sábado, 14 de maio de 2011

Dias Nublados e Reflexões


Porque está perto o dia, sim, está perto o dia do SENHOR; Dia nublado; será o tempo dos gentios. (Ezequiel 30.3)


Dia nublado aqui no Rio, com pancadas de chuva ocasionais :


Numa delas, fiquei retido em plena academia, após o treino.


Dias nublados são ótimos dias para reflexão.


Cariocas não gostam de dias nublados” só na questão da praia...


Conheço muita gente que prefere a chuva ao sol.


Quando chove, e quando podemos estar mais parados -escrevo isso num sábado – e ficamos um pouco sozinhos, parece que a própria natureza nos chama a pensar.


Refletir, pensar, é difícil, pois o nosso principal sentido, a visão, se estimula a cada cor que vemos, a cada notícia que lemos, a cada música que 'cantamos com a mente'.


Sim, música pode nos levar a reflexão, ou nos alienar completamente da realidade:


O que mais vejo é gente andando na rua escutando música com fone de ouvido...


Mas sem estar preso na cadeia , olhando por uma janela, num dia nublado – ou seja, quando você mesmo tira um tempo para olhar em volta, para e refletir, você medita.


Pensa na vida, pensa em tudo o que está a sua volta...você pensa.


Hoje foi um desses dias para mim, e num local inusitado- sim, você poderá ser 'conduzido a reflexão',mesmo sem querer, em determinado momento.


Após meu treino de Jiu-Jitsu, ainda recuperando a força após 3 lutas, quando quis ir embora, eis que cai uma pancada de chuva retendo todos que, mesmo querendo, não podiam sair.


Minha reflexão foi ali, sentado no Tatame, local de treinamento, de luta, de ensinamento, e mesmo de diversão zoando com os amigos, após o treino...


Também é local de dor, de superação, de amizade...ás vezes, também de decepções.


O Tatame foi uma metáfora para a própria vida, naquele momento.


E tudo sob o olhar de um dia nublado, com a pancada de chuva que via e ouvia pela velha janela azul da academia, de estilo antigo, dobradiça.


Meia hora de reflexão que parecia uma eternidade – e que não dava vontade de parar.


Ri sozinho, mas também chorei sozinho:


Reflexão pode ser igual a uma montanha russa das emoções – pode te elevar em determinado momento, mas também pode te deixar de cabeça pra baixo.


Dias nublados não precisam ser necessariamente dias de tédio:


Faça deles um dia em que você possa pensar, produtivamente, sobre sua própria vida.



Passe a gostar de dias nublados.


Lee