terça-feira, 15 de setembro de 2009

Patrick Swayze já está “No Outro Lado da Vida”

Calçadão de Hollywood: Homenagem dos fãs
Ghost, do Outro Lado da Vida - A ficção vira Realidade

Já doente, num jogo de Basquete - ele não parou suas atividades


Quando o médico descobriu o câncer já avançado no pâncreas, disse a Patrick Swayze que só lhe restavam no máximo algumas semanas de vida.

Ele viveu mais um ano e oito meses, trabalhando 12 horas por dia:

Escreveu um livro de memórias com a mulher, com quem era casado há 34 anos;

E participava da série The Beast, onde fazia um agente do FBI.

Patrick, assim como Richard Gere e Stallone, sabia de suas limitações dramáticas, mas assim como estes, compensava isso atuando com muita paixão em seus filmes.

Estreou já aos 30 anos em Vidas Sem Rumo, um clássico teen do Coppola que revelaria jovens atores como Tom Cruise, o "Karate Kid "Ralph Macchio, Matt Dillon, Rob Lowe e C. Thomas Howell.

Mas eu só o conheci depois desse filme:

Rato de cinema pré-teen, consegui entrar em “De Volta para o Inferno” sem ter idade, e ali o vi como um soldado novato acompanhando veteranos da guerra do Vietnã, que iam resgatar prisioneiros, sob o comando de Gene Hackman...filmaço.

Mas Patrick viria estourar mesmo só 4 anos mais tarde, em Dirty Dancing:

Nove em dez garotas amam esse filme (minha sobrinha e minha irmã do coração não perdem nunca, quando passa), inclusive as mais novas, que só o conheceram nas reprises da Sessão da tarde ou Sessão de sábado da Globo.

Quem delas não queria ter um professor de dança particular bonitão como aquele?

Jennifer Gray (a Baby), teve e foi muito invejada...Patrick, que foi bailarino até ter um problema no joelho, fez todas as coreografias sem dublê, e ainda canta na trilha sonora:

A canção “She’s Like the Wind” (que vc vai rever na Sessão Revival), presente no filme, é cantada por ele mesmo.

O filme ganhou o Oscar de canção original (Time of my life), e Patrick virou um astro do dia pra noite.
Dois anos depois o vi num cinema lotado como um professor de filosofia que chutou o balde e foi ser chefe de segurança na Boate (!) de um amigo...
Ele usava mais a inteligência, mas quando precisava, mandava bem no Kung Fu, e depois enfrentou o manda-chuva que oprimia a cidade...
Matador de Aluguel, lembrei o nome do filme.

A consagração veio um ano depois com Ghost – do outro lado da vida, com novamente um Oscar de melhor canção, e mais um de coadjuvante (Whoopie Goldberg, como a hilária médium Oda Mae Brown).

Esse filme lotou cinemas no mundo inteiro, e pode passar quantas reprises que for, que sempre terá alguém assistindo (este que vos escreve, inclusive).

No ano seguinte , fez um filme que gosto muito, Caçadores de Emoção, em que era o vilão da história:

Era um surfista nas horas vagas, que liderava a “gang dos presidentes”, onde seus parceiros surfistas assaltavam bancos com máscaras dos presidentes americanos...

Duelou com o policial interpretado por Keanu Reeves no final.

Um ano depois, emocionou a todos em Cidade da Esperança, onde fazia um médico voluntário na paupérrima Índia, mostrando a realidade nua e crua, muito antes de ela ser descoberta pelos "caminhos" da Globo, ou por Hollywood em Quem quer ser um milionário?...

Bem, Patrick se foi...preferiu sair do hospital para partir ao lado da família, nessa noite de segunda- feira.

Ele se junta a uma extensa lista de grandes figuras do cinema que foram vítimas do câncer, que inclui Bette Davis, Humphrey Bogart, John Wayne, Gary Cooper e Robert Mitchum, entre outros.

A Ficção se transformou em realidade:

Patrick passou para " o outro lado da vida”.

Lee, em luto por mais um artista que admirava.
Sem bico, Toddynho... a queridinha- mor é muito ciumenta! Num posso elogiar?
Sessão Revival se despede dele com 3 vídeos especiais:
She´s like the wind legendada:
Dirty Dancing- dança final legendada:
Ghost- Cena Final (pegue um lenço):