terça-feira, 17 de maio de 2011

Poder e Sexo



A prisão de Dominique Strauss-Khan, é um caso que mostra como a combinação poder e sexo pode ser explosiva.


Ele é o diretor geral do FMI desde 2007, tem 62 anos, e é francês.


O Fundo Monetário Internacional, empresta dinheiro para os países saírem do buraco.


Ele tinha influência política na França, um grande salário, e um Porsche na garagem.


Strauss-Kahn é acusado de tentativa de estupro por uma camareira de hotel em Nova York:


Peladão, partiu pra cima dela.


Ele foi preso no aeroporto enquanto tentava embarcar em vôo para a França.


Poder e sexo, parecem sempre andar de mãos dadas...


Silvio Berlusconi, premiê italiano, está envolto em escândalos sexuais, que vem paralisando a própria Itália:


Suas famosas festinhas são agora conhecidas no mundo todo.


O ex- Governador de Nova York, o democrata Eliot Spitzer, teve de pedir renúncia do cargo há dois anos atrás, por escândalos sexuais envolvendo prostitutas:


Ele torrou 80 mil dólares com elas.


Bill Clinton, quando era presidente americano, quase perdeu o mandato por se envolver com sua estagiária.


Quem detêm algum poder, acaba sempre chamando a atenção de quem adora um status, e tenta se aproximar da pessoa “poderosa”;


E o poderoso acha que por seu cargo ou influência, pode sair pegando a quem quiser.


Strauss – Khan vai dormir hoje numa cela isolada na Ilha Ryker, onde aguarda julgamento...


Creio que isso dificilmente iria acontecer no Brasil, onde o Dr. Roger, que abusava de suas clientes na hora da fecundação, conseguiu liberdade e está foragido.


Poderosos precisam saber que não estão acima da lei, só por que detém poder ou dinheiro;


Precisam também aprender a lidar melhor com a questão da sexualidade:


Nem oferecendo um milhão de dólares de fiança, Strauss -khan conseguiu sair do buraco.


Lee