terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Relacionamentos são como Jardins




Eu adoro jardins...quando pequeno, morava em casa, e gostava muito de ficar brincando em cima da grama.

Mais tarde, durante breve período, morei numa casa, e sempre antes de sair, varria as folhas que caíam da árvore...

Fazia aquele ritual todos os dias, jamais deixando que elas se acumulassem, e gostava.

Hoje moro em apartamento, mas ainda assim tem vasos enormes de plantas, que dia sim dia não, tem que regar...mas quando esqueço, a aparência da folha muda, querendo murchar...

As folhas procuram a direção do sol, da claridade, e apontam para elas...

Mas se deixar de regar, elas podem morrer, as mais sensíveis morrem logo:

Perdi uma samambaia (não a mulher-samambaia!) dia desses, por esquecer de regar.

Gosto de aparar grama, sentir o cheiro do capim molhado, ver brotar flor de planta.

Dia desses, no calor que fazia, depois de um jogo de futebol, eu peguei o resto de água de um bebedouro tipo galão, e molhei as plantas ao redor com um pouco do que sobrou...

Molhei a árvore na raíz, e também o mato.

Isso foi no Colégio Batista, uma área que tem um enorme verde, aqui na Tijuca...

Aliás, aqui no bairro é onde está a maior floresta urbana do mundo, a floresta da Tijuca.

Os relacionamentos que temos na vida, são como jardins: Precisamos cuidar deles.

É preciso regar, podar, aparar as arestas, etc.

Alguns estão morrendo por falta de cuidado...

Certa vez, viajei e esqueci de deixar alguém molhando as plantas...

Quando voltei, salvei uma que estava morrendo com extrato de tomate!

Amizades, dependendo dela, ás vezes precisamos regar só uma vez na semana.

Namoros e casamentos, tem que regar, e cuidar do jardim todo o dia – Isso se você ama a pessoa.

Se não, deixe que outra pessoa cuide daquele jardim.

Jardins são diferentes, cada um tem seu “jeito próprio”.

A sensibilidade do jardineiro fará com que ele observe as mudanças e transformações do jardim.
Boa parte dos relacionamentos hoje são como jardins mal cuidados...

A terra fica seca, mais árida...

Algumas plantam morrem por falta d´água...

Folhas se acumulam, parecendo ser um local abandonado...

Relacionamentos são como jardins, você vê logo quando um é belo, bem cuidado, que dá prazer em olhar, ou mesmo estar.

E você também observa quando um é mal cuidado, largado, sem brilho ,que dá vontade de passar rapidamente por ele.



Lee



Na Sessão Revival, Elton John com Empty Garden (Jardim vazio) :

Música que ele fez em homenagem a John Lennon, que nesse 8 de dezembro, completa 29 anos que foi assassinado em frente ao Edifício Dakota, onda morava, em Nova York.


Era o fim do sonho – Os Beatles nunca mais tocariam ao vivo, novamente, até hoje.

Empty Garden legendada, veja no orkut.