domingo, 27 de dezembro de 2009

Pessoas em Níveis Espirituais diferentes



E eu, irmãos, não vos pude falar como a espirituais, mas como a carnais, como a meninos em Cristo.

Com leite vos criei, e não com carne, porque ainda não podíeis, nem tampouco ainda agora podeis,

Porque ainda sois carnais; pois, havendo entre vós inveja, contendas e dissensões, não sois porventura carnais, e não andais segundo os homens? (I Cor.3. 1-3)

Este é Paulo escrevendo a igreja de Corinto...

Ele queria tanto falar de assuntos espirituais – ele desejava tanto falar de assuntos de elevado nível, que edificaria aquela igreja, mas não podia:

Aquela igreja ainda estava na fralda, espiritualmente falando.

E porquê?

Perdiam tempo com picuinhas...a inveja, brigas, panelinhas, racharam a igreja ao meio.

Perderam o sentido de igreja...de comunidade cristã...de aplicablilidade do evangelho em suas vidas.

Paulo os chama então de carnais, ou seja, não espirituais, que vivem segundo a carne.

Costuma-se ressaltar hoje em dia carnais tão somente no sentido sexual, de orgias, etc:

Paulo aqui cita um sentido de carnalidade tão intenso, que estava destruindo toda uma igreja.
E tinha que falar a eles, como criancinhas...

Apesar de adultos, disse que ainda não podiam comer comida sólida:

Eram adultos que ainda tinham que tomar leite na mamadeira.

Muitas igrejas hoje em dia, só vivem de fralda, tomando mamadeira.

Ninguém consegue crescer espiritualmente onde há brigas, invejas e dissensões.

Ninguém cresce espiritualmente onde há panelinhas.

Ninguém cresce espiritualmente onde há programação gospel no lugar do evangelho.

Ninguém cresce espiritualmente onde não há ensino bíblico sadio.

Ninguém cresce espiritualmente onde a lei é pregada, em vez da graça divina.

Ninguém cresce espiritualmente onde não há voz profética, e sim fala mansa, conformada com o sistema de pensamento secular.

Ninguém cresce espiritualmente numa congregação que não ora pelos outros.

Ninguém cresce espiritualmente numa congregação que discrimina pessoas.

Ninguém cresce espiritualmente numa congregação que só fala, mas não pratica o amor.

Ninguém cresce espiritualmente numa congregação que em vez de acolher quem errou – e se arrependeu - é a primeira a atirar uma pedra.

Entende agora por que uma enorme quantidade de igrejas Corintianas existem mundo afora?

Por quê nosso conhecimento do evangelho é tão raso, tão fraco, superficial?

Por quê qualquer muçulmano, hindu, espírita, praticante de religiões orientais ou ocultistas, tem maior embasamento em suas doutrinas do que a igreja tem do evangelho?

Porquê o povo de Deus cai toda hora - e quebra a cara toda hora?

Deus quer nos dar um banquete espiritual...quer que conheçamos sua mente – Paulo fala que podemos ter a mente de Cristo – Podemos ter muito conhecimento espiritual.

Poderíamos ter uma vida mais edificada- e ajudar a edificar a vida de outros.

Ajudar a suportar os trancos da vida, com mais facilidade.

Poderíamos ter muito mais experiências com os dons do Espírito Santo, e termos experiências tantas para contar, pelo auxílio deste, que estimularia e ajudaria outros.

Mas enquanto a igreja optar em ser carnal, e permanecer, entre outras coisas, nas invejas (jogos de poder, disputa de títulos e cargos) contendas (brigas as mais idiotas entre os irmãos) e dissensões ("panelas" as mais variadas, desde adolescentes, jovens, e até os da terceira idade), ela pode ter 200 anos de fundação, mais ainda toma mamadeira.

Você ainda toma leite na mamadeira?

Já bate um pratinho de leve?

Já pode comer um churrasco, espiritualmente falando?

Descubra em que nível você está.

Lee

Bônus : A História do” Coronel Trautman” ( esse Bônus expira)

Hoje, o coronel está para mim assim como o velho Bobby está para os irmãos Winchester, em Sobrenatural:

É de grande auxílio em minha missão, na minha jornada de vida espiritual.

Ele virou o “coronel”, por que brinquei dizendo que me sentia um “Rambo” - caminhava sozinho na batalha, pois era difícil alguém crer nas coisas que eu tinha:

Sonhos proféticos, em especial.

Eu conheci o Coronel numa igreja em que fui pregar.

Chamou a atenção dele o fato -segundo ele- de eu falar de assuntos espirituais de maneira “normal”.

Nessa mesma grei, o assunto que havia pregado era tema de uma das classes, e me chamaram pra dar uma aula, e voltei.

Ele foi nessa aula e sentiu confiança para falar comigo – ele teve uma péssima experiência em se abrir com um pastor, que ignorante em coisas espirituais, o tratou como um retardado, pedindo para “não contar aquelas coisas “pra ninguém.

O coronel já estava há 11 anos dentro de igreja, e ninguém conseguia discernir os dons espirituais que Deus havia concedido a ele.

Ele tinha “impressões espirituais”, e tinha visões:

O mundo espiritual ás vezes se abria para ele...via, dentro da igreja, anjos, mas também via demônios de aparência assustadora- e isso, no culto.

Como a “ igreja “ até hoje continua ignorante a respeito de coisas assim, ele começou a achar que tinha realmente problemas mentais.

Começou tratamento psiquiátrico com uma psicóloga cristã, que lógico, disse que tudo era fruto de imaginação.

Eu sei que tem pessoas pertubadas na igreja- é o que eu mais vejo até hoje.

Mas sei também, pelo meu próprio caso, que tive que ficar de bico fechado, pois não confiava em ninguém, com os meus sonhos, dentre eles o que me mostrou meu pai morrendo seis meses antes de ele morrer- e que aconteceu igual no sonho.

Não dando certo na psicóloga (pois as manifestações continuavam ocorrendo), ele foi encaminhado á psiquiatria, onde lhe deram receitas de pesados remédios.

Foi nesse intervalo que nos conhecemos...

Creio que, se passasse mais um pouco, o coronel hoje estaria num hospício.

Ele simplesmente tinha dons revelacionais...

A Bíblia lista vários deles, mas eu creio que Paulo simplesmente os citou como exemplo, pois o Espírito Santo é ilimitado em sua criatividade:

Quem o coloca numa caixa de sapatos, são os homens.

Hoje, além de um amigo, ganhei um companheiro de jornada, autorizado a ligar para mim qualquer hora do dia, se precisar, inclusive na madruga- e vice-versa.

Eu o mentoriei, e além de tudo, ganhei um intercessor (alguém que ora por outra pessoa).

Sábado mesmo, pela manhã, assim que voltei de minha caminhada na praia, indo pra debaixo do guarda-sol, minha irmã atendeu o celular, dando o recado dele:

Iria haver um tumulto ali em Copa, que envolvia nossa segurança,mas que não seria imediatamente naquela hora...dava pra ficar mais um tempo, mas depois era pra sair de Copa.

Umas 4 horas depois,houve perseguição da polícia a bandidos, com tiroteio e tudo, perto de onde passávamos para sair.

Alías, uma vez tive de sair por causa de arrastão, ás pressas.

O coronel consegue receber “alertas de perigo” da parte divina:

Paulo também, como no episódio do navio que afundou em Atos.

Ele também consegue “ler” uma pessoa:

Sabe quando ela usa drogas...se é bandido...se é policial...se é gay (ele disse que o gay assumido, é super-leve,mas o enrustido, é super-pesado espiritualmente)...

Sabe quando uma pessoa abusa de crianças...( e fica se sentindo mal, quando vê)...

Quando vê casais , seja de namorados ou casados, sabe quem está feliz, e quem não está...quem trai, se for o caso...

Eu achava isso a maior viagem, e o censurava, de início, dizendo que ele não podia julgar.

Mas ele não estava julgando- simplesmente dizia o que sentia...

Até que vi algumas pessoas que ele me disse, esse ano ( 3, no total, com seus amantes, na minha frente, na cidade) , e fiquei pasmo...eles não me viram...uma tinha acabado de sair do motel, com cabelo ainda molhado...

Ele sabe quando um pastor prega na vontade de Deus, ou na dele própia ( isso eu tb capto)...mas ele sabe se “há algo errado “na vida do pregador- o que é que há.

Ele disse que isso flui...e o ensinei a “fechar o canal”, para que essas captações viessem apenas quando forem necessárias, não ficassem aberta toda hora.

Como recentemente, em que fui visitar uma igreja, e uma foto de um palestrante, que está numa propaganda, me incomodou ( eu 'sinto' algo errado, mas não sei dizer o que é).

Tirei a foto do meu celular, e mostrei a ele.

Sabia que havia algo errado:

O coronel disse que o cara é maçom, algo incompatível com um pastor...e quase vomitou, afastando minha mão...o cara é pesadão, espiritualmente falando.

E assim, conferindo coisas espirituais com coisas espirituais,vamos seguindo na jornada.

Tal como os Winchester e o Bobby...aonde está o meu colt?

Lee