segunda-feira, 2 de maio de 2011

Terminou a Caçada a Bin Laden, mas Não o Terror


2001:


Eu caminhava na Rua Conde de Bonfim, uma das artérias principais aqui da Tijuca, Rio.


Passava em frente a uma padaria com uma TV 14 polegadas na parede( agora, geral tem tela de LCD, tudo grande).


Via Carlos Nascimento, hoje no SBT, entrando ao vivo na Globo, pelo Jornal Hoje, adiantando a transmissão do Jornal em pelo menos umas 3 horas...


Quando de repente, vi ao vivo o segundo avião se chocar contra as torres gêmeas:


Carlos Nascimento ainda ficou na dúvida, mas percebi pelo LIVE da CNN, ao qual a Globo retransmitia as imagens, que a imagem era ao vivo.


Minha vida era outra em 2001...a sua vida, talvez possa ter sido outra também, naquele momento.


Mas a única vida que com certeza não mudou desde aquela época, foi a do Bin Laden.


Fugindo de um canto ao outro, coordenando ataques terroristas ao redor do mundo, acabou morto...alguém esperava um final diferente?


Acabou a época em que a “turma do mal” era apenas levada a prisão:


O último grande evidente “mal feitor” preso foi Carlos, o Chacal, terrorista que trouxe um pedaço do Inferno ao mundo na década de 70, e que está em cana na França.


Vou dizer porquê não se prende mais gente' do mal', tipo Saddam, etc:


É um risco para a nação que fosse ter a guarda deles como prisioneiros.

Já imaginou Bin Laden em Guantánamo?


Já imaginou a quantidade de americanos sequestrados ao redor do mundo, com hora pra morrer, se não soltassem Bin Laden?


Alías, nem enterrado ele podia ser, pois o local iria ser foco de “adoração”, e possível retaliação de algum louco que quisesse explodir, em algum momento.


As pessoas são muito ingênuas, querendo que ele estivesse simplesmente preso, ou que simplesmente fosse enterrado:


Isso, é para gente simples.


Duas guerras, Duas torres derrubadas, dois mandatos presidenciais balançados por isso...


Nada disso é "simples".


2011, dez anos depois.


Estava passando um filminho de fim de noite de domingo na Globo, mas na verdade, eu estava mais lendo um livro que comprei:


Os 501 Crimes Mais Notórios do Mundo...estou tentando entender uma mente assassina, vendo histórico familiar de serial killers, e assassinos comuns.


Bin Laden ocupa três páginas do livro, Carlos o Chacal, uma.


É Quando entra o plantão da Globo – o anunciador oficial de desgraças, como eu chamo (quando toca aquela musiquinha, sempre vem desgraça):


Patrícia Poeta e Zeca Camargo ficaram trabalhando até mais tarde no Pós- Fantástico, e com os rostos já cansados após quase 3 horas de programa, davam a notícia do ano.


Hoje, ficamos sabendo que propuseram a Obama explodir a casa- mas este desautorizou, pois poderia atingir civis.


E desde terça feira, sabiam que ele estava na casa, mas seguraram a ação pra não estragar o casamento real...sábia decisão...já esperaram dez anos, mesmo...


Assim, uma equipe do Navy Seals - considerada a tropa mais preparada da América - invadiu o Paquistão com um helicóptero, desceram á rapel na casa, e o final todos já sabemos.


A ação quase foi melada por um internauta paquistanês da casa vizinha, que viu a movimentação toda e postou no Facebook.


Mesmo Facebook que usei para passar a notícia, sendo o primeiro de toda a minha rede.


Taí, isso era uma das coisas que não havia em 2001...Facebook.

O que devemos ter certeza, é que Obama não venceu Osama :


Haverá um replacement em breve, pois loucuras religiosas, sejam elas em nome de Alá, ou “em nome de Deus”, sempre precisam de um líder para atiçar a loucura nos outros.

Seja para produzir suicídios coletivos (Jim Jones, o “pastor do diabo”, 998 mortos após dar um ponche com veneno para sua congregação e ir para o “paraíso”, em 1978);

Seja um Hitler com sua “raça pura eleita por Deus”, com seguidores até hoje;


Seja um Pastor maluco que queima alcorão nos EUA, e provoca tumulto no outro lado do mundo;


Ou com Homens - bombas ao redor do mundo, explodindo em metrôs, praças movimentadas, e mesmo jogando aviões, em nome de Alá, ao redor do mundo.


Aliás, de homens da caverna, que muita gente pensa,a Alcaida só se aproveita delas:


Só para se esconderem...eles tem gente formada em Harvard, em Cambridge, sabem montar até bomba atômica, só falta a eles o plutônio.


Por isso, a estratégia deles, em jogar os aviões em pleno solo americano, foi um sucesso quase absoluto – só faltou jogar na Casa Branca, mas até no Pentágono conseguiram.


Tudo isso, como vingança dos tempos das cruzadas, em que quase foram exterminados.


A guerra do futuro, que todos nós pensávamos que seria biológica, ou com bombas atômicas, está sendo na verdade uma grande guerra religiosa, e acontece hoje.


As armas, são só os instrumentos dessa guerra.


Lee


"Se alguém leva em cativeiro, em cativeiro irá; se alguém matar à espada, necessário é que à espada seja morto. Aqui está a paciência e a fé dos santos". (Apocalipse 13.10)