quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

Hospital de Fariseus




Na madrugada de 15 de dezembro passado, uma mulher de 25 anos é drogada e violentada na região de Colônia (Alemanha). Dois hospitais administrados pela fundação católica Cellites se recusaram a atender a mulher para não ter de recomendar a pílula do dia seguinte, combatida pela Igreja.

Isso demonstra a religião desprovida de amor, de Cristo, de compaixão. É apenas um sistema de cunho religioso, cheio de regrinhas, mas sem o evangelho.

São Fariseus cheios de regras pesadas demais, como disse Jesus, que eles mesmos não seguem.

A Pedofilia é uma praga na igreja católica, em todo mundo;

O Diretor do Banco do Vaticano (Banco Ambrosiano) é demitido por corrupção;

O Mordomo do Papa foi preso por fraude;

Mas não podem receber no hospital uma mulher estuprada, pra não quebrar a regrinha deles!

E você evangélico, não balance a cabeça, concordando, ainda não:

Em nossas igrejas, preferimos ver alguém pegar AIDS, do que recomendar o uso de camisinha.

Não ouço debates em rádios evangélicas, aliás, não ouço essas rádios, acabou a minha paciência pra isso - Muito comércio de músicas, produtos, idéias distorcidas do evangelho.

Mas certo dia , na casa de minha mãe- ela escuta esses debates - um Pastor Batista, que também é psicólogo, foi defenestrado por seus colegas por fazer trabalho nas comunidades carentes, e recomendar o uso do preservativo.

E filhas de pastor engravidam, bem como alguns filhos de pastor engravidam as namoradinhas de igreja.

E esta, a começar do líder, preferem expulsar os próprios filhos para "servirem de exemplo", e não perder a bocada.

Até quando iremos viver no faz de conta, negando a pílula de dia seguinte- e olha que foi em caso de estupro - e os métodos contraceptivos ocasionais, juntamente com as orientações que devem ser prestadas aos nossos jovens?

E até quando iremos rejeitá-los em casos assim, dando apenas o tradicional "pé na bunda" da religião, a quem não se encaixa no pacote desta??

Porquê a igreja, assim como o hospital, foi feita para receber os feridos.

E não para se livrar deles.

"Pois atam fardos pesados e difíceis de suportar, e os põem aos ombros dos homens; eles, porém, nem com o dedo querem movê-los" (Mateus 23:4)

Lee