quarta-feira, 5 de maio de 2010

Entendendo o por quê de Pastores Bandidos e Padres Pedófilos - Parte 1


Parte 1 – Os Pastores Bandidos

O pastor Antonio Luiz Ponte (foto acima), de 48 anos, que foi preso no dia 27 de abril, em Niterói, na Região Metropolitana do Rio, Já havia sido condenado três vezes pela justiça.

Segundo a polícia, contra ele havia três mandados de prisão por condenações de estelionato e furto, além de um quarto mandado, em um processo também de estelionato, que está em andamento.


De acordo com a polícia, Antônio é investigado ainda por homicídio e roubo, e há informações de que ele também atuava em receptação de carros e peças roubadas:


“A maior parte dos crimes está relacionada a furto de veículos”, afirmou o delegado Márcio Mendonça, da Delegacia de Roubos e Furtos de Automóveis.


Antônio vinha sendo investigado há três meses e sua ficha criminal soma oito passagens pela polícia.


Ele agora investiga se o dinheiro arrecadado por Antonio em seus cultos na Igreja Pentecostal Amigos de Cristo era usado em benefício próprio:


Há informações de que ele usava esse dinheiro para comprar carros ‘salvados’ em leilões e os revendia”, contou o delegado.


Se ficar provado que ele enganava os fiéis e embolsava o dinheiro, aí vai responder por mais um processo de estelionato”, explicou Mendonça.


A prisão aconteceu a noite , na hora em que Ponte iria realizar um culto no Centro de Niterói, onde ele abriu a igreja há 2 anos.


Segundo a polícia, ele não resistiu à prisão e os fiéis ficaram assustados com a ação policial, mas não houve confusão.


O número desses casos vem aumentando a cada dia...de pastores traficantes de armas, de lavagem de dinheiro...


No dia seguinte a reportagem acima, uma doleira foi presa em São Paulo, e para garantir a delação premiada (que ameniza a pena), entregou um esquema da Universal que durou de 1995 a 2001:


Cerca de 400 milhões de reais foram ilegalmente enviados pela igreja mundo a fora.


Vamos tentar entender algo que vem aumentando a cada dia, e que tem deixado as pessoas confusas...como pode um pastor virar bandido?


Antigamente, o bandido se convertia, e virava pastor...agora se inverteu o processo.


Ora, o cara foi preso durante um culto- as pessoas ficaram surpresas:


Ele tinha cara de pastor, se “vestia” como um, tinha lábia pra botar gente dentro de igreja...ele fundou uma no centro de uma grande cidade...mas era tudo um disfarce.


Mas Jesus nos advertiu contra essa turma há muito tempo:


Cuidado com os falsos profetas! Eles chegam disfarçados de ovelhas, mas por dentro são lobos selvagens.”

Então, por que o povo não tem o cuidado com eles...por que essa matilha de lobos proliferou?


Por que o povo não observou a continuação do texto acima...

Jesus disse que nós devemos observar um sinal básico deles, para os identificarmos:

Seus frutos...aquilo que eles apresentam...ora, quando o fruto é bom, até mesmo a sociedade reconhece – sim, até os de fora da igreja reconhecem o que é bom.


Mas a maior parte dos que estão dentro da igreja, não aprenderam a identificar esse sinal...


Vejam o macete que Jesus deixou, pra saber quem é Dele, ou não:


“Vocês os conhecerão pelo que eles fazem. Os espinheiros não dão uvas, e os pés de urtiga não dão figos.


Assim, toda árvore boa dá frutas boas, e a árvore que não presta dá frutas ruins.


A árvore boa não pode dar frutas ruins, e a árvore que não presta não pode dar frutas boas.

Toda árvore que não dá frutas boas é cortada e jogada no fogo.

Portanto, vocês conhecerão os falsos profetas pelas coisas que eles fazem.

Não é toda pessoa que me chama de Senhor, Senhor, que entrará no Reino do Céu, mas somente quem faz a vontade do meu Pai, que está no céu.

Quando aquele dia chegar, muitas pessoas vão me dizer: Senhor, Senhor, pelo poder do seu nome anunciamos a mensagem de Deus e pelo seu nome expulsamos demônios e fizemos muitos milagres!

Então eu direi claramente a essas pessoas: Eu nunca conheci vocês! Afastem-se de mim, vocês que só fazem o mal! “ (Mateus 7. 15 a 23)

Enquanto a igreja não aprender a reconhecer os frutos, tudo isso aí que a gente vê,vai continuar a acontecer.


Em nenhuma das igrejas ou programas de TV desses pastores, esses versículos de Jesus explicando Mateus 15, será lido.


Muita gente fica querendo saber se alguém que se diz Dele é ou não é...


E imediatamente são condenados por algumas pessoas, que dizem que quem faz isso está “julgando as pessoas”.


Ora, Jesus sabia que essa turma de bandidos – sejam os oficiais, já com passagem – ou os ainda “não oficiais”- sem passagem na poliícia, iriam proliferar no futuro.


Eu creio que falta a coragem dos pastores que são Dele, também de abrir a boca e dizer, denúnciar, alertar, sobre quem são essa turma, mas ficam com medo:


Tem gente de várias igrejas de pastores que são realmente de Deus, mas que não dão oferta para uma missão da igreja, mas dão para o programa do Silas Malafaia:


Caem na lábia dele.


Tem jovens e teens que não vão a um congresso feitos por sua igreja, e com preletores sérios, gente de Deus...


Mas pagam para ir a Belo Horizonte assistir a um congresso anual de “louvor e adoração “ ao Distante do Trono - E não para Deus.


Fui uma vez pra ver como é que é, e poder falar – horroroso, palavra fraquíssima, e puro comércio, com vendas de cds, camisas,canecas, e a mesmice repertória de sempre:


Nem cânticos de outros grupos, eles tocam, só deles...num aguentei.


No segundo dia, procurava igrejas saudáveis para me abastecer por lá, e consegui achar.


Reparei que quem “sacava” as coisas, quem tinha um mínimo de cérebro funcionando, não aguentou também, e ficava ao lado de fora, procurando bater papo e fazer novas amizades.


As pessoas ficaram impressionadas com a cobertura que a Globo deu a eles no show aqui em São Gonçalo, ao lado de Niterói, no Rio...


Muitas pensaram que era até “resposta a oração”...rsrs...é muita ingenuidade:


Ana Paula e sua turma assinaram um contrato milionário com a Som Livre, que nada mais é do que a gravadora da Globo, que comprou também a série “crianças diante do trono”.


Acham mesmo que iriam divulgar o nome de uma banda de graça, em pleno noticiário da tarde, no feriado dia do trabalhador? Ô povo ingênuo, esse de igreja...


A mesma Som Livre da Globo “comprou o passe” dos padres cantores, e da Aline Barros.

É tudo comércio, uma questão de vendas, e eles se submeteram a esse mercado, que de Deus, não tem nada:


Perguntem porquê o André Valadão deixou a banda, e a Nívea, também...


Daqui há pouco, quando Ana Paula estiver no Jô, vão agradecer a Deus, dizendo que isso é outra “benção,” na Globo.


Tem Jovem que vai a casa de shows aqui no Rio, assistir aos Régis danosos da vida, mas que não se esforça para ir a uma programação de sua igreja, por exemplo.


Os Pastores que são realmente comprometidos com Deus, tem que falar sobre isso, e não se acovardarem.


Mas um dos motivos que fez proliferar os bandidos pastores, foi a relação com o dinheiro, com o poder, a promiscuidade nesse sentido.


Jesus disse que “muitos são chamados, mas pouco são os escolhidos”.


Por isso, pediu para que rogasse ao Senhor da seara para que enviasse quem é Dele.


Quem é Dele, não corre atrás dessas coisas:


Infelizmente, as pessoas tomaram essas figuras como sendo pessoas de sucesso, baseadas no sistema de sucesso desse mundo.


Sou pastor há anos, e nunca recebi um centavo de igreja, sempre precisei ralar e muito pra tirar um sustento:

Paulo, o Apóstolo, disse que não queria ser “pesado aos irmãos”, financeiramente.

Tenho colegas pastores que tem o privilégio de poderem ficar só em igrejas recebendo seu sustento, e fico feliz por eles, mas só pelos que são fiéis:

Mas me entristeço quando vejo alguns que recebem muito dinheiro, e ficam descansados, não fazendo na igreja, e algumas vezes, matando a igreja...
Minha igreja de origem fez um templo para mil pessoas, mas o pastor não fez sua parte pregando a palavra, e hoje não tem mais do que 50 pessoas congregando...

E os membros atuais suportam tudo covardemente, vendo o “barco afundar”.

Muita gente que tem o título de pastor, só o faz apenas como profissão, sem sentido nenhum de sacerdócio:

Isso é meio caminho andado para virar mercenário e terminar sendo um pastor bandido.

Pois primeiro tomam dinheiro da igreja, depois da denominação, quando eleito para algo que tenha acesso a dinheiro...

Alguns viram políticos via voto de igreja, e aí viram ladrões de “todo o povo”, como vimos recentemente na turma do Arruda, em Brasília...

Então, quando precisarmos saber “quem é quem”, é fácil:

Basta seguir a pista de Mateus 15, e verificar os frutos.

Se eles realmente abençoam o povo, ou se apenas seus patrimônios pessoais cresceram absurdamente, a ponto de saírem de um fusquinha, em poucos anos, para um jatinho particular...

Tudo em “nome de Deus”.

E pensar que no livro de Atos, os pastores eram presos por pregarem o evangelho, proibido pelo domínio de Roma...

Como as coisas mudaram.

Lee

(Aguardem a parte 2 - Padres Pedófilos)

Na Sessão Revival, a situação atual dos bandidos pastores: