observava tudo, pedindo pra que evitassem ficar expostos ao morro atrás, de onde geralmente viam os tiroteios.

Costumo ficar frio nessas horas...meu ponto fraco é a altura, a fobia dela.

Vi Luciana passando carregada na minha frente, seu uniforme outrora branco, agora vermelho de sangue, pelo tiro no rosto:

Tem um hospital em frente a faculdade, pra onde a levaram.

Era dia de prova, ou melhor, semana de provas...muita gente nunca mais voltou, nem pra trancar a faculdade, que perdeu quase 30% dos alunos, na ocasião...

Mesmo cansado (fui fazer prova depois de um plantão), uma simples escolha de outro local, me tirou do meio daquele tumulto...
Acho que não seria alvejado (ela estava na mesa lanchando com uma amiga, eu provavelmente estaria ainda na fila), mas estaria no “olho do furacão”.

Mas o que mais me impressionou, foi meses mais tarde a Luciana dando uma entrevista.

Ela disse que tinha “sentido que não era pra ir naquele dia”: bateu um feeling, veio um sentimento forte, uma impressão, de que não deveria ir pra faculdade naquele dia.
Esse sentimento a acompanhou durante todo o percurso da viagem de ônibus...que era longa.

Mas era semana de prova, e ela foi...

Se não fosse e fizesse segunda chamada, obedecendo seu feeling, seu sentimento interior, Luciana hoje seria enfermeira (ela decidiu voltar pra faculdade recentemente).

Preste atenção em suas impressões internas, em um sinal de alerta interior:

Isso não vem á toa...nosso espírito capta mais coisas do que a mente lógica.
O espírito da Luciana captou um alerta de perigo...
Jà a mente, com seu senso de razão, optou pela responsabilidade em fazer as provas.
Eu creio que, a não ser pela vontade soberana de Deus (quando ele não quer que percebamos), recebemos um alerta de problemas...
Paulo, no livro de Atos, "sentiu" que iria ter problemas numa viagem de navio, e seu navio afundou na viagem.
E esses alertas, essas impressões, feelings, intuições, servem pra várias áreas:

Isso vale desde pegar ônibus (ou saltar dele), andar na rua, pegar determinado caminho com o carro, alugar apartamento, se casar...

Me casei intranquilo e triste, me deixando levar pelas circunstâncias: deu no que deu.

Aluguei um bom apartamento, sentindo que não era pra ir, mas novamente fui levado pelas circunstâncias...

Um ano depois, o mané que me alugou tinha feito "gato" na instalação de luz, sem eu saber:

Tinha dito que a conta vinha baixa, por que tinha dado “um problema”, e a empresa ainda estava analisando...cortaram minha luz, e tive problemas com o mané, que não queria pagar todo o trambique que ele mesmo fez... ele violou o lacre.

Seis meses depois, o negócio dele em outro estado quebrou, e ele me pediu o apê de volta, foi um tormento: tive que sair as pressas (podia jogar na justiça, mas não quis mais aborrecimento).

Em todos esses casos, tive uma impressão, um feeling, de que não deveria entrar nessas furadas.

Só fui levá-los a sério, depois de muitas cabeçadas.

Por isso, quando recebi o alerta de segurança, tratei logo de obedecer :

E conferi, pasmo, o resultado de cada um depois, na tv.

Lee, levando feelings a sério, bem como os avisos do “Coronel Trautman” , amigo do Chefe.

Na Sessão Revival, veja a ação da polícia hoje aqui no bairro...olhe bem pro boné do vagabundo:



Já que falamos em feelings, pra relaxar, o clássico Feelings, do brasileiro Morris Albert:
Não esqueça: Não lute contra os seus feelings (outro clássico):





















quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Na Caverna


Então Davi se retirou dali, e escapou para a caverna de Adulão; e ouviram-no seus irmãos e toda a casa de seu pai, e desceram ali para ter com ele.

E ajuntou-se a ele todo o homem que se achava em aperto, e todo o homem endividado, e todo o homem de espírito desgostoso, e ele se fez capitão deles; e eram com ele uns quatrocentos homens.

Porém o profeta Gade disse a Davi: Não fiques naquele lugar forte; vai, e entra na terra de Judá. Então Davi saiu, e foi para o bosque de Herete”. (I Samuel 22.1,2,5)

Saul já sabia que Davi iria tomar seu lugar no reino de Israel, e por isso, tentava de todas as maneiras matá-lo, por ciúme e inveja, em vez de aceitar a vontade de Deus.

Se refugiaram nessa caverna, que era um imenso complexo de corredores, que até hoje não foi explorado totalmente pela arqueologia:

Também, ainda não enviaram o Indiana Jones...

Era uma verdadeira fortaleza dentro de uma caverna, pra época.

Pra se ter idéia, quando foram caçar o Bin Laden após os atentados nos EUA, ele se refugiou num complexo de cavernas no Afeganistão, até fugir para local desconhecido...

As bombas pouco abalaram as estruturas das cavernas...

Foram dessas mesmas cavernas que os Afegãos encararam a invasão da então União Soviética, no conflito Soviete-Afegão (79-89):

Os russos, com toda a tecnologia deles, não conseguiram derrotar soldados afegãos de chinelos, que se escondiam nas cavernas, e disparavam bazucas das rochas...

Derrubaram muito helicóptero, e plantavam muitas minas terrestres no deserto...uma parte da tropa russa voltou igual saci: sem uma perna.

Desistiram após 10 anos, quando viram que não tinha jeito...foi humilhante.

E o pior é que Obama tá pensando em mandar as tropas do Iraque pra lá...

Ele não deve ter visto visto Rambo 3, da citação de um inimigo que tentou invadir o Afeganistão e quebrou a cara:

Deus nos livre do veneno da cobra naja, dos dentes do tigre, e da vingança do Afegão”.

(Viram como Rambo também é cultura??)

Por isso que Davi foi para Adulão: as cavernas eram “seguras”, davam proteção.

Adulão significa “Justiça do povo” :

Muitos que seguiram Davi, pois esse já era famoso (tinha vencido Golias numa batalha), estavam em busca de justiça.

O primeiro exército de Davi, foi composto por mais de 400 homens amargurados.

Estavam insatisfeitos com o governo de Saul.

Era um bando de homem oprimido, desgostoso da vida...

A maioria com nome no SPC/Serasa...

Um bando de homem totalmente sem esperança:

Um bando de gente com medo, que agora não iria mais ver o sol nascer constantemente:

Só pedra, e escuridão da caverna.

Davi seria o capitão de um exército de desanimados.

Deus mandou aquela turma pra caverna, para serem animados por Davi.

Corações precisavam ser reanimados...poucas vezes se viu um líder tão “igual”, caminhando no meio do povo, no dia a dia da caverna...

O homem que procurava paz, refúgio e segurança, agora tinha que passar isso para eles...

Os animava com suas histórias de fé...cantavam músicas populares e de louvor a Deus...

Foi o “reality show” mais “ reality ” e intenso que houve:

Todos eram Aprendizes;

Todos estavam No Limite;

Todos acabaram se tornando Big Brothers, uns dos outros;

E todos queriam voltar para suas Fazendas.

E nesse reality, não houve eliminados por etapas:

Todos saíram juntos!

Sim, pois Deus teve que mandar Gade com uma mensagem até eles...o Profeta foi lembrá-los de uma coisa básica:

Adulão era lugar de refúgio? Sim.

Adulão era lugar de igualdade? Sim.

Adulão estava funcionando como uma espécie de “encontro dos alcóolicos anônimos”, uma clínica de “ reabilitação emocional” ? Sim!

Mas o profeta lembrou a eles uma coisa que eles já não estavam mais percebendo:

Adulão era uma caverna!!

E quem mora em caverna, é morcego!

Deus muitas vezes permite que, em momentos de angústia, depressão, tristeza profunda da alma, nos refugiemos em Adulão – ás vezes, isso é necessário.

Adulão pode funcionar como um “bunker” para nos fortalecermos emocional e espiritualmente.

Mas Ele quer que saibamos que Adulão é caverna – não é local de morada permanente.


Tem muita gente que foi pra Adulão, e ficou:

Virou um ermitão, e agora chama morcego igual a papagaio:

Vem cá, meu loiro”...

O profeta Gade mandou Davi e sua turma sair daquele “lugar forte”:

Quantas vezes Deus não tem falado pra vc sair da sua “fortaleza”, e entrar na terra de Judá?

Se Davi e sua turma não saíssem do “lugar seguro”, ele jamais seria rei de Israel.

Muita gente hoje em dia, feridos pela vida, ficam só dentro de suas cavernas.

A esses, vale a lembrança do profeta Gate:


Saia do lugar forte...vá para Judá:

Saia da caverna, e volte para a vida.

Lee, que passou algum tempo em Adulão...assim que me animei, ralei de lá.


Sessão Revival de hoje te ensina a sair da caverna:

Primeiro, role as pedras, para sair dela:

http://www.youtube.com/watch?v=ZiVp7qKZodQ


Pois só assim, você poderá ver o sol:


http://www.youtube.com/watch?v=PWqgy2RiKXs






quarta-feira, 23 de setembro de 2009

AN-SI-E-DA-DE


Não andeis cuidadosos quanto à vossa vida, pelo que haveis de comer ou pelo que haveis de beber; nem quanto ao vosso corpo, pelo que haveis de vestir.

Não é a vida mais do que o mantimento, e o corpo mais do que o vestuário?

Não andeis, pois, inquietos, dizendo: Que comeremos, ou que beberemos, ou com que nos vestiremos?

De certo vosso Pai celestial bem sabe que necessitais de todas estas coisas;

Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.

Não vos inquieteis, pois, pelo dia amanhã, porque o dia de amanhã cuidará de si mesmo.
Basta a cada dia o seu mal. “ (Jesus em Mateus 6. 25-34, editado)
Se desgarrar da ansiedade, é um processo que ás vezes demanda tempo, e por isso mesmo, o quanto antes começarmos, melhor.

Não sabemos quanto tempo pode levar esse processo de nos "desansiarmos".

A ansiedade gera uma profunda inquietação na alma e produz doenças.
Tanto mentais, como: Síndrome do Pânico, Hipocondria (mania de doenças), surtos de angústia (chorar por “nada”, de uma hora pra outra, por exemplo), surtos de perseguição, depressão (com vontade de morrer), ou o contrário, medo de morrer.

Também gera doenças físicas, como gastrite, dores as mais diversas ( de cabeça, nas articulações, na nuca, nas costas, na coluna, etc), e taquicardias.

Há 3 anos atrás, comecei meu processo de "desansiedade", quando me vi num quarto de hospital:

A taquicardia me levou até lá: a ansiedade atingiu o coração.

A minha cirurgia foi bem simples, pela virilha, no dia seguinte estava em casa.

Mas a cirurgia que fiz na alma, ela foi extremamente dolorosa...precisava tirar muita coisa de minha vida, que me fazia mal.

Do contrário, seria uma questão de tempo até voltar ao hospital novamente.

De um emprego público de renda razoavelmente boa, com a certeza de férias, décimo terceiro salário, ascensão funcional e salarial, eu pedi exoneração.

Me chamaram de “louco”, mas estava morrendo aos poucos com a tensão que me envolvia naquele, isso sim, “louco mundo”: saí, e não me arrependo.

A primeira vez que meu coração disparou, com quase 200 batidas por minuto, eu estava lá nesse emprego, de onde fui levado ás pressas pra um hospital.

De um casamento opressor, sem amor e conjugalidade, eu saí:

E ainda enfrentei a ira da religiosidade que preferia me ver naquele estado por “aparência”, apesar de todas as incompatibilidades existentes, há muito empurrado pra debaixo do tapete, até que esse se tornou grande demais:

Só me arrependo de não ter saído antes.

De uma espécie de “faz tudo” na igreja, onde liderava várias coisas ao mesmo tempo, eu também abri mão...

Chegava na grei todos os domingos (muitas vezes após sair de 24 horas de plantão, ou tendo que trabalhar 24 horas na segunda), ás 8 da manhã:
Cansei de “abrir” igreja, e tomar café com o vigia, sair de lá ás 14 horas, engolir alguma coisa em casa (morava há 12km dela), e voltar ás 17 horas, pra sair de lá ás 22h.

Ensinava, pregava , varria e arrumava salas que a faxineira se esquecia;

Arrumava canetas pilot e apagador para 15 salas de aula, tocava, cantava, e mediava conflitos que o próprio pastor tinha medo de mediar:

Não recebia um centavo por isso, ao contrário dele.

Não foi á toa que a ansiedade “tocou” meu coração...

De todos, nunca recebi um simples “obrigado” (acostumem-se: na maioria das vezes, os homens sempre são ingratos).

Todas essas e outras situações de vida, vão produzindo em nós um fluxo de ansiedade tão grande, que podem nos levar a esses males mentais e/ou físicos.

E se não fizermos algo em relação a elas, terminaremos doentes, ou mesmo em cima de uma cama de hospital.

Arrume um emprego que vc goste, independente de salário.

Quando a gente faz o que gosta, ou mesmo alguma coisa mais light, em relação aquilo o que a gente faz, nos sentimos mais felizes, e rendemos.

No “Todo Poderoso” que passou domingo passado pela milésima vez na Globo (e que vi de novo), Deus (Morgan Freeman) tem uma fala que nunca me esqueci até hoje, ensinando ao desmiolado do Bruce (Jim Carrey):

“Algumas das pessoas mais felizes da terra, chegam em casa do trabalho fedendo”.

Achei fantástico ver “Deus” fazendo faxina, ao mesmo tempo em que era o “Chefe” :
Jesus lavou os pés dos discípulos, ao mesmo tempo em que era, e é rei.

Arrume alguém que vc ame de verdade, e que te respeite e trate com carinho, alguém que se importe e queira estar com vc, sem querer ser seu dono.

Se não, fique sozinho (como estou), que vc não se aborrece...

A ansiedade nessa área, faz com que tomemos decisões precipitadas (só pra não ficar só), e impede, nisso também, o melhor Dele pra nossas vidas:

O que mais tenho visto, são casais de todas as idades, dos mais velhos aos mais novos, infelizes...eles não conseguem disfarçar, fica na cara, pode usar óculos, maquiagem, o que for:

Os olhos (a tristeza neles) entregam rapidinho, mesmo se “sorrirem”.

Faça de sua grei um local para ir com alegria, e não com fardo.

Afinal, é “ Alegrei-me quando me disseram: Vamos a casa do Senhor! ” e não “Que saco, tenho que ir pra igreja!”.

Nesse meu segundo ano “sabático” em igreja (de “descanso”, mas que começo de leve a sentir que vai chegando ao fim ) ás vezes, só vou quando vou tocar (igual domingo que vem).

No restante, vejo da net, mas se tem farofada gospel, ou pregador fraco, desligo.
Prefiro ter trabalho de escrever uma mensagem, a ter que aturar uma fraca, no domingo- e faço isso na hora.
Mude sua aparência, como símbolo de sua nova fase.
Nossa nova aparência deixa claro para nós e para os outros que estamos mudando.
Deixei o cabelo crescer, cavanhaque, e me visto como eu gosto:
Não me reconheço em fotos de 3 anos atrás.
Fora isso, o Chefe me ensinou coisas importantes:
Tenha uma atividade física.
Eu voltei ao Jiu-Jitsu dois anos atrás, após 10 anos parado( e quase me desconjuntei todo, rs)...
Quatro meses depois, era campeão internacional master...se não tivesse parado esse tempo todo, já era faixa -preta, mas essa foi outra ansiedade que se foi : Pegar faixa...fez parte do processo.
Faça algo que vc goste, nem que seja caminhar.
Conviva com a natureza.
Olhe e sinta o cheiro do mar, da estrada de terra batida, veja o rio, a montanha, olhe pássaros, miquinhos, escute o barulho da chuva (banho de chuva, jogar bola na chuva).
Só de olhar o mar, estando na praia, renovo minhas energias.
Já fiquei minutos vendo uma formiga levar um pedaço de folha, que ela mal aguentava:
Aquilo me falou mais que muita mensagem vazia, que perdi tempo escutando...
Fiquei olhando um passarinho,vendo o que ele fazia, que pousou perto de onde eu estava:
Eles não tem ansiedade, por que seguem o fluxo normal da natureza...
Nunca vi um passarinho morrer de fome...os homens, morrem.
Ame os animais, e tenha um.
Tenha um cachorro, e uma tartaruga, se morar em casa...ou um cãozinho, ou gato se for em apê...gato nem precisa dar banho e ensinar a fazer cocô, é só deixar caixa de areia..
Se seus pais não deixarem, tenha então um aquário, hamsters, ou periquitos, que são alegres...
Bicho deixa a gente menos amargo...Deus os criou primeiro: Ele se amarra em bicho.
Busque o reino de Deus e sua justiça, em sua vida, que as coisas se “acrescentarão” sem stress.

Livre-se de ansiedade, seja ela qual for (a estudantil, inclusive)...

Ela pode ser um dos maiores males que acomete o coração do homem...
Às vezes literalmente:
Eu sei bem disso.
Lee, aprendendo em " anos sabáticos" a viver sem stress, para aplicar em futuros momentos esse princípio.
Sessão Revival de hoje é sequencial - veja na ordem :


Se a sua ansiedade é como da Luka...



...Ou se ás vezes, sua ansiedade deixa vc "assim e assim"...


...Então, saiba que , Enquanto houver sol, há esperança...



...E quando deixamos a ansiedade, vemos mais claramente:

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Salve Geral

Final de semana muito violento, aqui no Brasil:

Em Manaus, mataram um Padre italiano que estava há 18 meses no Brasil...

Ele dava assistência a cinco paróquias.
Em São Paulo, novamente invadiram casas, fazendo famílias de refém:

Um bandido encostou a pistola na cabeça de um rapaz rendido e disparou:

A arma emperrou, e o vagabundo então deu uma coronhada nele...o rapaz está em choque.

Por aqui no Rio, invadiram um apartamento em Copacabana, na Barata Ribeiro, e a bandidagem até comeu pizza e tomou Redbull, na cozinha de uma das casas:

É o terceiro apê seguido que invadem na zona sul.

Na Linha Amarela, a bandidagem parou um ônibus do metrô, cheio de estudantes que iam pro Fundão, na Cidade Universitária:
Furtaram dinheiro, pertences, jogaram álcool e atearam fogo:
O ônibus queimou em menos de três minutos.

A violência descamba no país inteiro, como vimos recentemente na onda de ataques que houve na Bahia, recentemente...

Alías, to esperando um filme que estréia dia 2 de outubro, cujo título reflete bem o que vem acontecendo no país:

Salve Geral, sobre o ataque que paralisou São Paulo, 3 anos atrás.
A bandidagem deu ordem, e 70 cadeias entraram simultâneamente em rebelião, houve matança generalizada em postos policiais, com ataques surpresa, em delegacias, ônibus queimados, etc.

São Paulo ficou de joelhos, toda amarrada, nas mãos do mal...
Ficou pior que Gotham City, pois em Sampa não tem bat-sinal, comissário Gordon, e muito menos um morcegão destemido pra pedir ajuda.

O filme será o representante brasileiro que tentará uma vaga no Oscar , ano que vem.
A verdade é que o diabo não descansa e não para um minuto sequer:
Jesus disse que ele veio para “roubar, matar e destruir”- Esse é o ofício dele.

Eu trabalhei com menores infratores, e vi muita boa vontade de quem trabalha com eles:

Assistentes sociais, psicólogos, professores, muita gente.

Mas o que vi mesmo, de efetivo, foi:
Quando a igreja se fazia presente, levando o evangelho da graça, havia mudança.

Muitos voltavam pro “caminho”, cansei de fazer oração nas celas,era até curioso o respeito que els tinham pela palavra:

Quando me aproximava, todos vestiam suas camisas, mesmo estando mó calorão, e ficavam concentrados em frentre as celas...

Todos abaixavam suas cabeças, enquanto fazia uma pequena reflexão, e orava por eles e suas famílias.

Cansei de encontrar moleque aqui fora, que me reconhecia e vinha me agradecer.

E tem mais: O preso com evangelho no coração é muito mais reto do que nego aqui fora, nas igrejas.

E a maioria dos pastores, também é “mais pastor” dos que os que estão aqui fora (sim, sempre tem uma exceção).

Cadeia é o “ inferno na terra”:

Só sabe disso quem está preso, ou faz algum tipo de serviço ali dentro.

E é desse “inferno na terra”, que vem as ordens de sequestro, extorsão via telefone, e todos os maiores crimes contra a população, tanto quanto dos traficantes que estão nas favelas.

O mais curioso de tudo é que, na medida em que as “igrejas crescem”, esse crescimento que naturalmente deveria acontecer na mudança de comportamento da sociedade, é inexistente.

Por que será?
Ora, eu canso de falar isso...

Por causa das igrejas que são bancos disfarçados (só servem pra tirar dinheiro);

Da falta de um ensino, uma mensagem bíblica, que preenche o coração do homem (trocada pela farofada gospel);

Ser de grei hoje, de alguma delas, é como ser membro de um clube, pra rever amigos de vez em quando.

Diferente de ser do reino Dele, ajudando a transformar o ambiente ao redor.

Enfim, é isso:

Salve geral, enquanto estiver assim, é orar muito pra não se ver numa situação como as acima citadas:

Ficar ligado no trânsito e comprar uma boa fechadura pra porta de casa.

Lee

Sessão Revival relembra os ataques de 3 anos atrás no trailer do filme:


domingo, 20 de setembro de 2009

Na Fornalha


"O rei Nabucodonosor fez uma estátua de ouro; levantou-a no campo de Dura, na província de Babilônia.

E Ordenou que ao ouvirem o som de toda a espécie de música, todos se prostassem a estátua de ouro que o rei Nabucodonosor tinha levantado.

E qualquer que não se prostrar e não a adorar , será na mesma hora lançado dentro da fornalha de fogo ardente.

Por isso, no mesmo instante chegaram perto alguns caldeus, e acusaram os judeus.

Ó Rei, Há uns homens judeus, os quais constituíste sobre os negócios da província de babilônia:
Sadraque, Mesaque e Abednego; estes homens, ó rei, não fizeram caso de ti; a teus deuses não servem, nem adoram a estátua de ouro que levantaste.

Então Nabucodonosor, com ira e furor, mandou trazer a Sadraque, Mesaque e Abednego, e trouxeram a estes homens perante o rei.

Falou Nabucodonosor, e lhes disse: É de propósito, ó Sadraque, Mesaque e Abednego, que vós não servis a meus deuses nem adorais a estátua de ouro que levantei?

Se não a adorardes, sereis lançados, na mesma hora, dentro da fornalha de fogo ardente:

E quem é o Deus que vos poderá livrar das minhas mãos?

E responderam os 3: Não te necessitamos falar sobre isso.
Eis que o nosso Deus, a quem nós servimos, é que nos pode livrar; ele nos livrará da fornalha de fogo ardente, e da tua mão, ó rei.

E, se não, fica sabendo ó rei, que não serviremos a teus deuses nem adoraremos a estátua de ouro que levantaste.

Então Nabucodonosor se encheu de furor, e ordenou que a fornalha se aquecesse sete vezes mais do que se costumava aquecer.

E ordenou aos homens mais poderosos, que estavam no seu exército, que atassem a Sadraque, Mesaque e Abednego, para lançá-los na fornalha de fogo ardente.

E, porque a palavra do rei era urgente, e a fornalha estava sobremaneira quente, a chama do fogo matou aqueles homens que carregaram a Sadraque, Mesaque, e Abednego.

E estes três homens, Sadraque, Mesaque e Abednego, caíram atados dentro da fornalha de fogo ardente.

Então o rei Nabucodonosor se espantou, e se levantou depressa; falou, dizendo aos seus conselheiros: Não lançamos nós, dentro do fogo, três homens atados? Responderam e disseram ao rei: É verdade, ó rei.

Respondeu, dizendo: Eu, porém, vejo quatro homens soltos, que andam passeando dentro do fogo, sem sofrer nenhum dano; e o aspecto do quarto é semelhante ao Filho de Deus.

Então chegando-se Nabucodonosor à porta da fornalha de fogo ardente, falou, dizendo:
Sadraque, Mesaque e Abednego, servos do Deus Altíssimo, saí e vinde!

Então Sadraque, Mesaque e Abednego saíram do meio do fogo.

E reuniram-se os príncipes, os capitães, os governadores e os conselheiros do rei e, contemplando estes homens, viram que o fogo não tinha tido poder algum sobre os seus corpos;
Nem um só cabelo da sua cabeça se tinha queimado, nem as suas capas se mudaram, nem cheiro de fogo tinha passado sobre eles.

Falou Nabucodonosor, dizendo:

Bendito seja o Deus de Sadraque, Mesaque e Abednego, que enviou o seu anjo, e livrou os seus servos, que confiaram nele, pois violaram a palavra do rei, preferindo entregar os seus corpos, para que não servissem nem adorassem algum outro deus, senão o seu Deus.
Por mim, pois, é feito um decreto, pelo qual todo o povo, e nação e língua que disser blasfêmia contra o Deus de Sadraque, Mesaque e Abednego, seja despedaçado, e as suas casas sejam feitas um monturo; porquanto não há outro Deus que possa livrar como este.

Então o rei fez prosperar a Sadraque, Mesaque e Abedenego por toda a província da babilônia. "
(Daniel 3.1-30, editado)

Penso que hoje em nossos dias, com a promiscuidade espiritual que vejo por aí, com tantos cristãos querendo agradar autoridades, ao Estado constituído, etc, essa cena seria diferente...
Quem fosse pego ia fazer um acordo:

Iriam negociar uma “ajoelhada” ás escondidas – pro rei não ficar mal na fita, e nem eles.

Mas “ajoelhou, tem que rezar”, e eles quebrariam os votos a Deus, da mesma forma...

Que bom que esses rapazes viveram em outro tempo, e não nos dias de hoje:

A babilônia era uma cidade tão perversa, que é novamente citada em Apocalipse, como símbolo das abominações da terra, em todos os tempos.

Imagine toda a facilidade de mal que possa existir numa cidade de hoje:

Babilônia, parafraseando o aumento da fornalha, era sete vezes pior.

Ser temente a Deus ali, não era ter essa vida de pirulitos, suspiros, e docinhos gospel que vemos hoje:

Não era viver esse pacotinho adocicado, esse “Cosme e Damião” gospel que dão nos púlpitos de hoje, pras pessoas se alimentarem.

Ser temente a Deus ali, não era chamar a orquestra da babilônia pra tocar em sua igreja, não era ter foto de Nabucodonozor em sua grei, nem cantar o hino nacional da babilônia dentro do culto, patrioticamente, pois temos que “honrar a autoridade”.

Sadraque, Mesaque e Abedenego, bem como Daniel, eram pessoas que sabiam que só uma vida genuinamente em Deus, em local tão tenebroso, poderia fazer com que tivessem vida.

Detalhe:

Eles só tinham a disposição uma pequena parte da Bíblia:
Tinham só os 5 primeiros livros, dos atuais 66 que nós temos (73 na Bíblia católica);

Não tinham sinagogas para eles congregarem, e não podiam acessar a net para poder ver culto ou lerem reflexões de outro país:

Nabucodonozor proibia, assim como o Irã faz hoje...

Não tinham um Pastor, um capelão na babilônia, pra dar uma força, nada...
Mas mesmo assim eles tinham muita, mas muita vida com Deus.

Dependiam Dele a cada dia, se não, viveriam sufocados...

Hoje temos igrejas com ar condicionado e estacionamentos, Bíblias completas, inclusive das mais comerciais possíveis (Bíblia da mulher, Bíblia da "prosperidade", Bíblia jeans, um scambal);

Cds, dvds, net, farofada gospel pra tudo quanto é lado (camisas, bandas, congressos de louvor, de jovens, de adolescentes, da terceira idade, etc);

Pastor de igreja, de jovens, de adolescentes, evangelistas, ministros de música, professores de crianças, de escolas bíblicas;

Daqui a pouco, a gente vai poder levar até o cachorro pra igreja, onde eles ficarão numa classe especial:

Terão aula com um Pastor Alemão.

Procuramos cobrir todos os espaços possíveis, e ainda assim, não somos como Sadraque, Mesaque, Abedenego, e mesmo como Daniel.

Por quê?

Antes de serem levados cativos de Jerusalém, esses rapazes tinham uma sólida relação com Deus, pelos ensinamentos que foram preenchendo o coração deles.

Naquela época, o ensino nas sinagogas priorizava a lei, para ser aplicada no dia a dia.

E nas casas, vivia-se conforme esse ensino.

Hoje, a igreja trocou o ensino pelo show.

Acham que manter o povo em" entretenimento gospel", é alimentação espiritual.

Confundem cultuar a Deus (um modo de vida) com músicas intermináveis.

As mensagens em geral são fracas e os ensinamentos adocicados demais.
Muito homem frouxo, com medo de desagradar os ouvintes, e perder sua renda.
Homens que preferem agradar ouvidos de outros homens, do que agradar a Deus.

E a ovelha, que não sabe fazer nada sozinha, segue tudo inocentemente, pois acha que aquilo é a maneira correta, aquela maneira "gospel" de ser, que ensinam dos púlpitos.

Por exemplo, na questão apresentada aos três rapazes:

Hoje, todo mundo iria se ajoelhar, pois uma das coisas ensinadas nas igrejas é o obedecer as autoridades , conforme Romanos 13.
Mas não ensinam que isso tem limites espirituais:
Não perseguir, oprimir, praticar injustiças com o povo, por exemplo.

João Batista foi morto por Herodes, por denúnciar suas injustiças;
Jesus chamou ao próprio Herodes de “raposa”.

A igreja de hoje, chamaria Herodes e Nabucodonozor para se sentar na plataforma do altar, perto do púlpito.

Afinal, ele era “autoridade”...e ainda acharia bem feito João Batista ter morrido, por "confrontar" uma autoridade.
As igrejas quando fazem aniversário, mandam convites para prefeitos, governadores e autoridades participarem.

Elas são doidas por uma visita do Lula, acham isso o máximo:
As convenções de todas as denominações sempre convidam o presidente.
Sadraque, Mesaque e Abedenego nunca puxaram o saco de Nabucodonozor.

Os pastores de hoje, puxam o saco até de quem está na congregação deles, chamando-os pelos títulos:

Veja se seu pastor chama um membro de "doutor", ou outro título, como professor ou professora...

Aí vc saberá que ele é puxa saco, que gosta dessas coisas.

Os jovens rapazes tinham há muito no seu coração, o “Não terás outros deuses diante de mim”, pois eles sabiam quem era, e experimentavam Deus nas suas vidas.
Eles sabiam que obedecendo a Deus, poderiam virar churrasco;

Mas eles sabiam a quem tinham que obedecer.

Ah, eles sabiam também que Deus poderia os livrar da fornalha;

Mas a maturidade da fé era tanta que disseram:

Mas SE NÃO, se ele não quiser, não vamos nos curvar a estátua nenhuma do mesmo jeito.

Eles sabiam que, mesmo se virassem churrasco, a palavra de Deus não seria anulada;

Eles mostraram claramente de que “lado estavam”;

Eles confrontaram a autoridade do rei, pois nesse caso, ia de encontro com os princípios divinos;
Eles criam que Deus poderia livrá-los, mas SE NÃO, estavam cientes de que obedeceram a Ele.
Hoje, ensinam que Deus vai livrar de tudo, e não é bem assim.

Tem gente que envelhece na grei,mas não tem a maturidade desses jovens (todos na casa de seus vinte e poucos anos).
Ao que tudo indica, houve uma Teofania (manifestão de Jesus no Velho Testamento, aparecendo antes do tempo) discernida até por Nabucodonosor:
O quarto homem que estava com os rapazes, parecia ser semelhante ao Filho de Deus!

Ter maturidade na fé, não depende de idade, de ir “ ficando velho” na Igreja:
Conheço velhos há anos na igreja, mas que são imaturos.

Uma grande parte da membresia das igrejas, bem mais velhas que os rapazes do texto, ainda estão nas fraldas, nas coisas da fé, apesar de um bom tempo na grei.
Vivem lendo livros de auto-ajuda gospel, ou tentam virar Caçadores de Deus (como se Este fosse uma caça), vivendo de congresso em congresso, de acampamento em acampamento, enquanto na verdade este continua procurando quem possa adorar em espírito e em verdade.
Sadraque, Mesaque e Abedenego, decidiram que passariam pelo fogo, mesmo se morressem.
E foi depois que passaram pelo fogo, que foram honrados por Deus, entre os homens.

Sadraque, Mesaque e Abedenego dão um banho de fé em todos, hoje.

Enquanto isso, a maioria prefere mesmo tomar só um "banho gospel", com shampoo da turma da Mônica, pra não irritar olhos, brincando com um patinho de borracha, que apertando, diz:
"Amém, glólia a Deus, Aleluia".

Lee


Na Sessão Revival, pra quem gosta de viver fora do fogo: