terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Ovelhas Perdidas


Existem hoje muitas ovelhas perdidas.

Elas caminhavam no rebanho do Senhor, mas se perderam no caminho.

Pelo que posso constatar nos últimos anos, boa parte desse esquecimento, dessa falta de cuidado, tem a ver com decepções.

É um conjunto que passa por:

Decepção com pastores;

Decepção com igrejas;

Decepção com Deus.

Vou começar pela última.

Decepção com Deus

Em geral, ocorre por uma busca ansiosa e obsessiva, que prometida por ensinamentos errados, acaba frustrando a pessoa.

Assim, a busca por prosperidade financeira, curas imediatas, etc, quando não alcançada, frustra a pessoa;

Prolongamento de aflições e sofrimentos, que vão desde situações, dores físicas, etc;

Achar que Deus é o restaurador mágico, de um casamento, por exemplo, onde um dos dois não quer restaurar nada – um dos cônjuges começa a esfriar com Deus ( o que está orando pela restauração), pensando que a culpa é Dele – ou seja, a pessoa orou, orou, e Ele não “agiu”.

O mesmo vale para orações para converter pessoas, familiares, etc.

Conheci várias pessoas assim, ao longo dos anos...

Uma, delas, de tanto sofrimento que passava, pensava que não era “convertido”, e ia em várias igrejas diferentes, “aceitando a Jesus” ao final de cada mensagem, pra ver se “Jesus o escutava”.

Decepções com Deus, por este não cumprir o que alguém erradamente ensinou sobre Ele, é a terceira causa mais comum entre as ovelhas perdidas.

Decepção com Igrejas

A pessoa investiu parte da vida dela ali, e alguém, em algum momento a preteriu em alguma coisa, foi deixado de lado, foi usado enquanto convinha e desprezado quando não mais tinham interesse, panelinhas, etc.

Certo diácono, tesoureiro de uma tradicional igreja na cidade, era uma das pessoas mais atuantes naquela igreja, que serviu por mais de 25 anos com dedicação.

Mas quando se aposentou, aconteceu um revés na vida dele, e quando mais precisou de ajuda, da atenção da igreja ao qual servia, o pastor e os membros, deixaram que ele ficasse sozinho, ele e a mulher:

Adoeceu, a aposentadoria não cobria os remédios e ele ficou acamado, socorrido apenas pela mulher agora também já idosa.

Ele, que por vários anos saía tarde da igreja, fazendo as contas da contabilidade - depois do trabalho dele – acabou sendo socorrido por um pastor de outra igreja.

Ele, que chegou a ser considerado um dos “braços do pastor na igreja”, nem sequer recebeu a atenção de sua querida grei.

A mulher dele nunca mais quis saber de igreja na vida, até morrer.

Decepção com igrejas, portanto, é a segunda causa que mais vi entre as ovelhas perdidas.

Decepção com pastores

Por incrível que pareça, é a causa mais comum de “ovelhas perdidas”:
É o campeão de reclamações no Procon Celestial.

Várias, se magoaram com alguma coisa que o pastor disse ou fez;

Muitas, não sentiram o cuidar, o carinho, a atenção de seu pastor.

Até hoje, vejo pastores que “não caminham” entre o povo:

Saem com a bunda gelada do gabinete com ar condicionado direto para o púlpito, sem sequer cumprimentar e falar com ninguém- Nem antes ou depois da mensagem.

A frieza não é só do ar condicionado, ela vem na verdade do coração...

Não participam de atividades da igreja, como almoço, por exemplo, para arrecadação de ofertas, e ás vezes, na cara de pau, pedem para ir onde nem eles mesmos vão participar.

Cresci vendo “mesas reservadas” para pastores, aonde ninguém podia chegar perto deles e de sua “santa família”:

Nem buscar a comida iam, vinham os “garçons” servir a eles – isso, em frente a cantina da igreja!

Pastores que não caminham entre o povo, são a certeza de que logo haverá ovelhas perdidas na igreja.

Eu sei que é inviável uma só pessoa dar atenção a outras, quando passa de uma centena.

Para isso, Deus dá a capacidade para que algum tipo de ministério na igreja venha a dar atenção a um grupamento de pessoas – para isso servem as faixas etárias, os interesses, como música (coros, conjuntos) estudos de classe (escola dominical, grupos familiares), enfim, algo que efetivamente funcione na igreja.

Mas acima de tudo, o pastoreio sobre algúem é motivado pelo o que a pessoa vê (na atitude do pastor) e no que ela ouve.

Ás vezes, a pessoa nunca teve contato mais direto com o pastor - coisa comum com uma igreja com mais de 500 membros – mas ela se sente pastoreada.

Ela se sente pastoreada por que vê e percebe as atitudes dele;

Ela se sente pastoreada, por que o pastor recebe uma palavra de Deus e a transmite:

Aquela mensagem, falada a várias pessoas, parece ter sido feita exatamente para ele.

E vários e vários outros, na congregação, tem a mesma sensação – Isso vem de Deus.

Não tinha como ele “saber o que to passando", o que tá acontecendo na vida da pessoa, etc.

Assim, a ovelha não se perde por culpa do pastor – ela só vai ficar perdida, por conta de suas própias escolhas.
Você pastor, pastoreia de fato suas ovelhas?

Lee

Bônus: O sonho do Coronel Trautman

Coronel Trautman é usado muito pelo Senhor, com seus dons revelacionais,já falei dele aqui.

Ele me contou esse sonho que teve nessa madrugada, que ilustra muito o que disse acima...passou o dia “ impregnado” com ele.

O sonho

Jesus aparecia ao Coronel, e se dizia muito triste com a situação de suas igrejas.

Eles começavam a caminhar por várias e várias igrejas, a maioria de minha denominação, e algumas dessas greis o Coronel as conhecia.

Numa delas, na zona sul aqui da cidade, que cheguei a frequentar (em algumas, eles passavam na porta...em outras, entravam na igreja) o Chefe disse que o pastor dali estava passando por uma batalha espiritual enorme, mas que não sabia como enfrentá-la.

Depois, passaram por diversas igrejas daqui...o Coronel não conhecia a maioria delas, e nem seus pastores, e o Senhor ia dizendo como estavam os pastores daquelas igrejas.

Mas o Coronel reconheceu duas igrejas e dois pastores, que eu também conheço.

Numa delas, contou todo o esquema de caixa 2 que havia, tudo orquestrado pelo pastor, que desviava dinheiro para ele.

Ele disse que isso não passaria impune : - Você sabe como ele vai terminar, disse o Senhor.

O Coronel o viu morto, a seguir....esse é um dos vários pastores que ajudam as ovelhas a se perder.

-Vocês sabem que está chegando a hora, vocês sabem o que vai acontecer, disse o Senhor, referindo-se ao Coronel e a mim.

A seguir, Jesus e o Coronel foram á frente do apartamento de um pastor que nós dois conhecemos.

- A mulher dele traz o amante a própia casa, quando ele não está – ele sabe disso, mas nada faz, e isso acontece há muito tempo.

É verdade...eu soube disso ano passado, quando vi os dois juntos aqui na cidade (ela me reconheceu e disparou, segurando o cara pelo braço).

- A mesma vista grossa ele faz com as coisas erradas na igreja, mas não fala com medo de perder as benesses, a vida confortável que tem, e com medo de desagradar os outros...vocês sabem o que vai acontecer com ele, continuou.

A seguir, passearam por mais outras igrejas...numa delas, foram parar no gabinete pastoral daquela igreja (escritório do pastor).

Ele disse a situação do pastor e da grei, enquanto na frente deles, no gabinete, o referido pastor transava com uma mulher.

- Ele seduz as mulheres aqui dentro...é isso que faz com minhas ovelhas.

Sempre ao final de cada igreja-situação, Ele dizia:

- Vocês sabem o que vou fazer...vocês sabem o que vai acontecer.

Na Sessão Revival, o clássico Ovelha Negra, com Rita Lee: