quarta-feira, 13 de abril de 2011

Beijo de Amor ou Beijo de Judas?



Enquanto ele ainda falava, apareceu uma multidão conduzida por Judas, um dos doze.


Este se aproximou de Jesus para saúda-lo com um beijo. Mas Jesus lhe perguntou:


Judas, com um beijo você está traindo o Filho do homem? “( Lucas 22. 47,48)


Nesse chamado “dia do beijo”, não tem como esquecer o beijo mais famoso da história.


Não foi um beijo de cinema, não foi um beijo espetacular, nem mesmo foi um selinho, como os que a Hebe gosta de dar...


Foi um simples beijo no rosto, dado por um homem em outro.


Saudar-se com com um beijo no rosto, entre homens, era muito comum na cultura do oriente médio.

Na verdade até hoje, em várias regiões de lá, a saudação entre homens é feita assim, sem nenhum conotativo gay que se possa pensar por aqui, no ocidente.

É um gesto de carinho, de amizade, de consideração, com muito maior significado nesse sentido, do que os beijinhos no rosto que damos por aqui, no ocidente.


Por isso, a surpresa de Jesus...


Ela podia esperar por um dedão apontando pra ele;


Ele podia esperar por um tapa na cara, por um empurrão, qualquer coisa mais truculenta;


Mas jamais podia esperar por um beijo, que é gesto de carinho e amor, como sinal de uma traição.


É com um beijo que você está traindo o filho do homem”? Ele sabia que beijo,era sinal de amor e consideração.


Até hoje tenho a impressão de que quando Judas se matou, essa frase ressoava na cabeça dele.


Nesse dia do beijo, em que se fala de beijar na boca – e isso é muito bom - precisamos nos lembrar que um beijo também serve para trair tudo aquilo que é bom, justo, e verdadeiro.


Muita gente se vendo com um beijo para se tornar atriz ou ator, para se tornar um cantor ou cantora de sucesso;


Muita gente se vende com um beijio para conseguir uma melhor posição social em seus trabalhos...


Vejo muita gente incapaz ocupando o lugar de outro capaz, por simplesmente ter beijado seu chefe...


Vejo isso desde os tempos de faculdade, para conseguir uma nota de prova, vejo na TV -incluindo os telejornais- cansei de ver no serviço público...


Uma amiga está há 20 anos em uma famosa estatal, e nunca ganhou nenhuma promoção, nenhum cargo comissionado de chefia, apesar de sua capacidade, por isso:


Ela simplesmente se recusou a beijar o chefe, por ser seu chefe...


Sim, o beijo é o primeiro passo” para dar”...e o que tem de menina novinha com benesses de chefe por lá, por se “deixar beijar a vontade”, me disse ela...


Judas deixou vários discípulos, que dão beijo a toda hora, mas que são traíras, como ele.


Judas viveu com Jesus, mas não deixou o evangelho que ele via a todo momento, entrar e preencher seu coração..viveu como um religioso, mas sem o evangelho.

Assim como os vários Judas do meio religioso que vemos hoje, que nos dão beijinhos, mas que só querem mesmo as 30 moedas de prata.


Nesse dia do beijo, fica a pergunta:


Que tipo de beijo você prefere dar e receber?



Beijos sinceros de amor, ou beijos de Judas?



Lee.