terça-feira, 31 de agosto de 2010

Características de um Líder- Parte 3



Servir

James Hunter ganhou um caminhão de dinheiro quando escreveu o Monge e o Executivo (em Portugal, Servir para Liderar):

No livro, ele afirma que a essência da liderança é servir ao próximo.

Acharam o máximo:

O livro bateu recorde de vendas, o autor viajou mundo a fora dando palestras para funcionários de grandes empresas enviadas para ver a “novidade”;

E quando James Hunter veio ao Brasil, vários Pastores participaram do seminário para ver “a novidade”, entre eles Silas Malafaia, que como ele mesmo disse, “só conseguiu entrar no auditório cheio usando de sua influência”.

Quando ponho aspas no “novidade”, é por que de nova ela não tem nada...

Jesus disse que um líder tinha que ser servo, milhares de anos antes de um best seller dizer que líder tem que ser servo.

Lembra quando Jesus lavou os pés dos discípulos? Pois é.

“Depois que lhes lavou os pés, e tomou as suas vestes, e se assentou outra vez à mesa, disse-lhes:
Entendeis o que vos tenho feito?

Vós me chamais Mestre e Senhor, e dizeis bem, porque eu o sou.

Ora, se eu, Senhor e Mestre, vos lavei os pés, vós deveis também lavar os pés uns aos outros.

Porque eu vos dei o exemplo, para que, como eu vos fiz, façais vós também.

Na verdade, na verdade vos digo que não é o servo maior do que o seu senhor, nem o enviado maior do que aquele que o enviou". (João 13.12-16)

Hoje, os líderes – inclusive os ditos “maiores líderes atuais do evangelho” tem jatinho, helicóptero, e outras ostentações que já cansei de falar.

Ser líder hoje pra muita gente hoje , é ser como um Roberto Justus da vida, ter dinheiro, status, autoridade, poder sobre os outros,mandar, contrar, demitir, etc.

Nínguem quer ser um líder para servir aos outros;

Ninguém quer lavar o pé do outro.

O sonho da maioria das pessoas em relação a liderança, é ter uma mesa com seu próprio computador, cafézinho, ar condicionado, e secretária particular.

Jesus disse que um dos componentes da liderança era servir aos outros por um motivo:

Servir aos outros, além de tudo, ajuda nossa saúde emocional contra as loucuras que pode nos levar o aspecto da liderança.

O destempero, a megalomania,as decisões, as pressões, as tentações, o poder, pode nos levar a beira da loucura.

Pode nos levar a um infarto;

Pode destruir nosso lar;

Pode acabar com uma pessoa.
Quando o Rei Nabucodonozor começou a se achar, Deus deixou este ficar louco, e comer grama como um boi por sete anos.

Lavar os pés, antigamente, se consistia basicamente em retirar a poeira do pé do caminhante, quando este entrava numa casa.

Jesus quis com esse exemplo lembrar de onde viemos – do pó , e o que seremos, na terra, quando morrermos- pó, depois de certo tempo enterrados, ou na hora quando cremados.

Líder que não gosta de servir, e só quer ser servido, é muito comum atualmente.

Mas o maior de todos serviu e espera que sejamos como Ele também nesse aspecto.

Quando peguei uma vassoura e comecei a varrer um corredor empoeirado na minha unidade, quando era do serviço público, alguns riram, e outros ficaram surpresos.

Estava sujo, e ainda não havia chegado os auxiliares de limpeza, e simplesmente fui adiantando.

Foi um exercício interessante, em que fiz por instinto, não para aparecer...

Mas acabei sendo convidado por um lider de plantão para ir para o plantão deste, simplesmente por este ato (ele me observou de longe, sem eu ver).

Lave os pés de alguém:

Arrume um escritório, varra uma casa, pinte uma casa, lave um carro.

Não seu, mas de outros...

Aprenda a servir.

Lee

domingo, 29 de agosto de 2010

O que significa Jesus “tomar conta do seu Coração”?


Quem está algum tempo dentro de igreja, já ouviu a frase:

Deixe “Jesus entrar no seu coração”.

Como fomos ensinados a sermos repetidores, e não conduzidos a reflexão do que é isso, vivemos como papagaios repetidores :

Tal como estes, repetimos a frase para outros, na esperança deles “aceitarem a Jesus”, mas na maior parte das vezes, não sabemos direito o que é isso.

Confundimos conversão com “fazer parte de igreja”, ser discípulo com “ser do rol de membros”, e por aí vai.

(Para saber o que é conversão, vá no arquivo do blog, ou se não achar, vá no google e tecle “Você sabe o que é conversão ?” e tecle “apontando o caminho” ao lado)

Jesus deu uma dica muito grande sobre o que é na verdade Ele tomar conta do seu coração:

"E Jesus disse-lhe: Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu pensamento". (Mateus 22.37).

É uma atitude interna...tudo o que ele falou na frase acima, está dentro de nós.

Deixar Jesus “entrar em seu coração”, no entendimento da maioria das pessoas, está associado a atitudes externas, ao contrário do que Jesus disse.

São estimuladas a demonstrarem de forma externa que “tem Jesus no coração”:

Andar com Bíblias debaixo do braço aos domingos (ainda que não pegue nela durante a semana), entregar folhetos evangelísticos, participar de todos os cultos da igreja;

Não ouvir músicas “do mundo”, só as evangélicas (cujos donos são políticos ou o pessoal da pedição de dinheiro) e programas evangélicos na tv;

Ou, se você é católico, só ouvir a rádio católica e a TV Aparecida.

A grande maioria dos Pastores e Padres, ensinam que ter “Jesus no coração “é manifestar-se para fora através de falácias sem conteúdo ou transparências que envolvem divulgação pelo simples fato de se ter de divulgar.

Alguns ainda conseguem dizer que isso é “evangelismo”.

Jesus disse que para ter Deus no coração é preciso amá-lo.

O coração, a alma, o pensamento, devem estar ligados, formando uma coisa só.

Ter o coração Nele – se o coração não estiver batendo, pulsando por Ele, está morto:

Tem muita gente morta, dentro das igrejas, fazendo as formas de aparência apenas externas, como foram ensinados ao longo do tempo...você está assim?

A alma, significa envolvimento, mas um envolvimento com Deus – e não com as coisas “gospel”, não com as coisas que “dizemos que fazemos para” Ele:

Tem gente que acaba amando o que está fazendo “para Ele”, mais do que a Ele próprio, pois com Ele mesmo, já não tem alma- já não tem envolvimento há muito tempo.

“Este povo honra-me com os lábios, mas o seu coração está longe de mim”. (Mateus 15.8)

Lembre-se que Jesus disse isso ao ver pessoas religiosas, que estavam “fazendo coisas pra Deus”.

E com o pensamento, capaz de ter entendimento nas coisas Dele, sem ser manipulado, e não manipulando outros;

Com o pensamento Dele, e não com o sistema de valores deste século;

Com o pensamento Dele, e não fazendo o que der na cabeça, não sendo um “Easy Rider”, saindo sem destino, de algum lugar para lugar nenhum.

Quando amamos a Deus de todo coração, de toda alma, e todo entendimento – quando isso está dentro da gente - é quando finalmente podemos dizer que temos “Jesus no coração”.

Lee

terça-feira, 24 de agosto de 2010

Cruzeiro num Titanic...Você Iria?



Passei o final de semana acompanhando a namorada no pronto socorro.

Por dois dias seguidos cheguei em casa no início da madrugada, e por causa da friagem, fiquei gripado.
Assim, cansado, naveguei na internet, em busca de um site para ler uma mensagem, uma reflexão para abastecer a alma...
Como é difícil achar...só leio uns três sites com conteúdo - no meio de milhares, e o mundo da blogosfera também é que nem os sites:

Variam de conteúdos rasos, a defensores de doutrinas, sites legalistas, ou abraçadores dos modismos gospel que querem empurrar aos outros.

É difícil pra quem “abastece” se “abastecer” com o que tem por aí.

Assim, navegando , acabei achando essa pérola aí em cima.

Depois de virarem contratados da Globo, de tocar na festa do peão em Barretos (2 dias antes, como parte da programação) agora eles se superaram:

O Diante do trono vai tocar num Cruzeiro, e já abriram as inscrições.

O Roberto Carlos fatura uma grana nesse tipo de negócio, cantando pras coroas de sua geração, que lotam o navio em seus shows.

Não deve ser diferente:

Os fãs da banda gospel (que reuniu 300 caravanas de todo país em Barretos) só vão trocar o ônibus pelo navio.

Cruzeiro num Titanic...vc iria? Muita gente vai, afundando junto com eles.

Esse movimento liderado por essa banda, que é uma extensão - propaganda da igreja da Lagoinha, é um dos maiores Titanics espirituais do evangelho brasileiro dos anos 2000 pra cá.

Diante do Trono surgiu há 13 anos atrás, copiando o modelo da Hillsong Church, que é uma mega -igreja pentecostal da Austrália, que tem uma equipe de louvor com o mesmo nome.

Darlene Zschech pertencia a essa equipe desde a década de 80, tornando-se sua líder nos anos 90...

Ficou como líder da banda por 15 anos, até seguir carreira solo em 2007.

Ela se tornaria referência na chamada “adoração extravagante”:

Segundo os adeptos desta forma de louvor, adoração extravagante é adorar a Deus com liberdade para pular, gritar, correr, cair no chão;

Para os seguidores desta prática, sempre que ousamos fazer algo novo e “extravagante para Deus”, agradamos ao Senhor, pois fizemos o possível para “chamar a atenção de Deus”...quer dizer que sem isso Ele nos ignoraria?

Para o adorador extravagante, o verdadeiro adorador faz tudo aquilo que eles dizem nos cânticos:

Voam como águia, rugem como leão, saltam, cantam de costas para o público, caem em pranto, dão risadas sem parar,além de rolar pelo chão quando “tocado por Deus”.

Quem não faz isso, não está na “visão”, como eles dizem.

Em geral, essas igrejas desprezam os idosos, que acabam se ausentando delas aos poucos pelo barulho do som alto.

Sim, fomos reprimidos aqui no Brasil por longos anos- em minha formação batista, a preferência era por hinos quase ao estilo gregoriano, somente com piano e órgão tocando:

Tínhamos que fugir para ouvir Rebanhão (a formação original, não o que sobrou, só o nome)...a igreja só tolerava o Logos, que era mais light -meloso- família, ou então os Vencedores por Cristo , que sempre gostei.

Então, veio a Renascer com louvorzão voltado pra jovens no início dos anos 90, e o Diante do trono, que já mais pro final da mesma década, foi para outro extremo:

Enquanto o Praise da Renascer é só barulho, o Diante do Trono da Lagoinha possui um conteúdo espiritual distorcido do evangelho, produzindo esquizofrenia espiritual por onde passa.

O ápice dessa loucura foi quando Ana Paula, vocalista da banda , imitou um leão no palco, como “ato profético” de Jesus sendo o leão de Judá.

O DT gravou várias músicas do Hillsong (assim como Aline Barros, agora também da Globo, pela Som Livre).

Ana Paula é filha do pastor da igreja, que segue a linha do G12, que de evangelho não tem nada, é apenas manipulação psicológica carregada de misticismo cristão.

Seus congressos de louvor são rasos, chatos, uma mesmice (sim, eu já fui em um pra ver), onde se vende canecas, camisas, canetas, com a grife da Lagoinha.

Agora, até o André Valadão (irmão da Ana Paula, cantor-pastor) já lançou uma Bíblia de estudo, que vem com autógrafo dele...ele já tinha uma grife de camisas gospel.

Vivem com essa mania de “atos proféticos”:

Já “profetizaram” o fim do carnaval carioca, quando tocaram no Sambódromo, aqui no Rio;

Já profetizaram que virá o primeiro presidente evangélico no Brasil (o Macedo vai adorar isso), quando tocaram na Esplanada dos Ministérios, em Brasília (se soubessem um pouco de história, saberiam que já tivemos – Ernesto Geisel, de 1974 a 1979, quarto presidente da ditadura militar, era luterano);

Já profetizaram o fim dos terreiros de macumba em Salvador, quando tocaram no Centro Administrativo de Salvador, desconhecendo que hoje os maiores terreiros do Brasil estão em Porto Alegre, com um total de 1.290 unidades;

E Ana Paula disse num show que pediu a Deus um avivamento pra igreja católica.

Enfim “profetizaram” tudo aquilo que é o sonho da maior parte do imaginário gospel para o país, basta ver as “profetadas” no youtube.

O pai deles, Márcio Valadão, vive em congressos de “ativação profética” (onde ele e outros apóstolos ensinam como “ativar” a dimensão sobrenatural, para “receber estratégias proféticas de Deus”...verdadeiros pais de santo, “xamans” gospel);

Mas além de cópia tupiniquim do Hillsong - tanto na mega igreja quanto no louvor, o Diante do trono teve influências doutrinárias fortíssimas vindas de fora:

Ana Paula, que era batista de formação como toda a família – a Lagoinha era uma igreja batista tradicional - estudou no Seminário Pentecostal Christ for the Nations, no Texas,e lá foi treinada nas técnicas e doutrinas neo-pentecostais;

Já o irmão dela, André, foi treinado no Rhema Bible training center,do Kenneth Haggin, pai moderno da teologia da prosperidade, também nos EUA...todos nos anos 90.

Técnicas psicológicas do G12, profetadas, unções apostólicas, teologia da prosperidade, tudo se juntou num só lugar.

O Diante do Trono tem sua própria editora, "editora Diante do Trono", que tem um livro sobre a biografia da Ana Paula.

Esse livro, no congresso que fui (uma das fontes de arrecadação de dinheiro anual que eles tem), estava encalhando pelo preço caro, e no último dia, venderam a 10 pratas.

Folheando, vi num dos capítulos chamado musica profética, falando dos tais atos proféticos:
De pular e gritar no palco, fazer “hu, hu” feito índio nos ensaios e shows, e levar a multidão a fazer os pulos e gestos extravagantes, dar “brados de vitória,”etc.

Mas não ensinam como viver no evangelho...afinal de evangelho eles nada tem.

Assim, o Diante do Trono contaminou as igrejas ao redor do Brasil:

Pois todos que participavam de seus congressos, que participavam de seus shows gospel, eram chamados á frente para transformarem as suas igrejas com aquele estilo.

Por isso, vemos cada dia surgir nas igrejas uma nova Ana Paula querendo ministrar no louvor, com declarações, com levantar de mão em direção ao povo, com careta de choro...

Ou novos Andrés, fazendo o mesmo...

Você já viu isso na sua igreja?

Agora sabe de onde veio a fonte inspiradora – não havia isso nos louvores antes de aparecer essa turma:

Esse navio representa uma viagem nesse movimento, sempre procurando um porto seguro para aportar essas ideias.

Jamais entraria num cruzeiro desses:

Primeiro, por que em Minas eu sou Atleticano...rsss...

Segundo, por quê é literalmente embarcar numa furada.

Pelo menos o navio deles podia parar lá no Alaska, e ficar encalhado no gelo:

Não veríamos Ana Paula dessa vez imitando um leão marinho...

E ficaríamos um bom tempo “distantes do trono”.


Lee

domingo, 22 de agosto de 2010

Moisés e os Métodos de Hoje em dia



Então disse Moisés ao SENHOR: Ah, meu Senhor! Eu não sou homem eloqüente, nem de ontem nem de anteontem, nem ainda desde que tens falado ao teu servo; porque sou pesado de boca e pesado de língua.

E disse-lhe o SENHOR: Quem fez a boca do homem? ou quem fez o mudo, ou o surdo, ou o que vê, ou o cego? Não sou eu, o SENHOR?

Vai, pois, agora, e eu serei com a tua boca e te ensinarei o que hás de falar.

Ele, porém, disse: Ah, meu Senhor! Envia pela mão daquele a quem tu hás de enviar.

Então se acendeu a ira do SENHOR contra Moisés, e disse: Não é Arão, o levita, teu irmão?
Eu sei que ele falará muito bem; e eis que ele também sai ao teu encontro; e, vendo-te, se alegrará em seu coração.

E tu lhe falarás, e porás as palavras na sua boca; e eu serei com a tua boca, e com a dele, ensinando-vos o que haveis de fazer.

E ele falará por ti ao povo; e acontecerá que ele te será por boca, e tu lhe serás por Deus.
( Exodo 4. 10-16)

Moisés fez da falta de um dom natural de comunicação, uma desculpa para não fazer a vontade de Deus:

Transmitir sua vontade ao povo.

Moisés, na ocasião, confundiu talento natural humano com dom vindo do alto.

Este é específico para uma missão.

Ora, se Deus afirmou a Moisés “que seria com sua boca e ensinaria o que haveria de falar”, por que isso ocorre até hoje?

Se com Moisés a desculpa foi que ele “não tinha jeito pra falar”, hoje é diferente:

Hoje, vejo gente pregando se utilizando de métodos de oratória;

Vejo gente sendo ensinada, em aulas de homilética em seminários, a “pregar a palavra”;

Vejo gente escrava de esboços- se voar,acaba a mensagem;

Vejo muita gente em púlpitos priorizando métodos técnicos (oratória, data shows, pastor apertando botãozinho e aparecendo imagens, etc);

Vejo pastores hight tech, com microfones sem fio, lendo a Bíblia de smartphones, etc;

Mas quase todos sem unção, sem que as pessoas percebam que aquilo veio de Deus.

Quando o homem troca a ajuda divina- sua total dependência Nele – nossa tendência sempre será para a técnica humana, “substituindo a ação divina”.

Em vez de as utilizarmos como ferramentas de auxílio a ação Dele, as utilizamos com fim em si mesmo:

Dependemos de nossa própria força – e nos esgotamos;

Dependemos de nossa própria inteligência – e fazemos ao contrário do que Ele quer.

Isso serve pra tudo, em nosso trabalho, estudo, etc;

Em vez de pedirmos que Ele nos ajude, nós tentamos nos ajudar...

Podemos levar por algum tempo, mas em breve chega o cansaço, a escassez, etc.

Deus pode até botar um Arão pra falar por você -Mas você tem que estar junto.

Dependa dele, e não de técnicas e métodos...

Isso serve tanto para pregar, estudar, ou simplesmente fazer a escova num cabelo:

Peça ajuda a Ele.
Lee

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Os Mercenários de Stallone X Os Mercenários da Fé – Parte 2

Mala e Terra Nova


Quer uma turma mais pesada que os Mercenários do Stallone, do post anterior?

Aqui vai uma relação dos maiores Mercenários da Fé, atualmente , aqui no Brasil:

Gente que usa o nome de Deus para enriquecer, se promover.

Tudo as custas de um povo que se deixa levar por espetáculos, e que dão dinheiro a eles por supostas bençãos que receberiam de Deus, prometido por eles.

Os Mercenários da Fé

Edir Macedo

Fundou a Universal em 1977, quando saiu da macumba.

Tratou de reunir elementos da mesma macumba (banhos de “essência” de arruda, e até pipoca já foram distribuídas em culto, para purificação);

Do catolicismo (ênfase em imagens de escultura – que não sejam de santos – para a pessoa tocar, como arcas, tronos,etc);

E claro ,do meio evangélico pentecostal (shows de exorcismo, como demonstração de controle e poder, supostas curas, e ênfase na teologia da prosperidade, pedindo muito dinheiro em troca de bençãos divinas).

É um dos homens mais ricos do país, e tem muita gente deles na política (Crivella, sobrinho dele, é o exemplo maior, feito Senador por votos da Universal).

É dono da rede Record, cujo maior sonho é virar uma Globo nos próximos 10 anos.

Renê Terra Nova

Fundou o Ministério Internacional de Restauração, com ênfase em células.

Essa figura de Manaus é um dos maiores surtados do mundo mercenário “gospel”:

Se autonomeou “Paipóstolo” (isso mesmo, pai dos apóstolos) e foi agora reconhecido pelos líderes da visão celular no Brasil como tendo a mesma unção de Abraão:

Foi proclamado “Patriarca”.

Tem jatinho particular e mora em casa maior do que o prefeito de Manaus.

O MIR usa as práticas mais loucas que existem, incluindo controle mental, regressão, etc:

Seus encontros são famosos pelo uso de diversas práticas e jogos psicológicos envolvendo exposição humilhante dos novos participantes;

Técnicas de lavagem cerebral visando desestabilizá-los e torná-los susceptíveis ao processo de adesão ao grupo, tudo realizado em isolamento, horários maçantes e clima de constante pressão emocional.

Promovem “atos proféticos” ( reunião em determinado lugar para “tomá-lo” para Deus, no futuro, como em alguns textos do Antigo testamento):

Demarcam território com urina, atiram pétalas de rosas ungidas de helicóptero, cercam terrenos de mãos dadas, etc.

Como funcionam em células (reunião nos lares, em geral por gente que deveria estar aprendendo sobre a Bíblia, mas está liderando uma reunião – isso acontece também em outras denominações), usam muito outro método de arrecadação de dinheiro:

É congresso disto, encontro daquilo, esta é a forma dos escalões superiores cobrarem das células a sua receita.

Crescendo ao ritmo daqueles esquemas de pirâmides ( tipo Amway), cada encontro local, da região, da cidade, estado, nacional, internacional, vai ficando cada vez mais “tremendo” e enchendo os bolsos dos líderes.

Terranova já pregou na Lagoinha, ensinando essas maluquices, e depois disso a turma do Diante do Trono passou a fazer “atos proféticos” em todos os estados em que se apresentava:

Lembra do leão da Ana Paula no palco? Pois é....culpa do Patriarca.

Alías, a turma de Minas é chegada a um “ato profético”:

David Quinlan, Cirillo, Diante do Trono...e cantamos as músicas deles nos cânticos de nossas igrejas.

Sou mais Lô Borges, Beto Guedes, 14 Bis, Skank e J. Quest, minerada boa.

Silas Malafaia

Sobre ele, leia o post A Igreja Malafaiana tem medo de Robin Hood ( no arquivo do blog).

Jabes de Alencar e Jorge Linhares formam um trio com ele (cada um em suas igrejas) mas o Mala é imbatível:

Comprou um avião em dezembro passado por 19 milhões “em cash”, quando trouxe o velho Cerullo – que já tirou cana nos EUA por causa de sonegação – em seu programa dizendo:

“ Quem der 900 reais de oferta a esse ministério ,terá a miséria erradicada da sua vida”.

Tu sabe que até meu vizinho do prédio - e de igreja Batista - mandou dinheiro?

O Mala agradece.

Valdemiro Santiago

A igreja Mundial do Poder de Deus é uma das que mais tem crescido, usando os mesmos métodos da Universal:

Valdemiro (foto acima) veio de lá, onde foi pastor bem próximo ao Macedão, por 18 anos.

De lá, tirou o mesmo esquema de sempre:

Benção em troca de dinheiro, falsas curas, shows de exorcismo (tem entrevistas com demônios, também).

Digo falsas curas, pois Jesus curava os paralíticos na hora, esses pegavam suas camas ou muletas, e iam embora pulando de alegria.

Lá a pessoa é sugestionada a uma cura, e sai do palco (em que se transformou o altar) se arrastando, para poucas horas depois cair de dor novamente.

Assim como a Universal, querem fazer um Deputado Federal por cada estado.

Valdemiro já tinha um jatinho e um helicóptero, mas em seu processo de Macedização – ser cada vez parecido com seu mestre – em maio negociava a compra de um jato de 48 milhões, semelhante ao de Macedo, informou a Veja.

Ele foi preso numa blitz em 2003 em Sorocaba, com uma escopeta, duas carabinas e munição...alegou que era pra caça.
Isso que é fogo consumidor!

R.R. Soares

Romildo Ribeiro Soares não quis colocar título de Bispo ou de Apóstolo:

Preferiu um simples “Missionário”, como estratégia de diferenciação do cunhado, “bispo” Macedo.

Mas humildade não é seu forte:

Está nas capas dos discos que vende, criou o “show da fé”, banalizando mais ainda o evangelho, tem jatinho de quase 9 milhões de reais, e parece nunca envelhecer:

Já fez pelo menos 3 plásticas na cara.

A Igreja Internacional da Graça de Deus é uma espécie de “Universal light”- é menos barulhenta que a original, mas só tem graça no nome:

Romildo segue fielmente os ensinamentos de Kenneth Hagin, pai do movimento moderno da teologia da prosperidade (que morreu de tumor maligno em 2003 – e ele dizia que crente não podia ficar doente),chegando a anunciar os livros dele em seu “show”.

Seus pastores mais próximos imitam a voz dele no rádio, uma coisa bisonha, denotando controle.
Após sair da Band, pela chegada de Malafaia , R. R. comprou o canal 12 da tv a cabo Net....
Ainda bem que to sem Net.

Estevam e Sônia Hernandes

Depois de tudo o que a gente viu, será que é preciso dizer mais?

Estevam era gerente de marketing da Xerox, e aplicou essas técnicas na criação da Renascer, cujo alvo eram os mais jovens:

Investiu muito na música – O Renascer Praise - e mais tarde o Diante do Trono, com seu "louvor profético " - é a causa desse caos da música atual de igreja, chamado “louvorzão”- muito barulho por nada, como diria Shakespeare.

Estevam ia nas igrejas de outras denominações, e “roubava” o pessoal do louvor delas, trazendo-os para sua igreja, montando grupos de louvor em troca de grana:

A moçada, que ganhava mesada dos pais, agora era bem paga pra tocar bateria, teclado,etc.

Em seu “auge” financeiro, chegou a ter 400 cavalos manga larga.

Sônia, uma ex- nutricionista, tinha “alvos espirituais” como conquistar cartões de crédito – deu graças a Deus quando tirou um American express card, anotando o 'dia da conquista' em seu diário, como mostrou a revista Época na ocasião.

Ficou conhecida como “ A perua de Cristo”, no meio evangélico, por seu jeito extravagante.

Antes de passarem seis meses em cana nos EUA, por tentar entrar com dinheiro não declarado escondido na roupa, tiravam onda de terem 'unção de apostolado', mas deram calote até na casa de festas que fez o casamento da filha deles.

Passam por dificuldades financeiras, pois a justiça de São Paulo bloqueou contas da igreja e do casal, e atualmente dependem muito do Kaká para sobreviver :

É por isso que o Kaká só vive “bichado” há mais de um ano, sem falar que a mulher dele foi nomeada “pastora”, após pregar na frente do Estevam – essa foi “a prova” dela.

Marcos Pereira

Espécie de “primo mais pobre” da turma aí em cima, é daqui do Rio, na baixada fluminese, em São João de Meriti, no bairro com sugestivo nome de" Éden".
Ri muito de Roberto Cabrini, em seu Conexão repórter do SBT, que foi enrolado por ele:

Cabrini destacou a “importância social” de seu ministério, sem ver as coisas ao derredor dele.

Ex garçom, após sua conversão, Marcos fundou a Assembléia de Deus dos Últimos Dias.

Os membros da ADUD não usam, ou possuem, objetos nas cores preta ou vermelha (até mesmo uma Bíblia preta é considerada uma adoração ao diabo).

Os seguidores não comem carne de porco e demais alimentos proibidos no Levítico.

Coca-Cola é coisa do diabo : Os membros só pedem tomar refrigerante se for o Guaraná Jesus.
Sem falar na limitação total da exposição do corpo feminino:

As mulheres de lá parecem que estão em Meca, só que com becas horrorosas de cores berrantes, em vez da burka (veja na foto acima).

Elas não podem usar cosméticos (incluindo maquiagem, perfumes e cremes);

Os membros são proibidos de possuir e assistir televisão;

Também não devem ir ao cinema, ler jornais, revistas, internet ou qualquer outro material não indicado pela ADUD, exceto aqueles ligados ao meio de vida do membro.

Engraçado é que eles tem um site...deve ser só para nós pecadores.

Marcos é amigo da maioria dos prefeitos da baixada, que vivem pedindo “sua benção”, assim como vereadores locais.

Assim como vários outros acima, tem um enorme Banner na entrada e dentro do salão do templo, exemplo clássico dessa turma no culto a si próprio.
Faz trabalho de evangelismo nas cadeias, e era uma benção no início, até passar a fazer um “show da fé” lá por dentro, como “entrevista com demônios”, o velho truque do” paletó ungido que derruba todo mundo”, e por aí vai:

Marcos ficou proibido pelo governo do Rio de entrar nas cadeias por aqui por 4 anos ( e aí trocou a cadeia pelos bailes funks), até voltar recentemente:

Sabe como é, é ano de eleição.

Miguel Ângelo

Tinha um programa inspirativo, chamado “Posso Crer no amanhã”, que o tornou conhecido, aqui no Rio - que ainda existe, mas não é mais a mesma coisa.

Minhas duas experiências com ele mostram uma pessoa antes, e outra depois.

O conheci quando ainda era um simples pastor lá na antiga avenida suburbana, onde alugava um espaço onde era um antigo cinema, e fundou a Cristo Vive.

Fugi do culto de minha igreja num domingo, e fui pra lá, onde assisti a um culto bíblico, inspirativo, com uma mensagem edificante, e naquele dia ele estava servindo a ceia com uma toga sacerdotal branca, tudo na maior simplicidade.

Onze anos depois, com sede própria no bairro de Campinho, com uma igreja suntuosa ( em que o engenheiro responsável, de outra denominação, teve que entrar na justiça contra o cano de 6 milhões de reais que levou deles), tudo mudou:

O pastor agora era um autonomeado “Apóstolo”;

Havia banners gigantes, pendurados na entrada do templo, dele e de sua então amada “Clarinha” (como ele se referia a sua primeira esposa) e no acesso interno ao salão;

Aboliu o batismo nas águas , jejum bíblico (disse que era coisa de judeu), comemoração de páscoa t(ambém coisa de judeu) e do Natal;

E cerca de meia hora de pedição de dinheiro, no culto.

Aquele simples pastor que me fez ir ao subúrbio distante de casa num domingo de anos atrás, não existia mais:

Estava seboso de tanta vaidade.

Mesmo com a suposta pancada que levou da vida ( um ex colega de serviço, membro da igreja dele, disse que Clarinha o traiu com um médico) não perdeu a pose:

Casou-se com uma mulher com a idade de ser sua filha (foto), e subiu de posto- agora virou “bispo primaz” ( a mulher, fisioterapeuta, também virou “bispa primaz...dá pena de ouvi-la tentando pregar...e é um tal de meu amado esposo pra cá, minha amada esposa pra lá, uma melação de dar asco, querendo parecer o casalzinho feliz, na tv);

Maluquices doutrinárias,como dar ordem aos anjos (só Deus faz isso) e a megalomania que continua:

Seu currículo com 39 diplomas de curso superior, posto na internet (a maioria por “honoris causa”, ou seja, uma “honraria” - sem cursá-los);

O orgulho pela “grande igreja” (algo em torno de 50 mil filiados pelo país):

Minha igreja não é uma tribo, é um reino”;

Sou a voz de Deus em português para o mundo. Tenho coberto com o 'manto apostólico' diversos ministérios pastorais na África e em outros continentes”, afirmou.

Miguel vai deixar um clone, seu filho Jr., que prega com os mesmos ternos engomadinhos do pai, inclusive com o lencinho no bolso do paletó, uma xerox idêntica a ele, até no falar.

Todos seus filhos e filhas são pastores – do tempo que você está lendo esse post, já podem ter virado “bispos”- e quase todos tem motoristas particulares em seus carrões que saem do estacionamento da igreja:

Enquanto isso, a maioria da igreja desce a rua Maricá (a igreja fica no alto de uma ladeira) a pé, para lotar o ponto de ônibus, onde vários pegam a Kombi, que sai mais barato.

Alías, você pode pegar sua benção da “família apostólica”:

Basta levar uma foto de toda a “família apostólica” reunida,a venda na livraria da igreja, e botar no seu porta retrato, 'abençoando' sua casa.

Sem sacanagem, isso vende por lá!

Fala sério, os Mercenários do Stallone perdem ou não perdem para Os Mercenários da Fé?
De goleada!

Lee

Obs: Teve muito Mercenário de segundo escalão que ficou de fora.



Na Sessão Revival ,alguns dessa turma:

http://www.youtube.com/watch?v=U3rUROtMO2I








segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Os Mercenários de Stallone X Os Mercenários da Fé


Os Mercenários já está nos cinemas brasileiros, e no último fim de semana lotou todos os horários do Shopping Tijuca, aqui na minha área:

Saí do cinema ás 23h, e tinha uma fila enorme aguardando para entrar na sessão especial das 23.55h, com lotação esgotada, no sábado á noite.

O povo não caiu naquela conversa besta de boicotar o filme, pela piada que Sly contou sobre o Brasil, na Comic Com, feira “pop” americana:

Stallone disse, em tom de brincadeira, que o Brasil é um lugar onde "você pode atirar nas pessoas, explodir tudo e eles dizem 'obrigado!”.

Uns babacas twiteiros deram chilique, tentaram fazer campanha contra o filme, mas pelo visto, estão quebrando a cara:

Os Mercenários é a maior bilheteria americana do fim de semana nos EUA, batendo inclusive o filme da Júlia Roberts (Comer, Rezar e Amar), devendo repetir o mesmo aqui.

Num país com caos aéreo, onde as pessoas dormem no chão do aeroporto, como há 15 dias no caso da Gol;

Num país onde em São Paulo e aqui no Rio, as maiores cidades do Brasil, as pessoas pegam trem lotado ás 4 da manhã para chegarem no trabalho ás 8h, depois de passarem por ônibus também lotados;

Num país em que a Dilma, que há dois anos atrás ninguém conhecia, pode chegar a ser presidente;

Ou seja, somos “explodidos todos os dias”, não reclamamos, votamos em quem a mídiaou o Lula – manda, e achamos tudo bonito, dizendo "obrigado!"

Mas quando um americano fala a verdade, nos ofendemos...isso é o Brasil Tupi Guarani.

Bem , o exército dos Mercenários de Stallone tem gente da pesada, mas o exército dos Mercenários da Fé, aqui no Brasil, tem gente mais pesada ainda...

Vamos ver o perfil dos mercenários das duas equipes...quem levaria a melhor?

Os Mercenários de Stallone

Stallone
Velho de guerra, é o eterno Rocky Balboa , o eterno Rambo.
Astro dos anos 70 e 80, tem fã clube em todas as partes do mundo.

Dirige e roteirizou o filme, e sessentão, está mais em forma do que muito garoto de 20 anos.

A maioria das cenas fez sem dublê, chegando a escorregar nas filmagens de Mangaratiba, aqui no Rio:

Fez um filme de ação como nos anos 80, sem a moda atual dos efeitos digitais de Avatar ou a mania atual do 3D, que nada mais serve do que dobrar o preço do ingresso.

Deve rodar uma sequência, dependendo da arrecadação mundial do filme.

Jason Statham

Maior astro de filmes de ação atual junto com Matt Damon (a franquia Carga Explosiva já está no 3º filme), quebrou um paradigma:

Desde os 007s, a Inglaterra não tinha um astro de filmes de ação – e ainda por cima, calvo.

Jason foi atleta de saltos ornamentais (esteve nas Olimpíadas de Seul em 1988).

Jet Li

Pratica o Kung Fu desde criança, e dos 11 aos 16 anos ganhou o título nacional chinês de Kung Fu seguidamente , sendo então considerado pelo governo um “ tesouro nacional”.

Isso o levou a apresentações ao redor do mundo, incluindo uma na Casa Branca.

Comparado a Bruce Lee na técnica, fez mais de 20 filmes na China, até que chegou a Hollywood em 1998, no quarto filme da série Máquina Mortífera:

Jet “rouba as cenas” em que aparece, enfiando a porrada em Mel Gibson e Danny Glover.

Bruce Willis

Era de um seriado (que eu nunca gostei) chamado aqui no Brasil de A Gata e o Rato (Moonlightining).

Mas em 1988 virou astro mundial com Duro de Matar, já na quarta franquia, um dos melhores filmes de ação já produzidos, e Bruce teve que largar a série no ano seguinte.

Amigão de Sly e Arnoldão, onde eram sócios num restaurante de muito sucesso nos anos 80 chamado Planet Hollywood – a cena com os três juntos, no longa, é a primeira da carreira deles.
Mickey Rourke

O vilão de “Homem de Ferro 2”, voltou ao cenário com o drama “O Lutador”, há dois anos atrás, onde ganhou o Globo de Ouro de melhor ator.

Era um galã dos anos 80, aí resolveu virar boxeador dos 40 aos 44 anos, e quebrou a cara – literalmente:

Teve que fazer várias operações plásticas pelos murros que levou na cara, e ficou esquisitão.

Após o boxe, não conseguiu mais papéis de expressão pela cara esquisita, e foi por muito tempo sustentado pela mesada que o amigo Stallone dava pra ele.

Dolph Lundgreen

Em Rocky 4, era o boxeador Ivan Drago, que matou Apollo Creed numa luta de exibição, fazendo Rocky lutar pela honra do amigo na Rússia.

Foi vilão também no último 007 de Roger Moore, em 007 na Mira dos Assassinos, e co- estrelou com Van Damme a série Soldado Universal, atualmente no terceiro filme.

É faixa preta de karatê Kyokushin, que quebra tijolos e blocos de gelo com as mãos.

Terry Crews

Único negro na equipe, era astro do futebol americano :

Quando parou, fez várias pontas até estrelar como o pai de Chris, Julius, na série “ Todo Mundo Odeia o Chris” (Everybody Hates Chris), que ainda passa nas tardes da Record, por cinco anos, até a série acabar.

Steve Austin foi lutador de Wrestling;

E Randy Couture é lutador do Ultimate Fighting, tendo inclusive perdido na última vez em que lutou contra o nosso Minotauro.

Estes são os Mercenários de Stallone, cuja missão é combater um ditador na América Latina.

Mas os Mercenários da Fé, aqui no Brasil , também são uma turma da pesada...

A missão original deles era pregar o evangelho, simplesmente isso...

Mas o gosto pela grana, pelo show nos cultos, pela mídia, fizeram deles Os Mercenários da Fé, uma turma nociva que tem estragado o evangelho;

Uma turma que causa repulsa em parte da sociedade, mas que consegue enganar muita gente que embarca nessa furada, lotando suas igrejas.

No próximo post, você conhecerá os Mercenários da Fé.

Lee

domingo, 15 de agosto de 2010

Por que Daniel foi usado por Deus de maneira tão Especial?


De todos os livros proféticos, sempre me chamou mais atenção o livro de Daniel.

Enquanto os outros profetas tinham visões espetaculares (como Ezequiel no vale dos ossos secos), e recebiam uma palavra direta da parte de Deus para comunicar ao povo ( tipo “Vai e dize ao meu povo...”) Daniel era mais usado no campo dos sonhos.

Assim como José com Faráo, no Egito, lá em Gênesis, Daniel foi muito usado no reinado de Nabucodonozor.

Não só interpretava sonhos, como também relembrou um sonho esquecido pelo rei, por intermédio divino, e interpretou o seu significado.

Viveu num ambiente hostil, e prevaleceu por sua confiança em Deus:

Mesmo quando numa armadilha feita contra ele, por sua postura firme em obedecer ao Senhor, foi parar numa cova cheia de leões, que eram alimentados por carne humana:

Era uma das punições do regime de Nabucodonozor.

Quer saber por que Daniel foi usado de maneira tão especial?

Primeiro, ele não quis se misturar com as benesses de um governo idólatra, que mandava construir estátuas para serem adoradas;

Um governo cuja idolatria também se consistia em adorar seus próprios feitos.

Um governo ditatorial, que fazia escravos- Daniel foi levado como escravo.

No capítulo um , diz que ele “não quis se contaminar com a porção das iguarias do rei”, ele deixava bem claro que não iria participar de banquetes por causa disso:

Não era pela comida em si...era por aquilo tudo que representava a fartura da mesa:

Mesmo sendo muito jovem, Daniel foi capaz de fazer esse discernimento, e marcou sua posição.

Daniel não quis”enterrar a cara num pernil ou javali assado”, comendo de tudo o que havia de bom naquela mesa...

Nem encheu a cara de vinho:

Pediu legumes e água por 10 dias para ele e seus amigos – e no final dos quais estavam “mais fortes” do que todos os jovens que comiam da mesma porção de “fartura” do rei (Daniel 1. 1-16)
Deus sempre honra a quem “fecha com Ele”, em vez de fechar com homens, ainda que estes tenham poder político, financeiro, eclesiástico, seja qual for.

Quem se mistura com esses caras, quem se vende a eles, puxa o saco deles,caem com eles assim quando eles passarem- e sempre passam.

O segundo motivo claro, que vejo pelo qual Daniel era tão especial pra Deus, sendo utilizado por Ele, é esse:

Uma profunda confiança em Deus, como raramente se vê em nossos tempos.

Lembre-se:

Daniel era um jovem que estava longe de casa, e não estava em turismo, não era um “mochileiro”;
Não estava em intercâmbio cultural, aprendendo um novo idioma- ele era um “escravo vip”;

Na Babilônia, não tinha igreja, pra ele frequentar;

Não tinha Bíblia pra ler- os rolos conhecidos até então;

Ele tinha tudo pra se revoltar contra Deus, como muita gente faz hoje:

Jerusalém foi sitiada, tomada e dominada, e ele e outros levados como “cativos vip”.

Mas três anos depois, quando foi levado a presença do rei, sua confiança em Deus permanecia a mesma.

Falou Daniel, dizendo:

Seja bendito o nome de Deus de eternidade a eternidade, porque dele são a sabedoria e a força;

E ele muda os tempos e as estações; ele remove os reis e estabelece os reis; ele dá sabedoria aos sábios e conhecimento aos entendidos.

Ele revela o profundo e o escondido; conhece o que está em trevas, e com ele mora a luz.
(Daniel 2. 20- 22)

Daniel cria nesse poder divino, e experimentou tudo o que disse, inclusive a mudança de poder que houve depois.

Talvez você esteja passando por uma estação ruim em sua vida, mas lembre-se que é Deus quem muda as estações;

Que remove poderes estabelecidos, que podem estar te prejudicando;

E quem dá sabedoria para lidar com assuntos.

Lee

Na Sessão Revival, a história do soldado Daniel, que lutou no Vietnã, ficou cego, e foi rejeitado por seu povo na volta pra casa, contada por Elton John:

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Você constrói Muros ou Pontes a sua volta?



Estava lendo sobre dois acontecimentos, que refletem bem a dificuldade de algumas pessoas, sejam elas famosas ou anônimas, de se relacionar com as pessoas:

Com suas atitudes, ao invés de criarem pontes entre as pessoas, acabaram criando muros, bem difíceis de serem derrubados.

A famosa Madonna está com imensa dificuldade em rodar seu primeiro filme, “W.E”, por causa disso.

Depois das feras Ewan McGregor e Vera Farmiga, mais uma atriz pulou fora do projeto:

Margot Stilley pediu demissão do longa, alegando “diferenças artísticas” (uma maneira delicada de dizer que “não concorda com o que está rolando”) , tudo por causa dos métodos da nova cineasta popstar.

Madonna é extremamente controladora, e como quase todo popstar, uma pessoa centralizadora.
Ela se esqueceu que, nessa questão, os astros serão os atores que ela tem de dirigir.

Ou seja, os protagonistas serão os atores, e não ela.

Está sendo insuportável filmar com ela, os técnicos, auxiliares, estão todos penando...

Corre o risco de ela ficar sem atores de qualidade para contar a história do Rei Edward da Inglaterra, que abdicou do trono para se casar com uma "plebéia", a americana Wallis.

Enquanto isso, aqui no Rio, a anônima “Natália” escreveu para o psicanalista Alberto Goldin, na Revista do Globo, dizendo que sua vida está insuportável:

“Não vivo sem relógio- olho a hora de minuto em minuto.

É tudo calculado, milimetrado, certinho... nada pode sair do meu controle, e se issoacontece, fico muito mal humorada, frustrada e culpada.

Transformei minha vida numa rotina insuportável, onde só faço cumprir tarefas, semme dar ao luxo de divertimentos ou recompensas.

Sinto-me muito culpada quando não estou lendo algo útil ou fazendo algo proveitoso.

Mas meu maior problema é que não consigo aprofundar minhas relações.

Tenho pouquíssimos amigos, que não consigo cativar.
Meu relacionamento com meu marido e minha família é muito difícil.

Sou uma pessoa fechada, quase triste... Viver assim é tão cansativo, pois nada pode sairerrado, eu não posso errar.

Não aguento mais, me sinto pressionada por mim mesma e tão cansada...
Por favor, me ajude! Natália ”

Ao contrário de Madonna, “Natália” está correndo atrás de ajuda, e deve fazer terapia para controlar essa neurose que lhe atormenta.

Mas para derrubar os muros em sua volta – na verdade, uma verdadeira prisão, não vai ser fácil, pois ela foi edificando muros em várias áreas da vida, como citou:

Nas Amizades – inexistentes, afinal, ninguém aguenta uma pessoa assim - Madonna está sentindo isso, e os ainda a sua volta, é pela fama e o dinheiro dela;

Na Família - Família “não se escolhe”, vem no pacote da vida, e as vezes já vem algo complicado por natureza – Michael Jackson que o diga;

No Casamento, onde praticamente todo dia tem que se construir uma nova ponte.

E você, tem construído muros ou pontes em sua volta?

Lee

Na Sessão Revival, The Housemartins construíram um Muro - e a banda terminou dois anos depois:

Lenine fez Pontes ao longo da vida, e está com 30 anos de estrada:

terça-feira, 10 de agosto de 2010

A Loucura de um “templo Maior para Deus”

O "Templo de Salomão" será em São Paulo


A megalomania da Universal não tem limites.

A Loucura da ambição do Macedo pelo dinheiro, pela grandeza, pelo poder, vai criar um dos maiores absurdos da era cristã, no mundo todo, aqui no Brasil:

A reconstrução, em forma de réplica (menor do que o original) do templo de Salomão, no Antigo testamento bíblico.

Loucura, pois isso não vem de Deus, conforme o texto bíblico, abaixo;

“Porque esta é a aliança que depois daqueles dias farei com a casa de Israel, diz o Senhor:

Porei as minhas leis no seu entendimento, E em seu coração as escreverei;

E eu lhes serei por Deus, E eles me serão por povo.” (Hebreus 8.10)


"Ora, também a primeira (primeira aliança, do velho testamento) tinha ordenanças de culto divino, e um santuário terrestre.

Mas, vindo Cristo, o sumo sacerdote dos bens futuros, por um maior e mais perfeito tabernáculo, não feito por mãos, isto é, não desta criação;

Porque Cristo não entrou num santuário feito por mãos, figura do verdadeiro, porém no mesmo céu, para agora comparecer por nós perante a face de Deus. (Hebreus 9. 1,11, 24)

Macedo vai construir um templo maior que a catedral da Sé, em São Paulo, e do que seu chamado “templo maior”, aqui no Rio, com pedras vindas de Israel:

Quando o povo entra aqui na catedral, corre pra tocar nas pedras, ou oram com as cabeças encostadas nelas, “simplesmente por serem de Israel”, esperando um milagre.

É impressionante como as pessoas cultuam um objeto materializado, nos cultos da Universal:

Por aqui no Rio, fizeram réplicas da Arca da Aliança -onde no Antigo testamento estava a glória de Deus- e também fizeram um trono dourado enorme, que só existe no céu, e tantas outras figuras, que o povo, se tão somente lesse a palavra, veria que é loucura, mas preferem permanecer na ignorância...

Em vez disso, vão, tocam nos objetos, dão dinheiro em troca de benção, e inventam mais bizarrices:

Agora, tem até aparelhinho de medir demônio, parecido com que os irmãos Winchester usam no seriado Sobrenatural, para caçar fantasmas!

Vejam o que aconteceu em Campo Grande, Mato Grosso do Sul, 3 meses atrás:

Sueli mostra o " Psicoscópio"

Sueli Ferreira de Moura(foto), se manteve acorrentada por sete horas ao portão de um templo em protesto contra a igreja por ter submetido o seu filho de 17 anos à lavagem cerebral.

Sueli disse que S., o seu filho, tem um “Psicoscópio” - nome do “detector de demônio” para avaliar os jovens de um grupo do qual ele é o líder.

Afirmou também que o filho usa um “ óleo benzido para tirar o tesão em suas partes íntimas”, um óleo ungido por pastores para que ele não tenha desejos sexuais.
Sueli disse que S. se tornou um “escravo”, porque passou a vender balas, calçados e eletrodomésticos para entregar o dinheiro à Universal.

Ele já teria roubado para não deixar de pagar o dízimo.
S. frequenta o templo da avenida Mato Grosso há dois anos e meio.

Ele parou de ir à escola porque foi impedido de lá pregar a Bíblia.

Sueli se acorrentou na frente da igreja por sete horas, em protesto

“Quero meu filho de volta”, disse ela, “Essa igreja enlouqueceu o meu filho e a população desta cidade precisa saber disso.”

Sueli disse que tentou várias vezes falar com os pastores para reclamar do fanatismo de seu filho.
Como nunca foi atendida, em novembro do ano passado ela, em “uma atitude desesperada”, invadiu um culto para se queixar. Um pastor chamou a polícia, e ela foi levada de camburão a uma delegacia.

“Fiquei fichada na polícia por tentar proteger o meu filho.”

Ela disse que, se for preciso, fará novo protesto para que a igreja liberte o seu filho.

É o que sempre digo:

Igreja, que deveria libertar as pessoas, acaba virando uma prisão religiosa.

Ou Pinel religioso, sem qualquer possibilidade de cura dos internos, como é a Universal.

Talvez você ache que, por que é a Universal, isso não aconteça numa igreja de sua denominação.

Toda vez que o homem dá ênfase em templo-tijolo, e não na igreja-pessoa, tudo se destrambelha.

Sou "cria" da Segunda Igreja Batista do Rio de Janeiro, que levou mais de 100 anos para construir seu tão sonhando templo.

Conseguiu finalmente, 3 anos atrás, mas como deu a ênfase só na construção do tijolo, e não no crescimento espiritual das pessoas, deixadas de lado, hoje tem um “templo maior”:

Cabem mil pessoas...sobra lugar para as pouco mais de 50 pessoas que frequentam, ao contrário de tempos atrás.
E quando Fanini quis ter um “templo maior do que a Catedral Católica” de Niterói, a igreja foi enganada por intermediários que na verdade eram golpistas, sumindo com mais de 1,5 milhão de reais:
Fanini se enfraqueceu com o episódio, ficando inviável sua permanência no pastorado, renunciando o mesmo por “problemas de saúde”, após 41 anos á frente da igreja...

Ainda fundou outra igreja, mas morreu pouco tempo depois.

O “templo maior” nunca deve ser objetivo, alvo de ninguém, deveria surgir e acontecer naturalmente, para acomodar pessoas, tão somente.

Deus nunca pediu "templo maior."

Quando não é assim, sempre é em consequência da vaidade ou megalomania de alguém, dizendo que o “templo maior é pra Deus”, que não tem nada a ver com essa história.
Lee

domingo, 8 de agosto de 2010

Não Deixe o Rio que Corre dentro de você se Secar


Quem crê em mim, como diz a Escritura, rios de água viva correrão do seu ventre.” (João 7.38)
Jesus se referiu nesse episódio ao Espírito Santo, que haviam de receber os que Nele cressem
.
Quem crê, recebe esse “rio interior”, como Ele se referiu ao Espírito: Simples assim.

Rio é vida - dá vida e abastece não só um ecossistema ( peixes e animais em volta dele) como também cidades inteiras.

Essa comparação foi para dar a idéia da força – vinda Dele, não de nós mesmos – do Rio que está dentro de quem crê Nele.

Assim, devemos cuidar para que esse fluxo do rio permaneça fluindo.
Como esse rio interior pode se secar?

Diferente dos rios naturais, esse rio espiritual pode se secar geralmente por um desses motivos:

Falta de Contato com o criador

O rio é para quem crê Nele – e quem crê, quer conhecer mais.

Quer se desenvolver, que crescer espiritualmente, não para se encher de conhecimento teológico frio na cabeça, ostentar títulos, etc.

Quer saber simplesmente mais de quem botou o rio dentro dele, como vida permanente.

Outra forma comum de secamento desse rio é a seguinte:

Aterramento por problemas

A pessoa se preocupa – e se ocupa -mais com os problemas da vida, que são terras despejando no rio.

Em vez de confiar, de exercer a fé, esperando em Deus a resolução de problemas que não pode resolver, fica olhando para o trator empurrando a terra para o seu rio.

Pecado

Todos nós temos, até aquela velhinha bondosa insuspeita de 80 anos que vai todo dia na igreja orar de joelhos - “Todos pecaram”, diz a escritura.

A diferença é saber confessar o ato, e abandoná-lo: “Vai e não peques mais”.

Por fim,o meio mais comum de secar o rio dentro de si- por incrível que pareça, é este:

Desinteresse

É o meio de secagem que mais existe dentro da igreja.

Por isso Jesus no Apocalipse, disse que preferia uma pessoa quente (totalmente envolvida com Ele) ou , paradoxalmente, fria (totalmente afastada Dele) do que as mornas – as mais ou menos – comumente encostadas numa igreja.

Apocalipse 3. 15 ,16 :

“Conheço as tuas obras, que nem és frio nem quente; quem dera foras frio ou quente!

Assim, porque és morno, e não és frio nem quente, vomitar-te-ei da minha boca.”

O desinteresse alcança um número enorme de pessoas dentro da igreja.

A causa, vivo falando aqui, é a falta de palavra, de ensinamento adequado, de combustível espiritual que a estrutura, o sistema religioso de igreja, vem fazendo:

Falta de mensagem, do ensinamento real do evangelho, e da graça, nas pregações e no ensino, geralmente sem unção, e só mais "cerebral", de conhecimento;

A troca de uma adoração simples, pelo louvorzão e sua parafernália tecno- eletrônica, com muito barulho, muita luz especial, que nada traz ao coração, e só alimenta a carne;

As teologias de homens, como a da prosperidade, sistemas de crescimentos de igreja (propósitos, etc) visando números de membros, escalonamentos hierárquicos ( bispo, apóstolo, etc);

Um evangelho macarrônico, pregado em 10 minutos, em que não se pode dizer que a pessoa falou nada errado- tecnicamente está correto, mas absolutamente sem unção.

E tal como o Miojo instantaneo, uma hora depois já se está com fome.

Estas coisas, por não alimentar o povo, vão causando desinteresse no mesmo – ou, segundo o termo de Jesus, tornando- os mornos.

E morno, Ele vomita...e a maioria destes, como ele disse no texto, está dentro de sua própria igreja.

Como está o rio dentro de sua vida?

Quando esse rio seca, nossa criatividade vai embora, nossa alegria vai embora, tudo nosso se vai...

Não deixe que ele se seque.

Lee

Na Sessão Revival, o tempo flui como um Rio:

sábado, 7 de agosto de 2010

Sempre é Tempo de Reescrever a sua Vida



Sempre é tempo de voltar ao ponto zero e reescrever sua vida.

Uma das maiores frustrações que uma pessoa pode ter, é ver que sua vida vai numa direção totalmente ao contrário do que havia imaginado.

De modo geral, o mundo força situações de vida para as pessoas, sem que elas estejam devidamente preparadas:

Escolher a profissão pra “vida toda” aos 17 anos;

Casar sem estar preparado;

Ter filho pra dar satisfação a família, e por aí vai.

Ou mesmo quando uma pessoa investiu tempo num negócio, numa relação, num projeto, e viu que aquilo infelizmente não está dando, ou não deu certo.
Bate uma sensação de tempo perdido;

Bate uma frustração imensa;

E, em casos de conformismo – tipo “fazer o quê, me dei mal, mas não consigo sair” - a pessoa se sente refém de uma situação de vida - e se sente mal pacas.

É diferente de esperar por algo que você deseja, e está perto...

Como Jacó:

“E Jacó amava a Raquel, e disse: Sete anos te servirei por Raquel, tua filha menor.

Então disse Labão: Melhor é que eu a dê a ti, do que eu a dê a outro homem; fica comigo.

Assim serviu Jacó sete anos por Raquel;

E estes lhe pareceram como poucos dias, pelo muito que a amava.” (Gênesis 29. 18-20)
Quem está numa situação desconfortável, é justamente ao contrário:

Poucos dias parecem longos anos, insuportáveis, pois está fazendo/ está numa circunstância que não gosta.

Muita gente está estudando o que não gosta, ás vezes numa espectativa de ganhar mais;

Muita gente está num trabalho que não gosta;

Muita gente vive onde não gosta;

Muita gente vive, ou está com alguém, numa relação conflituosa e sem amor.

Tive essa sensação no trabalho, no casamento, e na igreja:

Sim, muita gente já não se sente feliz numa igreja – que já não o abastece mais - mas permanece na mesma, seja por:

Compromisso assumido em alguma função;

Pelos amigos, ou filhos ambientados;

Por comodismo (morar perto, ou ser vizinho da igreja).

Melhor seria que a pessoa frequentasse uma igreja em que pudesse de fato se abastecer, ainda que fosse um pouco distante, do que morrer de inanição espiritual.

Ou assistir um culto pela Internet, num lugar que realmente abastesce.

O que fazer para reescrever sua vida, voltando ao ponto zero, antes de ter iniciado algo que o levou a um estado de marasmo, de frustração permanente?

É preciso coragem para mudar.

Sem ela, a pessoa pode acabar entrando um estado de depressão ou de stress – geralmente um desses dois, e prejudicar sua saúde.

Reunir coragem pode ser bonito quando os outros falam, quando se lê, mas não é nada fácil de aplicar quando se está, ainda que mortalmente frustrado, “estável”.

Mas se a pessoa não tiver coragem para mudar, ela não sai do lugar.

Quando me encontrei num estado de absoluta infelicidade em todas as áreas de minha vida, quase morri:

Veio a arritmia, e tive que operar o coração.

Tudo era absolutamente “estável”, ou tranquilo na aparência para os outros:

Uma matrícula de funcionário público concursado, com dia certo pra receber, férias, décimo terceiro certinho, salário razoável, mas que na véspera de ir trabalhar, me deixava em depressão, as dez horas da noite;

Um casamento de aparência bonita aos de fora, mas horroroso em 4 paredes;

Um ministério com jovens na igreja, no qual quando ia haver “culto jovem”, um domingo por mês ,as pessoas ligavam na semana para a igreja, pra ver se era eu mesmo quem ia pregar:
A igreja lotava...hoje, 3 anos depois, tem 40 pessoas em média, de frequência aos domingos.

Eu “era uma benção”, mas minha alma estava rasgando por dentro.

Assim, eu precisava ter coragem para mudar.

É preciso planejar sua saída do estado de infelicidade.

No quarto do hospital, comecei a planejar minha saída daquele estado:

Após ter a coragem, é preciso planejar o escape do estado de infelicidade.

É como planejar uma fuga de prisão – a prisão emocional é pior do que a cadeia de verdade – ou seja, pode levar tempo, após a decisão.

Na Copa de 2006, estava num quarto de hospital:

Cerca de um ano depois, entregava meus cargos na igreja;

Na mesma época, saí da vida conjugal...mas somente em 2008, saiu o divórcio.

E em 2007, oito meses após sair do hospital, pedi exoneração do serviço público.

Ou seja, no dia em que resolvi reescrever minha vida, levou tempo para definir o que acontecia no real:

12 meses para sair de igreja onde tinha vários cargos, e um ministério;

14 meses para deixar o emprego público;

24 meses para oficializar o divórcio;

6 meses para voltar a jogar futebol (levei muito frango na volta ao gol);

9 meses para retornar ao Jiu- Jitsu, após 12 anos parado ( no retorno, fiquei 40 dias com dores musculares, mas fui campeão master 4 meses depois, num torneio internacional).

Reescrever a vida é um ato que começa no coração, e que se materializará no tempo devido.

Para isso, é necessário ter a coragem para mudar, sem a qual, nada se realizará;

E reescrever cada passo que for necessário, nas áreas que deseja.

Quer voltar a estudar?

Quer fazer aquele esporte que sempre quis fazer?

Um conhecido meu foi fazer surf aos 50 anos, e aos 55, continua firme e forte.

Quer aprender a tocar um instrumento, a pintar, a andar de moto?

Quer sair de uma relação opressora, onde não existe mais conjugalidade?

Ou de um ministério opressor?

Pode não ser fácil, mas você consegue:

Reescreva sua vida, e veja como Deus vai te ajudar:

Ele não faz nada se você não o fizer primeiro em seu coração.

Lee

Na Sessão Revival, Adrian Gurvitz precisa escrever um Clássico:

http://www.youtube.com/watch?v=c6MaEaw5mqw

quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Deus pode usar até Faraó para te Abençoar


Deus pode te abençoar por quem você menos imagina.

Um dos maiores erros que são pregados de púlpito na atualidade, é de que Deus só usa “os que são Dele” para abençoar seu povo.

Essa forma distorciva de pensamento é muito comum especialmente em ano eleitoral, como esse ano, aqui no Brasil.

Assim, recomenda-se nas igrejas que votem em “candidatos cristãos”, simplesmente por eles se dizerem assim, sem ao menos verificar suas propostas.

Isso tem provocado inúmeros estragos, como o governo garotinho, que aqui no Rio, quase afundou o estado, em seis anos de mau governo...

Faltava papel pra impressora nas repartições públicas, e até papel higiênico nos banheiros das repartições.

Garotinho vive sendo impedido de se cadidatar pra qualquer coisa pela justiça eleitoral, desde então, mas sempre consegue uma liminar, autorizando-o;

Já sua esposa não teve a mesma sorte, e acabou de ser obrigada a deixar a Prefeitura de Campos, por abuso de poder.

Os dois se dizem “evangélicos”, com garotinho tendo uma hora de programa de rádio na maior rádio gospel do Brasil, todos os dias de segunda a sábado: “ Palavra de Paz”.

Eles , assim como outros, fazem a festa com esse tipo de pensamento, de que cristão tem que votar em irmão;

De que se deve colocar pessoas cristãs em cargos eletivos, e também como ministros, juízes, etc, para abençoar o povo.

Vejo Pastores profetizando sobre seus membros, em igreja, para que dali saiam “ministros, presidentes da república, etc, para abençoar os outros.

Uma ligeira folheada no primeiro livro da Bíblia- sim, logo ali no início, em Gênesis – mostra que não é preciso nada disso.

Deus usa quem Ele quer, e quando quiser...usa até mesmo um Faraó, se quiser :

“Depois disse Faraó a José: Pois que Deus te fez saber tudo isto, ninguém há tão entendido e sábio como tu.

Tu estarás sobre a minha casa, e por tua boca se governará todo o meu povo, somente no trono eu serei maior que tu.

Disse mais Faraó a José: Vês aqui te tenho posto sobre toda a terra do Egito.

E tirou Faraó o anel da sua mão, e o pós na mão de José, e o fez vestir de roupas de linho fino, e pôs um colar de ouro no seu pescoço.

E o fez subir no segundo carro que tinha, e clamavam diante dele: Ajoelhai. Assim o pôs sobre toda a terra do Egito.

E disse Faraó a José: Eu sou Faraó; porém sem ti ninguém levantará a sua mão ou o seu pé em toda a terra do Egito.

E Faraó chamou a José de Zafenate-Panéia, e deu-lhe por mulher a Azenate, filha de Potífera, sacerdote de Om; e saiu José por toda a terra do Egito” .(Gênesis 41.39 – 45)

José foi levado cativo ao Egito, ficou preso injustamente, e revelou um sonho que Faraó teve:

Haveria sete anos de fartura no Egito, seguidos de sete anos de fome.

O Egito deveria estocar trigo ( que nos anos de fartura eram como “ a areia do mar”, de tanta abundância) para os anos de fome que viriam.

Impressionado, Faraó colocou o próprio José na administração disso tudo.

De uma hora pra outra, José saiu preso de um calabouço, onde estava por dois anos, por ordem de Faraó;

Ficou rico ( ganhou colar de ouro), passou a usar roupa de grife ( o linho era o melhor da época) ficou poderoso (evidenciado pelo anel, símbolo de autoridade), ganhou carro oficial, e até mulher pra ele Faraó arrumou.

Quem fez isso, foi um rei ímpio, sem nenhum temor a Deus no coração.

Deus pode te abençoar, te tirar de uma situação desconfortável de uma hora pra outra:

Ele pode usar um ímpio pra te tirar do calabouço.

Portanto, deixe de ter a mente tacanha, deixe de ter um entendimento de ostra :

Jogue no vaso e dê descarga nesses ensinamentos gospel que tanto limitam e atrasam um mover de Deus em sua vida, pois não passam de dejetos.

Vejo gente orando pra encontrar um Boaz ( homem rico e poderoso, no livro de Rute), para abençoar seu caminho, ser seu sustentador de projetos;

Vejo gente que se limita a fazer as coisas com pessoas crentes, achando que só pode receber algo de bom, vindo destas.

Deus usa quem Ele quiser,e pode usar quem você menos imagina:

Pode usar até um Faraó, de quem você só espera o pior.

Lee

Na Sessão Revival, Faraó fica enfurecido com o rei do pop:

http://www.youtube.com/watch?v=xWPmOdjEtxs