domingo, 31 de janeiro de 2010

Crentes sem graça - Eles ainda não descobriram o Novo Testamento (Evangelho da graça)


“Para terminar: meus irmãos, sejam alegres por estarem unidos com o Senhor.

Não me aborreço de escrever, repetindo o que já escrevi, pois isso contribuirá para a segurança de vocês (Paulo, em Filipenses 3.1).

A Alegria é uma marca de quem está com Ele.

Então, por que vemos muitos crentes “sem graça”, desestimulados, hoje em dia?

Pelo mesmo motivo que, se vc continuar a leitura do capítulo, aconteceu no passado:

A insistência em se seguir a lei.

Me parece que a leitura simples do Novo Testamento- o tempo da graça, e não da lei, está sendo esquecida em nossos tempos.

Desde aquela época, Paulo gastou muita saliva, muito papel de carta, fez muitos deslocamentos, para mostrar que agora temos o evangelho da graça.

Ele ficava muito aborrecido com quem insistia que os agora novos cristãos seguissem qualquer tipo de rito da lei- e chega a chamar a esses – da igreja, que assim o faziam, de cachorros, que era uma das maiores desconsiderações da época.

Numa época sem pet shops, cachorrinhos de madame, indústria da ração, etc.

Cães, na época, eram os de rua, cheios de feridas, que caçavam o que comer.

Ele alerta para esse tipo de gente, que impõe cargas pesadas ao povo, que Jesus já tomou na cruz;

Ele alerta para a turma que impõe regras com aparência religiosa, mas que faz com que a pessoa se frustre mais ainda, ao não seguí-la.

Assim, hoje em dia, no tempo da graça, e não da lei, vejo muitas pessoas “sem graça”, pois de alguma forma, pregaram para elas “que precisam fazer alguma coisa” para agradar a Deus ou conquistá-lo;

Que a qualquer deslize, sente-se a beira do inferno – e tenta se corrigir, não por ser tocado pela graça, mas por sua própia força – com medo do chicote do Senhor.

Vejo pregações legalistas de pastores, usando o próprio Novo Testamento nesse sentido, todos os domingos ao longo dos anos - só muda o endereço da grei.

Paulo fala da alegria como marca, uma autenticação, por agora ser Dele.

Eu cansei de ver o desestímulo a alegria na igreja, achando que, pelo simples fato de estar nela, confundirem solenidade e ordem com sisudez.

Assim, desde cânticos, roupas mais despojadas, tudo nesse sentido é desestimulado.

Por isso, gerações de pessoas se perderam mundo afora, por enbarreiramento de alegria.

Me sinto mal quando vejo pessoas entonadas num terno - ás vezes,só pra se sentar num banco de igreja- aqui no Rio de Janeiro, em pleno verão de 40 graus.

Esse minar, desestimular da alegria, paradoxalmente, é uma das causas de outro extremo que está também nas igrejas de hoje:

A Farofada gospel.

Por passarem anos e anos sendo reprimidos e desestimulados, os jovens se radicalizaram indo para esse extremo gospel, que na verdade, é uma falsa alegria.

Sim, é uma alegria fake.

Modelos importados do exterior (ex: Hillsong), que encontraram formas genéricas por aqui, onde tudo cola (ex-Lagoinha, xerox descarada da banda australiana), tudo agora sob a moda da chamada adoração extravagante:

Hoje, toda igreja seja ela pentecostal ou não, desde que esse modismo chegou por aqui, em 1997, tem suas representantes no louvor, que copiam exatamente o que as loiras das respectivas bandas fazem no palco – e fazem isso na grei.

Saíram do extremo da repressão, da sisudez, para o extremo de uma suposta adoração em que, acabando aquilo ali, percebem que estão vazios da palavra, do conhecimento...

Completamente vazios da graça de divina: Afinal, a pregação continua a mesma.

Sem o evangelho da graça, a vida fica completamente sem graça, ainda que você possa cantar dizendo que hoje é “tempo de festa”.

Como você tem vivido? Tem procurado ser bonzinho pra agradar a Deus?

Ora, Ele diz que não é por obras, pra que ninguém se gloriar em si mesmo, mas pela fé...

Tem procurado exercer ritos pesados, ditos por pessoas as quais elas mesmas não dão conta disso – e tem quebrado a cara?

É claro...só há um meio de ter alegria no evangelho:

Quando você o segue pela graça divina...

Aí sim, sua vida começa a ter “graça”.

Lee
Na Sessão Revival, James Ingram e o clássico Just Oncemedite nessa letra.

Qual o Peso da Bagagem que vc carrega?



Venham a mim, todos vocês que estão cansados de carregar as suas pesadas cargas, e eu lhes darei descanso.

Sejam meus seguidores e aprendam comigo porque sou bondoso e tenho um coração humilde; e vocês encontrarão descanso.

Os deveres que eu exijo de vocês são fáceis, e a carga que eu ponho sobre vocês é leve (Jesus, em Mateus 28-30).

Se a carga de Jesus é leve, porquê tanta gente carrega cargas difíceis de suportar?

Algumas pessoas mal conseguem se arrastar por causa dessas cargas:

Vivem uma vida difícil, se arrastando a cada dia.

Isso acontece por carregar cargas que não deveriam estar carregando:

O peso vai se acumulando, pois a cada dia, ele aumenta pelo acréscimo de algo que a pessoa fez a sua vida – que Deus nunca pediu pra ela carregar.

A carga de Jesus é leve, perfeitamente suportável, pois nessa mochila da vida cristã que Ele deu, temos o suporte para tudo o que precisarmos nessa caminhada.

Tudo o que necessitamos, está ali naquela mochila, leve, prática e perfeitamente suportável, tanto para crianças, e que segue todas as idades, até os idosos.

Creio que o peso em nossa vida começa a aumentar das seguintes maneiras:

Quando achamos que tudo aquilo que vemos pelo caminho, temos que colocar na nossa carga.
Algumas coisas não precisamos carregar, mas ainda assim, vamos colocando na carga.

Como no caso das duas senhoras, a seguir...

Uma ficou com pena do neto rebelde (que nem a filha suportou mais em casa), e em vez de deixar este escolher o caminho de sua rebeldia, o acolheu em sua casa, por pena.

Agora vive sufocada, aguentando a histeria dele, que faz o que quer na casa, com medo de apanhar: Quem disse que ele era responsabilidade dela?

Peso desnecessário, carga explosiva.

Outra senhora ficou com pena de um menor de rua, e sentia na responsabilidade de cuidar dele.
Alimentava de início, e depois deixou este dormir em casa:

Em pouco tempo, sumia objetos, e ele começou a exigir dinheiro para bancar as drogas que usava – ela precisou se mudar dali.

Outra forma de carga pesada, é o que é imposto pela religião:

A carga religiosa, é um dos pesos mais difíceis de se carregar na vida.

A necessidade de parecer estar bem,quando se está com a alma em frangalhos, é terrível para uma pessoa que está na igreja.

Pra quem está na liderança, e é cobrado para “ser um exemplo”, isto então é um fardo difícil de suportar , ninguém aguenta isso por muito tempo.

Isso resulta no evangelho fake, da falsa aparência...em vez de seguir o conselho bíblico de Paulo aos Gálatas ( Levai as cargas uns dos outros, e assim cumprireis a lei de Cristo – GL.6.2), seguem fingindo estar bem.

Mulheres oprimidas em casamentos infelizes, acham que essa carga “veio de Deus”, e seguem com suas almas vazias – isso é uma carga pesadíssima;

Homens infelizes com suas escolhas,mas que pra aparência religiosa, precisam carregar esse peso – de ter ela- enquanto muitas vezes torcem para esta venha a morrer...

Mas o o peso da carga religiosa também vem em imposições que vem da igreja- tijolo, e não do evangelho da graça.

Até que a pessoa perceba isso, já colocou muita coisa pesada em sua mochila...

Mas sobre isso eu falo mais tarde.

Lee

Bônus: 2 sonhos, que não foram meus, mas que foram devidamente interpretados pela graça divina, me usando nesse sentido.

Sonho: Carregando as mochilas no telhado

Uma sra. que sabe de minha relação com sonhos proféticos, veio me procurar, com um sonho que teve,essa semana.

No sonho, ela e a filha dela, que está para se casar, em vez de andarem pela rua, caminhavam só pelas telhas das casas, que por si só já era difícil de andar:

Mas pra piorar, tinham mochilas pesadíssimas nas costas.

Em determinado momento,a filha tropeçava, e caía lá de cima, e o corpo estava agora estirado no chão...ela morreu.

A mãe via tudo, e não podia fazer nada.

Interpretation:

Faltam pouco mais de 3 meses para o casamento da filha...

Andando nas telhas: caminho difícil de andar, existem uma série de coisas totalmente desfavoráveis a esse casamento, que perderia tempo escrevendo aqui...

O caminho para um casório, tem que ser um caminho de paz, e ali não há;

Tem de ser um caminho em alegre expectativa, e não uma batalha de aborrecimentos semanais, isso sim, existente ali.

Garota tropeçando e caindo morta:

É a morte do sonho “de casamento perfeito”, e também morte espiritual:

Do sonho de casamento, aquilo que toda mulher espera, um casamento feliz, casar na igreja vestido de noiva, sonhos a dois, etc.

O Espiritual é a vida com Deus:

Ela , alías ele também, são de uma equipe de louvor de grei,ou seja:

Quando tudo “babar”, ela vai acabar colocando a culpa em Deus, e esfriar com Ele.

Alías, essa é a coisa mais comum de acontecer entre mulheres casadas infelizes:

De colocar a culpa no Chefe, esfriarem ou se tornarem cínicas com o evangelho, em vez de terem coragem de tomar uma decisão, mas se acovardam por causa da grei.

Existe um mundo de casadas assim na igreja, hoje em dia:

São as “covardes do Senhor”, por medo do que os da igreja-tijolo vão pensar.

Enfim, a decisão é dela – e Deus respeita – mas esse caminho num vai ter final legal não, infelizmente.

Sonho : Assistindo da arquibancada um rapaz se arrastando

Esse sonho foi do Coronel Trautman, que mesmo com os dons revelacionais que o Chefe os concedeu, tem limites...os sonhos são minha praia, e não a dele, em geral.

No sonho, estávamos eu e o Coronel numa pequena arquibancada, dessa que a gente vê nos filmes americanos, bem em frente a uma quadra de uma High School, por exemplo.

O Coronel disse que via um rapaz amarrado a pesadas correntes, que se arrastava tentando completar um circuito na quadra, tipo ir e voltar...

Ele dizia pra mim: - O rapaz não vai conseguir chegar ao final, desse jeito, e apontava pro rapaz, e olhava pra mim.

O problema era que o Coronel não sabia quem era o rapaz...ele o descreveu pra mim, e “sentia “ que era um bom rapaz, mas que a carga estava insuportável pra ele.

Quando ele me descreveu, “um sentido de alerta “bateu em mim...

Há alguns dias, no orkut, vi um rapaz de uma comunidade de igreja que me chamou atenção pelo fato de eu o “sentir” triste (sim ás vezes 'capto' também por foto- ás vezes).

Aí fui e entrei para ver (e eu sou lá de ficar entrando em orkut de homem?!)...me lembrei disso, e falei pro Coronel entrar no computador...

Disse quem era o rapaz, e o Coronel deu um grito,surpreso:

- É esse mesmo!! Foi esse quem eu vi!

Interpretation:

Você deve ter visto que entrei no seu orkut de ontem pra hoje- Foi proposital...veja:

Circuito de educação física:

É o circuito da vida, ou seja, a sua vida no dia a dia.

Correntes pesadas amarradas a sua cintura:

Correntes que foram colcadas na sua vida ao longo do tempo...algumas vc mesmo possa ter colocado, outras, permitiram que colocassem em vc.

O Chefe quer dizer que vc precisa se livrar dessas correntes, pois seu “circuito” de vida tem sido pesado, uma carga impossível de se carregar, e chegar até o fim.

Arrebenta essas correntes!

Lee
Na Sessão Revival, Joe Cocker pede para libertar seu coração e ser livre:

http://www.youtube.com/watch?v=HiGFDkrTklc


terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Ovelhas Perdidas


Existem hoje muitas ovelhas perdidas.

Elas caminhavam no rebanho do Senhor, mas se perderam no caminho.

Pelo que posso constatar nos últimos anos, boa parte desse esquecimento, dessa falta de cuidado, tem a ver com decepções.

É um conjunto que passa por:

Decepção com pastores;

Decepção com igrejas;

Decepção com Deus.

Vou começar pela última.

Decepção com Deus

Em geral, ocorre por uma busca ansiosa e obsessiva, que prometida por ensinamentos errados, acaba frustrando a pessoa.

Assim, a busca por prosperidade financeira, curas imediatas, etc, quando não alcançada, frustra a pessoa;

Prolongamento de aflições e sofrimentos, que vão desde situações, dores físicas, etc;

Achar que Deus é o restaurador mágico, de um casamento, por exemplo, onde um dos dois não quer restaurar nada – um dos cônjuges começa a esfriar com Deus ( o que está orando pela restauração), pensando que a culpa é Dele – ou seja, a pessoa orou, orou, e Ele não “agiu”.

O mesmo vale para orações para converter pessoas, familiares, etc.

Conheci várias pessoas assim, ao longo dos anos...

Uma, delas, de tanto sofrimento que passava, pensava que não era “convertido”, e ia em várias igrejas diferentes, “aceitando a Jesus” ao final de cada mensagem, pra ver se “Jesus o escutava”.

Decepções com Deus, por este não cumprir o que alguém erradamente ensinou sobre Ele, é a terceira causa mais comum entre as ovelhas perdidas.

Decepção com Igrejas

A pessoa investiu parte da vida dela ali, e alguém, em algum momento a preteriu em alguma coisa, foi deixado de lado, foi usado enquanto convinha e desprezado quando não mais tinham interesse, panelinhas, etc.

Certo diácono, tesoureiro de uma tradicional igreja na cidade, era uma das pessoas mais atuantes naquela igreja, que serviu por mais de 25 anos com dedicação.

Mas quando se aposentou, aconteceu um revés na vida dele, e quando mais precisou de ajuda, da atenção da igreja ao qual servia, o pastor e os membros, deixaram que ele ficasse sozinho, ele e a mulher:

Adoeceu, a aposentadoria não cobria os remédios e ele ficou acamado, socorrido apenas pela mulher agora também já idosa.

Ele, que por vários anos saía tarde da igreja, fazendo as contas da contabilidade - depois do trabalho dele – acabou sendo socorrido por um pastor de outra igreja.

Ele, que chegou a ser considerado um dos “braços do pastor na igreja”, nem sequer recebeu a atenção de sua querida grei.

A mulher dele nunca mais quis saber de igreja na vida, até morrer.

Decepção com igrejas, portanto, é a segunda causa que mais vi entre as ovelhas perdidas.

Decepção com pastores

Por incrível que pareça, é a causa mais comum de “ovelhas perdidas”:
É o campeão de reclamações no Procon Celestial.

Várias, se magoaram com alguma coisa que o pastor disse ou fez;

Muitas, não sentiram o cuidar, o carinho, a atenção de seu pastor.

Até hoje, vejo pastores que “não caminham” entre o povo:

Saem com a bunda gelada do gabinete com ar condicionado direto para o púlpito, sem sequer cumprimentar e falar com ninguém- Nem antes ou depois da mensagem.

A frieza não é só do ar condicionado, ela vem na verdade do coração...

Não participam de atividades da igreja, como almoço, por exemplo, para arrecadação de ofertas, e ás vezes, na cara de pau, pedem para ir onde nem eles mesmos vão participar.

Cresci vendo “mesas reservadas” para pastores, aonde ninguém podia chegar perto deles e de sua “santa família”:

Nem buscar a comida iam, vinham os “garçons” servir a eles – isso, em frente a cantina da igreja!

Pastores que não caminham entre o povo, são a certeza de que logo haverá ovelhas perdidas na igreja.

Eu sei que é inviável uma só pessoa dar atenção a outras, quando passa de uma centena.

Para isso, Deus dá a capacidade para que algum tipo de ministério na igreja venha a dar atenção a um grupamento de pessoas – para isso servem as faixas etárias, os interesses, como música (coros, conjuntos) estudos de classe (escola dominical, grupos familiares), enfim, algo que efetivamente funcione na igreja.

Mas acima de tudo, o pastoreio sobre algúem é motivado pelo o que a pessoa vê (na atitude do pastor) e no que ela ouve.

Ás vezes, a pessoa nunca teve contato mais direto com o pastor - coisa comum com uma igreja com mais de 500 membros – mas ela se sente pastoreada.

Ela se sente pastoreada por que vê e percebe as atitudes dele;

Ela se sente pastoreada, por que o pastor recebe uma palavra de Deus e a transmite:

Aquela mensagem, falada a várias pessoas, parece ter sido feita exatamente para ele.

E vários e vários outros, na congregação, tem a mesma sensação – Isso vem de Deus.

Não tinha como ele “saber o que to passando", o que tá acontecendo na vida da pessoa, etc.

Assim, a ovelha não se perde por culpa do pastor – ela só vai ficar perdida, por conta de suas própias escolhas.
Você pastor, pastoreia de fato suas ovelhas?

Lee

Bônus: O sonho do Coronel Trautman

Coronel Trautman é usado muito pelo Senhor, com seus dons revelacionais,já falei dele aqui.

Ele me contou esse sonho que teve nessa madrugada, que ilustra muito o que disse acima...passou o dia “ impregnado” com ele.

O sonho

Jesus aparecia ao Coronel, e se dizia muito triste com a situação de suas igrejas.

Eles começavam a caminhar por várias e várias igrejas, a maioria de minha denominação, e algumas dessas greis o Coronel as conhecia.

Numa delas, na zona sul aqui da cidade, que cheguei a frequentar (em algumas, eles passavam na porta...em outras, entravam na igreja) o Chefe disse que o pastor dali estava passando por uma batalha espiritual enorme, mas que não sabia como enfrentá-la.

Depois, passaram por diversas igrejas daqui...o Coronel não conhecia a maioria delas, e nem seus pastores, e o Senhor ia dizendo como estavam os pastores daquelas igrejas.

Mas o Coronel reconheceu duas igrejas e dois pastores, que eu também conheço.

Numa delas, contou todo o esquema de caixa 2 que havia, tudo orquestrado pelo pastor, que desviava dinheiro para ele.

Ele disse que isso não passaria impune : - Você sabe como ele vai terminar, disse o Senhor.

O Coronel o viu morto, a seguir....esse é um dos vários pastores que ajudam as ovelhas a se perder.

-Vocês sabem que está chegando a hora, vocês sabem o que vai acontecer, disse o Senhor, referindo-se ao Coronel e a mim.

A seguir, Jesus e o Coronel foram á frente do apartamento de um pastor que nós dois conhecemos.

- A mulher dele traz o amante a própia casa, quando ele não está – ele sabe disso, mas nada faz, e isso acontece há muito tempo.

É verdade...eu soube disso ano passado, quando vi os dois juntos aqui na cidade (ela me reconheceu e disparou, segurando o cara pelo braço).

- A mesma vista grossa ele faz com as coisas erradas na igreja, mas não fala com medo de perder as benesses, a vida confortável que tem, e com medo de desagradar os outros...vocês sabem o que vai acontecer com ele, continuou.

A seguir, passearam por mais outras igrejas...numa delas, foram parar no gabinete pastoral daquela igreja (escritório do pastor).

Ele disse a situação do pastor e da grei, enquanto na frente deles, no gabinete, o referido pastor transava com uma mulher.

- Ele seduz as mulheres aqui dentro...é isso que faz com minhas ovelhas.

Sempre ao final de cada igreja-situação, Ele dizia:

- Vocês sabem o que vou fazer...vocês sabem o que vai acontecer.

Na Sessão Revival, o clássico Ovelha Negra, com Rita Lee:


domingo, 24 de janeiro de 2010

A Escolha de Matias: Vontade de Deus ou Vontade dos Homens?


Vejam como foi a escolha de Matias para ser Apóstolo:

"Num desses dias de reunião, estavam presentes mais ou menos cento e vinte seguidores de Jesus. Nessa reunião Pedro se levantou e disse:

Portanto, precisamos escolher outro homem para pertencer ao nosso grupo e ser testemunha junto conosco da ressurreição do Senhor Jesus.

Deve ser um daqueles que nos acompanharam durante o tempo em que o Senhor Jesus andou entre nós, desde que foi batizado por João até o dia em que foi levado para o céu.

E foram apresentados dois homens: José, chamado de Barsabás, que tinha o apelido de Justo, e Matias.

Em seguida oraram, dizendo: Senhor, tu conheces o coração de todos: Mostra agora qual dos dois escolheste.

Para trabalhar conosco como apóstolo, pois Judas abandonou este trabalho e foi para o lugar que ele merecia.

Depois fizeram um sorteio para escolher um dos dois. O nome sorteado foi o de Matias, que se juntou ao grupo dos onze apóstolos". (Atos, capítulo 1, vs 25 a 26, editado)

Agora vejam como foi a escolha de Paulo:

"Eu, Paulo, escrevo esta carta - eu que fui chamado para ser apóstolo, não por pessoas ou por meio de uma pessoa, mas por Jesus Cristo e por Deus, o Pai, que ressuscitou Jesus da morte". ( Galátas 1.1)

Os textos acima tem muito a nos ensinar sobre escolha divina e escolhas humanas.

Principalmente em se tratando de escolhas de pessoas para sua obra.

A grande diferença nesse caso é o padrão da escolha.

Os padrões humanos sempre tem pré- requisitos, enquanto o divino, foge a lógica humana.

Aqui já estamos no livro de Atos, a seguir dos evangelhos - que começa a se diluir um pouco, ao tomar rumos “institucionais”.

Pedro convoca uma reunião com 120 pessoas “votantes” para o cargo “que ficou vago” com a traição de Judas.

Ele achava que aquela vaga precisava ficar prenchida...se baseava nisso citando o Salmo 109, vs 8, que falava sobre os ímpios...

Mas em nenhum momento do capítulo, vemos ele ou alguém dizer ter recebido de Deus que era para se fazer isso.

Então vieram os tais dos pré-requisitos...

Pré- requistos humanos sempre foram empecilhos para enxergar a vontade de Deus.

1- Tinha que ter andado entre eles, nos 3 anos e meio anteriores:
A "panela "(hoje muito comum nas igrejas), começou a ser formada nessa época...

2- Tinha que ter visto Jesus ser batizado por João Batista ( bem no início do ministério);

3- Tinha que ter visto Jesus subindo aos céus, após a crucificação e ressureição Deste ( umas 500 pessoas viram).

E assim após os 2 nomes apresentados, fizeram uma rápida oração, e” lançaram sortes”, que caiu em Matias.

Os israelitas lançavam sortes com o objetivo de transferir das mãos dos homens às mãos de Deus o processo de tomada de decisão:

A sorte somente era lançada depois de se buscar a direção de Deus em oração - ou seja, era algo pitoresco...um costume da antiga lei, e não do agora evangelho da graça.

Matias foi eleito...

Veja bem, Matias era um “cara de Deus” - o acompanhou de fato, e depois:

Segundo a história eclesiástica , Matias primeiro pregou o evangelho na Judéia, seguindo para a Etiópia e, posteriormente, se dirigiu para região da Colquídea, hoje conhecida como Geórgia (ao lado da Rússia, que é doida para tê-la de volta) , onde foi crucificado.

Viveu e morreu – literalmente - pelo evangelho.

Mas só é citado, muito rápida e discretamente, nesses dois versículos – acaba a história dele na Bíblia, ali.

A escolha de Deus, foge a lógica humana.

Paulo, apóstolo escolhido posteiormente por Deus, era anteriormente perseguidor dos Cristãos- um “caçador de cristãos”, a lá Sobrenatural (seriado).

Era Judeu (tinha cidadania romana) , e foi eleito apóstolo entre os gentios ( ou seja, os não judeus) pelo Senhor :

Pela lógica humana, não seria mais fácil ele pregar para os Judeus, já que era um Judeu de 'pedigree' (ele era praticamente um rabino, formado por uma das escolas mais tradicionais de seu tempo)?

Mas Deus nunca agiu segundo a lógica humana.

Apóstolo, no grego, significa enviado...nesse sentido, somos todos apóstolos Dele.

O problema hoje nas igrejas, é não saber esperar a voz divina- a orientação deste.

Hoje, tudo se faz nela, por pré-requisitos:

Pré-requisitos que começam na agenda, que muitas vezes, é ocupada para Deus:

No início do ano, se programam coisas até o final dela, que não se sabe se é da vontade de Deus – é tudo sugestão humana.

Cada um de seus respectivos departamentos ou ministérios, brigam por uma vaga ali.

A turma teen, os jovens, os adultos, a terceira idade, todo mundo quer uma data pré-estabelecida, que seja de seu interesse.

Nenhuma igreja tem a coragem de ter agenda vazia – só prenchida pelo aniversário desta, e pelo Natal – Nenhuma delas tem a coragem de deixar Deus naturalmente ir prenchendo as atividades ao longo do ano – elas são estabelecidas pelo homem.

Calendários “denominacionais”, Mês de missões,Mês de juventude, Mês de família, Mês das senhoras“, tema do ano”( a maioria das vezes distoantes do tema que Deus queria)...

E muita, mas muita, farofada gospel para enganar trouxa que adora ser iludido.

Entende por que não há crescimento espiritual?
Entende por que você vai a igreja e sente vazio, muitas vezes?

Entende por que você não encontra forças para determinadas situações, como provações, perdas de entes queridos, conflitos existênciais , direção de vida?

A vaga foi prenchida por homens, e não por Deus.

Como alguém pode receber uma palavra de Deus onde não há palavra?

Pois não há nem no púlpito e nem na escola bíblica, na maioria das vezes.

Como uma pessoa com a alma se rasgando vai receber uma palavra Dele, uma oração, no meio da farofada gospel, num culto-show de duas horas?

Como vai receber uma palavra Dele, na casa Dele, onde não há mais mensagem?

Nos calendários denominacionais,então, é uma tristeza...

Vem muita gente de fora (a maioria que os pastores nem conhecem- ele deixa tudo a deriva- é mais descanso pra ele) , e vira uma salada...

No Mês de missões, só muda de país ou estado, e só o relato de dificuldades sem fim, com o cara- ou a mulher- só falando que tá quase jogando a toalha...foram poucas as vezes que eu vi relatarem o poder de Deus em situações;

Mas a escolha de pastores em algumas igrejas é muito semelhante a de Matias...

Cheias de pré-requisitos.

Já vi casos de igreja que exigem faculdades, mestrados, etc, para seus pastores;

Que falem idiomas;

Enfm, nem mesmo Jesus ou qualquer um dos apóstolos poderiam ser pastores de lá.

Matias, era de Deus, mas foi eleito por homens, e nunca mais se ouviu falar dele no Novo Testamento, além dos dois versículos acima;

Paulo, foi eleito por Deus, e simplesmente escreveu 14 dos 27 livros do Novo Testamento, influenciando gerações até hoje.

Precisamos aprender saber qual é a escolha de Deus, pois enquanto “tentarmos a sorte”, vamos bater cabeça.

Lee

Na Sessão Revival, João Alexandre em dois momentos inspiradíssimos:

Pra cima, Brasil:

É proibido pensar:

quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

O Homem Opressor e a Mulher Chiclete: Duas faces de uma mesma moeda

Covardão Opressor
Mulher Chiclete

Ontem, um borracheiro matou a ex-mulher, após um ano de perseguição a ela.

Inconformado, o doente vivia a ameaçando, enfiando porrada, armando barraco no trabalho dela...

A ex-mulher, que se livrou da coisa após 5 anos de tortura, já havia feito 8 boletins de ocorrência na DP, e mesmo em tempos de lei Maria da Penha, não conseguiu ver a justiça prevalecer:
Afinal, aqui é o Brasil...o máximo que tinha conseguido, mesmo com marcas de porrada, foi a fantasia jurídica da não aproximação...

Ele deveria ficar o mínimo de 300 metros longe dela...mas a borracharia ficava a menos de 50 metros do salão de beleza que a ex-mulher tinha:

Como disse, coisas de Brasil...que delegada eficiente, que beleza de justiça!

Enquanto a Mulher Chiclete geralmente fica no nível extremo da chatice, o Homem Opressor é muito pior.

Várias meninas se submetem a um homem opressor em namoro, e depois, se chegam a se casar com um deles, caem no erro número um de pensar das mulheres:

Que o cara vai mudar....não vai.

As que são de igreja, cometem então o erro número dois de pensar da mulher, agora associado ao que “aprendem” na igreja:

Que a oração vai mudar o cara – não vai.

Deus só muda o coração de alguém, quando este quer - quando este se submete a Ele.
Aí, ao verem que o cara não mudou, elas cometem o erro número três de pensar da mulher :

De que isso foi um “fardo” que Deus deu, e encaram isso no sentido de “missão de vida”, a “cruz que elas tem que carregar”.

Deus nunca disse que levar porrada de marido era cruz pra se carregar, ou era missão de vida de alguém.

Muita mulher de grei, assim como de fora, leva porrada de “marido crente”.
Um ex-pastor de igreja que fui membro, perdeu o pastorado dele assim...

A mulher dele começou a aparecer toda roxa, e como era muito branca, não dava pra disfarçar.

O povo começou a perceber, a achar aquilo estranho...chegaram a confrontá-lo, e ele dizia que "ela caía da escada".

Ele tinha acessos de fúria (mas era doce como um cordeiro com o povo), e só não dava na cara, por que aí não tinha álibi.

Ela vivia com as canelas e braços roxos...mais tarde a coisa pipocou, e acabamos descobrindo coisas bem piores dele, que até hoje é Pastor por aí:

E com a mesma mulher...porrada forever.

Sintomas de homens opressores:

Exercer controle doentio

o cara simplemente anula a namorada ou mulher dele, pra tudo:

Vai mandar ela mudar de roupa, de cabelo, e em alguns casos, até pressionar pra sair do emprego, seja para evitar as companias femininas (má influência delas, na cabeça dele), ou se afastar de outros homens.

Ele vai obrigá-la a comer só o que ele gosta, usar roupas que ele goste, ver programas na tv só os dele, e por aí vai.

Se a mulher tem um mínimo de atitude, de personalidade, vai ser confusão toda hora.

O celular dela não descansa nunca, ele quer saber onde e com quem está, numa média de 40 ligações diárias – Se não atender, vai ser pior depois -o celuar vira um “controle remoto”.

Falta de sociabilidade

No ínicio, ele vai tentar disfarçar, mas com o tempo, não vai gostar desse negócio de sair entre amigos – só ele com os dele, e sozinho.
Ele acha que você é um produto só dele...daqui há pouco, você estará num casulo.

Em geral, são meio esquisitos, mas alguns tem cara de “gente boa” e podem ser falantes, como o nobre pastor acima citado.

Conheci uma menina na grei assim...era bonita, e desde pequena frequentava aquela igreja.

Num vai e vem com um mané, ela me perguntou o que deveria fazer com a situação, pois o cara queria voltar, e se casar com ela...este, não era da grei.

Mandei a real, pois já tinha observado a situação - e ela me perguntou...

Disse que ele estava disfarçando (ele não gostava que ela fosse a igreja), e que era um cara esquisitão, não sociável (em 4 anos, nunca vi ele entrando na grei com ela) e que caras não sociáveis são assim não por timidez, mas por medo que as pessoas descubram quem realmente eles são.

Ela segurou a onda, mas depois não resistiu...casou com o mané.

Um ano depois, soube por amigos em comum (já tinha saído de lá), que ele a proibiu de pintar o cabelo, pra não chamar atenção de outros;

Que ela era proibida de usar maquiagem;

Só se vestia com roupa estilo da vó dela;

Que ele mandou ela sair do emprego, há qual trabalhava há 18 anos, e era perto de casa;

Que estava irreconhecível: O corpo sempre magro a vida toda deu lugar a uma porca gorda;

Que ela tinha que sair do culto pontualmente, se passasse da hora, teria que sair correndo pra porta da igreja, onde ele passaria de carro pra buscá-la, mesmo com estacionamento fácil dentro e ao redor da igreja.

Tudo isso, apenas “por ter se casado”...com um mané opressor.

Agressividade

Tudo começa com um puxão pelo braço – o puxão pelo braço é como se fosse a “maconha”, a mais leve entre as drogas.

Puxadas de cabelo, tapas, chutes, e finalmente a porrada na cara, o “crack” da relação.

Gritos, humilhações, e mais porrada, seguido de arrependimento posterior – Até a próxima sessão.

Todo cara que bate em mulher, é covarde – ele não encara outro homem na mão, como ele faz com a mulher- com outro homem, só com barra de ferro, faca ou no tiro:

Ele sabe que bater em mulher é mais fácil.

Assim agem os opressores...eles são muito mais perigosos que a Mulher Chiclete, que em geral, são só grudentas – a maioria – pois tem algumas bem “pancadas”, também.

A Mulher Chiclete

A Mulher chiclete, é acima de tudo, uma pessoa que não se ama.

Ela acha que a carência afetiva dela vai ser emocionalmente saciada só com outro homem- e pobre coitado de quem cair na rede dela.

São fantasiosas, enxergando coisas que não existe em outra pessoa:

Em uma hora com outro, acha que aquele é o príncipe encantado da vida dela.

As de igreja (tudo em igreja é pior, mais pesado, por causa do legalismo) então são uma tristeza:

Além de tudo, as senhoras da grei, o pastor, todo mundo, pergunta quando ela vai se casar.

As balzaquianas então sofrem mais ainda, pois quem não se “arrumou” são tidas como as “esquecidas por Deus”.

Enquanto este não interfere nunca numa escolha por alguém-seja boa, ou seja ruim.

As mais novas, mal podem arrumar um namoradinho, pois passando dos vinte anos, perguntam quando é que vão se casar.

Por isso, tem chicleteira em igreja, também:

A chicleteira nova, e a chicleteira “mais desesperada”.

Tô fugindo de uma há dois anos...

Foi assim:

Passeava eu pelo meu shopping, enquanto encontrei essa figura, que não via há um bom tempo, de um igreja que passei...nunca tive nada com ela, só a cumprimentava.

Após rápido cumprimento, pediu meu número e caí na besteira de dar, por educação.

Esse foi meu erro número um.

Uma semana depois a coisa me ligou, já que não tenho o menor interesse por ela.

Reclamando que eu não havia ligado....e aí começou o meu calvário.

Encheu tanto o saco, ligando dia sim, dia não, que resolvi acompanhá-la para uma exposição...quem sabe assim não parava com a encheção de saco?

Esse foi meu erro número dois: Quem me expus fui eu, saindo como amigo.

A encheção só aumentou na semana seguinte,com as ligações, que parei de atender, mas hoje com os torpedos, eu parecia um submarino sendo bombardeado!

Eram uns 70 torpedos por semana – tive que jogar um chip fora.

Ao perceber que não atendia mais, a chiclete me cercava agora no meu point:

O Shopping...

Aquelas famosas “coincidências”de passagens, e aquela mala não desgrudava.

Mandar a real pra ela, deixar falando sozinha e andar no meio do povo, mandar pastar, de nada adiantava, a coisa é doente mesmo.

Fiquei pensando...eu não peguei...imagine então se tivesse pego!

Resultado: Tive que sumir do meu shopping...agora, quando saio do trabalho e vou até-la, ou nas folgas de fim de semana, minha irmã me acompanha.

Assim, se você me ver acompanhado, é por minha irmã- que acaba atrasando meu lado, pois pensam que é namorada!

Que situação a maluca criou!

Quando a doida me vê com ela, não chega nem perto, morre de medo.

Coincidência ou não, eu que sempre me amarrei em chiclete, parei com eles desse tempo pra cá:

Fiquei só com os chocolates.

Lee, fugindo das chicletes: Agora só vou grudar em saudáveis.

Na Sessão Revival Relacionamentos doentios:

Meu amor já não me bate mais:


segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Seu Filho/a gosta de ficar em Casa, ou Prefere sempre estar Fora Dela?


Muitos filhos e filhas não gostam de ficar em casa.

O motivo é muito simples - Conflitos familiares.

Tirando rebeldias injustificadas, pré-teens, teens, e jovens, não suportam ficar em um ambiente em que ele percebe nítidamente em que há total desarmonia no lar.

A partir dos sete anos, a criança começa a perder o encanto com relação a um dos pais, ou mesmo aos dois, ao perceber:

Gritos, discussões, xingamentos entre eles;

Agressões do pai a mãe, ou a eles mesmos (crianças) ;

Humilhações dada pelos pais a eles;

Falta de carinho e atenção dada por um dos pais.

As filhas, sofrem com a rejeição do pai de maneira mais intensa:

Palavras de carinho, falta de atenção quando fala das atividades “femininas” (ir ao balé, GRD, Jazz, etc);
Alguns pais não ligam pra elas, pois esperavam um filho homem:

Na ânsia de agradá-lo, vão jogar futebol ou seguir a profissão do pai mais tarde:

Algumas viraram militares, delegadas, etc, por causa disso – por quererm agradá-lo.

Outras, desistem de tentar agradá-lo, e se perdem nas drogas ou no álcool:

Algumas, pegam raiva de homem e viram lésbicas por causa disso.

Sem falar naquelas que o pai sufoca, oprimindo as meninas, que mal podem ter um namoradinho.
Os meninos que não se sentem amados , entram numa revolta que pode se tornar perigosa.

Especialmente quando teens, se ver o pai batendo na mãe, agora já com o corpo mais forte, não vão tolerar essa situação – podem acabar batendo nele.

E se esse espancava ele, a raiva pode ser pior – uma desgraça pode acontecer.

Mas se apenas verem que seus pais são indiferentes a ele, ele pode se tornar tímido em excesso, frio, desinteressado por tudo.

O desinteresse dos pais por ele, pode provocar um desinteresse pela vida.

Ora se os pais o acham desinteressante, que relevância ele pode ter na vida?

É assim que muitos deles pensam:

E vários deles são acometidos por pensamentos suicidas.

Se o pai é um omisso ou banana, e ele ver a mãe “comandando” tudo em casa, ele também vai ser assim.

Quando eu digo que tem muito mané por aí, eu não to brincando:

Falta muito homem-macho nesse mundo, porque há um desequilíbrio na relação homem- mulher quando o cara espera que a mulher tome as decisões para tudo dentro de casa.

Isso, além de sobrecarregá-las, as deixa esgotadas, e os filhos observam tudo isso.

E sim, os filhos homens de uma relação assim, podem ter uma tendência gay:

Não é o “gay por opção” ,mas o gay por “osmose”, por absorver a inoperância masculina do pai...e geralmente, acabam se tornando mais passivos.

A verdade é que problemas familiares acontecem -mesmo em lares saudáveis.

Mas em lares onde as relações não são saudáveis, isso aumenta exponencialmente.

A sua casa é o termômetro do equilíbrio emocional de seu filho.

Vou dizer umas coisas, que talvez nunca tiveram coragem de dizer pra você, pai e mãe:

Seus filhos, mesmo mais novos (lá pelos sete anos), sabem quando seu casamento é bom, ou quando é fake;

Seus filhos, a partir de determinada idade, sabem se vocês transam ou não;

Seus filhos, sabem se vocês estão empurrando o casório – eles sabem quando os pais passam apenas a dividir apartamento, dividir contas.

Seus filhos sabem se ele/ela ama você ou não.

Por isso digo que casamento só pode ser mantido por amor – se não, não invente a desculpa que está “esperando eles crescerem”, pra se separarem.

Eles já sabem que vocês são separados de fato, a não ser os mais novinhos, que vão entender essa decisão depois...ou perceber que o casal sempre foi “separado”, se continuarem mantendo o casório fake.

Alías, muitos deles agradeceriam se vocês tomassem logo essa decisão.


Quando envolve gente de igreja, a desgraça é maior...

Aliás, tudo o que envolve coisas do cotidiano na grei, sempre é mais pesado, por causa do legalismo.


Ás vezes, os filhos reparam no comportamento dos pais na igreja, que é totalmente diferente daquilo que é em casa.


Na grei, são alegres, distribuindo sorrisos fake pra todos:

Em casa, vivem num pé de guerra.

Na grei,cantam, ensinam,, alguns tem status de “respectable”..


Mas já peguei homens casados “respeitáveis na grei”, ao celular:

Falavam com suas amantes, no domingo na igreja, desesperados por passar mais um final de semana “em família”, não vendo a hora de se verem na semana.

Alguns bancam suas amantes com apartamentos e tudo.

Sei de casadas que também são bancadas por seus amantes – elas também tem suas funções na grei,e alguns de seus amantes, também.


Alías, vivo brigando com o Chefe por que sempre Ele me faz ver isso – só ano passado, vi uns cinco desses casos.


A vida fake dessa turma, prejudica seus filhos...e Deus detesta vida de aparências.

Me lembro do conflito dos meus pais:

Eu não queria chegar da escola e ver tudo aquilo.

Foi assim que virei um rato de cinema, e naquela época, a gente podia ficar vendo filme novamente, e via outra sessão, pra demorar mais.

Ou entrava no Flipper ( espécie de antecessor da lan house) e gastava meu tempo jogando Commander...e Pac-Man..

Tudo pra chegar em casa mais tarde.

Foi nessa época, que pela graça divina, eu me recusei a experimentar drogas, que foram oferecidas pelos colegas da turma...

Que não ia as excursões ao puteiro, que a turma fazia – pagar mulher pra transar nunca teve sentido pra mim desde essa época...

Que despachei um viado- velho que pediu pra ver meu pinto, no dia em que matei aula e fui ao zoólogico sozinho (e eu estava vendo a pantera na jaula, e não os veados!)


Sim, matei aula nessa época pra ver avião pousando em aeroporto, pra devorar gibis na biblioteca pública do bairro...

Foi quando me afastei da turma da escola que praticava pequenos furtos nas Lojas Americanas e supermercados, e da turma do prédio que roubava roupa na Mesbla.

E era tudo classe média...alguns viraram bandidos.

Deus fez do cinema o meu refúgio.

Se isso acontecia naquela época em que fugia dos conflitos familares, hoje em dia as opções são muito piores, como o crack vendido na porta de escolas tradicionais, etc.

Se seu filho não gostar de ficar em casa – Se não se sentir bem ao tempo que tem de ficar nela, pode ter certeza de que ele/ela percebeu o conflito familiar ali existente.


Pense nisso.


Lee


Na Sessão Revival conflito familiar:

Suzane Vega conta a história de Luka, que vivia sendo espancado:

http://www.youtube.com/watch?v=hVlIanZxOrY


Cyndie Lauper tenta explicar aos pais que só quer se divertir:

http://www.youtube.com/watch?v=xyY5eJZIkBw


Madonna toma uma importante decisão, e pede o apoio do pai:

http://www.youtube.com/watch?v=-8xwM8U8IQ8

domingo, 17 de janeiro de 2010

Sabedoria


Deus quer que tenhamos sabedoria:

“Sem Deus, como teríamos o que comer ou com que nos divertir?

Ele dá sabedoria, conhecimento e felicidade às pessoas de quem Ele gosta”.

(Eclesiastes 2.25,26)

Ele quer que tenhamos provisão e diversão ( só os sisudos da religião dizem que não).

Mas Ele quer dar sabedoria a todos...as pessoas de quem “Ele gosta”, são todas as que se achegam a Ele.

A sabedoria é um dom precioso no mundo louco em que vivemos.

Quem tem sabedoria, navega em segurança no mar caótico dessa vida.

Tem percepção das coisas, se antecede á situações ruins, tem mais tranquilidade.

Davi foi um Rei famoso, no Antigo Testamento, por suas conquistas.

Mas seu filho Salomão, que o sucedeu, pediu a Deus sabedoria, no início do reinado.

Enquanto Davi viveu lutando a vida toda, e com constantes ameaças conspiratórias, vinda até de amigos próximos , e de familiares (seu próprio filho, Absalão) para derrubá-lo, Salomão passou 40 anos de reinado absolutamente tranquilos.

Por quê? Pela sabedoria.

“Deu pois o Senhor a Salomão sabedoria, como lhe tinha falado; e houve paz entre Hirão e Salomão, e ambos fizeram acordo”. (I Reis 5.12)

Esse acordo político deu a Salomão uma sustentação política que não só trouxe um período sem guerras, como todo o reino ficou próspero:

Também todas as taças de beber do rei Salomão eram de ouro, e todos os vasos da casa do bosque do Líbano eram de ouro puro; não havia neles prata, porque nos dias de Salomão não tinha valor algum”. ( I Reis 10.21)

A prata não valia nada em Israel naqueles dias!

Os povos inimigos, assustados, pagavam em ouro para que Israel não os invadissem.

Salomão foi a pessoa mais sábia na terra, antes da passagem de Jesus por esta:

Escreveu tratados inéditos sobre ciências biológicas, julgou causas com sabedoria, aconselhou reis e rainhas que vinham de fora, para ouvirem conselhos...

Construi o templo que seu pai não conseguiu...

E ficou muito rico: calcula-se hoje pelo valor de ouro acumulado, que sua fortuna pessoal hoje seria por volta de 500 bilhões de dólares.

Pra se ter uma idéia, as 10 maiores fortunas do mundo atual somadas, entre elas do Bill Gates, e dos donos do Google, dão juntas 272,2 bilhões de dólares.

Salomão barrava com sobras...

Como dinheiro chama mulher interesseira, teve 700 esposas e 300 concubinas:

Algumas ele ganhava para simpatias de um governo,era comum isso para trocas comerciais- elas vinham “de brinde”,um bônus, um agrado:

Várias delas ele provavelmente nem as “tocou”.

A sabedoria não é para ser usada para motivos materiais, ou de conquistas como as vistas na vida de salomão- na verdade, ele se aproveitou disso.

Deus dá a sabedoria para que possamos viver em paz, com as decisões advindas por ela.

E para que possamos aconselhar, ajudar e tomar decisões que venham a favorecer saudávelmente tanto a pessoa, quanto um grupamento de pessoas.

O gari precisa de sabedoria tanto quanto o executivo;

A dona de casa, na criação dos filhos e administração do lar;

Os pastores, na condução das igrejas em que estão – muitos, não tem um pingo de sabedoria em seu ministério, querendo deixar sua responsabilidade na mão de outros.

Por isso, essa zona que virou a igreja brasileira.

Peça a Deus sabedoria, mas lembre-se:

Sabedoria recebida depende de sua ação – gente frouxa não tem sabedoria:

Quem é frouxo, fraco, covarde, políticamente correto, mané, amigo de circunstâncias inconvenientes por medo de falar, etc, não tem sabedoria.

Do contrário, continue um mané... a conformação com o inconformável é da natureza deles, incompatível com a sabedoria.

O mesmo vale para as mulheres:

Abigail era formosa (bonita, atraente, uma gata, gostosa, filé, como queiram chamar) mas de bom entedimento (tinha sabedoria – não era burra, e muito menos frouxa).

Veja a história dela e entenda o por que assim que ela ficou viúva, Davi a tomou por sua mulher ( I Samuel 25, Antigo Testamento).

Sabedoria não é varinha mágica;

Sabedoria, não vem através de estudos ( isso é conhecimento do que se lê);

Quem anda com o sábio, absorve muito deste, e quem anda com tolo, a mesma coisa;

Peça a Deus sabedoria:

Mas, se alguém tem falta de sabedoria, peça a Deus, e Ele a dará porque é generoso e dá com bondade a todos (Tiago 1. 5)

Lee

sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

O que você faria se descobrisse que hoje é o último dia de sua vida?


De manhã cedo, um anjo chega pra você, ao lado da cama, e diz:

Chegou a sua hora – volto meia-noite pra te buscar...até mais.

Ainda com sono, não dá nem tempo de barganhar, pedindo mais um tempo...

Você fica perplexo, e começa a pedir a Deus que te dê mais tempo, para “corrigir” as coisas...

Talvez sabendo disso, ele não mandou um profeta, onde você pudesse encontrá-lo, e logo um anjo deixando o aviso:

Sim, ele já deu acréscimo, uma vez – e a experiência não foi boa.

No Antigo Testamento (II Reis 20 ) Deus ia levar o rei Ezequias, um Rei correto e temente a Ele, via doença.

Mas após a palavra do profeta Isaías, Ezequias começou a clamar...Isáias foi embora, e ainda no pátio, o Chefe disse para ele voltar...se compadeceu de Ezequias.

O rei ganhou um bônus de 15 anos a mais de vida – e foi a seguir a essa graça divina, que ele fez a primeira desgraça:

Mostrou a casa onde guardava os tesouros do reino aos embaixadores da Babilônia.

O Senhor o repreendeu imediatamente, novamente pela boca do profeta Isaías, que disse que o reino dentre em breve seria da Babilônia - que todos seriam levados pra lá, e seriam escravos.

A segunda desgraça do bônus de 15 anos de vida, foi o filho dele,que nasceu nesse período:

Manassés, que assumiu aos 12 anos, e promoveu cultos de magia, adivinhação e sacrifício humano, tendo inclusive matado seus própios filhos...acabou com o reino.

Essa experiência não deu certo...Ou seja, precavido, ele agora manda logo um anjo pra buscar, sem aviso prévio.

Mas você ainda recebeu um toque no início do dia!

Não perca tempo portanto pedindo acréscimos - pro seu próprio bem ( e talvez de sua família), tipo “ainda não vi meu filho crescer” ( Você não sabe as escolhas que ele irá fazer) Ou” ainda não me casei”, “ainda não fiz isso ou aquilo”,etc.

Meia-noite você vai...

O que é que você faria?

Pra onde você iria quando saísse desse plano da terra?

Bem, posso responder por mim...não iria trabalhar, ou para qualquer outro tipo de compromisso terreno...

Pela manhã,mandaria um mail despedindo de algumas pessoas que admiro...

Talvez ligaria pra umas poucas pessoas – diria que iria viajar – não vou assustar ninguém, e ninguém precisa saber que minha viagem é de bilhete único.

Passaria o dia de bermudas, chinelos e camisetas, meu estilo.

Pediria um contra-filé- e dessa vez comeria a gordura- comeria as batatas fritas sem culpa, com arroz e feijão.

Tomaria Coca-cola na garrafa de 350ml que tem aqui no posto- umas 4 delas.

Sorvete de creme!

Escreveria pela última vez no blog...

Se estivesse com alguém – e não fico com ninguém por “caridade”, ou “pra não ficar sozinho”, passaria algumas horas com ela, se namorados- sim, a tiraria de onde ela estivesse.

Se fosse esposa- e pra ser esposa, é por que é amada – da mesma forma, ficaria um bom tempo com ela...

Sei que ela não vai achar ninguém melhor – em todos os sentidos possíveis - mas não me importo se se casar com outro- sabe como é, elas sentem mais a solidão que os homens.

Só não vai se casar com um mané! O mundo está cheio deles...

Se tivesse filhos, deixaria que fosse pra escola – pra ficar sozinho com a mãe.

Mas na volta, nada de dever de casa, e sim muita brincadeira, beijo e abraço:

Eles tiveram pai que deu atenção, e nunca foi frio...e na minha experiência, sei que o Chefe cuidou de mim, quando levou meu pai cedo- fará o mesmo com eles.

Faltando uma meia-hora, iria pro meu quarto-escritório: a turma sabe quando ali entro, não posso ser incomodado, a não ser em casos extremos...

Afinal, é ali que escrevo, oro, estudo, medito...estaria orando por eles, e ali mesmo, onde mais estivesse a sós com o Chefe, esperaria o anjo.

Eu sei pra onde vou – quem confessa a Cristo como Senhor de sua vida, sabe pra onde vai:

Quando ouviram a verdadeira mensagem, a boa notícia que trouxe para vocês a salvação, vocês creram em Cristo.

E Deus pôs em vocês a sua marca de proprietário quando lhes deu o Espírito Santo, que ele havia prometido ( Efésios 1.13)

E você...sabe para onde vai? Tem medo de morrer?

É apegado as coisas terrenas?

Ezequias ia partir via enfermidade...uns vão por acidentes, desastres, violência, outros por velhice.

Minha irmã que não conheci, nasceu doente e se foi aos 6 anos.

Meu pai partiu via acidente, no navio, aos 55.

Minha avó foi de velhice, aos 92.

Perdi vários amigos na casa dos 20.

Não tem “idade certa” pra morrer – basta estar vivo.

A única coisa certa é que esse anjo vai passar, algum dia.


Lee

Bônus: Do outro lado da Vida

Anjos são pontuais : o meu veio me buscar na hora exata, meia-noite.

Já do outro lado, me vejo ao lado dele numa fila: Estamos na ante-sala do céu.

Fico sabendo que o nome dele é Ariel, e que me acompanhou boa parte da vida na terra.

- Foi você que eu vi de relance no cinema, ao lado do banco? Perguntei, me referindo a uma orla branca resplandecente, e pés descalços, que passaram ao meu lado, no Shopping Tijuca.

- Foi sim, depois você viu no noticiário o que aconteceu na rua em frente ao cinema, enquanto estávamos lá...aliás, filminho bom aquele - Você tinha bom gosto, era bom ir ao cinema.

A fila na ante-sala do céu é pra saber se nós, que acabamos de sair da terra, estamos no Livro da vida...

Todos tem de ir até um balcão, onde um anjo, com vários auxiliares, vão buscar em enormes estante com infinitas bibliotecas, pra ver se tem o nome da pessoa que chega.

Enquanto não chega a minha vez, continuo o papo com Ari...

- Por quê você não apareceu pra gente levar um papo? Perguntei.

- Por quê geralmente estamos em missão, além disso, só deixamos recados, avisos – que podem ser em sonhos – e papo mesmo, é pra vocês levarem com o Senhor :

Não queremos correr o risco de sermos adorados- vocês tem mania de adorar tudo na terra – e foi assim que Lúcifer e sua turma, que eram como nós, caíram, disse.

- Você estava quando rolei da escadaria aos seis anos?

- Sim, fui enviado para que você não morresse naquele dia...crianças nos dão muito trabalho.

- E quando eu fui atropelado em frente á grei?

- Segurei o trânsito naquela rua movimentada, enquanto você se arrastava pra calçada..e .fala sério, ser atropelado por um Fusca!

Era só o que me faltava- ser sacaneado por um anjo na porta do céu!

Chega minha vez no balcão, e Ariel diz meu nome completo para outro anjo.

Enquanto isso, vejo um cara desesperado, se afastando junto com um anjo, de onde estávamos...era o cara que estava á minha frente....ele pedia pelo amor de Deus pra ficar, e a seguir, sumiram de vista.

- Ele não está no livro da vida, diz Ariel...e era um pastor.

Putz, pensei...eu ainda não havia entrado no céu...o negócio ali não era brincadeira.

- Na terra, o Senhor deu a ele condições materiais, e um ministério, que ele começou bem...mas depois se perdeu, e só queria ganhar dinheiro, iludindo os santos.

- E agora ele vai pro Inferno...isso?

- Dannn...me sacaneia Ariel...tinha que ser meu anjo....

- Afinal, “nem todo que me diz Senhor.”...

- “Entrará no reino do Ceú”, completei...o que acontecerá com ele?

- Lembra da tortura que você via em Sobrenatural? Aquilo é fichinha, nem uma gota de água do que acontece – especialmente pra quem era obreiro da seara, e desvirtuou os outros...ele sentirá dor como na terra, e “não pode morrer”.

- Claro, já tá morto, resmunguei...mas Ariel escutou:

- Errado...no pós-vida da terra, é quando vocês “estão mais vivos”- aqui vocês não morrem nunca.

Chega o meu livro...ufa! Minha biografia...no céu não tem computador, é tudo á moda antiga.

- Ele pode entrar, diz o anjo pra Ariel.

- Não vão me dar nem um cartão magnético? Perguntei.

Ari ri, e vai comigo até a entrada do portão...

- Ele pode entrar, diz para dois enormes anjos.

- Voltarei a te ver, Ari?

- Eventualmente...minha missão geralmente é mais na terra...

O enorme portão começa a se abrir...é luz o tempo todo...Ariel me diz:

- Vá...o que você vai ver agora , é a Glória de Deus.

Na Sessão Revival Último dia:

O que você faria nesse último dia?
O Nickelback faz a mesma pergunta:
http://www.youtube.com/watch?v=tGBb391gl2M

quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

É Grave a Crise na Globo


Sim, ela continua líder de audiência - no inconsciente coletivo, a marca conseguiu se firmar – quem liga TV aberta, liga direto na globo.


Mas ela já não é a mesma, e vem passando por grave crise na parte criativa, e a audiência de novelas e outras atrações clássicas, vem despencando.


A sorte da Globo é que o brasileiro tem uma garganta em que tudo desce redondo:


O que você mandar, o povo engole, se não, o que me dizer das sinopses dessas novelas:


Um macaco pintor que tem sua obra reconhecida (como se fosse de um homem), novela das sete que acabou de sair;


Um prédio com inteligência artificial em plena Sampa, que conversa com o Fagundes velho de guerra, ainda com sotaque do caminhoneiro Pedro de Carga Pesada (isso sim era série decente), novela das sete que acabou de entrar;


Fantástico despencando na menor audiência desde sua existência ,com Zeca Camargo e Patrícia Poeta (que de vez em quando não o apresenta, roxa com as porradas do marido-diretor ciumento);


Estão pensando até em descongelar a Glória Maria, no freezer da emissora há 2 anos:


Vivia as turras com o Bial, ex-jornalista, hoje apresentador da Big Droga.


Big Droga que chega pra alavancar a audiência baixa da novela das nove:


Quem diria que Manoel Carlos tivesse penando com ela...sim, 37 de audiência sempre será muita coisa:


Mas nunca Maneco teve que reescrever tanto sua história – já a reescreveu 3 vezes.


Caminho das Índias foi mal aqui, mas ganhou Emmy lá fora – afinal, ainda era ano de premiar tudo o que vinha da Índia (Quem quer ser um milionário ganhou o Oscar no início do ano passado, e Caminho o Oscar da TV no fim do mesmo ano).

Perderam gente importante como Milena Cyribelli, do Esporte Espetacular( pra Record), e não conseguiram repor- a tal da Luciana , que a cobriu, é muito fraquinha...

Pelo menos ganhamos a Glenda Kozlowsky, que saiu do espetacular para ficar espetacular todos os dias do Globo esporte( tinha que ser Kozlowsky, né Ice ?)

(sem bicos, geral!)


Saudades das novelas do Dias Gomes e da Janete Clair...Até a década de 90, ainda tinha alguma coisa que dava pra ver, depois caiu muito...


E as séries? Nas férias, tinha uma série melhor do que outra, todos os dias, á tarde, pra garotada ver, e não esses filmes de Barbie, fadinhas, bruxinhas , que passam na Sessão da tarde, nas férias...dava gosto ficar em casa, hoje, não dá.


Bem faz o SBT, que começa a adiantar as séries, antes restritas as madrugadas, para o horário nobre:

Sobrenatural tem uma média de 10 milhões de espectadores, que fazem dela sua novela-série de todos os dias...


Pena que dia 25 acabe a temporada...e vão substituir mal:

Vai entrar a garota do blog, uma droga....


O que é que eu vou ver ás noites á partir do dia 25???



Lee






quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

Você é o ator/atriz principal, ou figurante de sua própia vida?



Nossa vida é como um filme.

Tem momentos de ação, momentos de drama, de comédia, de reflexão...

Tem momentos que são um marasmo- assim como tem filmes chatos.

Ás vezes, tem até momentos de terror.

Mas tem pessoas que deveriam ser os atores principais em suas vidas:

Independente da idade.

Anna Paquim, mais conhecida como a vampira dos X -Men, ganhou um Oscar aos 11 anos de idade.

Mas em vez disso, conseguem a façanha de serem apenas figurantes em seus própios filmes-vidas.

O figurante aparece no meio de uma multidão, rapidamente, e sem fala nenhuma.

A pessoa passa a ser um figurante, naquele que seria seu próprio filme- vida, quando:

Você abdica, deixa ser o ator/atriz que o diretor ( Deus) quer que você seja.

Quando você deixa de exercer o papel que ele te confiou, passa apenas a fazer figuração na vida.

Vira mais um na multidão, daquele que seria o filme de sua vida.

Quando deixa as pessoas decidirem o rumo de seu personagem, você vira figurante.

Em vez de pedir orientação ao diretor, e escuta gente que só quer te derrubar – Doidos pra virarem os principais – Você vira figurante no seu própio filme-vida.

Quando você deixa de falar o que pensa;

Quando você vê e se conforma com coisas erradas;

Quando você se acomoda ao políticamente correto, por medo de contrariar a maioria, você passa a fazer figuração na vida.

Os atores que mais tiveram coragem de falarem o que pensavam, foram os que mais se destacaram, tanto em filmes, quanto na vida.

Jane Fonda foi contra a guerra do Vietnam – em vez de visitar soldados no campo, foi visitar os vietnamitas, ganhando o ódio do governo- cansou de ir em cana.

Nem se compara as Angelinas Jolies e Madonnas da vida, que adotam bebês africanos como marketing de caridade social.

Sidney Poitier enfrentou o racismo nos filmes e fora dele – se hoje existem Denzel Washingtons, James Foxies e Hale Barrys, foi graças a ele.

Richard Gere condenou a invasão da China ao Tibet num Oscar - anos e anos antes das olimpíadas por lá- e quase foi banido da indústria por isso.

O saudoso Marlon Brando mandou uma Índia buscar seu Oscar, numa cerimônia, alertando contra a destruição da cultura deles – depois disso, aumentou a participação de atores indígenas em filmes.

Atores e atrizes de seus própios filmes, tem de ter a capacidade de saber ver o que acontece á sua volta, e não se fechar em seu mundinho, como acontece hoje.

O diretor espera que você tenha não só um bom desempenho no seu-filme vida:

Espera que você possa influenciar positivamente outras pessoas....

Foi para Isso que Ele te chamou para ser o ator/atriz principal dos filmes Dele.

Mas tem gente que consegue ser figurante em seu próprio filme:

Aparecem pouco, não falam nada, e ganham 40 pratas por dia de filmagem...

E ficam felizes da vida por tomarem Coca-Cola e comerem misto-quente de graça, no dia.


Lee

Na Sessão Revival, Crowded House, com seu hit Don´t dream it´s over:

http://www.youtube.com/watch?v=rF30tKRcHQg