sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Entendendo o por quê da Violência no Rio


Não ligaram para o crescimento das favelas



Desde a década de 50, elas só foram aumentando.


O governo construiu pouquíssimos conjuntos habitacionais, e como só foi chegando gente, elas estão maiores do que várias cidades brasileiras.



Esse complexo da Vila Cruzeiro e cercanias, que a TV está mostrando, vivem cerca de 250 mil pessoas.


Várias delas não conseguiram voltar pra casa...


Os funcionários do Shopping Tijuca, onde boa parte vive por lá, mesmo liberados ás 5 da tarde de ontem, não tinham como chegar em casa, pois os ônibus foram recolhidos.


A maior favela da América latina, a Rocinha, tem cerca de 400 mil moradores:


Cerca de 70% deles são nordestinos ou descendentes deles, que migraram para cá na década de 60 e 70, e não tendo onde morar, foram para a Rocinha.


Governos frouxos com a bandidagem


Tudo começou com Brizola na década de 80, não permitindo que a polícia subisse o morro:


Ele dizia que era por causa das crianças...


Mas na verdade, os morros eram redutos eleitorais dele...


Isso acabou fortalecendo as bocas de fumo, pois não existia incursões da polícia no morro, só no asfalto.


Outro governo que facilitou demais a vida dos bandidos foram os governos Garotinho (um total de seis anos) que afrouxaram a vida da bandidagem na cadeia:


Nesse governo, era uma farra de celulares na prisão...


Os caras só estavam presos fisicamente, mas comandavam tudo o que acontecia aqui fora, até prostitutas eeles tinham na prisão.


Foi também no governo dos garotinhos (ele, depois a mulher) que as milícias se fortaleceram na cidade, bem como as bandalhas das vans, controladas pela milícia.



Resultado:


Estamos pagando o pato de anos e anos de descaso, vendo ônibus sendo queimados e a população assustada.

E só agora que aplaudiram a chegada dos pequenos tanques dos fuzileiros:


Os M113 são usados pelas polícias de Nova York, Polícia da Califórnia, de Amsterdã...


Tudo para conflitos urbanos.


Mas por aqui no Rio, o pessoal dos direitos humanos para vagabundos davam chilique só de pensar em utilizá-los.


Precisou acontecer tudo isso, e tenho a impressão que tem mais coisa para rolar:


Achei muito cinema na ação de ontem, enquanto a vagabundagem fugia sob os olhos do Globocop, enquanto que o helicóptero mesmo da Polícia, só acertou um tirinho.


Lee



Na Sessão Revival, a Legião Urbana fala sobre a guerra:

Soldados http://www.youtube.com/watch?v=2bCZpqjQtmc

Senhor da Guerra http://www.youtube.com/watch?v=ew4blcb86EE