segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Leslie Nielsen se Foi

Com Priscila Presley em Corra que a Polícia vem Aí

O mundo da comédia começa a semana com menos alegria:

Leslie Nielsen faleceu ontem, aos 84 anos, em complicação de uma pneumonia, no Hopital de Fort Lauderdale, EUA.

Ele tinha 60 anos de carreira, mas vai como um exemplo de persistência:

Só soube o que foi sucesso somente aos 54 anos, no filme “Apertem os cintos, o piloto sumiu”, onde foi um coadjuvante.

Seu papel de médico roubava as cenas do filme, uma sátira a franquia Aeroporto, famosa nos anos 70.

Protagonista mesmo, somente 8 anos depois, já aos 60 anos, com a série Corra que a Polícia vem aí, que rendeu 3 filmes, e lotava os cinemas:

Fui numa sessão á noite completamente cheia, no Carioca, onde hoje é uma Universal...

Todos se divertiam com ele, e eu ficava pensando como um coroa de 60 anos era um astro á sua maneira – na comédia – fazendo sucesso frente aos astros da época:

Stallone e Arnoldão, da pancadaria, Kevin Costner nos filmes de ação, e De Niro e Al Pacino nos dramalhões da vida.

Alías, Leslie era ator dramático, mas só foi fazer sucesso quando passou para comédia, já na meia idade.

Já nos anos finais, Leslie investiu em outra franquia (de onde os mais novos talvez se lembrem mais dele) a Todo Mundo em Pânico, sátira aos filmes de horror, onde participou da parte 3 e 4, da franquia.

Isso nos traz a reflexão:

Será que não estamos insistindo numa área em que não iremos ter projeção, ao invés de mudar para uma outra onde nosso talento irá fluir melhor?

Pense nisso.

Lee, saudando o Tenente Frank Drebin.