quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

E se o diabo entrasse no seu Elevador?



Sede sóbrios; vigiai; porque o diabo, vosso adversário, anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar (I Pedro 5.8, frase de início do filme)


Fui ver Demônio, escrito pelo diretor M. Night Shyamalan, cujo trabalho sempre leva o espectador a tensão (O Sexto Sentido) ou a reflexão ( A Vila).


No filme, cinco ocupantes que ficam presos dentro de um elevador num edifício comercial na Filadélfia...um deles, é o diabo em pessoa.


E o bicho quer levar todos com ele...


Fiquei pensando:


Quantas vezes estamos cara a cara com o diabo, e nem percebemos?


Ora, ele pode se fazer representar, como no caso de Judas Iscariotes:



Respondeu-lhe Jesus: Não vos escolhi a vós os doze? E um de vós é um diabo. (João 6.70)



Mas pode estar presente, em atuação, no coração dos homens:

Nisto são manifestos os filhos de Deus, e os filhos do diabo. Qualquer que não pratica a justiça, e não ama a seu irmão, não é de Deus. (I João 3.10).



Além disso, ficamos cara a cara com o diabo, quando:



Nos oferecem drogas;



Nos convidam para sermos bandidos;



Nos convidam para participar de desfalques, falcatruas, enfim:



Tudo aquilo que for injustiça.



Mas João vai mais além:



Diz que quem não ama seu irmão, não se importando com o próximo, é filho do diabo.



Você se importa com os outros? Daí dá pra saber de quem você é filho.



Estamos cara a cara com o diabo todos os dias :



ele pode estar bem perto de você...


O diabo sempre quer entrar no elevador de nossa vida, pra nos levar por subsolo.



Lee



Na Sessão Revival, o trailer do filme:

http://www.youtube.com/watch?v=tlAftw0NXz4