domingo, 18 de abril de 2010

De Gaiato no Navio



"Certo dia, o SENHOR Deus disse a Jonas, filho de Amitai:

Apronte-se, vá à grande cidade de Nínive e grite contra ela, porque a maldade daquela gente chegou aos meus ouvidos.

Jonas se aprontou, mas fugiu do SENHOR, indo na direção contrária.

Ele desceu a Jope e ali encontrou um navio que estava de saída para a Espanha.
Pagou a passagem e embarcou a fim de viajar com os marinheiros para a Espanha, para longe do SENHOR.

No entanto, Deus mandou um forte vento, e houve uma tempestade no mar. Era tão violenta, que o navio estava em perigo de se partir ao meio.

Os marinheiros ficaram com muito medo e gritavam por socorro, cada um ao seu deus.

E, para que o navio ficasse mais leve, jogaram a carga no mar.

Porém Jonas tinha descido ao porão e ali havia se deitado e caído num sono profundo.

O capitão do navio o encontrou ali e disse: Como é que você está aí dormindo? Levante-se e peça socorro ao seu deus. Pode ser que ele tenha pena de nós e não deixe a gente morrer.

Os marinheiros disseram uns aos outros: Vamos tirar a sorte para descobrir quem é o culpado de estarmos neste perigo. Eles fizeram isso, e o nome de Jonas foi sorteado.

Então lhe perguntaram: Agora diga: quem é o culpado de tudo isso? O que você está fazendo aqui? De onde você vem? De que país você é, e qual é o seu povo?

Eu sou hebreu respondeu Jonas, e adoro o SENHOR, o Deus do céu, que fez a terra e o mar .
Em seguida, Jonas contou que estava fugindo de Deus, o SENHOR. Aí os marinheiros ficaram mais apavorados ainda e disseram: Veja só o que você fez!

A tempestade piorava cada vez mais, de modo que os marinheiros perguntaram a Jonas: Que devemos fazer com você para que o mar se acalme?

Jonas respondeu: Vocês me peguem e joguem no mar, que ele ficará calmo. Pois eu sei que foi por minha culpa que esta terrível tempestade caiu sobre vocês.

Em vez de fazerem isso, os marinheiros começaram a remar com toda a força, tentando levar o navio para a praia; porém não conseguiam nada porque a tempestade piorava ainda mais.

Então oraram bem alto, assim: Ó SENHOR Deus, não nos castigues com a morte, por tirarmos a vida deste homem. Pois és tu, ó SENHOR, quem está fazendo isso, e o que está acontecendo é da tua vontade.

Em seguida, os marinheiros pegaram Jonas e o jogaram no mar, e logo o mar se acalmou.

Eles ficaram com tanto medo do SENHOR, que lhe ofereceram um sacrifício e lhe fizeram promessas.

O SENHOR ordenou que um grande peixe engolisse Jonas. E ele ficou dentro do peixe três dias e três noites." (Jonas, Capítulo 1)

Jonas tentou dar uma de gaiato (esperto) entrando num navio, pra fugir de sua missão...

Esse navio, ia na direção contrária a Nínive, aonde deveria, de fato, ir...

Sempre que a gente se desvia do propósito do Senhor, esse tipo de coisa pode acontecer.

Particularmente, esse texto mexe até com a questão do livre arbítrio...parece querer indicar o seguinte:

Você tem a opção do livre arbítrio de querer ou não seguí-lo? Sim.

Deus nunca vai obrigar ninguém a seguí-lo...

Mas parece surgir um enfoque muito forte, aqui:

Quem é Dele, não tem muitas opções de escolha...é como se recebesse sua missão específica, e tivesse que executá-la, igual fazemos com nossos exércitos aqui na terra.

Se o comandante der uma ordem, seus subalternos tem de executá-la...

Se seu patrão quiser algo de uma forma, você tem de fazer do jeito que ele quer...

Se o professor pede uma coisa na hora da prova, você ali não vai escrever que discorda da teoria, naquele momento..

Se não, pela ordem, você vai preso, demitido, ou tira zero.

Deus nessa história quer deixar uma coisa bem clara:

Quem se diz Dele, deve aprender a seguir sua direção.

Hoje em dia, vejo muita gente no navio (igreja) igual a Jonas:

Sem conceito de missão...sem obediência...fugindo Dele...

Dormindo, enquanto as tempestades acontecem...

Mas já que paga sua passagem (dízimo), ninguém pode falar nada...

Vejo gente na igreja, como se estivesse num cruzeiro da CVC:

Assistindo a animados shows (cultos);

Fazendo compras onde o navio para, ou nas lojas deste (mercadão evangélico);

Tomando banho de sol, e brincando na piscina (os retiros “espirituais” );

Tudo isso ao lado de nossos irmãos...ao lado de nossos “Jonas brothers.”

E muitos dos capitães desse navios, tão preocupados com o entretenimento dos passageiros- afinal, eles querem é que você “se divirta no navio”, pra falar bem dele...

E nunca verão os icebergs na frente, ou as tempestades, como aquele capitão viu:

O capitão do navio de Jonas, era muito mais consciente de sua missão, não só do que o próprio Jonas, mas como de boa parte dos capitães á frente de nossas igrejas de hoje.

Ele foi verificar o que estava acontecendo, o que poderia fazer;

Ele identificou o problema, que estava no porão (Jonas!);

Ele ordenou que Jonas se levantasse, e pedisse ajuda a seu Deus
(uma atitude espiritual se originou de quem menos se esperava!)

Os capitães de nossas igrejas, precisam aprender muito com esse capitão “ímpio”.

Jonas sabia que o problema, era ele...

Que a tempestade, era por causa dele...

A sorte dos marinheiros, era o azar de Jonas...ele foi “sorteado” como sendo o azarado.

Mas Jonas, ainda tinha vestígio de profeta nele...pediu pra ser jogado no mar...

E só quando o foi, parou a desgraça na vida dos outros ao seu lado.

Deus enviou um grande peixe – e em nosso imaginário imaginamos logo uma baleia...

Mas em garganta de baleia só passa cardumes- e aquele peixe engoliu Jonas.

Ali dentro, ele orou, pedindo perdão ao Senhor...e o peixe o cuspiu numa terra, provavelmente uma ilha.

E finalmente, decidiu ir a Nínive, onde pela sua palavra, transformou, na ocasião, a cidade.

Jonas aprendera com seu erro...seu sentido de missão, fora restaurado.

Temos dois Jonas distintos:

Um no início, fujão, e outro consciente de sua missão, ao final.

Em que “estágio de Jonas” você se encontra?

Quando a igreja aprender a ter sentido de missão, saber que isso não é opção, e sim uma ordem, muitas Nínives da vida serão alcançadas.

E enquanto não tiver o sentido de missão, será apenas mais um CVC turístico, com louvorzão “rebolation” para animar os Jonas brothers á bordo.
Lembre-se:

Sua vida pode estar uma droga, e afetando negativamente a vida dos outros ao seu lado...

Se você estiver fugindo Dele.

Lee

Na Sessão Revival, os Paralamas também entraram de gaiatos no Navio:

http://www.youtube.com/watch?v=xWJ71vydxBw