domingo, 8 de agosto de 2010

Não Deixe o Rio que Corre dentro de você se Secar


Quem crê em mim, como diz a Escritura, rios de água viva correrão do seu ventre.” (João 7.38)
Jesus se referiu nesse episódio ao Espírito Santo, que haviam de receber os que Nele cressem
.
Quem crê, recebe esse “rio interior”, como Ele se referiu ao Espírito: Simples assim.

Rio é vida - dá vida e abastece não só um ecossistema ( peixes e animais em volta dele) como também cidades inteiras.

Essa comparação foi para dar a idéia da força – vinda Dele, não de nós mesmos – do Rio que está dentro de quem crê Nele.

Assim, devemos cuidar para que esse fluxo do rio permaneça fluindo.
Como esse rio interior pode se secar?

Diferente dos rios naturais, esse rio espiritual pode se secar geralmente por um desses motivos:

Falta de Contato com o criador

O rio é para quem crê Nele – e quem crê, quer conhecer mais.

Quer se desenvolver, que crescer espiritualmente, não para se encher de conhecimento teológico frio na cabeça, ostentar títulos, etc.

Quer saber simplesmente mais de quem botou o rio dentro dele, como vida permanente.

Outra forma comum de secamento desse rio é a seguinte:

Aterramento por problemas

A pessoa se preocupa – e se ocupa -mais com os problemas da vida, que são terras despejando no rio.

Em vez de confiar, de exercer a fé, esperando em Deus a resolução de problemas que não pode resolver, fica olhando para o trator empurrando a terra para o seu rio.

Pecado

Todos nós temos, até aquela velhinha bondosa insuspeita de 80 anos que vai todo dia na igreja orar de joelhos - “Todos pecaram”, diz a escritura.

A diferença é saber confessar o ato, e abandoná-lo: “Vai e não peques mais”.

Por fim,o meio mais comum de secar o rio dentro de si- por incrível que pareça, é este:

Desinteresse

É o meio de secagem que mais existe dentro da igreja.

Por isso Jesus no Apocalipse, disse que preferia uma pessoa quente (totalmente envolvida com Ele) ou , paradoxalmente, fria (totalmente afastada Dele) do que as mornas – as mais ou menos – comumente encostadas numa igreja.

Apocalipse 3. 15 ,16 :

“Conheço as tuas obras, que nem és frio nem quente; quem dera foras frio ou quente!

Assim, porque és morno, e não és frio nem quente, vomitar-te-ei da minha boca.”

O desinteresse alcança um número enorme de pessoas dentro da igreja.

A causa, vivo falando aqui, é a falta de palavra, de ensinamento adequado, de combustível espiritual que a estrutura, o sistema religioso de igreja, vem fazendo:

Falta de mensagem, do ensinamento real do evangelho, e da graça, nas pregações e no ensino, geralmente sem unção, e só mais "cerebral", de conhecimento;

A troca de uma adoração simples, pelo louvorzão e sua parafernália tecno- eletrônica, com muito barulho, muita luz especial, que nada traz ao coração, e só alimenta a carne;

As teologias de homens, como a da prosperidade, sistemas de crescimentos de igreja (propósitos, etc) visando números de membros, escalonamentos hierárquicos ( bispo, apóstolo, etc);

Um evangelho macarrônico, pregado em 10 minutos, em que não se pode dizer que a pessoa falou nada errado- tecnicamente está correto, mas absolutamente sem unção.

E tal como o Miojo instantaneo, uma hora depois já se está com fome.

Estas coisas, por não alimentar o povo, vão causando desinteresse no mesmo – ou, segundo o termo de Jesus, tornando- os mornos.

E morno, Ele vomita...e a maioria destes, como ele disse no texto, está dentro de sua própria igreja.

Como está o rio dentro de sua vida?

Quando esse rio seca, nossa criatividade vai embora, nossa alegria vai embora, tudo nosso se vai...

Não deixe que ele se seque.

Lee

Na Sessão Revival, o tempo flui como um Rio: