sábado, 12 de setembro de 2009

Na Bienal

Fui na Bienal ontem á noite, pois aos sábados, a muvuca enche aquilo ali:

Mal dá pra andar...e ontem era o final da novela, pensei nisso também.

Mas o Riocentro é um dos piores locais pra fazer essa exposição...aquilo ali engarrafa á toa, pois o transporte público na Barra da Tijuca é muito ruim...

Na Barra, só a praia que é boa, no mais tudo é muito distante, e o morador que não tem carro passa perrengue, pois os percursos são longos...passei uma hora só dentro da Barra, por causa do trânsito...

Bem ,lá na Bienal tem livro de tudo quanto é tipo, e gosto...tinha também alguns autores por lá...parece que até a Xuxa resolveu dar um pulo, aí foi aquela gritaria das crianças.

Achei a última Bienal um pouco melhor...talvez por ter encontrrado o Ziraldo e o Luís Fernando Veríssimo, muito simpáticos, e parecia mais organizado, e com mais opções:

Tinham mais estandes do que essa última.

Daquela vez, inclusive, comprei mais livros...

Só pra dizer que num comprei nada, comprei um livro da editora Bonsai que cabe na palma da mão...tem de vários autores...

Peguei um sobre contos de terror, de vários autores, como H.P.Lovecraft, Edgar Alan Poe, Stephen King, e mais dois que eu num conhecia...uma droga:

A história melhorzinha era do King (que me amarro), mas num é lá essas coisas...e só.

Deu vontade de jogar o livrinho pela janela, na volta...

Pausa para um pizza na Mr.Pizza...e uma loira se aproxima.

Enquanto demoravam os pedidos a chegarem no balcão, ela puxava assunto.

Fiquei sabendo que ficaria ali até o final da bienal, pois era representante da secretaria de cultura da Bahia.

Não sabia que na Bahia tinha belas loiras de olhos azuis...

Volto a circular pelos livros, e vejo coisas interessantes, bem como muita coisa desnecessária.

Chego na Sessão quadrinhos, e um boneco do Hulk de tamanho original era sucesso de fotos.

Na hora de voltar pra casa , outra loirinha de olhos de cor, dessa vez me pede pra tirar uma foto dela junto ao balão da bienal...

Tirei duas...não sabia que no Pará tinha belas loirinhas de olhos verdes...lá só tem morena...

Ela tinha vindo pra meia maratona do Rio, alguns dias antes, e já ia embora.

Sei não, mas parece que o meu Karma está se desfazendo...

Será que estou voltando a “velha forma”? O tempo dirá...mas não quis forçar nada, deixa as coisas fluírem naturalmente...

Esse tempo sozinho tem sido bom, e a vinda de alguém tem que ser igual a um capítulo que naturalmente vem, complementando um outro:

Sem forçação de barra, como tô cansado de ver por aí.

Não sou eu que escrevo os capítulos...deixo Ele escrever, em tudo:

Os capítulos “mais fracos” de nossa vida, somos nós mesmos que escrevemos...

E os melhores, são os que Ele escreve- quando deixamos.

E assim foi minha Bienal...nem tão boa, nem tão mal.

Ainda bem que na sessão quadrinhos, peguei duas revistas do Batman que havia perdido:

Não achava em banca nenhuma por aqui...

A Bienal me serviu para alguma coisa.

E, demais disto, filho meu, atenta: não há limite para fazer livros, e o muito estudar é enfado da carne. (Eclesiastes 12.12)

Ou seja, estudar demais gera cansaço físico e principalmente mental:

Saiba dosar as coisas.

Lee

Na Sessão Revival, veja como fica quem só permanece no "muito estudar":

http://www.youtube.com/watch?v=JwPFWQEB2fE