quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Inimigos da Fé



Jesus disse certa vez que existem 3 inimigos básicos da fé.

Esses inimigos continuam em ação até hoje, atuando contra a entrada do evangelho no coração do homem.

“E falou-lhe de muitas coisas por parábolas (comparações), dizendo:

Eis que o semeador saiu a semear.

E, quando semeava, uma parte da semente caiu ao pé do caminho, e vieram as aves, e comeram-na;

E outra parte caiu em pedregais, onde não havia terra bastante, e logo nasceu, porque não tinha terra funda;

Mas, vindo o sol, queimou-se, e secou-se, porque não tinha raiz.

E outra caiu entre espinhos, e os espinhos cresceram e sufocaram-na.

E outra caiu em boa terra, e deu fruto: um a cem, outro a sessenta e outro a trinta.

Quem tem ouvidos para ouvir, ouça.

Escutai vós, pois, a parábola do semeador:

Ouvindo alguém a palavra do reino, e não a entendendo, vem o maligno, e arrebata o que foi semeado no seu coração; este é o que foi semeado ao pé do caminho.

O que foi semeado em pedregais é o que ouve a palavra, e logo a recebe com alegria;

Mas não tem raiz em si mesmo, antes é de pouca duração; e, chegada a angústia e a perseguição, por causa da palavra, logo se ofende;

E o que foi semeado entre espinhos é o que ouve a palavra, mas os cuidados deste mundo, e a sedução das riquezas sufocam a palavra, e fica infrutífera;

Mas, o que foi semeado em boa terra é o que ouve e compreende a palavra; e dá fruto, e um produz cem, outro sessenta, e outro trinta. (Mateus 13. 1 -23, editado)

A semente ao pé do caminho : A Falta de Entendimento

A pessoa simplesmente não entende o evangelho.

Os motivos podem ser a falta de fé, achando que tudo é apenas uma fábula;
A racionalização, vendo Jesus apenas como um elemento histórico;

O desinteresse com assuntos espirituais.

A semente que caiu nas pedras: A Falta de Aprofundamento

Talvez seja o maior problema da igreja no mundo atual.

Pouco tempo depois que Jesus subiu aos céus, após ressuscitar, a igreja se reuniu nas casas por um período de aproximadamente 300 anos.

Todos queriam aprender sobre o evangelho...

Hoje, já existem várias igrejas que aboliram a classe de ensino;
Nas reuniões nos lares hoje, tem pouco evangelho, muito bolo, jogos de salão, assistir dvd de filmes, e isso apenas uma vez por semana, e olhe lá.

Outras reuniões tem um pentecostalismo esquizofrênico, de gritar, pular, dar as mãos fazendo correntes, mas nenhum ensino do evangelho.

Sem falar na falta de conteúdo nos púlpitos de hoje.

O resultado disso, é que quando vem os problemas da vida, as perseguições por causa do evangelho – que a pessoa não se aprofundou – todas desistem.

Ninguém aguenta uma pancada da vida sem ter a raiz do evangelho no coração:

Qualquer unha quebrada, faz a pessoa desistir da caminhada.

Engraçado é que Jesus diz que nesse terreno pedregoso, a pessoa logo se alegra:

É o que temos visto nos louvorzões e nos circos gospel da vida.

Logo se alegram, mas depois sem aprofundamento, desistem com a vinda de problemas.

A semente que caiu entre os espinhos – Cuidados com relação ao mundo.

Não é o cuidado com as coisas básicas da vida:

Estudar, trabalhar, se alimentar, cuidar da saúde, etc.

É correr atrás das coisas que o mundo diz que tem que ir atrás, como riquezas, status, bens, sucesso, etc.

A pessoa que se mata para conseguir comprar um apartamento ou casa, fazendo disso um dos “objetivos de vida”;

A pessoa que vive correndo atrás de riquezas, de posições sociais, de reconhecimento dos homens.

Tudo isso acima são ”cuidados com relação ao mundo”.

Já a semente na boa terra, é o coração de quem ouviu e compreendeu a palavra:

Esse dá frutos variados, conforme ensinou Jesus.

Lee
Na Sessão Revival, Atlantic Starr com seu clássico Always: