quinta-feira, 31 de março de 2011

Tudo o que você deveria saber sobre Catástrofes, mas não se preocuparam em te Contar



Essa última tragédia ocorrida em 11 de março no Japão, nos faz pensar...


Primeiro, porque há cinco anos atrás, ninguém sequer sabia dizer o que era um Tsunami (Onda de Porto, em Japonês):


Chamávamos de maremoto, o conjunto de ondas gigantes, lembra?


E só víamos isso nos filmes do cinema, ou nos seriados infantis dos Godzillas da vida.


Segundo, a convulsão social no Oriente Médio, onde a população, cansada de ser burro de presépio por décadas, resolveu tomar coragem para protestar contra a tirania.


Terceiro, como um trio formado por Terremoto, Tsunami, e Explosão Nuclea,r pode afetar de um local, ao mundo todo...



O local vai levar 300 anos para ser descontaminado;



O vazamento, ao contrário do que falaram, persiste;



Uma nuvem de fumaça radiotiva, a continuar o ritmo de agora, pode ser formada, chegando aos EUA pelo Alaska;


Alimentos vindo do Japão estão sendo embarreirados em outros países, pois desde vegetais até a água, tudo pode conter níveis radioativos.


Quem for contaminado pode morrer:


Dependendo do caso (quem estava na usina de Fukushima, por exemplo) pode morrer em até 11 dias, e com dor:


Mesmo tomando morfina, esta “não pega”, não surtindo efeito.



E a fome?...só se pensava em África, mas começa a faltar comida no Japão, o terceiro país mais rico do mundo.


Mas sabe o que pensei de verdade, com relação a tudo isso?


Tudo isso que estamos vendo, na verdade, é só o princípio do que está para acontecer.


Se você gosta de ler, isto é só o prefácio de um grande livro;


Se você gosta de determinada aula, essa é só a “hora da chamada”, no início dela;


Se você gosta de Cinema, isso é só um trailer que passa antes do filme principal;


Se você gosta de ver um jogo, isso é só a preliminar do jogo principal;


Se você gosta de ir a piscina, esse é só o chuveirinho pra se molhar antes dela;


Se você gosta de um show, essa é só a banda que faz a abertura da atração principal;


Se você gosta de ir a igreja, esse é só o momento de “conhecer os visitantes”, ou o momento de “dar os avisos”, antes do sermão.


O termo bíblico para essas catástrofes acima citadas, é um só:


É chamado de “ O Princípio das Dores”.


É apenas o início, o começo de uma fase, de muita dor - de guerras, fomes, pestes, terremotos, terrorismo...


Muita gente ainda não se deu conta que, a Dengue, predominante no Brasil, é uma peste:


Um mosquito ainda vai matar milhares de pessoas, com suas mutações- já descobriram um quarto tipo, mais feroz.


Jesus já havia alertado sobre esse princípio das dores, há muito tempo atrás.


Desses desastres, pois a natureza geme, e não vai ficar esperando por um aquecimento global;


Da falta de amor no coração dos homens, cada vez mais insensíveis.


Estão vendendo um litro de água há dezesseis reais no Japão, e já venderam a 50 reais um galão de 5 litros, aqui em Friburgo, no Rio de Janeiro;


É Kadafi mandando avião jogar bomba na própria população;


É os EUA ocupando o Afeganistão há 11 anos, sem sequer ter achado Osama, É ter invadido o Iraque para tomar petróleo, e começando uma outra guerra “banho maria” com a Líbia...



Caso ele venha precisar de uma guerra de verdade para se reeleger:



Afinal, Obama não cumpriu nada do que prometeu em campanha, e ainda por cima, teve a crise mundial de 2008.


É gente matando gente, e cada semana nos assustamos com o que vemos nos noticiários de nossa cidade, como a onda de matança de crianças no Brasil, e com as matanças ao redor do mundo...


Inclusive, com o culto a morte, já feito pelos filmes que enaltecem um matador profissional, e com séries como o Dexter, o “serial killer do bem”...


Mas acredite, isso é só o começo, vem muito mais coisa por aí – não se assuste.



E ouvireis de guerras e de rumores de guerras; olhai, não vos assusteis, porque é mister que isso tudo aconteça, mas ainda não é o fim.



Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá fomes, e pestes, e terremotos, em vários lugares.


Nesse tempo, muitos serão escandalizados, e trair-se-ão uns aos outros, e uns aos outros se odiarão.


E, por se multiplicar a iniqüidade, o amor de muitos esfriará.



Mas aquele que perseverar até ao fim será salvo”. (Mateus 24, 6 a 12,editado)



Não existe muito interesse em citar esse texto acima em mensagens, hoje em dia:


Existe mais interesse em ensinar a ser próspero, a" ser cabeça e não cauda", ninguém fala em preparar para o sofrimento...



A Teologia de agora só ensina uma das vertentes, “a de que o cristão não vai passar por isso”, enquanto as antigas preparavam o povo inclusive para momentos difíceis caso este viesse a sofrer – era assim no passado.


Mas a teologia da prosperidade não suporta ouvir falar em sofrimento e doença – algo que Jesus falou que poderia acontecer com qualquer um...e que aconteceria no final dos tempos.



O resultado é que vejo líderes da própria igreja questionando o por quê” Deus permite essas coisas” (Tsunamis, gente ser atingida por radiação,etc) em artigos ou boletins de suas igrejas, numa infantilidade típica de quem desconhece esse texto.


Entre na internet e acesse o boletim de igrejas grandes nesse período, ou veja os artigos de alguns articulistas cristãos, ao redor do mundo, pra comprovar o que digo...



O não entender um fato espiritual sendo concretizado na realidade ambiental e política, ou não aceitá-lo, é porquê a pessoa, além de ignorá-lo, não suporta a idéia de que ele possa um dia também sofrer por isso.


Sim, deveriam estar sempre lembrando isso ao povo...até porquê certas coisas não irão esperar pelo tempo dos cientistas:


Grandes catástrofes, tempestades e tragédias estão vindo sobre a terra, e num espaço não maior que sete a doze anos, vai deixar o mundo de queixo caído....


A natureza não vai esperar a conclusão de efeito estufas, resfriamento polar, pescas predatórias, caça as espécies que estão sendo dizimadas - como vários felinos, aves, rinocerontes, gorilas, etc...


A natureza não aguenta mais as florestas sendo dizimadas, como aqui na Amazônia, onde as serras elétricas agonizam as árvores...


A natureza está gemendo, e vamos ver daqui por diante, muito mais cedo do que o homem vem prevendo (vários dizem que só daqui há 20 ou 30 anos), coisas acontecendo ao planeta que as gerações anteriores não viram.


Porque sabemos que toda a criação geme e está juntamente com dores de parto até agora”. (Romanos 8.22)



Quem pensa que já viu o pior, nem tem idéia das coisas que estão chegando...



E cada vez mais, chegando bem perto de mim, e de você.



Ele falou que assim seria...



E assim está sendo, pois a cortina do tempo vem se fechando cada vez mais.



Lee