sábado, 7 de agosto de 2010

Sempre é Tempo de Reescrever a sua Vida



Sempre é tempo de voltar ao ponto zero e reescrever sua vida.

Uma das maiores frustrações que uma pessoa pode ter, é ver que sua vida vai numa direção totalmente ao contrário do que havia imaginado.

De modo geral, o mundo força situações de vida para as pessoas, sem que elas estejam devidamente preparadas:

Escolher a profissão pra “vida toda” aos 17 anos;

Casar sem estar preparado;

Ter filho pra dar satisfação a família, e por aí vai.

Ou mesmo quando uma pessoa investiu tempo num negócio, numa relação, num projeto, e viu que aquilo infelizmente não está dando, ou não deu certo.
Bate uma sensação de tempo perdido;

Bate uma frustração imensa;

E, em casos de conformismo – tipo “fazer o quê, me dei mal, mas não consigo sair” - a pessoa se sente refém de uma situação de vida - e se sente mal pacas.

É diferente de esperar por algo que você deseja, e está perto...

Como Jacó:

“E Jacó amava a Raquel, e disse: Sete anos te servirei por Raquel, tua filha menor.

Então disse Labão: Melhor é que eu a dê a ti, do que eu a dê a outro homem; fica comigo.

Assim serviu Jacó sete anos por Raquel;

E estes lhe pareceram como poucos dias, pelo muito que a amava.” (Gênesis 29. 18-20)
Quem está numa situação desconfortável, é justamente ao contrário:

Poucos dias parecem longos anos, insuportáveis, pois está fazendo/ está numa circunstância que não gosta.

Muita gente está estudando o que não gosta, ás vezes numa espectativa de ganhar mais;

Muita gente está num trabalho que não gosta;

Muita gente vive onde não gosta;

Muita gente vive, ou está com alguém, numa relação conflituosa e sem amor.

Tive essa sensação no trabalho, no casamento, e na igreja:

Sim, muita gente já não se sente feliz numa igreja – que já não o abastece mais - mas permanece na mesma, seja por:

Compromisso assumido em alguma função;

Pelos amigos, ou filhos ambientados;

Por comodismo (morar perto, ou ser vizinho da igreja).

Melhor seria que a pessoa frequentasse uma igreja em que pudesse de fato se abastecer, ainda que fosse um pouco distante, do que morrer de inanição espiritual.

Ou assistir um culto pela Internet, num lugar que realmente abastesce.

O que fazer para reescrever sua vida, voltando ao ponto zero, antes de ter iniciado algo que o levou a um estado de marasmo, de frustração permanente?

É preciso coragem para mudar.

Sem ela, a pessoa pode acabar entrando um estado de depressão ou de stress – geralmente um desses dois, e prejudicar sua saúde.

Reunir coragem pode ser bonito quando os outros falam, quando se lê, mas não é nada fácil de aplicar quando se está, ainda que mortalmente frustrado, “estável”.

Mas se a pessoa não tiver coragem para mudar, ela não sai do lugar.

Quando me encontrei num estado de absoluta infelicidade em todas as áreas de minha vida, quase morri:

Veio a arritmia, e tive que operar o coração.

Tudo era absolutamente “estável”, ou tranquilo na aparência para os outros:

Uma matrícula de funcionário público concursado, com dia certo pra receber, férias, décimo terceiro certinho, salário razoável, mas que na véspera de ir trabalhar, me deixava em depressão, as dez horas da noite;

Um casamento de aparência bonita aos de fora, mas horroroso em 4 paredes;

Um ministério com jovens na igreja, no qual quando ia haver “culto jovem”, um domingo por mês ,as pessoas ligavam na semana para a igreja, pra ver se era eu mesmo quem ia pregar:
A igreja lotava...hoje, 3 anos depois, tem 40 pessoas em média, de frequência aos domingos.

Eu “era uma benção”, mas minha alma estava rasgando por dentro.

Assim, eu precisava ter coragem para mudar.

É preciso planejar sua saída do estado de infelicidade.

No quarto do hospital, comecei a planejar minha saída daquele estado:

Após ter a coragem, é preciso planejar o escape do estado de infelicidade.

É como planejar uma fuga de prisão – a prisão emocional é pior do que a cadeia de verdade – ou seja, pode levar tempo, após a decisão.

Na Copa de 2006, estava num quarto de hospital:

Cerca de um ano depois, entregava meus cargos na igreja;

Na mesma época, saí da vida conjugal...mas somente em 2008, saiu o divórcio.

E em 2007, oito meses após sair do hospital, pedi exoneração do serviço público.

Ou seja, no dia em que resolvi reescrever minha vida, levou tempo para definir o que acontecia no real:

12 meses para sair de igreja onde tinha vários cargos, e um ministério;

14 meses para deixar o emprego público;

24 meses para oficializar o divórcio;

6 meses para voltar a jogar futebol (levei muito frango na volta ao gol);

9 meses para retornar ao Jiu- Jitsu, após 12 anos parado ( no retorno, fiquei 40 dias com dores musculares, mas fui campeão master 4 meses depois, num torneio internacional).

Reescrever a vida é um ato que começa no coração, e que se materializará no tempo devido.

Para isso, é necessário ter a coragem para mudar, sem a qual, nada se realizará;

E reescrever cada passo que for necessário, nas áreas que deseja.

Quer voltar a estudar?

Quer fazer aquele esporte que sempre quis fazer?

Um conhecido meu foi fazer surf aos 50 anos, e aos 55, continua firme e forte.

Quer aprender a tocar um instrumento, a pintar, a andar de moto?

Quer sair de uma relação opressora, onde não existe mais conjugalidade?

Ou de um ministério opressor?

Pode não ser fácil, mas você consegue:

Reescreva sua vida, e veja como Deus vai te ajudar:

Ele não faz nada se você não o fizer primeiro em seu coração.

Lee

Na Sessão Revival, Adrian Gurvitz precisa escrever um Clássico:

http://www.youtube.com/watch?v=c6MaEaw5mqw