domingo, 17 de outubro de 2010

Você sente Alegria em ir a Igreja?


Alegrei-me quando me disseram: Vamos á casa do SENHOR. (Salmo 122.1)

Todo mundo se alegra quando vai sair para um lugar que gosta.

Eu me alegro quando vou ao cinema;

Eu me alegro quando vou ao Engenhão assistir o Botafogo (e geralmente volto zangado de lá);
Me alegro quando vou jogar bola;

Me alegro quando acordo cedo para ser amassado no Jiu- Jitsu, antes de trabalhar.

Fazer as coisas com alegria - ou ir a um local com alegria no coração, como fez Davi ao ir ao templo, na ocasião – torna tudo mais prazeroso.

Ir a Igreja, adorar a Deus prestando culto a Ele, tem de ser algo prazeroso em nosso coração, antes mesmo de chegarmos ao local de culto.

Em geral, ao longo do tempo as pessoas na igreja perdem a alegria no coração de ir até lá por vários motivos, a maioria por frustração em coisas que por lá encontram.

Intrigas na igreja, como fofocas, disputas por cargos, discriminação, etc;

Falta de mensagem que fale ao coração – uma das maiores pragas existentes nos púlpitos de hoje;
Frieza das pessoas - Numa das igrejas em que toquei no grupo de louvor, o baterista, que tinha 4 anos como membro dela, disse que não conhecia nínguém fora do grupo;

Frieza do Pastor, do líder, que não caminha nem se importa com as pessoas de sua congregação – seja ela de apenas 20 pessoas, ou de 5 mil pessoas;

Mecanização do culto – Tudo já vem pronto, corrido, limitando o Espírito Santo de atuar:

Louvorzão pra encher lingüiça, avisos intermináveis, relatórios denominacionais ou similares;

Choradeira pedindo dinheiro pra construção, reformas, etc;

Momento disso, momento daquilo, homenagens especiais, etc.

Tudo isso cansa, e tira a alegria do coração de quem vai ali pra cultuar a Deus, e vê coisas totalmente estranhas a um verdadeiro culto.

Os boletins de igreja, são verdadeiras âncoras que impedem de o navio zarpar:

Todo mundo segue o script pré-determinado, desde o líder ao povo acabrestado, com medo de perder algum ponto ali como se fosse algum pecado mortal.

Na Sinagoga, não tem boletim;

Na Mesquita então, além de não ter boletim, não tem bancos:

O espaço é liberado para o povo se ajoelhar e fazer suas orações.

A adoração do Muçulmano, é infinitamente maior do que do povo das igrejas cristãs, cuja maior parte do povo vai sem sentido de adoração – Querem ver entretenimento gospel.

Quando vamos a igreja sem alegria de coração , acaba ocorrendo isso:

Ficamos sem sentido sentido de adoração, de intercessão, e de comunhão.

Procure um local em que você vá com alegria de coração a casa do Senhor:

Sei que com a crise existente, ás vezes é difícil...

Mas alegria de coração também pode vir ao assistir um culto de uma igreja saudável, com pregação do evangelho da graça, pela internet, se você está num bairro ou cidade distante.

Lee, que depois de muito tempo, foi e voltou alegre de uma igreja – é grave a crise...