domingo, 29 de novembro de 2009

Ele não escolhe os capacitados, mas Capacita os Escolhidos


"Percorria Jesus as cidades e povoados, ensinando nas sinagogas,
pregando o Evangelho do Reino e curando toda sorte de doenças e enfermidades.

Vendo ele as multidões, compadeceu-se delas, porque estavam cansadas e desgarradas como ovelhas que não tem pastor.

E então se dirigiu aos seus discípulos: A seara na verdade é grande,
mas os trabalhadores são poucos.

Rogai, pois, ao Senhor da seara que mande trabalhadores para a sua seara."
(Mateus 9:35-38)

Já há algum tempo tinha escrito a frase título acima .

São elas que me servem de esboço – eu não faço esboços , e ás vezes sento aqui sem saber o que vou escrever - mas sei que tenho que escrever, e espero fluir.

A última vez que escrevi um esboço, há dois anos e meio atrás, eu ainda estava vivo “segundo os homens”, mas para todos os efeitos, morri para os que me conheciam (veja o sonho “No meio do caminho, troquei de pele”, no arquivo do blog).

Uma das coisas mais conflitantes que existe na vida de um pregador, é “estudar” para mensagem ;

Procurar um texto para pregar, com o único pretexto de falar para a igreja num domingo, por exemplo.

Isso cria dois problemas:

O que “Eu vou falar?”, Em vez de saber o que Ele quer que se fale.

E o outro problema é cercar-se, dar mais atenção a livros de fora da Bíblia, como comentários, etc, do que ver o espírito de Jesus, no contexto da Bíblia.

“Estudar” para mensagem também é um fardo muito pesado, cansativo,e muitas vezes, improdutivo...ás vezes, fica-se cheio de estudo, mas vazio de espírito.

Leio a palavra para me edificar- para me alimentar Dele.

Aí sim, consigo transmitir, pois me “abasteci antes”- não fiz isso para “passar para outros”:
Fiz para eu mesmo.

Nessa ordem, vejo que Jesus e os discípulos viviam o evangelho do Reino, e aí sim, alimentavam o povo, ensinando nas sinagogas, ministrando aos enfermos, etc.

Paulo, da mesma forma, mais tarde...e escrevendo cartas - alimentando os que estavam longe.
Jesus viu que a seara era grande...quanta gente precisando se edificar com a mensagem.

Mas Ele disse para fazermos uma coisa, e até hoje, a “igreja” faz outra:

O que as pessoas quase não percebem, é que Jesus não escolhe os capacitados, mas capacita os escolhidos – isso não é chavão , apesar de muitos se utilizarem apenas como “frase gospel” de efeito.

Nesse mesmo capítulo nove, Ele vê Mateus e o chama:

" E Jesus, passando adiante dali, viu assentado na recebedoria um homem, chamado Mateus, e disse-lhe: Segue-me. E ele, levantando-se, o seguiu . (Mateus. 9. 9)

Ele não mandou Mateus ir pra Escola dominical;

Ele não mandou Mateus ir se batizar primeiro;

Ele não mandou Mateus ir cursar um seminário, e depois voltar;

Ele não foi buscar Mateus numa escola de rabinos.

Mateus era um escolhido, e ele o capacitou.

A Igreja de hoje parece mais o Exército : Recruta, treina, e mantém dentro do quartel, sob rígidas normas de disciplina.

Recruta, quando “procura gente para entrar nela” (evagelismo de folhetinho, técnicas de abordagem via encheção de saco, cultos “na praça” com som ligado no máximo, etc).

Todos se esquecem que o melhor evangelismo é a vida de quem é Dele:

Quem é Dele, não deixa de ser notado no dia a dia.

Até os outros irem até a pessoa, onde essa diz que é assim por causa Dele.

A igreja treina, ás vezes exaustivamente, de forma bem massante, muito mais com teologias e regras de denominação, do que no evangelho da graça;

Mantém dentro do quartel - convento, sob a hierarquia clerical dos diáconos, pastores, bispos, apóstolos, e papas- generais de denominações.

Assim, entende-se o porquê que existem hoje 3 vezes mais ex-cristãos, do que os atuais cristãos de igreja:

Para cada pessoa “de igreja”, existem de 3 a 5 “ex- de igrejas”, segundo pesquisas.
Sim, pois não existem conversões em muito casos, só recrutamento, para fazer número;
Não existe discipulado bíblico sadio – algumas igrejas, de várias denominações, não tem sequer estudos, é só culto – e nesse culto, também não tem ensino.

farofada gospel, com muito barulho, agitação e palmas, por duas horas.

As normas de disciplina do quartel da grei são fortíssmas, o que impele a uma vida de apenas “não pode”, o que estimula a aparência - o importante é não ser pego.

Não ser pego em público bebendo, fumando , usando droga, vendo pornografia, transando tendo o cuidado de não engravidar,etc.

Tudo isso a turma da igreja faz – por que o legalismo induz, impele, força que se busque a tudo isso...quanto mais se diz pra “não fazer”, irão fazer.

O Evangelho da graça ensina a ser livre, e a conviver com consequências das escolhas.

Mas agora, queria que você percebesse uma coisa :

O que eu citei aqui em cima, referia-se a Mateus – capacitação – Se Jesus te escolheu, Ele te capacita , mas só se você deixar - simples assim, mesmo.

Chamados são muitos, escolhidos, bem poucos.

Atender a chamada, é fácil : As igrejas cheias provam isso.

O chamado é coletivo, mas são bem poucos os que desejam ser capacitados por Ele:

Os que querem “passar pelo curso”, pelo discipulado segundo o evangelho do Reino , são poucos...por isso, são chamados de ”escolhidos”.

Ele sonda os corações, nessa “peneira” espiritual.

Mas quando Jesus está olhando para o o povo, e os olha sem pastor, aí ele já fala na figura pastoral mesmo – ovelhas sem pastor, sem líder para cuidar, aconselhar.

Ele diz que as Ovelhas estão cansadas, desanimadas, desgarradas – como ovelhas sem pastor, literalmente...pior é quando a igreja tem pastor, “mas é sem pastor”, de fato.

Perceba o seguinte nesse texto:

Ele não manda que se vá recrutar nem treinar pastores.

Ele diz que se deve pedir a Deus para que mande trabalhadores para a seara.

Poucas vezes vi pessoas, ou mesmo igrejas, fazendo esse tipo de oração.

Mandam sim, rapazes e moças para o seminário, perdendo 4 anos com ensino de teologia que enchem a mente, mas não o coração;

E no final te dão um certificado que, na maioria dos casos, tem tanto valor pro MEC quanto um papel higiênico- nem reconhecido é.

As igrejas então, escolhem pastores por indicação, por títulos, por aparência, por conveniência salarial, por politicagem, por idade ( os mais novos sempre sofreram, pois os mais velhos, em vez de ensiná-los, ficam com medo de perderem o cargo),etc.

Talvez por não pedirem ao Senhor da seara que os envie, a gente tem visto tudo o que se vê por aí:

Falta de mensagem, estudos vazios e “sacais”, farisaísmo religioso no lugar do evangelho da graça, “panelinhas”, imposições, e outras palhaçadas do “mundo gospel” ;

Ensinos falsos, desvio de dinheiro, ditaduras eclesiásticas, cobiça de poderes, etc.

A igreja não cumpre o que Ele mandou fazer, que é rogar pelos escolhidos Dele para a sua seara, e o resultado tem sido essa catástrofe espiritual.

Isso vale também para o ensino nos estudos bíblicos nos lares, ou “células”, que nunca gostei por causa disso:

Raramente vi nelas (e isso desde teen) alguém que fosse de fato escolhido por Ele, para ensinar.
A pessoa quer fazer um estudo bíblico em casa , mas tem que ter a condição de ser “escolhido” para fazer aquilo, ou chamar um que seja:

Rogue ao Senhor da seara que envie alguém.

Se não, vira um bate-cabeça que ninguém vai entender...

Aí, apelam pra revistinhas, livros, estudos programados pelo líder, com um “pacotão” de mensagens prontas, como vejo fazendo, que de nada adianta se a pessoa que estiver á frente não souber passar.

Ninguém aguenta, e todo mundo passa logo para os comes e bebes, ás vezes seguidos de joguinhos, que no caso, divertem muito mais, contrastando com a monotonia de quem não sabe ensinar.

Ora, era melhor ter bem poucos trabalhadores autênticos enviados por Ele , nos quais o povo se virasse vendo pela internet, se alimentassem de suas devocionais, etc;

Sim, quem está com sede, vai atrás – era assim nos tempos de Jesus, continua assim hoje.

A sensação de desgarramento seria bem menor, se as pessoas fizessem isso.

Peça ao Senhor que Ele envie os que são Dele para a seara.

É uma das orações que essa geração mais precisa, urgentemente...

Se não, corre-se um risco de você ter (ou continuar) com um mané á frente das coisas espirituais:

Que pode até ser bonzinho ou simpático, ter boa vontade, com títulos e decorador de nomes, mas que não foi enviado por Ele, e sim posto por homens.

Lee

Na Sessão Revival, Wherever you will go - The Calling (O chamado) :

http://www.youtube.com/watch?v=JATaff-kLDo