segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Começando Novamente


A Vantagem de se iniciar um ano novo, é poder começar tudo do zero.

Sim, começar tudo do zero dentro do coração - Em perspectivas, em novas ações, novos rumos;

Um retorno a algo que havia sido interrompido - Algo que vc gostava, e por um motivo ou outro, teve de parar;

Interromper algo que não tava dando certo - E reprogramar-se, aproveitando o início de um ano.

Ás vezes, a procrastinação (empurrar com a barriga) faz com que não façamos isso - O início de um ano é ótimo pra quebrar isso.

Particularmente, quero voltar a fazer coisas interrompidas. Amanhã já darei início a essas coisas.

Nenhuma dessas coisas interrompidas, foi por meu querer.

Assim, o início de um novo ano, é um momento de se renovar esperanças.

Não tenha medo, Deus dá força aos cansados:

" Mas os que esperam no senhor, renovarão as suas forças, subirão com asas como águias, correrão e não se cansarão, caminharão e não se fatigarão". (Isaías 40:31)

Tenha Fé. Deus pode fazer muito mais do que você imagina.

Feliz Ano Novo!

Lee

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

A Igreja Tiro ao Alvo



Zapeando na Internet, eis que acho outra distorção evangélica, dessa vez americana.

Sim, boa parte de nossas "distorções gospel" vieram da América.

Espero que essa aqui não faça escola- pois é,literalmente, uma escola de tiro.


"Uma igreja de Marengo, no estado americano de Ohio, adotou uma estratégia inusitada para atrair novos fieis.

O pastor Jeff Copley resolveu usar a estrutura da igreja para oferecer cursos de tiro aos fieis da congregação, conforme informa o site The Daily.

O pastor preparou um curso de dez horas, ministrado de forma gratuita e conforme a legislação do estado de Ohio. Ao fim do curso, o aluno ganha o direito de receber um documento para o porte de arma.

Segundo Copley, saber manusear uma arma é importante como defesa pessoal e também espiritual: "Jesus orientou seus discípulos a venderem suas capas e comprarem espadas. Ele instruiu seu povo a se preparar para se defender. É difícil encontrar alguém em nossa congregação que de alguma forma não atire".

Como a congregação fica numa área rural, é normal ver cidadãos andando armados para sua defesa pessoal ou para caça. Por causa desse hábito, a igreja resolveu oferecer o curso de tiro para atrair mais fieis".

Me lembrei do Episódio de Mateus, quando Judas foi entregar Jesus.

Um dos que estavam com Jesus, foi defendê-lo, sacou a espada, e cortou a orelha do servo do sumo Sacerdote, arrancando-a fora.

A reação de Jesus? Totalmente contrária ao que esse Pastor tiro ao alvo recomendou.


Disse-lhe Jesus: "Guarde a espada! Pois todos os que empunham a espada, pela espada morrerão (Mateus 26:52).

Quem vive pela espada, morre pela espada.

Ele se refere aqui ao homem sanguinário, que quer resolver tudo na peixeira;

Ao homem que quer resolver tudo na base do tiro.

Ao homem que confia numa pistola, num fuzil, para resolver suas pendências.

A igreja da comunidade de Marengo, em vez de ensinar a pregar o evangelho, está ensinado seus membros a largar tiro nos outros,

E seu pastor, em vez de portar um cajado, está portando um coldre com armas:

Estão errando feio o alvo.


Lee



sábado, 27 de outubro de 2012

Pra não Queimar Jorge antes do fim da História




Li manchete na Internet de que evangélicos iriam boicotar a nova novela das 9 da Globo.

Tudo Porque o tema da mesma é sobre São Jorge.

Mas aí, você dá uma lida aqui, outra ali, e descobre que o tal boicote é promovido pelo Bi$po Macedo.

E vindo dele, a causa, claro, não é nada Santa:

Simplesmente a Record vai botar a reprise da série Rei Davi na mesma hora.

Ou seja, no curral das igrejas da Universal, todo mundo vai ver Rei Davi em vez de Salve Jorge.

A Globo diz que o nome da trama é tão somente porque São Jorge é o patrono da cavalaria.

Não é só por isso:

Quem trabalha lá sabe que, além de Dona Lily Marinho ser Espírita, boa pate de autores e diretores são umbandistas.

Naturalmente, alguém quis homenagear Jorge.

E daí?

Assiste quem quer. Esse lance de Pastor querer proibir, só aumenta a curiosidade quanto ao proibido, fazendo com que as pessoas se unam até para ver juntas.

Me lembrei de um pastor aqui em Copacabana, no Rio, que passou um sermão inteiro malhando o filme Avatar, dizendo que o mesmo era espírita.

Pois vi vários jovens e adolescentes da Igreja dele naquela mesma semana vendo o filme, juntos, lá no Roxy, um dos últimos cinemas de bairro aqui no Rio.

Isso é coisa de quem não tem o que dizer, ou coisa de quem tem interessM por trás, como no caso Macedo e a Record.

Daniel, quando foi servir ao Rei Nabucodonozor, na Babilônia, decidiu ele mesmo "não se contaminar com as finas iguarias do Rei,nem com o vinho que ele bebia" (Daniel 1.8)

Ele decidiu em seu coração fazer isso - não precisou de nenhum Sacerdote, de nenhum Profeta, nenhum conselheiro, de ninguém para dizer isso a ele- até porquê naquela Babilônia, só haviam Magos e Feiticeiros - Eles foram levados como prisioneiros pra lá.

E assistir certos cultos hoje - Como os da Universal, além de outros - É pior do que assistir Novela, seja ela de cunho espiritual, ou não.

Lee

sábado, 13 de outubro de 2012

O Piauí É no Fim do Mundo, mas o Fim do Mundo não foi no Piauí



Cerca de 120 pessoas que estavam dentro de uma casa em Teresina á fim de esperar o fim do mundo deixaram o local no fim da tarde desta última sexta-feira.

O ex- vigilante Luis Pereira dos Santos, de 43 anos, que profetizava o fim do mundo ás 4 da tarde de sexta passada (12)obrigou a Polícia Militar a cercar o local em que estavam reclusos os fiéis para evitar ataques dos vizinhos.

Ele foi preso acusado de estelionato: Se manteve na casa mantido pelo povo, enquanto estavam confinados na nela, o que incluía 31 menores.

Durante os séculos, sempre fizeram do fim dos tempos, uma tentativa de calcular essa hora,sempre reunindo pessoas em determinado local para facilitar " a subida pro céu".

Subida essa que tem por nome bíblico "arrebatamento":

Os salvos por Cristo - Aqueles que crêem nele como filho de Deus, que foi morto numa cruz e ressuscitou ao terceiro dia - Serão arrebatados.

E ao longo das eras, sempre quebraram a cara com esses cálculos doidos, feito por gente surtada de igreja - pois quem vive tão somente por ensinadores de Igreja, sem conferir Biblicamente se aquilo que falam procede dela, como faziam os moradores de Beréia, no livro de Atos - viram surtados apocalípticos, como seus líderes.

Existem algumas teorias dos Teólogos até mesmo quanto ao arrebatamento:


PARCIALISMO (Arrebatamento Parcial da Igreja);

PÓS-TRIBULACIONISTA (Arrebatamento após a Tribulação);

MESOTRIBULACIONISTA (Arrebatamento no meio da Tribulação);

PRÉ-TRIBULACIONISTA (Arrebatamento antes da Tribulação).

A tal da tribulação, é o que vemos nos filmes pós apocalípticos, tipo " O Livro de Ely", Ou " A Estrada":

Uma bomba que explodiu, Colapso econômico, escassez de água e comida, Petróleo, saques, canibalismo e por aí vai.

A bem da verdade, cada uma das teorias sempre tem um ponto em negativo, conforme outros textos bíblicos, em sua autenticidade, em sua legitimidade.

A Bíblia nunca precisou data específica - Na verdade, Jesus só mencionou e exemplificou o que viria a acontecer, mas jamais previu data específica.

Mas infelizmente, ao longo dos anos, sempre teve alguém metido a calculador do apocalipse:

Pat Robertson, famososo Pastor fundamentalista americano, previu pra 1982, e se deu mal;

Por aqui, a missionária Valnice Milhomens previu pro ano 2000;

Ano passado,Harold Camping, propietário de Rádios e Tvs Cristãs, previu para 21 de maio de 2011;

Esse ano, por causa do calendário Maia, muita gente já tá se despedindo;

E até pro ano de 2019, já tem data pro fim.

Essa turma deveria ler esse pequeno texto abaixo:

Marcos 13, versículos 32 e 33 :

Quanto, porém, ao dia e à hora(do fim do mundo), ninguém sabe, nem os anjos no céu nem o Filho (Jesus), senão o Pai(Deus).

Olhai! vigiai! porque não sabeis quando chegará o tempo.


Simples assim.


Lee




domingo, 10 de junho de 2012

Na Dúvida, Não Faça Nada




Essa Parece ser uma daquelas leis invisíveis da vida:

Na Dúvida, não tomar nenhuma decisão em definitivo.

Não faça negócio, não compre, não viaje;

Não venda, não vá, não fique;

Não fale, não escreva, não se comprometa;

Não dirija, não jogue, não lute;

Não defenda, não acuse, não indique;

Não se case...não faça nada se estiver em dúvida.

Me lembro no ano passado, quando estava em dúvida se lutaria ou não, num sábado.

Não me sentia bem, não estava á fim de lutar, queria, mas não entendia o por quê daquele sentimento. Era um campeonato Internacional de Jiu Jitsu.

Fui pra luta, e com um minuto e meio, estourei os ligamentos do joelho.

Mas qual o antídoto da dúvida?

A Paz de espírito.

"E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os seus corações e as suas mentes em Cristo Jesus".(Filipenses 4.7)

Quando sentir essa paz - ela vai além do entendimento, além das racionalidades da vida, além das circunstâncias ao redor - é sinal de que podemos seguir em frente.

Na dúvida, espere...

Sinta a paz de espírito para seguir adiante.

Lee

quinta-feira, 7 de junho de 2012

Pra Jogar Fora e Pisar




"Vocês são o sal da terra. Mas se o sal perder o seu sabor, como restaurá-lo? Não servirá para nada, exceto para ser jogado fora e pisado pelos homens". (Mateus 5:13)


E a cada dia que passa, isso vem se cumprindo - Os homens vem jogando fora, mesmo.

Cada vez que a gente lê as notícias relacionadas ao mundo Evangélico, a gente se decepciona, na grande maioria das vezes.

Duas notícias nessa semana, ao qual chamaram a atenção, nesse sentido.

A Primeira de que o Governo federal estuda acabar com os horários de aluguel em Tvs e Rádio de todo o Brasil.

Só quem tem canal próprio e Rádio própria, irá poder ter programa.

Isso é bom em todos os sentidos:

Nos livraremos daqueles programas de aparelhos de ginásticas miraculosos, que dizem nos deixar com corpos de modelos ou halterofilistas em 4 semanas;

Nos livraremos daqueles programas de chás miraculosos, e produtos que dizem que se tomarmos, cura até câncer;

E nos livraremos dos programas evangélicos caça niqueis.

Sim, pois a grande maioria dos programas de aluguel das emissoras (Band, CNT) são compostas de igrejas que vivem pedindo dinheiro a audiência.

No Rádio é a mesma coisa...são poucos, na TV e o Rádio, que apenas pregam o evangelho.

Não vai mudar grandes coisas, pois a Universal tem a Record, o Waldemiro logo vai ter um canal, e a Lagoinha tem um canal a cabo.

Já tem até "talk show" na Band, aos domingos, o "Fala Mala(faia)".


Em 90% desses programas, é só pedição de dinheiro, nada mais que isso, ou seja:

Para nada mais serve do que ser jogado fora...e ser pisado.

Mas lógico que a bancada no congresso vai chiar bastante," em defesa do evangelho", que ali não existe...alías, alguns daqueles deputados tem rádios gospel.

E foi a segunda notícia da semana que chamou a a atenção, a tal bancada evangélica.

Essa bancada religiosa é a mais ausente, inexpressiva e processada da câmara.

O Jornalista Marco Antônio L., pelo site www.advivo.com.br, dá nome aos bois, diz o partido, diz a que Igreja pertencem, e dá o número do processo, dizendo o que os caras estão respondendo.

Vale uma conferida - vários ali, se fosse nos States, estariam banidos da política, e estariam presos...tem coisas do "arco da velha".

Mas aqui é Brasil, terra onde tem abundância de cachoeiras.

E mais, dados da ONG Transparência Brasil indicaram que:

1) Da bancada evangélica,todos os deputados que a compõe respondem processos judiciais;

2) 95% da referida bancada estão entre os mais faltosos;

3) 87% da referida bancada estão entre os mais inexpressivos do DIAP;

4) Na última década não houve um só projeto de expressão, ou capaz de mudar a realidade do país, encabeçado por um parlamentar evangélico.


Ou seja, nos dois casos, a recomendação de Jesus em Mateus 5.13, é a mesma:

Jogar tudo fora...e pisar.


Lee










domingo, 3 de junho de 2012

O Encantador de Serpentes Morreu



"Eu lhes dei autoridade para pisarem sobre cobras e escorpiões, e sobre todo o poder do inimigo; nada lhes fará dano". (Lucas 10:19)

Mack Wolford, um pastor pentecostal nos EUA, resolveu levar o texto ao pé da letra:

Ele costumava carregar cobras venenosas durante os cultos, em sua igreja.

Morreu após a picada de um cascavel, que possuía há anos, durante um culto...tinha acabado de completar 44 anos.

Esse é mais um dos exemplos vivos - no caso agora, morto - da radicalidade nesses círculos, que tomam versículos bíblicos ao pé da letra.

Nesse texto, Jesus está claramente dando um contexto espiritual, que vem na sequência " sobre todo o poder do inimigo".

As cobras e escorpiões a que Ele se refere, são exemplos conhecidos para os discípulos, reforçando a idéia de como as potestades (hordas espirituais do mal) são venenosas, de como são traiçoeiras - de como elas são más.

Os discípulos, que volta e meia estavam nos caminhos de estrada de pedra e de terra, sabiam que tinham que tomar cuidado com cobras e escorpiões.

Ora, até as crianças do interior sabem que devem ter cuidado após ás 17 horas, horário em que sai a cascavel da toca para procurar comida.

E nenhum discípulo, nenhum Apóstolo, muito menos Jesus, ficou se exibindo segurando cobra, escorpião, em qualquer reunião pública, no relato do Novo Testamento.

Quem fazia isso na época, e o faz até hoje, são os encantadores de serpentes.

E hoje em dia, nos cultos mundo afora, existem muitos pregadores "encantadores de serpentes", que ainda que não usem cobras, tentam usar algo mágico para captar a atenção do público.

Wolford tentou ser um pregador encantador de serpentes ao pé da letra, não só pela má compreensão de um texto bíblico, mas pelo exemplo de seu pai:

O pai dele também era um pregador que manipulava cobras - e que foi morto por uma picada de cobra.

Wolford seguiu os passos de seu pai, e até a morte foi parecida.

Culto bizarro esse, ficar levando picada de cobra na frente dos outros.

Esperamos que ao menos a tal igreja perceba a loucura em que estavam metidos...

Ou vão botar outro pra segurar a cobra??

Lee

quinta-feira, 24 de maio de 2012

As Dez lições que os Vingadores podem ensinar a Igreja de Hoje



O Pastor Greg Stier, que trabalha com jovens e lidera um ministério de evangelismo, escreveu um breve artigo para o 'The Christian Post' com objetivo de causar reflexão sobre como o trabalho em conjunto pode levar a igreja a vencer sempre.

Ele se utilizou da Equipe dos Vingadores, como exemplo.

Ele enumerou 10 lições que os Vingadores podem ensinar a Igreja de Hoje.

Vou colocá-las abaixo, e comentar o porquê elas muitas vezes não se realizam.


1. É difícil fazer com que eles lutem juntos, mas quando decidem fazê-lo, as pessoas são salvas (Filipenses 1:27).

Era cada um por si no início, ninguém queria se unir, no filme. Na Igreja moderna, o isolamento das denominações, e mesmo de igrejas de denominações, dificulta muito em "salvar as pessoas".

2. Eles aprenderam a lidar bem com as diferenças (Gálatas 3:28).

A igreja NUNCA lidou bem com as diferenças. Nem com as de seus próprios membros, muito menos com as pessoas de fora dela, o alvo maior da missão.

3. Bruce Banner (Hulk) tem um grande “poder interior” que ele pode usar a qualquer momento (Efésios 6:10).

Não somos estimulados a usar o nosso 'poder interior', que fala o versículo- "fortalecer no Senhor e no seu poder". Tudo tem de estar a um toque, ser tangível, enquanto o justo vive pela Fé, não por vista nem sentimentos. E quando as coisas não vão bem, dizem que é ausência de Deus na nossa vida. A igreja anda em depressão.

4. O Homem de Ferro tem uma armadura impenetrável e sabe como usá-la (Efésios 6:13.

Pouco se ensina em como usar essa armadura.

5. O Capitão América tem um poderoso escudo e sabe como usá-lo (Efésios 6:15).

Estamos tão vulneráveis aos disparos e golpes da vida, pois nosso escudo é o escudo da fé - bate no ponto 3, novamente.

6. Thor empunha uma arma capaz de destruir o inimigo (Efésios 6:17).

Em Efésios, essa arma chama-se "espada do espírito", que é nada mais, nada menos, do que a palavra de Deus. Se não a conhecermos, tomamos marteladas, a começar do falso mundo gospel, ou seja, de "dentro de casa".

7. Hulk não se curva diante de outros deuses [Thor, Loki] (Êxodo 20:3).

Mas a Igreja se curva a Mamom, entidade que Jesus identificou como "deus do dinheiro".

Há mistificação de dízimos, chantagens espirituais, e um diabo a quatro nessa área. Ninguém quer ajudar ao próximo, fazer ação social.

E se vc passa apertos, é porquê "está em dívida$ com Deus".


8. Eles não têm um plano de ataque. Eles só têm um plano… ATAQUE! (Tiago 1:22).

Até hoje, a Igreja moderna usa a lorota gospel " Deus tem um plano pra sua vida". Só que quem diz, ou melhor, repete a frase, não sabe dizer nem qual é o plano de Deus pra vida dele.

9. Seu líder tem cicatrizes (Isaías 53:3-6).

O texto refere-se as cicatrizes de Jesus, na qual fomos sarados.

Nick Fury com um olho só enxerga muita coisa. Todo bom guerreiro tem uma cicatriz.

Mas a igreja em geral prefere gente bonita, sem ruga, sem cicatriz, de preferência jovem, e que saiba tocar um instrumento pra entrar na banda do louvorzão.

Seus líderes em geral só tem a preocupação de ver a casa cheia, sem tapa olhos.

10. Eles estão unidos por um objetivo comum (Mateus 28:18-20).


Com o passar do tempo, o 'objetivo comum foi' trocado por um clube social, com regras e linguagem próprias...convidados nem sempre são bem vindos ao grupo.

Ás vezes, é como ir a um clube aos domingos, sem piscina, futebol, e churrasqueira.

Mas com muita música gospel.


Lee

terça-feira, 22 de maio de 2012

Entendendo a Torre de Babel Japonesa


Foi inaugurada a maior torre de Tókyo, a "Skytree" (árvore do céu), de 634 metros.


Ela tem quase duas vezes o tamanho da Torre Eifel, e só é menor do que a maior torre do mundo, que fica em Dubai.


Toda vez que vejo essas megas torres - um prédio nas grandes cidades é necessário, devido a falta de espaço urbano, para escritórios de comércio, etc- me lembro de Babel.


E vejo como o "espírito de Babel" se mostra presente até hoje.


Babel, em Gênesis, era uma enorme torre que os homens queriam construir:


Assim como a Skytree, os homens do passado também queriam fazer uma "árvore que encostasse no céu".


"Depois disseram: "Vamos construir uma cidade, com uma torre que alcance os céus.
Assim nosso nome será famoso e não seremos espalhados pela face da terra".
(Gen 11.4)

A motivação de quem constrói algo assim, está ligado ao orgulho, a fama própria, ao reconhecimento.

O coração de quem constrói essas coisas, está impregnado desses sentimentos.

Não há motivação social- ainda mais em Tokyo, que é pequena, sem espaços, para construir um edifício de apartamentos;

Não há motivação pra construir um grande e equipado hospital;

Nem mesmo um enorme hotel, com vagas de sobra para turistas.


A motivação, pura e simplesmente, é "ser grande".


No caso do Japão, ao meu ver ainda tem uma característica "fálica":


Eles sabem que a piada mundial sobre eles é de que os homens tem "pinto pequeno", e isso é uma espécie de compensação psico-coletiva.


"Podemos ter pinto pequeno, mas agora temos uma grande torre".

Enfim, no princípio, se a intenção era não ser 'espalhado pela terra', posteriormente, foram espalhados, mas não falando a mesma língua:


"O Senhor desceu para ver a cidade e a torre que os homens estavam construindo.

E disse o Senhor: "Eles são um só povo e falam uma só língua, e começaram a construir isso. Em breve nada poderá impedir o que planejam fazer.


Venham, desçamos e confundamos a língua que falam, para que não entendam mais uns aos outros".

Assim o Senhor os dispersou dali por toda a terra, e pararam de construir a cidade.

Por isso foi chamada Babel, porque ali o Senhor confundiu a língua de todo o mundo. Dali o Senhor os espalhou por toda a terra
".(Gênesis 11:4-9)


O objetivo de nossos projetos pode ter o mesmo espírito de Babel, e dessas torres modernas:

Apenas ser uma forma gigantesca de aparecermos...mas assim como essas torres, não servir pra nada:

Só pra tirar fotografia.

Lee

domingo, 25 de março de 2012

Por uma Vida mais Simples



Eu fiz prova de concurso público hoje pela manhã.

Tinha colocado o despertador para ás seis e meia...

Mas o despertador da natureza, veio e me acordou mais cedo:

Ás seis da matina, um beija flor fez um barulhinho típico deles, e veio beber água com açúcar, que coloco na janela.

A partir daí, contei um espaço de 20 minutos, um total de 10 beija flores passando pra beber água...

É uma cena que faz a gente acordar bem.

Essa cena tão simples, é o tipo da coisa que as pessoas estão buscando:

Uma tranquilidade de vida, uma vida mais simples.

Curioso é que a revista Época de hoje, fala disso...

De gente que largou tudo pra fazer o que gosta, muitas em contato com a natureza.

Um empresário que largou em São Paulo,tudo e montou uma pousada a beira da praia, em Natal...

Um casal que foi morar nas montanhas, e por lá abriu um pequeno restaurante...

As pessoas estão querendo, de fato, uma vida mais simples, sem o estresse cotidiano que vivemos numa grande metrópole.

Ontem, fiquei 45 minutos procurando vaga pro carro, ia e voltava pro mesmolugar, tentando, me senti um taxista...e nada de vaga, só estresse.

Na prova de hoje, fiquei rindo do texto na matéria de português:

Falava sobre o estresse virtual.

É verdade, vivemos um estresse virtual, também...como se não bastasse o real.

Conferir e mails, ler notícias rapidamente, e ao mesmo tempo, falar simultâneamente com outras pessoas no MSN...nunca consegui fazer isso, é uma doidera!

E alguns o fazem por opção, outros porquê a empresa manda.

Com o passar do tempo, a alma da pessoa vai clamar por um descanso.

Creio que, na medida do possível, se buscarmos uma vida mais simples, vamos ganhar e muito:

Na qualidade de vida;

Na Saúde;

Na aquietação de nossa alma...

Que vai fazer com que possamos curtir um simples beija flor bebendo água na nossa janela.

"Não se vendem dois passarinhos por um ceitil? E nenhum deles cairá em terra sem a vontade de vosso Pai.

Não temais, pois; mais valeis vós do que muitos passarinhos".


(Jesus, em Mateus 10:29,31)

Lee

domingo, 11 de março de 2012

A Cruz e as Lésbicas



Há uns 4 dias atrás,a Liga Lésbica fez um pedido ao tribunal de Justiça do RS, á fim de retirar os crucifixos das salas de audiência do tribunal. Eis a notícia da Gospel Prime, retiradas do Terra e do Zero Hora:

"A Justiça do Rio Grande do Sul acatou o pedido da ONG Liga Brasileira de Lésbicas e vai retirar crucifixos e símbolos religiosos de todas as salas do Judiciário do Estado.

Em fevereiro, a Liga Brasileira de Lésbicas pediu à presidência do TJ-RS a retirada das imagens religiosas.

O Conselho da Magistratura do Tribunal de Justiça (TJ-RS) decidiu por unanimidade após votação na primeira sessão do ano do conselho.

O Tribunal gaúcho considerou que a presença de objetos religiosos nos fóruns e na sede do Judiciário vai contra princípios constitucionais de um Estado laico".

Estado Laico, é o Estado não religioso, o que o nosso Estado - Brasil - é considerado.

Existem milhares de salas de Tribunais, câmaras legislativas, e escolas, algumas de formação não religiosa, país afora, com esse símbolo- a Cruz.

A Cruz é o símbolo do Cristianismo, e se o nosso país é laico na letra da lei, não o é na formação:

Assim que desceram da Caravela, uma das primeiras coisas que Pedro Álvares Cabral fez foi mandar o Padre fazer uma missa de agradecimento.

Olha, quem me conhece, sabe que estou longe de defender religião - ao meu ver, essa é um dos grandes "abutres da alma" do homem moderno, e me refiro ao seu sistema.

E quem me conhece, sabe que odeio as intolerâncias contra quem quer que seja:

Inclusive aos gays e as lésbicas.

Os primeiros apanham direto país afora - como aqui no Aeroporto Internacional do Rio, onde Taxistas juntaram na porrada um casal gay que não quis entrar no carro por este ser pirata:

Gays são inteligentes, críticos e de bom senso, ás vezes muito mais do que "machões".

Mas voltando, dizer que o Cristianismo não é presente no país, desde as escolas Jesuítas na formação da Educação do País, é ser um desconhecedor da história.

E sim, cruz cabe melhor na igreja, pois ela significa sacrifício, preço pago, resgate...

Para mim, significa também novidade de vida:

Eu posso viver uma nova vida, pois meus pecados foram pagos nela, por Cristo.

Ou seja, entra no âmbito da fé...

E mesmo assim, tem cristãos- os evangélicos- que torcem o nariz para ela nas igrejas, pois a acham um símbolo tão somente católico...pura besteira.

No tribunal, sim, cabe melhor a justiça, em forma de mulher, segurando a balança, com os olhos vendados...

Também não gosto, em especial nos tribunais americanos, daquela Bíblia que o oficial traz para a pessoa fazer juramento...como se esta fosse constranger alguém a dizer a a verdade.

Mas o que essa liga, ao meu ver fez, foi combater intolerância com intolerância.

Culpa dos Malafaias da vida, que não sabem expressar suas opiniões com amor, mas sim com intolerância, e agressividade semelhante a raiva canina.

Resultado:

Daqui pra frente, essas ações judiciais de entidades homossexuais, serão uma constante, e tão igualmente intolerantes com qualquer coisa que se diga religiosa.

Agirão com a intensidade com que agem assim contra eles.

E não vamos poder reclamar, pois em especial os evangélicos, fazem o mesmo, desprovidos de qualquer senso de amor do evangelho.

E não se espantem se, como diz o Nélson Motta, as "Sapatas" se unirem para uma nova ação no Tribunal do Sul:

Exigirem que no lugar da cruz, fique um sapato 44 pregado na parede;

E que a bandeira do estado seja substituída por uma bandeira "arco íris".

Porque até na hora da briga, a mulher, mesmo sendo "mulher macho", é muito mais "porreta" do que o "homem gay".

Lee

domingo, 4 de março de 2012

Crivela vai Pescar no próprio Aquário



A notícia mais inusitada da semana que passou foi o Bispo Crivela, da Universal, e que também é Senador, sendo escolhido para o "Ministério da Pesca".

Bom, vamos começar por este tal ministério:

É apenas mais uma pasta para dar emprego para alguém virar ministro.

Sim, pois pode-se facilmente criar um Departamento da Pesca dentro do Ministério do Meio Ambiente.

Então, porquê escolher alguém que, em suas próprias palavras, "não sabe nem botar uma minhoca no anzol", como ele disse semana passada?

Aliás, só cá aqui entre nós :

Crivela tem cara de quem não bota uma "minhoca no anzol" há muito tempo...

Acho que Crivela não tem nem um aquário em casa...nem daquele que cabe só um peixinho, chamado de "Beta", uma caixinha em que não precisa nem de bomba pra respiração do peixinho.

A explicação é meramente política:

Primeiro, Dona Dilma faz um agrado para acalmar os evangélicos, que desde o início de sua campanha, a chamaram de "abortista", de "sapatão", só de "coisa boa";

E com isso, nem tem idéia de onde se meteu, pois fazer concessão com essa gente, louca na doutrina, e louca pelo poder, vira refém deles, de tal maneira que ela mal pode imaginar a besteira que fez nessa indicação.

Pois quando desagradar, e se tiver que mandá-lo embora, ele se fará de vítima para a igreja, para os evangélicos, aquela novela mexicana toda.

Macedo, de quem Crivela é genro e pupilo, sabe fazer isso como poucos, é Mestre nesse louco mundo gospel.

O segundo motivo desta indicação, é garantir votos da Universal para a reeleição de Dilma.

Essa igreja vota em quem os bispos mandam, são vários deputados eleitos assim no Brasil.

É muito triste alguém se sujeitar a um mico desses, como Crivela o fez...

Nítidamente constrangido no dia de sua posse, pois sabe que não manja nada do assunto, ele é Engenheiro civil de formação acadêmica, e Bispo político de carreira.

Jesus chamou aos discípulos dizendo:

"Eu vos farei Pescadores de Homens" (Mateus 4.19)

Crivela vai pescar no próprio aquário da Universal, e colocar os peixes no aquário do PT.

Típico caso do pescador que tropeça na própria rede, pois há muito que já perdeu o foco da sua missão.

Lee

sábado, 25 de fevereiro de 2012

Quando a doença nos faz mudar de Vida



Esse aí em cima é o Ed Dobson.

Ele era um Pastor muito famoso no fim dos anos 80, e início dos anos 90:

Escreveu cerca de 12 livros, creio que eu li um deles, mas não consigo me recordar do título.

Dobson chegou a ser eleito " O Pastor do Ano de 1993", prêmio dado pelo Instituto Bíblico Moody (sim, sei que é um absurdo dar "prêmio de melhor Pastor", mas americanos não vivem sem um concurso pra dar prêmio aos outros).

Sua influência foi grande entre a liderança Cristã de sua época, ele chegou inclusive a ter influência na administração do presidente Ronald Reagan (1980- 1988).

E era Pastor de um "Igrejão" :

Cerca de 5 mil pessoas lotavam sua Igreja, para ouví-lo, aos domingos.

Homem de sucesso em sua área, autor de livros, ouvido por Presidente do País...

Até que uma doença mudou completamente a vida de Dobson.

Ele foi diagnosticado com Esclerose Lateral Amiotrófica,também conhecida como doença de Lou Gehrig.

Ao ser diagnosticado, em 2001, os médicos deram-lhe de 3 a 5 anos de vida.

Ele vem ultrapassando as expectativas, mas a voz já deteriorada pouco lembra seus dias de pregador...teve de se aposentar em 2006.

O "Pastor do ano" viu as multidões se afastarem...

Mas isso teve um efeito positivo, por mostrar a realidade dele e de vários pastores ao redor do mundo, quando se sobrecarregam com o ministério...veja o que ele disse:

"Eu pensei que se eu soubesse que ia morrer, teria realmente lido a Bíblia e teria realmente orado como se deve”, explica.

”Mas durante anos o oposto era verdade. Eu mal tinha tempo de ler a Bíblia e tinha grande dificuldade de orar. Você fica tão sobrecarregado com outros compromissos que perde a perspectiva correta”.

Conheço amigos Pastores que estão desesperados nesse sábado á noite, sem saber o que vão falar amanhã á igreja deles.

E há alguns anos atrás, a mulher de um Pastor amigo confessou que não entendia como o marido só ia fazer um "rabisco no papel" para falar no dia seguinte á igreja deles, somente após o filme da noite na Globo.

O outro lado também ocorre:

Pastores que fazem uma série de esboços para pregar, como se fosse um "pacotão de pregação"...

Conheci um que no início do ano, fazia um pacote de esboços para os 3 próximos meses, e se orgulhava daquilo...

Enquanto eu pensava: E o Espírito Santo? E a inspiração para falar em determinadas situações? Era ele que pregava, ou Deus através dele?

Muitas vezes, em minha experência, na época que eu pregava, na sexta-feira ainda não tinha a menor idéia do que ia falar. Muitas vezes, era espiritualmente surpreendido até na última hora.

Dobson se "sistematizou", e acabou virando peça de engrenagem da grande máquina de funcionamento de cultos, pelo mundo afora.

E quando isso acontece, a pessoa deixa de ser Pastor...

Deixa de ser músico, deixa de ser regente, deixa de ser professor...

Precisou Dobson ficar doente, para sua alma deixar de ser doente:

Sim, pois quando nos sistematizamos nesse louco mundo gospel, seguindo suas próprias regras,ficamos todos doentes da alma.

Dobson reconheceu isso..

E o antes "Pastor das Multidões", aquele a quem sempre tinha uma tirada gospel da cartola, atende uma pessoa de cada vez, em vez das 5 mil, de tempos passados.

Eu não sou mais um pregador”, diz Dobson .

Hoje, diria que eu sou apenas um seguidor de Jesus. E ponto Final”.

E é isso, simplesmente, o que todos devemos ser.

Lee

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Um Pastor " Sem Teto"



No meio do bueiro gospel em que se enfiaram várias megaigrejas americanas, eis que sou positivamente surpreendido ao ler a notícia sobre uma delas:


O Pastor resolveu passar uma semana morando com os "sem teto" de sua cidade.

Eis a notícia:

" O Pastor Thomas Keinath, da megaigreja Calvary Temple, localizada em Wayne, New Jersey, abandonou o púlpito de sua congregação, que reúne mais de 2000 pessoas a cada domingo. A Calvary fica em um bairro rico da cidade e o pastor surpreendeu a todos quando anunciou que passaria a morar nas ruas como um “sem teto”.

Podendo escolher entre tirar uns dias pra ficar com a família ou participar de alguma conferência eclesiástica, ele passou uma semana de suas férias vivendo entre os sem-teto e mendigos de Paterson, cidade vizinha de Wayne.

Durante o dia, ele podia ser visto vagando pela cidade, parecendo apenas mais um homem sem ter para onde ir. À noite, ele se juntava a outros moradores das ruas, fazendo fogo em tonéis para manter-se aquecido enquanto as temperaturas caíam drasticamente.

Várias noites ele dormiu rodeado de lixo sob o viaduto de uma estrada interestadual. Ele passou a escrever “mini-biografias”, das cerca de 50 pessoas que conheceu, para poder lembrar-se delas e de suas histórias de vida.

Por que ele fez tudo isso? Para o Pastor, a explicação é simples: “Eu precisava entender o que eles estavam passando, eu precisava sentir a sua dor. Como eu poderia levar ajuda ou cura para as ruas se eu não sabia quais são as necessidades dessas pessoas?”

"O pastor Keinath passou sete dias e sete noites nas ruas e agora sabe como essas pessoas pensam e a opinião que elas têm sobre as igrejas. Durante essa “semana de férias” em que viveu na rua, teve a oportunidade de pregar e orar pelas pessoas.

Ele calcula que chegou a ter cerca de 75 ouvintes nas reuniões feitas na rua. “Não havia uma pessoa sequer , seja sem teto ou toxicodependente, que abertamente rejeitou a esperança que eu estava tentando oferecer”, disse."

Fiquei pensando: É claro que irão escutá-lo...ele fez igual a Jesus, foi aonde o povo estava.

E era nas ruas, junto a pecadores, prostitutas e publicanos, que Jesus pregava, raras vezes o fez nas Sinagogas - E essa pessoas, as marginalizadas de sua época, os escutou.

Isso é levar o evangelho, é levar a palavra até a alma das pessoas...ou algum sem teto entra numa megaigreja, para ouvir algo?

Bem, agora vão entrar na Igreja do Pr. Thomas. Pois finaliza assim a reportagem da Gospelprime Notícias:

"Desde que voltou ao púlpito da Calvary, as vans da igreja estão buscando e levando os sem-teto que desejam participar dos cultos de domingos.

Mas isso é apenas o começo do que o Pastor está chamando de “solução a longo prazo”, que inclui a construção de um centro patrocinado pela igreja que pretende “abrigar os sem-teto ao mesmo tempo ajudá-los a recuperar-se, inclusive dos vícios em álcool ou drogas”.

Isso sim, é levar o evangelho integralmente. Acho que essas alturas o Pastor nem tá interessado nos comentários de membros que devem estar torcendo o nariz pra isso- toda grande igreja é cheia de gente farisaica, metida a puritano - ele não deve estar nem aí pra isso, a essas alturas:

Pois sabe que agora sim, está cumprindo o chamado de Cristo integralmente, ou seja:

"A toda a criatura".

Lee

domingo, 12 de fevereiro de 2012

Quando as Baleias vão a Justiça



Nos Estados Unidos, cinco baleias orcas entraram com um processo na Justiça contra o parque aquático Sea World.

Elas alegam que trabalham todos os dias, sem descanso, o que configura escravidão;

Alegam também que seus alojamentos, ou seja, os tanques em que são guardadas, mal tem espaço suficiente para se movimentarem, como na foto acima.

É claro que não foram as baleias que entraram com a ação...

Foi a PETA, uma espécie de sociedade protetora dos animais Internacional.

Mas na verdade, as baleias querem apenas serem baleias:

Nadar pelo oceano, seu habitat natural, e não serem palhaços de circo aquático...

O mesmo vale para os golfinhos desse parque, que são atraídos até a costa japonesa em armadilhas, e os mais bonitos são vendidos para o Seaworld...

Os mais "feinhos", desbotados no brilho ou defeituosos, em vez de devolvidos ao mar, são abatidos a facões e machados...sabia disso?

Um dos documentários candidatos ao Oscar ano passado era sobre essa ilha, nem sei se venceu, eu não quis ver as cenas (tem no Youtube, só teclar 'massacre de golfinhos no Japão').

O mesmo vale para as focas.

Quanto ao Zoológico, depende do mesmo...

É melhor ser sobrevivente de espécie num zoológico de alto nível, que reproduz ao máximo o ambiente natural do animal, com veterinários e comida apropriada, do que ver os animais sendo mortos por caçadores africanos, o que vem reduzindo a população de Felinos e de Símios, ao redor do mundo.

Tudo para ter uma cabeça de Leão pendurada na parede;

Ou um cinzeiro de pata de Gorila, na casa de um aristocrata.

Sem falar no passado recente, onde animais de circo viviam sendo maltratados, mal tinham o que comer, encurralados numa cela, e expostos ao ridículo:

Achavam o máximo um Urso pedalando numa pequena bicicleta...

"O justo tem consideração pela vida dos seus animais, mas as afeições dos ímpios são cruéis". (Provérbios 12:10)

Aqui no Brasil, temos o Projeto Tamar, que já salvou a vida de mais de 25 mil Tartarugas Marinhas...

É proibido comer carne de Tartaruga na costa da Bahia, pois se continuasse no ritmo que estava, não haveria mais Tartarugas no Brasil.

Devemos sempre ajudar os animais, numa época em que temos visto o bicho homem ser cada vez mais cruéis com eles, tanto os animais domésticos, quanto os selvagens.

"Se vires o jumento que é de teu irmão, ou o seu boi, caídos no caminho, não te desviarás deles; sem falta o ajudarás a levantá-los". (Deuteronômio 22:4)

O "amor ao próximo", se estende aos animais - Pouca gente entende isso.

Lee

domingo, 5 de fevereiro de 2012

Sobre espancar mendigos e violência gratuita



Há 3 dias atrás, 5 jovens de um bairro de classe média alta aqui no Rio, todos estudantes, bem nutridos, de famílias ricas, resolveram espancar um mendigo.

A desculpa foi que o mesmo “estava atrapalhando a conversa deles”.

Um rapaz viu a covardia, tentou intervir, e acabou apanhando mais que o mendigo.

Dois jovens já foram presos, os outros ainda estão foragidos.

O caso mais uma vez chocou a opinião pública...


Porquê essa violência tão banalizada vem acontecendo?

Pqê jovens de classe média alta, que tem tudo na VIDA, perdem tempo praticando maldade?

Os debates psico sociais midíaticos continuarão, tentando obter uma resposta.

Mas me lembrei do capítulo 4 de Provérbios, que ajuda muito no entendimento dessa questão:

"Apegue-se à instrução, não a abandone; guarde-a bem, pois dela depende a sua vida.

Não siga pela vereda dos ímpios nem ande no caminho dos maus.

Evite-o, não passe por ele; afaste-se e não se detenha.

Pois eles não conseguem dormir enquanto não fazem o mal; perdem o sono se não causarem a ruína de alguém.

Pois eles se alimentam de maldade, e se embriagam de violência". (Provérbios 4:13-17)


Na questão social, eles não eram pobres- como se isso justificasse, mas muita gente gosta de alegar- pelo contrário, eles vem de boas condições financeiras, com acesso a cultura,etc;

Na questão da psicologia, eles são rapazes que, a princípio, receberam educação e instrução.

A questão que o autor de Provérbios fala, é que:

Não abandonar a instrução

Dificilmente creio que eles nunca receberam instrução na vida. Receberam dos pais, ainda que os mesmos sejam separados;

Receberam da escola, ainda mais se foram de boas escolas, devido suas condições.

Mas abandonaram as instruções que receberam sobre a vida:

Não a guardaram em seus corações.

Outra coisa que o livro nessa passagem nos ensina é sobre não andar com esse tipo de gente.

Adolescentes e jovens são que nem os Gnus, ou Bisões (espécie de búfalos americanos):

Adoram andar em bando.

E se um deles começa a fazer "bisonhices", outros acham engraçado.

A ponto de um bando atacar um mendigo, já alcoolizados, por este estar atrapalhando a conversa deles.

E o corações de muita gente assim, ultrapassa pontos, e cruza as fronteiras do ser, enquanto não conseguir fazer alguma maldade contra alguém.

Por isso que "perdem o sono se não causarem a ruína de alguém".

A maldade alimenta o ser de quem ultrapassa essa fronteira, e a embriaguez do álcool não surte mais efeito, buscando a embriaguez da maldade, para satisfazer seu desejo.

Evite pessoas assim. Afaste-se delas, pois se não, o final será o mesmo que os deles:

Achar que espancar mendigos, bater em velhinhas, matar cachorrinhos, é uma coisa normal.

Esse grupo, tá sempre chamando os outros a trilhar o caminho deles...

Esse clube, infelizmente, cada dia tem mais sócios.


Lee

domingo, 29 de janeiro de 2012

Sobre "Não Morrer Sem receber Promessas"




Um dos chavões gospel - Aquelas frases que são comuns do cotidiano neo- pentecostal de nossos dias - que tem causado muita confusão na cabeça das pessoas que frequentam essas Igrejas, é sobre essa questão de morrer e não receber promessas.

Isso acaba passando para as outras fileiras que não são desse meio, provocando confusão também entre as mesmas...afinal, quem quer morrer sem receber uma promessa?

A questão de promessas, por si só, é um assunto muito vasto, e vou me deter apenas no tópico apresentado.

Mas basicamente, se alguém faz um voto, deve cumprí-lo:

"Melhor é que não votes do que votares e não cumprires".(Eclesiastes 5.5)


Acontece que, a maioria do que se fala em igrejas neo- pentecostais, sempre visa as questão de "bem estar na terra", em especial a teologia da prosperidade.

Assim, na tentativa de retardar ao máximo a morte, e curtir as pretensas mordomias bíblicas da terra - segundo eles - ninguém vai morrer antes de receber a tal promessa.

Isso inclui promessas dadas por profecias, em reuniões de igreja, ou reuniões no lar.

E sim, essas profecias podem até ser genuínas, dadas por pessoas com dom espiritual específicos, como a própria profecia, palavra de entendimento,palavra de sabedoria, etc.

O problema é que essas pessoas que vivem repetindo esse chavão gospel, se esquecem do básíco:

A maior promessa que um filho de Deus, que crê no sacrifício do filho dele, tem a receber, é a da vida eterna, segundo as escrituras.

Curioso é que qualquer muçulmano não tem esse negócio de ficar esperando promessa:

Eles não vêem a hora de estar com Alá...essa, é a maior glória pra eles.

Esse chavão gospel, além de anti bíblico (conforme veremos abaixo), é além de tudo estúpido, pois se não podemos morrer sem receber promessas, uma pessoa teria então que esperar uns 200 anos, vamos dizer, contrariando a expectativa de vida na terra.

Afinal, ninguém sabe quando a tal promessa irá se cumprir...

"Todos estes morreram na fé, sem terem recebido as promessas" (Hebreus 11.13)

“E todos estes, tendo tido testemunho pela fé, não alcançaram a promessa" (Hebreus 11.39)

No capítulo 11 de Hebreus, existe uma espécie de galeria de heróis da fé.

Verdadeiros guerreiros espirituais, gente que chegou até mesmo morrer pela fé.

Alguns tinham promessas a receber, mas partiram...morreram sem recebê-las.

Crueldade divina? Não. Eles mesmos sabiam que era melhor estar com Deus, do que receber uma promessa aqui na terra.

Infelizmente ás vezes escuto senhoras oitentonas repetindo esse chavão.

De que ainda verão no neto, ou no bisneto, ser cumprida a "vontade de Deus", pois assim foi prometida a esta;

Ver o desembaraçamento de uma questão jurídica, antes de partir, etc.

Infelizmente, as rádios gospel estão ligados, e escuto uma coisa aqui e ali, em especial dentro dos táxis.

Que bom seria se as pessoas simplesmente fossem ensinadas de maneira coerente, e não com falsas ilusões de prosperidade e prolongamentos de vida na terra.

Lá em cima, com certeza, é muito melhor do que aqui.

Mas se esses Pastores ensinarem o certo, ficam sem grana por aqui,mesmo.


Lee

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Em Ruínas




Bueiros-vulcões, restaurantes que explodem, e prédios obsoletos, sem estrutura, com escadas minúsculas para o escape:

Aqui no centro do Rio, prédios obsoletos- como os três que caíram ontem, existem aos montes,e assim como os que caíram,na maioria das vezes são colados um ao outro.


Vários desses prédios, ainda tem elevadores com porta pantográfica (com grades),de 50 anos atrás, que dão medo.

Estudei ali no centro, em prédios semelhantes aos que caíram, e as escadas eram minúsculas, e muitas vezes nem havia extintores visíveis...

Vários prédios são do início do século passado.


Sem falar no caos urbano da cidade...nessa semana, os trens do metrô pararam por duas vezes, bem como os trens da Supervia.


Como a Prefeitura pretende resolver isso -desde já- para nós cariocas, e para os turistas da Copa e Olimpíadas que virão?

Sem falar do blecaute de Furnas, que ocasionou 15 minutos de apagão no Aeroporto Internacional.

Na verdade, a impressão que se dá é de que o Rio está com uma espécie de "Urucubaca", daqueles em que o povo diz que só se resolve, por aqui no Rio, indo na Igreja dos Capuchinhos para dar uma "benzida", indo na Universal pra "sessão do descarrego", ou dando um banho de sal e benzendo com arruda (respectivamente ideologias católicas, neo- pentecostal, e da umbanda).

No bloco chamado evangélico, muitos certamente já fazem orações pelas famílias, mas também muita gente vai dizer que "é justiça divina pelos pecados dos homens".

A verdade é que acidentes acontecem - sendo vários deles por culpa do homem, seja por imperícia, falta de atenção, ou falta de manutenção.


Meu pedido é para os familiares que ainda não tem notícia de seus entes queridos...

Que Deus venha dar força a cada um deles, em momento tão terrível:


Os prédios ruíram, e com isso, ruíram várias vidas também do lado de fora.


Lee

domingo, 22 de janeiro de 2012

Se Existe, é porquê há Demanda




" E entrou Jesus no templo, e expulsou todos os que vendiam e compravam lá dentro, e derrubou as mesas dos cambistas e as cadeiras dos que vendiam pombas; dizendo: Está escrito- A minha casa será chamada casa de oração; mas vós a tendes convertido em covil de ladrões". (Mateus 21:12-13)


Imagina isso hoje...me chamou a atenção o seguinte:


Ele não só expulsou quem vendia. Ele expulsou tb quem COMPRAVA.

Desde então, e até hoje, em vez de viver o evangelho, muita gente prefere comprar um material religioso - que pode ser desde vela a um livro gospel- sim,muita gente vive mais de ler lançamentos de livros mais do que ler a palavra - como se tivesse batido o cartão de ponto (ou passar o de crédito) no reino do céu.


Só tinha camelô dentro do templo, por que tinha demanda, como existe até hoje.

Assim, até hoje os tele- evangelistas cambistas vendem seus produtos 'sacros', por que é mais fácil "ter um pedaço do reino" dentro de casa - Tá lá pra
constar e mostrar, e é menos cansativo do que seguir.

Assim, em vez de malharmos os "pobres milionários de jatinhos", que nos vendem um pedaço do reino dos céus, não vamos nos esquecer do povo que os alimenta;


Do povo, que anda confundindo Igreja de Cristo (as pessoas),com igreja tijolo, e suas mega-construções;


De adoração,em espírito e em verdade, com shows gospel/ Católicos,agora até no Faustão:


Ali sim, é lugar de "Merchandising",e de circo.


Bom domingo para todos!


Lee

quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

O Justo vive pela Fé, e não por Planos




Demorei anos para entender o seguinte – e simples - versículo:


Mas o justo viverá da fé; E, se ele recuar, a minha alma não tem prazer nele. (Hebreus 10.38)

É início de ano.

Vi em reportagens gente fazendo um monte de planos, de objetivos, de metas para esse ano.

Se as metas são boas, não há nada de errado com esses planos.

O grande problema acontece quando o plano não dá certo.

E tem gente tentando o mesmo plano anos e anos, e não conseguindo, se frustram.

Viver por planos, quando a gente os escreve, investe, e “corre atrás”, dá a sensação de conquista na hora da vitória;

Mas nos vicia no sentido existencial, por que vamos achar que só por nossa capacidade de traçá-los, vamos conseguir, até vir a primeira frustração.

Você é induzido a fazer planos desde a escola .

É impelido a fazê-los para a vida, mesmo “ sem querer”.

E quando estes não acontecem, se frustra, e tem de ficar dando desculpas aos outros, antes de receber destes – muitos que também “não alcançaram nada” -o rótulo de fracassado.

Foi para fugir dessa maldição – isso sim, é uma coisa maldita, seguir esse pensamento – que Deus falou no tal “de viver pela Fé”.

E diz que isso é tão forte, que passa a ser marca dos que crêem nele ( e não são dessa ou daquela igreja, etc) – a ponto de dizer que quem recua, este não tem prazer nele.

Muitos planos são feitos sem o espírito do evangelho, que basicamente são o amor, a verdade, e o bom senso esse então, tão escasso ultimamente.

É legal perder peso, juntar dinheiro pra algo bom, descobrir um amor.

Mas quando isso passa a ser paranóico, por simplesmente ser seu plano que está no papel, você viverá em função do plano do ano corrente, e pode não demorar muito a se frustrar, se isso se tornar obsessão.

E pior, pode se machucar.

Viva pela Fé:

Peça a Deus para te ajudar nas coisas que você deseja, ou precisa.

E peça a Ele para te consolar, se você ainda não as conseguir esse ano:

A Fé tem isso de bom – Ela te consola e dá forças para seguir.

O plano frustrado não, bota pra baixo, e te manda um “feliz ano velho”.

Lee