segunda-feira, 24 de maio de 2010

Do you like Macacada?


No meu dia de folga, fui jogar bola no Colégio Batista, aqui na Tijuca.

É uma imensa área verde, com várias árvores, e entre seus habitantes,estão os macacos saguís.
Após o jogo, vários deles começaram a vir para atrás da árvore onde estava o meu gol...

Tentaram, e conseguiram, pegar algumas mangas dali...mas a maioria ainda estava verde.

Após a pelada, um colega começou a dar as sobras de pão para eles, de pão com café que fica a nossa disposição, quando chegamos, que havia sobrado.

Uns oito macacos desceram...aí resolvi ajudar, pegando os 4 pães restantes...

Um veio buscar na minha mão, o que é raro...eles são meio desconfiados, com os humanos...também pegaram na mão do meu colega.

Mas assim que acabou o pão, enquanto todos iam embora, fiquei para ver o espetáculo da natureza...e como aquilo me relaxou, após um fim de semana cansativo.

E pude ver a travessia deles:

Saltavam confiantes de galho em galho, crendo que esses suportariam seu peso;

E atravessaram o campo se agarrando na rede de proteção lateral, até chegarem ao outro lado, onde escalaram as árvores.

Naquele mesmo lado, estão construindo um prédio, e o homem mais uma vez não respeitou a natureza:

Avançaram pela mata, ali bem ao lado das árvores que eles ficam, o que restringe cada vez mais o espaço deles.

Tenho certeza de que assim que os apartamentos estiverem prontos, bem rente as árvores deles, eles vão invadir as sacadas em busca de comida:

E ninguém vai poder reclamar...afinal, ali originariamente, é o terreno deles.

Se eu me lembrar, semana que vem levo banana pra eles,pra não ficarem só no pão.
Se toda a semana resolvessemos ter contato com a natureza, sentir "cheiro de verde", ver bichos, sentir o "cheiro de praia", teríamos uma vida bem menos estressante.
Eu levava uma vida tensa, até entender que ver e sentir essas coisas simples da vida , é um santo remédio que Deus deixou, anti- stress para o homem.

Lee, em plena selva de pedra, fascinado com um pedacinho da selva de verdade.