sábado, 18 de junho de 2011

Quando Coisas Ruins Alcançam Pessoas Boas


A verdade, é que todo mundo se choca quando algo ruim acontece a alguém “bom”.

A gente fica se perguntando o por quê isso pôde acontecer...

Creio que um dos facilitadores da nossa compreensão, é não olhar sob o prisma humano, mas sob a perspectiva divina:

No Mundo, tereis aflições”... (João 16.33)

Fica mais fácil do que a pergunta infantil “ Por quê Deus permite isso”?.

Na verdade, Ele não queria...foi uma escolha do homem.

Logo no Gênesis, a partir do terceiro capítulo, só rola coisa ruim em direção a todos:

Antes num mar de paz, sendo um administrador da criação, Adão e Eva quebram a única regra estabelecida ao homem (comer do fruto proibido) e aí vem toda essa série de ruindades.

Irmão matando irmão, opressão de poderosos sobre o mais fraco, invenção de facas, lanças, e machados como instrumentos de guerra, sangue se espalhando...

E finalmente, o dilúvio, pra “faxinar” a terra.

A dor é recorrente em praticamente cada personagem bíblico:

Um livro inteiro só de sofrimentos – – é escrito.

No entanto, tais sofrimentos também nos servem de consolo:

A superar a dor de uma perda, como Davi (filhos mortos,melhor amigo morto, etc);

A ter forças para recuperarmos o que perdemos (Jó);

Em momentos de aflição, como ser injustamente preso (José, Paulo e Silas);

E em tantas outras situações contrárias.

A verdade é, que se pararmos para uma análise, veremos que a cada dia aumenta a violência e degradação.

Mortes banais em trânsito, briga de torcidas, cracolândias;

Guerras do narcotráfico, guerras de países, etc;

Vamos na verdade é chegar a seguinte conclusão:

Como é que, ainda assim,o bem consegue nos alcançar na terra?

A realidade dessa consciência, é que nos trás força para perceber a graça de Deus que chega até nós, nesse mundo louco em que vivemos.

E que nos ajuda a manter nossa esperança quando aquilo que vemos de mal acontecendo ao próximo, chegando em nossa direção.

Não se assuste, não se desespere, não se precipite:

É assim mesmo – infelizmente... Muitas vezes, dói.

Deus não abandona, ao contrário do que ensinam na TV, por quem está passando por isso.

Ele ensina a vencer com “bom ânimo”....foi assim que Jesus venceu...

Mas foi com dor.

Lee