quarta-feira, 23 de setembro de 2009

AN-SI-E-DA-DE


Não andeis cuidadosos quanto à vossa vida, pelo que haveis de comer ou pelo que haveis de beber; nem quanto ao vosso corpo, pelo que haveis de vestir.

Não é a vida mais do que o mantimento, e o corpo mais do que o vestuário?

Não andeis, pois, inquietos, dizendo: Que comeremos, ou que beberemos, ou com que nos vestiremos?

De certo vosso Pai celestial bem sabe que necessitais de todas estas coisas;

Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.

Não vos inquieteis, pois, pelo dia amanhã, porque o dia de amanhã cuidará de si mesmo.
Basta a cada dia o seu mal. “ (Jesus em Mateus 6. 25-34, editado)
Se desgarrar da ansiedade, é um processo que ás vezes demanda tempo, e por isso mesmo, o quanto antes começarmos, melhor.

Não sabemos quanto tempo pode levar esse processo de nos "desansiarmos".

A ansiedade gera uma profunda inquietação na alma e produz doenças.
Tanto mentais, como: Síndrome do Pânico, Hipocondria (mania de doenças), surtos de angústia (chorar por “nada”, de uma hora pra outra, por exemplo), surtos de perseguição, depressão (com vontade de morrer), ou o contrário, medo de morrer.

Também gera doenças físicas, como gastrite, dores as mais diversas ( de cabeça, nas articulações, na nuca, nas costas, na coluna, etc), e taquicardias.

Há 3 anos atrás, comecei meu processo de "desansiedade", quando me vi num quarto de hospital:

A taquicardia me levou até lá: a ansiedade atingiu o coração.

A minha cirurgia foi bem simples, pela virilha, no dia seguinte estava em casa.

Mas a cirurgia que fiz na alma, ela foi extremamente dolorosa...precisava tirar muita coisa de minha vida, que me fazia mal.

Do contrário, seria uma questão de tempo até voltar ao hospital novamente.

De um emprego público de renda razoavelmente boa, com a certeza de férias, décimo terceiro salário, ascensão funcional e salarial, eu pedi exoneração.

Me chamaram de “louco”, mas estava morrendo aos poucos com a tensão que me envolvia naquele, isso sim, “louco mundo”: saí, e não me arrependo.

A primeira vez que meu coração disparou, com quase 200 batidas por minuto, eu estava lá nesse emprego, de onde fui levado ás pressas pra um hospital.

De um casamento opressor, sem amor e conjugalidade, eu saí:

E ainda enfrentei a ira da religiosidade que preferia me ver naquele estado por “aparência”, apesar de todas as incompatibilidades existentes, há muito empurrado pra debaixo do tapete, até que esse se tornou grande demais:

Só me arrependo de não ter saído antes.

De uma espécie de “faz tudo” na igreja, onde liderava várias coisas ao mesmo tempo, eu também abri mão...

Chegava na grei todos os domingos (muitas vezes após sair de 24 horas de plantão, ou tendo que trabalhar 24 horas na segunda), ás 8 da manhã:
Cansei de “abrir” igreja, e tomar café com o vigia, sair de lá ás 14 horas, engolir alguma coisa em casa (morava há 12km dela), e voltar ás 17 horas, pra sair de lá ás 22h.

Ensinava, pregava , varria e arrumava salas que a faxineira se esquecia;

Arrumava canetas pilot e apagador para 15 salas de aula, tocava, cantava, e mediava conflitos que o próprio pastor tinha medo de mediar:

Não recebia um centavo por isso, ao contrário dele.

Não foi á toa que a ansiedade “tocou” meu coração...

De todos, nunca recebi um simples “obrigado” (acostumem-se: na maioria das vezes, os homens sempre são ingratos).

Todas essas e outras situações de vida, vão produzindo em nós um fluxo de ansiedade tão grande, que podem nos levar a esses males mentais e/ou físicos.

E se não fizermos algo em relação a elas, terminaremos doentes, ou mesmo em cima de uma cama de hospital.

Arrume um emprego que vc goste, independente de salário.

Quando a gente faz o que gosta, ou mesmo alguma coisa mais light, em relação aquilo o que a gente faz, nos sentimos mais felizes, e rendemos.

No “Todo Poderoso” que passou domingo passado pela milésima vez na Globo (e que vi de novo), Deus (Morgan Freeman) tem uma fala que nunca me esqueci até hoje, ensinando ao desmiolado do Bruce (Jim Carrey):

“Algumas das pessoas mais felizes da terra, chegam em casa do trabalho fedendo”.

Achei fantástico ver “Deus” fazendo faxina, ao mesmo tempo em que era o “Chefe” :
Jesus lavou os pés dos discípulos, ao mesmo tempo em que era, e é rei.

Arrume alguém que vc ame de verdade, e que te respeite e trate com carinho, alguém que se importe e queira estar com vc, sem querer ser seu dono.

Se não, fique sozinho (como estou), que vc não se aborrece...

A ansiedade nessa área, faz com que tomemos decisões precipitadas (só pra não ficar só), e impede, nisso também, o melhor Dele pra nossas vidas:

O que mais tenho visto, são casais de todas as idades, dos mais velhos aos mais novos, infelizes...eles não conseguem disfarçar, fica na cara, pode usar óculos, maquiagem, o que for:

Os olhos (a tristeza neles) entregam rapidinho, mesmo se “sorrirem”.

Faça de sua grei um local para ir com alegria, e não com fardo.

Afinal, é “ Alegrei-me quando me disseram: Vamos a casa do Senhor! ” e não “Que saco, tenho que ir pra igreja!”.

Nesse meu segundo ano “sabático” em igreja (de “descanso”, mas que começo de leve a sentir que vai chegando ao fim ) ás vezes, só vou quando vou tocar (igual domingo que vem).

No restante, vejo da net, mas se tem farofada gospel, ou pregador fraco, desligo.
Prefiro ter trabalho de escrever uma mensagem, a ter que aturar uma fraca, no domingo- e faço isso na hora.
Mude sua aparência, como símbolo de sua nova fase.
Nossa nova aparência deixa claro para nós e para os outros que estamos mudando.
Deixei o cabelo crescer, cavanhaque, e me visto como eu gosto:
Não me reconheço em fotos de 3 anos atrás.
Fora isso, o Chefe me ensinou coisas importantes:
Tenha uma atividade física.
Eu voltei ao Jiu-Jitsu dois anos atrás, após 10 anos parado( e quase me desconjuntei todo, rs)...
Quatro meses depois, era campeão internacional master...se não tivesse parado esse tempo todo, já era faixa -preta, mas essa foi outra ansiedade que se foi : Pegar faixa...fez parte do processo.
Faça algo que vc goste, nem que seja caminhar.
Conviva com a natureza.
Olhe e sinta o cheiro do mar, da estrada de terra batida, veja o rio, a montanha, olhe pássaros, miquinhos, escute o barulho da chuva (banho de chuva, jogar bola na chuva).
Só de olhar o mar, estando na praia, renovo minhas energias.
Já fiquei minutos vendo uma formiga levar um pedaço de folha, que ela mal aguentava:
Aquilo me falou mais que muita mensagem vazia, que perdi tempo escutando...
Fiquei olhando um passarinho,vendo o que ele fazia, que pousou perto de onde eu estava:
Eles não tem ansiedade, por que seguem o fluxo normal da natureza...
Nunca vi um passarinho morrer de fome...os homens, morrem.
Ame os animais, e tenha um.
Tenha um cachorro, e uma tartaruga, se morar em casa...ou um cãozinho, ou gato se for em apê...gato nem precisa dar banho e ensinar a fazer cocô, é só deixar caixa de areia..
Se seus pais não deixarem, tenha então um aquário, hamsters, ou periquitos, que são alegres...
Bicho deixa a gente menos amargo...Deus os criou primeiro: Ele se amarra em bicho.
Busque o reino de Deus e sua justiça, em sua vida, que as coisas se “acrescentarão” sem stress.

Livre-se de ansiedade, seja ela qual for (a estudantil, inclusive)...

Ela pode ser um dos maiores males que acomete o coração do homem...
Às vezes literalmente:
Eu sei bem disso.
Lee, aprendendo em " anos sabáticos" a viver sem stress, para aplicar em futuros momentos esse princípio.
Sessão Revival de hoje é sequencial - veja na ordem :


Se a sua ansiedade é como da Luka...



...Ou se ás vezes, sua ansiedade deixa vc "assim e assim"...


...Então, saiba que , Enquanto houver sol, há esperança...



...E quando deixamos a ansiedade, vemos mais claramente: