terça-feira, 24 de novembro de 2009

Uma Vida Apagada


Duas semanas após o apagão que deixou o Brasil no escuro, novamente o Rio fica sem luz:

Ontem, 40 mil cariocas ficaram no escuro por 24 horas, inclusive em bairros famosos como Ipanema e o Leblon, onde moram os artistas da Globo.

Quando falta luz, não se dorme por causa do calor, pois não há ar condicionado e nem um ventiladorzinho pra aliviar , num período em que as noites, sem nenhum vento, ultrapassam os 30 graus.

Os alimentos estragam, pois sem geladeira, não há conservação de alimentos.

O comércio não funciona, não dá pra ver TV, num dá pra navegar na net, nada.

Só dá pra ficar suando, e suando pacas- toda hora tomando banho frio pra aliviar.

Mas se estivesse no inverno, o problema seria o mesmo, até com agravante de quem tem chuveiro elétrico.

O metrô para, o trem não funciona, o hospital só tem gerador para poucas horas, fica-se preso no elevador, preso no trânsito, pois os sinais não funcionam.

O mundo para, e fica á espera da luz.

Mas o apagão da vida nos faz refletir sobre a vida das pessoas:

A vida de muita gente já está apagada há muito tempo.

Jesus disse que nossas vidas deveriam ajudar a iluminar a vida de outras pessoas:
Ninguém acende uma candeia e a coloca em lugar onde fique escondida ou debaixo de uma vasilha.
Ao contrário, coloca-a no lugar apropriado,
para que os que entram possam ver a luz.
(Lucas 11.33)

Muita gente vai perdendo o brilho, até que a chama da vida se apaga por completo, devido a frustrações, decepções, mágoas, e acima de tudo, falta de esperança.

A solução para isso?

Não olhar para sistemas, não confiar em homens, saber perdoar - conforme ensina o evangelho - ajuda, e muito.

Mas a dica de Paulo sobre “Viver a Vida”, é bem diferente da novela do Manoel Carlos na novela global.

Na verdade, a dica dele é muito simples:

Paulo disse: “Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três, porém o maior destes é o amor”. ( I Corintios 13.13)

Sem fé, não se vive -o evangelho diz que “sem fé é impossível agradar a Deus”.

Um homem sem esperança no coração, é um condenado apenas ao presente, pois ele não tem esperança em seguir o caminho nessa, nem na outra vida – a eterna.

Sem amor, não se cumpre o evangelho na vida , ele vira apenas ritual:

E ritual, por si só, vira monotonia, que vai gerar em pouco tempo um apagão de vida.

E o apagão da vida, é o pior tipo de apagão que existe:

Nesse, corre-se o risco de a luz nunca mais voltar.

Lee

Na Sessão Revival, a Legião Urbana pergunta se foi um Tempo Perdido:

http://www.youtube.com/watch?v=bq1BENqCzvo